História Unidos pelo acaso - imagine Min Yoongi. (Hiatus) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 297
Palavras 1.283
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitchura meus babys!

Capítulo 3 - Garota do elevador, não!


Fanfic / Fanfiction Unidos pelo acaso - imagine Min Yoongi. (Hiatus) - Capítulo 3 - Garota do elevador, não!



Seus labios eram tão macios e inexplicavelmente bons de beijar, não demorou muito ele nos afastou lentamente e foi uma cena tão bonita ver ele abrir seus pequenos olhos lentamente.


Sg:... Não parece que está brava!- disse sorrindo.


(S/n): Mas estou!- disse e cruzei os braços.- não deveria ter feito isso aqui tem câmeras e se deixassem vazar as imagens de um idol beijando uma menina desconhecida no elevador de um shopping!- disse e ele frazio as sombrancelhas.


Sg: Acha mesmo que um elevador que não está funcionando ainda terias suas câmeras gravando?


(S/n): Sim!- disse olhando pro outro lado com os braços ainda cruzados, como uma criança pirracenta. 


Sg: Ei, mas me diz uma coisa?- disse segurando meu queixo fazendo eu olhar pra ele.- foi tão ruim assim!?- falou com um sorrisinho no rosto, como ele é convencido.


(S/n): Bom...- disse e ele me olhou curioso.- Não!- me rendi e acabei rindo.


Sg: Então você só está cumprindo com que falou de ficar brava caso eu te beijasse?- disse e ainda sorrindo assenti.- Entendi, então se eu fizer isso você vai ficar brava?- disse e me roubou um selinho.


(S/n): Suga!- disse e senti meu rosto queimar, não sabia onde enfiar minha cara, estava correndo de vergonha e nem tinha como esconder, pois com certeza está corada.


Sg: Você é tão fofa com vergonha!- disse rindo de mim me olhando de uma forma, bom... Não sei explicar. Era como se quisesse mais.


(S/n): Para!- disse e com minha mão empurrei seu rosto, mas ele segurou meu pulso.


Sg: Você não gostaria de me beijar de novo!?- disse aproximando seu rosto do meu com um sorriso lindo que nos sabemos que ele tem! Prefiro não responder nada, mas sim. Eu estava morrendo de vontade de beija-lo de novo, então sem pensar com a mão que ele não segurava o puxei pela nuca e o beijei. De primeira ele se surpreendeu com meu ato, mas logo correspondeu meu beijo da melhor forma, como ele e bom nisso, como seu beijo é bom. Ele soltou meu pulso e levou sua mão até a lateral do meu rosto, aprofundando mais o beijo e logo senti sua língua pedir passagem e quando permiti ele não poupou em usa-la. Ele passeava com sua língua por minha boca e fazia com a mesma uma carinho na minha língua me dava vontade de nunca parar esse beijo, mas... nos faltou ar e nós fomos diminuindo o ritmo do beijo e o finalizamos com selinhos que logo acabaram e nós nos olhamos. Ele abriu um sorriso lindo e com sua mão que ainda estava no meu rosto acariciou o mesmo.


Sg: Ainda está brava!- disse e me fez soltar uma risada curta.


(S/n): Acho que não!- ele ficou me olhando nos olhos como se visse minha alma, ele se aproximou e me deu um selinho, depois voltou a me olhar.


Sg: Você é tão bonita!


(S/n): Mentir é feio!- disse rindo e ele também riu.


Sg: Porquê mentiria?


(S/n):...- não disse nada, mas fiquei pensando se nunca mais o veria depois que esse elevador abrisse.- Depois que sairmos daqui e formos cada um pro seu lado, será que você ainda lembrará de mim?- disse cessando meu sorriso.


Sg: Não vou deixar que você seja esquecida por mim, nem que eu seja esquecido por você!


(S/n): Como fara isso?


Sg: Eu não quero que quando eu lembre de você eu pense na garota do elevador, não quero que nos separemos aqui. Você foi uma das única pessoas que realmente me tratam normalmente e isso não pode ser jogado fora, as meninas só se aproximam de mim por causa da fama, mas você... bom, pelo que me parece você nem sabia quem eu era quando entrou nesse elevador!- disse e eu sorri.


(S/n): E como você vai fazer pra isso acontecer, marca pra nos vermos outro dia?- não seria possível, daqui 4, praticamente 3 dias irei embora.


Sg: Não, um dia não... Hoje, você poderia ir embora junto comigo, eu poderia te apresentar os meninos e o hyung... Realmente não quero lembrar de você como a simples garota do elevador, você não é simples. É de certa forma especial!- disse e me fez sorri com sua poucas e simples palavras.


