História Universidade Runeterra - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias League Of Legends (LOL)
Personagens Ahri, Annie, Braum, Caitlyn, Cassiopeia, Darius, Diana, Dr. Mundo, Draven, Ekko, Ezreal, Fiora, Gangplank, Garen, Gnar, Graves, Janna, Jax, Jinx, Katarina, Kayle, Kayn, LeBlanc, Lulu, Lux, Malzahar, Master Yi, Miss Fortune, Morgana, Nidalee, Poppy, Rakan, Rengar, Riven, Rumble, Ryze, Shyvana, Sivir, Sona, Soraka, Swain, Taliyah, Talon, Teemo, Tristana, Twisted Fate, Vladimir, Wukong, Xayah, Yasuo, Zac, Zyra
Tags Águas De Sentina, Campeão, Campeões, Demacia, Ilha Das Sombras, Ionia, League Of Legends, Lol, Noxus, Romance, Romance Gay, Romance Hetero, Runeterra, Shurima, Sla, Universidade, Zaun
Visualizações 128
Palavras 2.106
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


[AVISO]
• Importante ler as notas finais de hoje!

Boa leitura!

Capítulo 31 - Eu sou irresistível!


Fanfic / Fanfiction Universidade Runeterra - Capítulo 31 - Eu sou irresistível!

CAPÍTULO 29

    ⁃    Você não presta, Zoe! - Ezreal ria da amiga. - Sério que se interessou por um pedaço de mal caminho como Kayn? 
    ⁃    Cá entre nós, se você não estivesse com certo cabeludo também teria olhos para o gostosão da padaria!
    ⁃    Sinto muito, mas rebeldes nunca foi o meu tipo!
    ⁃    Por isso que somos melhores amigos: Você fica com os certinhos e eu com os de conteúdo!
    ⁃    Tradução: Eu fico com os que prestam e você com os que fode sua vida.
    ⁃    Eu sou eterna, meu amor. Ninguém fode minha vida o suficiente. - Zoe brincava com os dedos de Ez, enquanto segurava sua mão.
    ⁃    Ninguém tem saco o suficiente!

Quem olhasse os dois de longe, pensaria com certeza que era um casal. Pela intimidade em que mantinham seus corpos próximos. A verdade era que Zoe foi a primeira namorada de Ezreal e a primeira pessoa em que ele confiou para dizer a verdade sobre sua sexualidade. Desde aquele dia viraram melhores amigos. Ez nunca agradeceu tanto por Zoe ser desencanada. Ele nunca imaginou que teria tanto apoio e até chorou quando a garota não teve outra atitude senão abraçá-lo. Desde então a ligação dos dois só ficou mais forte. A menina sempre o aconselhou sobre sair do armário. E o menino a aconselhava sobre não se apegar demais com as pessoas. 

Zoe era o tipo de mulher que mesmo com mais de 1.000 anos nunca se acostumou com despedidas. Se apegava muito rápido com as pessoas. Como por exemplo, Zoe decorou o nome de todas as pessoas que passaram na sua vida. Seja apenas por um dia ou por anos. Talvez por esse motivo ficou tão feliz com uma colega de quarto e “atacou” a mesma tão cedo.

Com uma careta decepcionado, Ezreal olhava para a melhor amiga e fazendo sua melhor cara de fome, reclama:
    ⁃    Zoe, eu não acredito que eu perdi meu café da manhã no Akdong porque você queria uma saída triunfal.
    ⁃    Não se remoe pelo passado, Sr. Ezreal! Se quiser hoje à tarde eu pago pra você 2 potes da mousse de morango da Lulu.
    ⁃    Olha que eu cobro! Posso chamar o Taric?
    ⁃    Nã-na-ni-na-não! Hoje vou usar você, seu rostinho bonito e seu corpo sedutor para causar.
    ⁃    Se eu não fosse eu ficaria ofendido.
    ⁃    Mas como você é você vai ficar sossegado e seguir a tia Zoe. Bom, chegamos no seu prédio. Selinho da amizade! - Os dois encostam seus lábios e em uma fração de segundo já se desencostam. - Bye bye, Ez. Boa sorte com seu primeiro dia de aula oficial como gay! 
    ⁃    Bye bye, Zoe!

