História United by the stars - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Xiumin, Yeri
Visualizações 5
Palavras 1.247
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei
Gente esse cap ta meio confuso então peço desculpas 😅
Desculpem pelos erros ://
Boa leitura bolinhos 🍉

Capítulo 33 - Again


Fanfic / Fanfiction United by the stars - Capítulo 33 - Again

Jimin dirigida numa velocidade absurda eu nem sabia que aquele carro dava para ir com um velocidade tão estrema, até que parecia que estávamos fugindo da polícia. 

Jimin - Mas o que aconteceu, você ainda não me contou. 

- Bem, a Seol disse que estava em perigo e mandou Baekhyun ir salvar ela então ele avisou para mim e para meus pais. 

Jimin - Tu sabe que seus pais vão dizer que é culpa sua? 

- Sei perfeitamente disso. 

Jimin - O que será que fez ela não voltar para casa. - Disse o mesmo pesando em voz alta. 

- O nosso término. - Digo a baixando o cabeça. 

Jimin - Porque. 

- Eu acabei fazendo o que você disse, usei a Seol para esquecer um pouco a Lisa. 

Jimin - Caralho, eu sempre tenho razão. - Disse o mesmo dando um risada. 

- Isso não é para rir, agora ela está em perigo por causa de mim. 

Jimin - Tá bem desculpa, bem não é totalmente sua culpa ela já está quase fazendo 18 anos ela sabe muito bem que não devia andar por estás horas na rua. 

- Mas mesmo assim é culpa minha por não lhe ter protegido, eu não queria mais brincar com os sentimentos dela eu estaria me matando por dentro se fizesse isso, eu não quero estar com ela pensando em outra pessoa. 

Jimin - Bem cara, de você a ama de verdade você vai saber isso em pouco tempo. 

- Só espero que não tenha acontecido nada com ela. 

Estava me matando mentalmente por não ter protegido ela, eu não quero perder a Seol não quero mesmo mas eu sei que depois de tudo que eu disse ela não vai querer nem ouvir meu nome mais. 

P. O. V Yoongi off

Estava já com as vistas um pouco embaçadas mas mesmo assim ainda conseguia ver aqueles luzes vermelhas e azuis, e aquele barulho de sirene era tão alto que fazia eu ter dor de cabeça bem forte, já tinha sangue em quase toda minha camisola e calças estava tudo sujo de sangue, as minhas mãos com sangue e aquela faca no chão, era tudo tão assustador aconteceu tão rápido e tão doloroso que eu só quero morrer de uma vez só, queria muito ver a face de Yoongi o toque de Yoongi, a voz de Yoongi era tudo o que eu mais precisava naquele momento, eu precisava dele só dele. 


Me levanto com certa dificuldade me apoiando na parede e saio daquele canto, meus passos lentos iam até perto do caminhão que estava parado bloqueado minha saída, olhei por uma brecha e vi ali meus pais meus amigos mas não consegui ver Yoongi, acabo ficando mais fraca e caindo no chão olho de novo e vejo que Yoongi estava ali perto de minha mãe, eu quero ouvir sua voz eu preciso da voz dele, fecho meus olhos deixando mais lágrimas caírem e tiro forças de mim e começo a gritar. 

- POR FAVOR ME SALVEM, POR FAVOR. - Digo do outro lado

Polícial - Menina? ESTÁ ME OUVINDO?. - O mesmo gritou do lado contrário do caminhão.

- ESTOU. - Digo usando o resto de minhas forças. 

Polícial - VOCÊ ÉSTA FERIDA? 

- SIM, TENHO UM CORTE PROFUNDO NO MEU BRAÇO. 

Polícial - AGUARDE MAIS UM POUCO SIM? IREMOS TIRAR VOCÊ LOGO LOGO DAÍ É FIQUE CALMA. 

- SIM. 

Falando aquilo não sai mais nada de minha boca apenas lágrimas de meus olhos, tiro meu telemóvel do meu bolso e desbloqueio o mesmo com dificuldade discando o numero de Yoongi. 

*** ligação on ***

Discando **

Chamada antendia **

- Yoongi-na? 

