História Único ômega - Mitw - Capítulo 30


Escrita por:

Visualizações 300
Palavras 827
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Acabou vindo na sessão da noite hehe.

Capítulo 30 - Morte...s?


Capitulo 30


05/07, 13h42min, Wixom - Michigan


Parado em meio a escada escutando a conversa Logan se perguntava se deveria abandonar quem o tinha ajudado tanto ou voltava e corria o risco de perder tudo. De repente o som de um soco sendo acertado foi ouvido, seu corpo se mexeu e correu em direção a porta, expiou pela fresta.


 - Chefe! - Gritou o cara ao lado de um homem negro.

 

Logan viu algo brilhante na mão do homem sendo tirado do bolso do terno, o brilhante objeto foi em direção ao abdómen de Anthony. O chão branco estava assumindo a cor avermelhada do sangue do loiro, Logan ficou sem reação quase caindo no chão.


 - Por que fez isso?! Ele poderia nos dar informações! - Gritou o homem negro, Ethan.


Com o coração amedrontado, suando e em choque com a cena de Anthony caído sangrando, Logan deu dois passos hesitantes para trás e correu em direção ao carro tentando fazer o mínimo de barulho possível, ligou o carro e saiu o mais rápido que pode, ignorando todos os chamados dos meninos pelas ligações. 

 

(Na casa de Malena...)


 - Logan! Responde! Logan! - Gritou Cellbit sem resposta.

 

 - Tio! Por favor responde! - Pediu Pac se dessesperando.


 - O que deve ter acontecido? - Perguntou Felps.


 - Eu não sei... Mas ele tá se movendo, só espero que não tenham pego ele. - Disse Cellbit vendo o GPS.


  - Meu Deus. - Pac se sentou aflito, pensando no pior.


 - M-meninos... Eu... Eu tô aqui. - A voz trémula e falhada de Logan surgiu pelo celular.


 - O QUE ACONTECEU?! POR QUE NÃO RESPONDIA? - Gritou Pac preocupado.


 - O Anthony... Ele... Ele eu não sei... Ele foi atingido. Pegaram ele. Ele deve estar morto... Meu Deus. - Disse Logan respirando fundo e segurando para não chorar. O silêncio tomou conta do lugar, o sentimento de lamentação ficou em todos. 


(Tempo depois...)


Logan chegou na casa de Malena depois de uma longa demora, seus olhos estavam vermelhos, perder o melhor amigo não foi fácil para ele. Jessica também estava lá, ela havia chegado pouco depois da notícia sobre o Anthony, assim que Logan chegou na casa deu o pendrive para Cellbit e foi para os braços da esposa procurando por refúgio, os dois ficaram a sós em um dos quartos. Todos acabaram se dividindo, Felps foi contar à Fox e Malena que estavam distraindo a Nath sobre as novas notícias e logo foi fazer companhia para Cellbit, Pac volto ao quarto e contou para Mike sobre o ocorrido. Durante os próximos dois dias a casa inteira estava sob a lamentação da perda de Anthony, aqueles que não tinham tanto afeto ao homem superaram rápido, porém Logan, Jessica e Pac não conseguiriam tão facilmente, o conheciam há tempos e Pac viveu parte de sua infância com Anthony como se fosse outro parente seu, a perda foi doída. Logan só conseguia culpar uma única pessoa por todos estes acontecimentos ruins: Marília. Nada disso haveria acontecido se ela não tivesse decidido ir atrás de Pac, seu sobrinho não teria sofrido tudo aquilo, seu melhor amigo não teria muito provavelmente morrido, aqueles adolescentes não teriam essas lembrança ruins... Seu ódio apenas crescia por aquela mulher.         


Fox e Nath haviam saído para tentarem se distrair do clima pesado da casa, Cellbit ainda olhava os arquivos do pendrive, Felps o ajudava com algum apoio para o loiro não se sentir só, Malena chamou o resto da turma que sabia sobre o caso para ficarem com ela e Pac passava a maior parte do tempo na cama com o Mike sendo consolado e tentando se distrair das coisas ruins, e também claro cuidando do maior.


- Ainda não acredito que ele morreu, ainda acho que é minha culpa. - Comentou o menor. Mike o abraçou na tentativa de um consolo.


- Já se passaram dois dias Pac e nem seu tio te culpou por isso, você não tem culpa nisso, não foi você que o acertou.


- Mas ele foi lá por minha causa! Eu causei isso. - Disse Pac olhando nos olhos do maior.


- Ele foi porque quis ajudar você, ele morreu com honra como um grande homem, se você disser que é sua culpa vai parecer que ele fez por obrigação, deixe-o ir como alguém com honra e um bom coração. - Pac se sentiu mais aliviado depois de entender as palavras de Mike, também sentiu admiração pela maturidade do maior, nem acreditava que há alguns dias ele estava nos seus braços chorando por ter medo de perdê-lo.


- De verdade, o que seria de mim sem você? Já é a segunda vez que você vem me salvar com esses conselhos. - Disse Tarik dando um sorriso sem mostrar os dentes, o maior deu um beijo nele e o abraçou mais forte, naquele aconchego bom voltaram a assistir o filme que passava na hora.


No mesmo momento Logan estava saindo de casa com o carro indo em direção do hospital. 

 



 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...