1. Spirit Fanfics >
  2. Unidos pelo acaso >
  3. Yashiro é muito distraída

História Unidos pelo acaso - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Então gente, essa é minha primeira fic de jibaku shonen hanako-kun, espero que vocês gostem.
Eu vou tentar postar 1 capítulo por semana, caso não aconteça é porque estive muito ocupada e não tive muito tempo.
Enfim, é só isso, não tenho muito a dizer. Boa leitura ♡

Capítulo 1 - Yashiro é muito distraída


Ultimamente não ando sabendo o que fazer direito, os problemas em casa andam me consumindo cada vez mais. Eu, Yashiro Nene, com quase meus 18 anos de idade ainda não sei lidar com as brigas de meus pais. Noite passada ouvi em meio de suas brigas, que planejavam se separar, pelo menos, era o que parecia...

- Yashiro-san? Está escutando?- Opa, me perdi em meio aos meus pensamentos de novo.

-S-Sim, estou. Desculpe!

- Como estávamos dizendo, suas notas andam péssimas, a senhorita anda muito distraída pelo que podemos observar...- Foi o que o diretor disse. Realmente, não tem como negar. Fica cada vez mais difícil me concentrar por muito tempo em algo, ainda mais agora levando sermão.-Eu pedi a ajuda do Tsuchigomori-sensei para escolher alguém que pudesse te ajudar depois da aula. Seria alguém na sua idade, que te ajudaria exatamente em tudo que tem dificuldade e que possa ficar até depois do horário aqui com você. Mas para isso, precisamos saber se está disposta, levando em conta que se nas provas finais não tiver notas boas, reprovará e terá de fazer o terceiro ano novamente.

 Eu parei por alguns instantes focando minha visão para meus pés, se eu reprovasse eu causaria mais problemas para meus pais do que eles já tinham, além de que também faria mal para mim, obviamente. Eu não quero ficar para trás dos meus amigos, não quero perder oportunidades por uma reprovação em meu histórico permanente. Voltei, então, a olhar para o diretor e respondi o que seria mais óbvio no momento.

-Tudo bem, eu aceito a ajuda de alguém para estudar...

- Ótimo! Nesse caso, Tsuchigomori-sensei, eu deixo o resto com você. - Ele disse olhando para o professor ao seu lado, que apenas coçou a nuca com a canhota e se retirou do local com uma cara de quem arranjaria alguém disposto a ajudar o mais rápido possível.

 Pude sair da sala do diretor finalmente, troquei meus sapatos no armário da saída e entrada do colégio, e fui embora junto de Aoi que me esperava com Akane-kun no portão.

 No dia seguinte, obviamente passei as aulas distraída como sempre enquanto Tsuchigomori-sensei explicava a matéria. Eu tentava me manter focada, porém isso era um grande desafio para mim que a única coisa em que conseguia fazer no momento, era olhar o pátio e o jardim do colégio pela janela da sala. Nada conseguia desfocar minha visão daquele lugar, pois, quanto mais olhava para o jardim, mais conseguia esquecer os meus problemas em casa, a natureza era a única coisa capaz de me salvar de tudo aquilo. Até porque eu não conseguia desabafar com ninguém, nem mesmo minha melhor amiga Aoi, para mim, era apenas um motivo besta para se sentir magoada e presa, ninguém entenderia o que estou passando. Sendo assim, a única coisa que eu podia fazer era guardá-los dentro de mim como se realmente não fosse nada, apesar de isso cada vez mais me corroer por dentro. Perdida em tantos pensamentos, nem me dei conta de quanto tempo havia se passado, quando percebi, já era hora de ir embora, havia gente saindo, então comecei a juntar minhas coisas  e guardar na minha bolsa.

- Nene-chan...- Escuto a voz da Aoi - você vai ficar para as aulas extras, né? - respondo que sim com a cabeça - Nesse caso, acho que não vamos mais poder ir embora juntas, já que eu não posso chegar muito tarde em casa. Você vai ficar bem voltando sozinha? Alguém vem te buscar? Vai ficar tudo bem? - Ela realmente está bem preocupada.

- Não se preocupe Aoi, vou ficar bem. -Respondo com um sorriso mostrando que não tem nada com o que se preocupar.

- Nesse caso, boa sorte!- Akane-kun disse para mim fazendo um sinal de boa sorte com a mão e dando um sorriso - Vamos, Ao-chan... - Ele diz e a Aoi balança a cabeça concordando.

Ambos se retiram da sala se despedindo de mim e eu sorrio voltando a guardar minhas coisas.

Eu estava prestes a me levantar quando percebo alguém parar de frente para minha mesa e então me chamar.

