História Universos Alternativos 2 Temporada - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Doctor Who
Personagens 10º Doctor, Jack Harkness
Tags Décimo Doutor, Depressão, Gêmeos, Incesto, Jack Harkness, Romance, Universo Alternativo, Viagem Dimensional, Viagem Temporal
Visualizações 34
Palavras 813
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá Corujas! >.< Aqui estou eu, começando uma segunda temporada! :3 demorei para fazer essa aqui... Mas as ideias só chegaram agora >.<

São os gêmeos na imagem :3 (Retirada do google, não faço a mínima ideia de quem são ^-^)

Espero que gostem! E boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Universos Alternativos 2 Temporada - Capítulo 1 - Capítulo 1

Yumi on

 

         Como sempre, outra confusão na escola e saímos vitoriosos, os alunos ficam nos olhando com inveja, pelo o que parece, nunca tiveram tanta amizade assim, como a que eu tenho com meu irmão.

         Fizemos os trabalhos mais felizes do que nunca. Mas na aula de história, me senti completamente triste, o professor daora havia saído... E um tal de Jack Harkness assumiu o seu lugar, ele parece ser legal também. Mas por algum motivo, eu o achei bem parecido ao Nicolas, mas ignorei esse fato.

         Voltamos para casa apostando corrida, outra coisa que fazíamos quase que o tempo inteiro, e quando chegamos em casa, mamãe nos recebeu como sempre, mas dessa vez, a tia Mari e o tio Nathanael estavam lá.

         Algumas partes de sua história, que ela contou, foi que eles a encontraram e cuidaram dela, a ajudaram a arranjar um lugar para ficar, e também cuidaram dela durante a gravidez.

Lana: Como foi a escola?

Eu/Nicolas: Perfeita!

Lana: Vocês e seus jeitinhos de gêmeos...

Eu/Nicolas: Apenas somos parecidos e falamos as mesmas coisas.

Lana: Apenas parecem um clone um do outro.

Eu: Apenas se for a parte de dentro né mãe. Olhe para nós, somos gêmeos de pais diferentes.

         Ela fez uma expressão triste, mas logo colocou um sorriso em sua face.

Lana: Bem, aconteceu algo diferente na escola?

Eu: O professor de história saiu, e um professor chamado Jack entrou em seu lugar.

         O nome parece ter feito ela ter feito ela ficar mais triste ainda, mas tentou não demonstrar.

Lana: Sabe o sobrenome dele?

Eu: Harkness... Eu acho...

         Mamãe começou a chorar, e eu e Nicolas a abraçamos, estávamos tentando entender o motivo de ela ter começado a chorar.

Mari: Quem é ele Lana? Você o conhece?

Lana: É um deles...

         Vi a tia Mari arregalar os olhos e olhar para o tio Nathanael, e eu fiquei me perguntando sobre o que ela quis dizer com “É um deles”.

Eu/Nicolas: Mamãe! O que você quis dizer com isso?

         A perguntamos, mas não recebemos respostas.

Mari: Criançada, vão brincar com seus primos. Preciso conversar com Lana.

Eu: Não somos mais crianças... Mas iremos obedecer, mas ainda estou curiosa sobre esse papo.

         Saí, e procurei pelos meus “primos”, mas tudo o que ficamos fazendo, foi falar sobre a conversa que estavam tendo.

Aysha: Sobre o que será que eles estão conversando?

Eu: Faço a mínima ideia.

         Aysha é a mais nova, seu irmão mais velho se chama Reinald, não nos damos tão bem assim, mas fingimos nos dar super bem na frente dos adultos, mas quando o assunto é fofoca das boas, somos o quarteto fantástico.

Reinald: Por que não vamos escutar através das portas?

Nicolas: Ouvir ou ver a mamãe chorando incomoda minha irmã.

Aysha: Você é tão preocupada com sua mãe... Eu nunca fiquei assim com minha mãe.

Eu: Eu sempre quis saber alguma coisa sobre a minha mãe, mas ela se recusa a me contar... E começa a chorar. Isso me deixa mal.

         Ouvimos a porta sendo aberta, e tia Mari estava ali, chamando eles para irem embora. Pelo o que parece, a visita acabou. E ela nos abraçou como se fosse a última vez que iria nos ver, e Nathanael fez a mesma coisa. E foram embora.

         Depois, nos sentamos junto da mamãe na sala de casa.

Lana: Amanhã irei levá-los para a escola, quero conversar com o professor de vocês. Acho melhor vocês se virarem com as coisas por hoje... Eu não estou nada bem.

Eu: Não se preocupe mamãe! Eu e Nicolas podemos dar conta de tudo. Descanse.

         Eu puxei Nicolas da sala, e começamos a fazer a limpeza, não demorou nada, já que limpamos quase todos os dias. E quando terminamos, caprichamos no café da tarde, e levamos para a mamãe na sala, ela abriu um sorriso mínimo, e nos agradeceu.

         Ela estava feliz, comendo conosco ali na sala, mas mesmo assim, não consegui deixar de perceber, que ela estava se sentindo desolada, ela apenas estava tentando disfarçar toda sua tristeza... E isso é realmente triste... Eu não quero a minha mãe nesse estado...

Lana: Estava muito bom seus pirralhinhos.

         Sorrimos para ela, e logo pegamos toda a louça, e a lavamos, e logo fomos para o nosso quarto. Não gostamos de dormir nem mesmo em quartos separados, não me sinto bem sozinha, por isso dormimos juntos.

         Ficamos jogando em nosso not por um tempo, gostamos de jogos com raciocínio, e até agora, apenas imaginamos se pegamos isso de nossos pais.

         Quando vimos que horas eram, demos conta de que iríamos morrer de sono no próximo dia.

         Desligamos tudo e tomamos banho, essa é a única coisa que fazemos separados. Vestimos nossos pijama e deitamos.

         Abracei ele como sempre, e fiquei um pouco preocupada com a mamãe, mas Nicolas me falou para ignorar isso para conseguir dormir, e foi o que fiz.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! E até o próximo capítulo! >.<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...