História Universo alternativo de undertale yaoi - Capítulo 50


Postado
Categorias Undertale
Personagens Personagens Originais, Sans
Tags Aus, Casais, Errink, Fellcest, Fontcest, Lemons, Sanscest, Shipps, Swapcesr, Undertale, Yaoi
Visualizações 116
Palavras 551
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Hentai, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu voltei e agora é pra ficar. Eu acho... Enfimmmmmm... Estou aqui trazendo pra vcs um pedaço do Éden. E como eu consegui?! Bem isso tudo é graças a senpai. A Russa, que me deu inspiração e me ensinou muitas coisas sobre lemons. Mesmo ela não sabendo que ela me ensinou. Geralmente eu aprendo a escrever lendo. Eu comecei a escrever essa fanfic depois de ler as lemons que a Dsafira escrevia. Então eu fui aprendendo e pegando o jeito. Esse é o meu segredo. Não contém pra ninguém okey?

Enfim -novamente- espero que gostem.

Boa leitura.

Capítulo 50 - Nightmare x Dream parte 1




Ele estava caminhando pelo shopping Underground. Ele caminhava sem rumo ou objetivo. O puro apenas queria matar aquele tédio que dominava o seu dia, apenas queria achar algo interessante para fazer ou apenas soterrar esse tédio debaixo da terra. Dream usava uma calça jeans azul claro que era segurada por um cinto(muito) marrom escuro. Usava também uma camisa branca que revestia seu tronco e seus ombros e por cima desse tecido branco ele postava uma blusa fina amarela que tinha as mangas dobradas até acima dos cotovelos. E nos pés usava um tênis azul escuro com uma estrela amarela mas laterais. 



O de cabelos loiros era realmente chamativo, não só por sua beleza mais também pela sua personalidade positiva e bondosa. A inocência estava estampada em sua face. Mais por trás dessa expressão alegre havia um amor incestuoso pelo seu irmão gêmeo Nightmare. Aquele ser de tentáculo fazia Dream derreter. Sua voz excitava Dream. Seu cheiro tóxico poluia seus pulmões. Talvez seja obsessão, mais para Dream não importava. Nada importava, exceto o ser negativo e cruel denominado Nightmare. O rei de seu coração. Aquele que sempre estava presente em seus pensamentos e em seus sonhos mais pervertidos.



Depois de tanto caminhar o de olhos dourados sentiu sua garganta fuçar seca. A sede precisava ser saciada. Como estava sem dinheiro não poderia comprar nada para beber, então foi até o banheiro mais próximo. 



Ao entrar no local se deparou com um cômodo vazios. Caminhou até as pias que ficavam uma ao lado das outras. Ligou a torneira fazendo com que a água suave e fresca caísse suavemente e fosse embora pelo ralo. Juntou suas mãos e fez uma concha e assim pegou um pouco de água e levou até a pouca logo bebendo do líquido incolor. A sensação da água descendo pela sua garganta era satisfatória. Era um alívio sasiar aquela sede que fazia sua garganta arder.



Logo ouviu o barulho da porta se abrindo, o som ecoou pelos seus ouvidos e pelo banheiro. O pensamento de que alguém apenas havia entrado para fazer suas necessidades surgiu em sua mente. Apenas ignorou o suposto ser que havia entrado. Quando se levantou ele olhou para o grande e largo espelho que ficava na frente das pias. Quando se deu conta que havia alguém atrás de si. Num ato rápido ele se virou dando de cara com o ser que mais amava na face da terra.



Dream: N...N... Nightmare? Citou o nome do maior. Iria falar mais alguma coisa mais foi interrompido por um beijo surpresa. Por conta disso ele engasgou um pouco mais logo se acalmou pois o gosto dos lábios e da língua de Nightmare estava impregnado em sua boca. Ah aquele sabor era diferente do que qualquer coisa que ele já havia sentido. Sempre imaginou que o sabor seria amargo ou até mesmo azedo mais sua expectativa estavam muito distantes da realidade. Sua boca tinha um gosto indescritível. Era único. Era saboroso. Era gostoso e delicioso. Era uma mistura de desejo, luxúria e perversão.



Queria continuar com aquele contato físico mais a maldita falta de ar se fez presente. Os pulmões começavam a pedir por ar desesperadamente. Os corações começaram a bater descontroladamente, com isso bombeava muito sangue pelo corpo e junto do líquido vermelho vinha uma carga de prazer e adrenalina. Logo se separaram...



Continua...




Notas Finais


Primeiramente: gostaram da nova capa, fui eu quem fiz. Eu gostei. E vcs?

Segundo: Espero que tenham gostado do capítulo. Eu me esforcei. Estava determinada a entregar essa perfeição (só que não) pra vcs.

Enfim só isso tô sem quase nada pra fazer ou dizer, aliás eu vou fazer um esquema. Eu vou postar capítulos um dia sim e um dia não. Espero que vcs concordem comigo.

Um beijo e um abraço para meus queridos leitores.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...