A garota de cabelos volumosos assim que vê o melhor amigo virar as costas coloca seus fones de ouvido. Enquanto caminhava dançava ao som de “Work, work, work, work, work!” ignorava os poucos olhares que recebia. A coisa mais comum naquela faculdade era algum louco dançando enquanto caminhava. Chega enfim ao prédio de magia e senta em alguma cadeira da frente. Um dos defeitos dela era sua altura, e ela se condenava por ter que sentar na frente para enxergar. Mas depois de tanto tempo aprendeu a seguir em frente com isso.

Não demora muito para a professora chegar. Como o professor que iria dar aula faltou, quem os ensinaria era Soraka, a filha das estrelas. Ao ver a mulher Zoe sorri. Aquela era sua irmã: a professora principal do curso de suportes da Universidade Runeterra. Como sinal de respeito pela Soraka, aquela aula ela ficaria sem o fone de ouvido.

As aulas passaram normalmente. Zoe quando não ficava olhando a professora explicar, desenhava alguma coisa aleatória no caderno. Assim que passa pela porta pega seu celular e manda uma mensagem para Ez encontrá-la no Café Akdong. Sorri ao ver a resposta dele dizendo que se atrasaria um pouco para deixá-la ter o momento principal com Kayn. Chega ao café e senta na mesa redonda, não demora muito para ela ser atendida exatamente por quem queria (pois Jinx se recusou).
    ⁃    O que vai querer hoje?
    ⁃    2 potes de mousse de morango, 1 salada de frutas caprichada no kiwi e o seu telefone!
    ⁃    Seu pedido logo vêm! - Kayn dá um sorriso torto e se vira deixando Zoe sozinha na mesa.

Não demora muito para a taça de salada de frutas chegar acompanhado dos dois potes de mousse. Junto deles vinha um guardanapo com o número: “9”. Zoe olha aquilo e faz uma careta, logo Kayn explica.
    ⁃    Não vai ser vindo aqui e pedindo meu número que vai conseguir.
    ⁃    Olha só: ele é difícil!
    ⁃    Não sou difícil, só não gosto de ser feito de trouxa!

Antes de Zoe responder, Ez chega ao local roubando um selinho da garota que dá uma risada baixa.
    ⁃    Pediu meus mousses?
    ⁃    Claro, Ez! - Zoe percebe que Kayn fica sem-graça com a situação e dá um sorriso ao homem. - Ei, você me vê um copo de água, favor?
    ⁃    Claro...
    ⁃    Dois, por favor! - Ezreal fala e assim que Kayn sai da mesa ele vira para a amiga. - Acho que já fiz meu papel por hoje só pela cara dele ao me ver!
    ⁃    Você arrasou! Como sempre.
    ⁃    Obrigado! Agora me deixe em paz comendo a mousse.
    ⁃    Depois dessa vou até ficar quieta! Mas antes disso vou dar um abraço na minha colega de quarto!
    ⁃    Eu não sei se você sabe mas ela não gosta muito de você. 
    ⁃    Shhhhh, ela vai gostar. Eu sou irresistível!
    ⁃    Que autoestima, meus amigos!

Zoe vai até a colega e a agarra, enquanto isso Ezreal se lambuzava com seus mousse, rindo da careta de Jinx.

 

Lux sorri maliciosamente ao puxar Talon para o quarto. O mesmo ri e logo entra na brincadeira de sorrisos e olhares. Depois de alguns beijos trocados e mãos bobas, o noxiano começa a demonstrar interesse em tirar a roupa da parceira. Lux com o rosto corado tira sua saia, ao receber os olhares de Talon em suas pernas cora um pouco mais. 