Yoongi - Seol

- Porque fez isso comigo? Não podemos terminar assim. 

( ouvi choros do outro lado de Yoongi) 

Yoongi - Eu fiz isso para não lhe machucar mais. 

- Você não me machuca, eu só preciso de vo.. 

( Depois de quase terminar a frase sinto tudo ficando preto, e a minha visão se foi) 

*** chamada off ***

Acordo num lugar confortável num lugar quente e aconchegante com uma luz iluminado o lugar, abro meus olhos lentamente vendo que estava de novo em um quarto de hospital, o cheiro era o mesmo era tudo parecido aquele dia em que Yoongi disse que me amava, me sento com dificuldade vendo meu braço com uma ligadura ali com algo por cima azul, me aconchego e vejo que estava sozinha naquele quarto vendo aquele relógio meio que antigo, meus olhos se direcionaram ao meu telemóvel que estava numa mesa ao lado da cama, levo uma de minhas mãos para lá e pego vendo que estava já de manhã, desligo o mesmo vendo que haviam várias mensagem por responder mas preferi não ver nenhumas, ouvi algumas batidas na porta e sem dizer nada aquelas pessoas entraram, Baekhyun, Jisoo, Jungkook, e uma senhora que não conhecia. 

- Olá. 

Jisoo - Omo, unnie você que matar eu do coração. - Diz a mesma chorando e vindo me abraçar. 

- Aish, menina para de drama e me desculpe sim?. - Digo batendo nas costas da mesma devagar. 

Jisoo - Se fizer isso de novo eu te mato, com as minhas mãos. - A mesma deu uma fungada 

Jungkook - Estou feliz que agora está bem. - O mesmo deu um sorriso sem mostrar os dentes. 

- Eu também, e obrigada por vir. 

Baekhyun - Você é uma menina sem noção, mas eu te amo. - Disse o mesmo fazendo dois corações com suas mãos. 

- Eu também, ah quem é a senhora?. - Digo olhando para mulher ali do lado. 

XXX - Ah esqueci - me de me apresentar eu sou a coordenadora da faculdade de direto. 

- Omo, o que lhe traz aqui? 

Jungkook - Menina, é sobre aquela coisa do estados unidos 

- Ah. 

Coordenadora - E vim saber sua reposta. 

- Bem eu ainda não falei com meus pais, mas não sei. - Digo pensativa. 

Coordenadora - Eu sei que não parece mas você é uma aluna com um pontecial muito grande. 

- Obrigada, mas ainda preciso pensar um pouco. 

Coordenadora - Bem preciso de uma reposta até o fim do dia, e uma oportunidade única. 

- Eu lhe dou uma resposta no final do dia. - Digo sorriso. 

Coordenadora - E não se preocupe seus pais já sabem, eles apoiam também. 

- Oh não sabia. 

Coordenadora - Então com licença. 

- Até logo. 

A mesma saiu do quarto deixando eu e meus amigos sozinhos, os mesmos falam entre si mas eu não conseguia ouvir nada apenas ficava nos meus pensamentos, meio que eu não quero deixar Yoongi por mais que ele tenha me ferido, eu gosto de ver ele gosto de sua voz gosto dele, e não quero deixar sozinho mas o que me impede é o meu sonho, eu sempre quis ser advogada mas desde pequena quero isso. 

Jisoo - Meninos podem me deixar a sós com a Seol? 

Baekhyun e Jungkook - Claro!. - Eles se retiraram da sala.

Jisoo - Pensa que eu não sei que vocês acabaram? 

- Mas como você sabe?. 

Jisoo - Estava descendo aquelas escadas e ouvi tudo, ouve eu não queria ouvir mas acabei ouvindo, desculpa. 

- Não tem problema, uma hora ou outra eu iria te contar. 

Jisoo - Mas porque você não aceita essa proposta? 

- Porque não quero ir embora daqui. 

Jisoo - É uma oportunidade grande, e também podes passar um tempo longe do Yoongi. 

- É isso que eu não quero, ficar longe de Yoongi


Notas Finais


Obrigada por ler sz
Comente sua opinião
Espero que tenha gostado
Até o próximo capítulo 👋🏻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...