- Então...- ele começa- Yashiro-san, né? Não conversamos muito mas acho que você deve ter se dado conta de que eu sento atrás de você na fileira - realmente, posso ser meio desatenta mas o reconheço. Yugi Amane, um aluno que não costuma conversar com ninguém, parece que não curte muito fazer amigos, a única coisa que sei sobre ele é que tem um irmão gêmeo chamado Tsukasa, que se me lembro bem, é da turma do terceiro B. Também já vi ele passando bastante tempo junto de Tsuchigomori-sensei, me pergunto se eles tem alguma relação. - Enfim, Tsuchigomori-sensei pediu...na verdade ele insistiu que eu fosse seu professor particular, e a ajudase a estudar as matérias que tem dificuldade. -Era de se esperar, até porque, apesar de viver apenas em seu próprio mundinho, Yugi-kun aparenta ser muito inteligente, já que nunca tira notas ruins nem mesmo a média. Ouvi dizer até que ele já foi chamado para participar do grêmio estudantil, mas por algum motivo ele recusou.

- Ah, tudo bem. Onde vamos estudar? - Pergunto sorrindo delicadamente como se quizesse mostrar que estou animada para isso, o que claramente é mentira.

- Vamos para a biblioteca...- Ele apenas diz isso e se vira saindo do local. Por um estante achei ter visto ele ruborizar, mas deve ter sido apenas minha imaginação me pregando mais uma peça - Vamos, está esperando o que? - Ele pergunta parando na porta e olhando para mim, então, rapidamente me levantei e fui em sua direção.

Seguimos então até a biblioteca.

Enquanto o seguia pouco distante dele, não conseguia parar de pensar no motivo pelo qual ele era assim. Ele era um garoto bem quieto e inteligente, o que me faz julgar parecer um garoto metido, mesmo não sendo. Por ser muito avoada, ja trombei com ele algumas vezes nos corredores, ele sempre para e me ajuda a levantar perguntando se estou bem, me encarando com aqueles grandes olhos cor de âmbar e sempre falando a mesma coisa. "Você tem que prestar atenção por onde anda, yashiro-san. Uma hora ou outra isso pode acabar te prejudicando, tenha mais cuidado" é o que ele sempre diz. Ele certamente não é o meu tipo, mas por algum motivo, sempre acabo me sentindo meio segura com essas palavras e esse olhar que acaba por me prender em certos momentos. Sem perceber, estou pensando em tudo isso enquanto o encaro sem parar, só me dei conta ao notar que ele se sentiu envergonhado ao olhar para trás e me notar o encarando.

Então, finalmente chegamos a biblioteca. Escolhemos uma mesa e nos sentamos um ao lado do outro, tirando os materiais necessários das bolsas para estudar.

Passado algum tempo, percebo que realmente estava conseguindo entender tudo. A explicação dele e seus metodos de  ensino, eram perfeitos para alguém distraída como eu. Sempre que ele percebia eu me perder em pensamentos já chamava minha atenção, sempre sorrindo e dando uma pequena risada enquanto dizia "Você tem que se focar mais no que está fazendo no momento, yashiro-san". Era incrível como em apenas uma aula eu já estava conseguindo aprender tanta coisa.

- Uau! Você daria um ótimo professor, yugi-kun. 

- Você acha? Haha - ele questiona meio sem geito.

- Com certeza - respondo sorrindo para ele.

- Ah, que bom então, eu acho. - ele me pareceu feliz com o comentário, mas antes que eu pudesse perguntar o que ele queria fazer em seu futuro...- Tem alguma coisa te incomodando? Quero dizer, sei que não somos chegados nem nada, mas...

- Você ta preocupado comigo? - o interrompo me surpreendendo com isso.

- Bem, não é como se eu quizesse me intrometer na sua vida. É so que...- ele para por um instante olhando para a caneta que estava em uma de suas mãos -... Tsuchigomori-sensei me disse que ultimamente você andava muito mais distraída que o normal, e isso preocupa um pouco ele como professor, já que por conta disso suas notas andam caindo bastante. Eu acabei te observando um pouco na aula de hoje, e senti como se você estivesse guardando algo ruim em você, mas só conseguia olhar para o nada e se distrair com qualquer coisa. - ele volta a me encarar me prendendo com seus olhos que faz-me focar em cada tom. - Então sabe, mesmo que talvez eu não seja alguém tão confiável, espero que possamos nos dar bem e superar qualquer que seja o problemas juntos. - ele sorri para mim e eu coro ao sentir sua preocupação.

- Y-Yugi-kun...- antes que pudesse dizer alguma coisa ele me interrompe.

- Nossa, ja está tarde! Melhor irmos embora logo antes que escuressa. - ele diz já começando a arrumar as coisas em cima da mesa e se levantando.

- Yugi-kun...- digo segurando a camisa dele com os dedos - Posso te chamar de Amane-kun? Podemos ser amigos, né?

- C-Claro! Por que não? - ele responde virando o rosto para esconder seu rubor - Vamos? - Sorrio e respondo que sim com a cabeça.

Ajudo a guardar os materiais usados e saímos da biblioteca. Nos despedimos no portão quando ele diz que ainda iria esperar alguém e então vou embora sozinha. Fui embora com um único pensamento em mente, espero que sejamos bons amigos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Aceito críticas e se tiver muitos erros, por favor me avisem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...