A demaciana ainda com vergonha tira sua camisa branca, mostrando o sutiã da cor de sua pele. O noxiano sorri com a cena e logo acompanha a garota, tirando sua roupa. Diferente de Lux, que estava envergonhada, Talon estava animado, o que fez com que aos poucos a menina se soltasse na cama. 

Os beijos começaram tímidos, suas peles mal se encontravam. Mas bastou um braço firme de Talon para puxa-lá para mais perto. O noxiano agora estava em cima de Lux, brincando com a pele branca da menina. Uma coisa era certeza, Luxanna precisaria de muita maquiagem para o pescoço no dia seguinte. Com firmeza, o rapaz remove a peça que tampava os seios da mais nova. Abandona o pescoço e começa a brincar agora com os peitos de Lux que se contorcia com os toques. Já era possível sentir o membro do companheiro, e saber que si mesma era a razão para tal fez a demaciana ter um pouco mais de confiança na cama. Com um sorriso maligno, a garota empurra Talon para o seu lado, agora ela iria brincar!

Lux beija toda a parte do abdômen do ficante. Aos poucos vai descendo até chegar ao pedaço de pano que mostrava um volume além do normal. Com delicadeza a menina tira, e ao se deparar com o pênis do mais velho, cora. Com a mesma delicadeza de antes, Lux coloca sua mão esquerda no ereto e ao ver a reação de Talon começa a fazer o movimento de vai e vem. Depois de poucos instantes, Lux toma coragem e aproxima seus lábios do pênis, começa lhe dando um beijo, ainda com a mão no mesmo. Em seguida, abre a boca, e logo coloca, com dificuldade, o ereto entre seus lábios. O rapaz não conteve o gemido arfado. Em pouco tempo, Lux recebe o líquido quente e azedo na boca. 

Depois de limpar em volta de sua boca, a demaciana volta a atenção para Talon, lhe dando um beijo molhado. O noxiano em resposta retribui o beijo e pega uma camisinha. Luxanna arregala os olhos e diz para o parceiro:
    ⁃    Talon, eu acho... acho... que não estou pronta... - A menina cora ao dizer tais palavras.
    ⁃    Está tudo bem, Lux...
    ⁃    Me perdoa... - A menina tenta esconder seu rosto no próprio ombro, mas logo sente as mãos do rapaz em si.
    ⁃    Vem aqui! Está tudo bem!

 

Janna acordava agora. Era raro ela acordar depois dás 8 horas, mas por causa da ocupação da noite toda, ela acordou aos meio-dia. Ao seu lado estava Draven, seu mais novo parceiro de sexo. Já estava no terceiro dia seguido em que dormiam juntos em algum motel. Janna sabia o quanto isso era irresponsável, mas não aguentava dizer não ao noxiano. Era só o mais novo pedir que parecia que seu corpo se jogava em Draven.
    ⁃    Essa foi a última vez!
    ⁃    Draven escutou isso ontem! - Draven responde revirando os olhos.
    ⁃    É irresponsável! 
    ⁃    E isso antes de ontem...
    ⁃    Eu vou embora.
    ⁃    Ok, estarei te esperando hoje à noite. Mas isso você já sabe! 

Janna se veste rapidamente e dando um rápido aceno para Draven vai embora. Respira fundo ao sair do motel e vai até o seu quarto. Sua cama continuava intacta, parecia até que estava pegando pó, mas era apenas o terceiro dia, aquilo devia ser somente o subconsciente de Janna querendo a controlar. Ou pelo menos foi o que ela disse pra si mesma.  Tristana já havia ido para a aula, uma boa notícia, não teria que ouvir as lamentações da menor e nem os olhares a julgando. Ela sabia que a yordle era uma boa pessoa, mas cresceu em Zaun, e só isso já era motivo o suficiente para manter o olho aberto com qualquer um. 