(S/n): E minha amiga?


Sg: Quando sairmos daqui, pois uma hora vamos ter que sair, você liga pra ela e diz que vai dar um passeio, sei lá, coisa do tipo...!- falou e eu fiquei pensando, até que o elevador se mecheu. Não acredito, essa joça voltou a funcionar. Aleluia!


(S/n): Finalmente, Vamos sair daqui!- disse rindo de felicidade.


Sg: Foi tão ruim ficar aqui comigo?- disse brincalhão.


(S/n): Talvez!- disse brincando enquanto ele sorria. Antes de nos levantarmos do chão ele me puxou rapidamente para um beijo mais rápido ainda. Ele realmente beija muito bem, da vontade de não deixar ele soltar seus lábios dos meus nunca. Nos levantamos e ficamos esperando o elevador abrir, ele rapidamente recolocou seu boné e sua máscara. Quando o elevador abriu tinha umas pessoas na frente do mesmo que nos olharam curiosas e alguns funcionários do shopping que se aproximaram de nos.


???: Você estão bem?- perguntou preocupado.


(S/n): Sim, estamos!- disse e Suga pegou em minha mão.


Sg: Precisamos ir!- disse de cabeça baixa me puxando e saímos do tumulto de pessoas. Saímos dali e ele me levou até o corredor escondido onde ficava os banheiros.- Liga pra sua amiga que depois eu irei ligar pra alguém vir nos buscar!- disse me entendendo o seu celular. Liguei pra abestada duas vezes e ela não atendeu so na terceira ela atendeu.


            Ligação on


Bn: Alô?


(S/n): Bruna, é a (s/n)!


Bn: (s/n) sua loka, onde tu tá mulhe?


(S/n): No shopping e você cade?


Bn: Cansei de esperar e fui te procurar, procurei pelo shopping todo, mas não achei então voltei pro hotel. Onde você tava?


(S/n): Quando eu estava no elevador pra ir até o banheiro o desgraçado parou de funcionar. Estava presa até agora, mas não se preocupa que eu estou bem!


Bn: Que merda em!? E agora vai voltar pro hotel, você tem dinheiro aí?- perguntou e eu olhei pro Suga que me olhava confuso por não entender nada, me fazendo rir.


(S/n): Não, não vou voltar pro hotel agora não, vou dar mais uma voltar pela cidade mais tarde volto. So liguei pra você saber que estou viva!


Bn: Seu telefone não tinha acabado a bateria, de quem é esse telefone?


(S/n): De um amigo!


Bn: Amigo, mas já deu tempo de arrumar um amigo?


(S/n): Ele estava no elevador junto comigo quando ele parou, mas é isso, preciso ir. Tchau!


Bn: Tchau, até mais tarde!- disse e desligou o telefone.


            Ligação off


(S/n): Toma, já falei com ela. Agora eu vou no banheiro rapidinho!


Sg: Tabom, enquanto isso ligo pra alguém nos buscar!- disse olhando pro seu telefone.


(S/n): Ok!- disse e fui em direção ao banheiro que era naquele mesmo corredor. Fiz o que tinha que fazer, depois fui até a pia e lavei a mão e aproveitei e joguei uma água no rosto. Muita informação em um dia só! Sai do banheiro e no fim do corredor vi Suga e fui em sua direção, chegando perto dele consegui ouvir o fim da sua conversa.


Sg: Tá, estaremos te esperando, vem logo. Quando chegar me liga pra nos sairmos daqui, não Vamos ficar na rua te esperando...- esperou a pessoa falar alguma coisa e logo respondeu.- sim nós! Só vem depois explico. Tchau!- disse desligou o telefone e me olhou.


(S/n): Enquanto isso, Vamos ficar fazendo o que?


Sg: Não sei... tá com fome? Vamos comer alguma coisa? To morrendo de fome!


(S/n): Tem certeza que é bom ficar assim tão acessível as fãs, assim em público?- perguntei com receio.


Sg: Não tem problema, ninguém vai me reconhecer... Mais disfarçado do que eu não tem!- disse me fazendo rir.


(S/n): Espero!- disse e fomos em direção a praça de alimentação.




                                     CONTINUA....





Notas Finais


O que estão ACHANDO?... Me digam nos comentarios e me falem se eu deveria mudar algo, o que importa é agradar vocês leitores. Então me dêem idéias!

Beijin na bunda e até amanhã!♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...