Troca somente a camiseta, ficando com a calça jeans e a sandália. Vai em frente ao espelho e passa um batom para dar um cor arroseado na boca, que era clara demais. Não pretendia passar mais nada, aliás estava atrasada, mas ao ver as marcas no pescoço, desiste. 5 minutos era tudo o que precisava. Logo em seguida pega sua bolsa e vai em direção à aula. Assim que entra, sente todos os olhares sobre si. Aquilo era uma novidade. Janna chegando atrasada com certeza era uma daquelas cenas que você nunca esperaria ver acontecendo. A zaunita senta e começa a prestar atenção na aula de Soraka.

Como sempre, Janna ficou na dela, focando-se apenas na aula. Kayle até tentou tirar alguma informação sobre o atraso de Janna, mas a albina apenas deu uma risada sem graça e voltou a prestar atenção.
Felizmente a aula acabou rápido, a garota pensava em um zilhão de coisas da faculdade, quando ouviu uma voz amigável.
    ⁃    Eai, Janna, tudo bom? - Ekko falava com um sorriso no rosto e uma camiseta de algum anime que ela nunca ouviu falar.

Janna considerava Ekko seu tipo ideal. Ela adorava o charme nerd que ele exalava. O jeito gentil a derretia inteira e para completar o rapaz era bom de papo. Mas em compensação ela também considerava homens mais brutos o tipo dela. A arrogância de certos homens e o sarcasmo a faziam se desafiar para conquistar o homem. Ela já até conseguiu ficar uma vez com Darius, mas não passou de beijos. Já Draven, era um Darius mais sarcástico e menos arrogante, o que era quase chato. A forma em que ele elogiava a si mesmo e nunca falava palavras gentis para si, a irritava profundamente. Claro, ele era charmoso, e aquele cavanhaque fazia ela querer ser feita de brinquedo nas mãos dele. Mas ainda sim, era um grande babaca e Janna sempre gostou dos inteligentes.
    ⁃    Ekko! Que bom te ver! E como ficaram as coisas com Jinx? Li no jornal sobre...
    ⁃    Sobre isso? Nem comenta com ela, acho que ela não sabe.
    ⁃    Mas você não gostava dela lá em Zaun? 
    ⁃    Águas passadas! 
    ⁃    Ok então. Mas eai, por quê me chamou? Está tudo certo com a faculdade?

Ekko põe a mão na cabeça e com o jeitinho sem graça que Janna adorava fala.
    ⁃    Queria saber se você tá livre essa noite? Sei lá, vamos fazer alguma coisa, quem sabe por o assunto em dia.

Janna sorri e reflete. Tinha combinado com Draven a quarta noite, mas eles não tinham nada demais, certo? Eles só queriam sexo, certo? Nunca haviam conversado sobre isso, mas ele não se importaria, ou iria?


Notas Finais


OI MEUS AMORES!
Estou aqui perante vós para contar uma notícia triste!
Eu irei ter que pausar a fic por um momento!
Aqui em minha casa está um pouco complexo por conta de coisas de advogado e tudo mais!
E pra complementar a situação agora vai ter o começo das aulas, então vai foder mais pois eu não sei nem falar inglês direito!
Assim que eu estiver adaptada a história volta.
Vou ser sincera com vocês, eu não tenho noção do tempo!
Pode ser semanas até tudo se resolver ou pode chegar à meses!
Eu realmente estou muito chateado com isso, mas se eu continuar escrevendo nessa situação os capítulos vão perder a qualidade.
Eu vou fazer o máximo para que eu consiga voltar o mais rápido possível.
Eu espero muito que vocês sejam compreensivos com a situação, se eu conseguisse eu continuava, do mesmo jeito que eu continuei quando mudei de país.
Vocês foram minha força aqui, mesmo que não tenham noção disso.
Eu não queria, mas as coisas simplesmente chegaram nesse ponto.
Bom, acho que é isso!
Prometo voltar assim que eu puder, até lá me desejem sorte!

Até o próximo capítulo!

Sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...