História Unknown - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Flex, Jungkook!top, Kookv, Long-fic, Mpreg, Taehyung!bottom, Taekook, Taekook Flex, Vkook
Visualizações 284
Palavras 983
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


TCHARAM

Capítulo 3 - The day I got a job




O resto do meu dia se resumiu basicamente em conversar com Jimin por ligação assim que o mesmo voltou do trabalho. Até porque, eu não tinha nada mais pra fazer além de rezar para que eu realmente fosse contratado.

- Como você resolveu ir trabalhar lá na empresa? – Ele perguntou.

- Meu deus, isso é uma longa história... – Suspirei e ri sem graça. Eu contei tudo, desde o começo, e Jimin praticamente surtou.

- VOCÊ TRANSOU COM JEONGGUK!? – Berrou.

- Jimin, eu não sou surdo – Reclamei.

- Meu deus Tae! E como vocês estão agora?

- Ué, não temos nada.

- Ata, sei, me conta logo!

- Qual a parte do “eu não lembro de nada da nossa noite” você não entendeu? E outra, a única coisa que eu sinto por ele no momento é ranço!

Após mais alguns surtos de Jimin, continuamos a conversar normalmente.

- Mas então, você superou o crush que tinha na Jennie na faculdade? – Falei rindo e escutei o baixinho reclamar do outro lado da linha, consegui até imaginar ele revirando os olhos.

- Claro ‘né Tae, já se passaram cinco anos. E outra, até parece que você não sabe que eu não sou hétero – Riu.

- Disso eu sei hyung, até porque ‘tá escrito viado na sua testa.

- Como se na sua não tivesse.

- Na minha tem sim, junto com uma bandeira LGBT – Rimos.

- Ai, ‘tava com saudade de você – Confessou.

- Então, por que nunca me ligou, nanico? – Brinquei.

- Porque você mudou de número depois que saiu da faculdade, lesado, eu não adivinho números de telefone sabia? – Riu – Mas estou feliz agora que vamos trabalhar juntos.

- Não é certeza, hyung – Suspirei.

- É claro que você vai ser contratado, Taehyung, ou você acha que Jeongguk iria te pedir ‘pra ir fazer a entrevista em vão? Depois de tudo que você me contou, obviamente não. E outra, Jungkook é praticamente dono da empresa também, mesmo que seu currículo fosse um lixo ele daria um jeito de te contratar, o que não é o caso porque eu sei que você é ótimo no que faz. Não percebeu ainda que ele ‘tá fazendo de tudo para te conquistar? – Nossa, eu amo o jeito que o Jimin joga as coisas na minha cara, mais amigos como ele no mundo, por favor.

- Pode até ser… mas por que caralhos ele iria querer me conquistar? Foi só uma noite, e eu sequer me lembro dela.

- Ah, sei lá, deve ter sido amor a primeira vista… na verdade, primeira foda ‘né – Riu.

- Aish Minnie! – Ri envergonhado.

- Talvez se você se lembrasse de tudo estaria tão gamado quanto ele.

- “Gamado”? Que palavra brega – Ri – Mas, pelo contrário, eu ‘tô é com raiva.

- Mas ele não tem culpa, ué.

- Foda-se – Rimos.

Continuamos conversando por bastante tempo, pois tinha muita coisa – lê-se fofoca – para colocar em dia.

Já passava da meia noite e Jimin precisou desligar pois precisaria trabalhar no outro dia. Então finalizei minha noite assistindo série.

Acordei era quase meio dia pois fui dormir tarde. Fazia tempo que eu não madrugava, ‘tava até com saudade.

Após ir ao banheiro e fazer minhas higienes, me joguei no sofá.

Eu não estava exatamente com fome, mas como estava na hora do almoço resolvi fazer um miojo – eu queria deixar aqui meu agradecimento para o ser humano maravilhoso que inventou o miojo, sério, cara tu é muito foda. Miojo é tipo minha salvação, porque eu não sei cozinhar.

Após a refeição divina (lê-se miojo) ficar pronta, fui assistir série. Minha vida quando eu não ‘tô trabalhando se resume em ver série, comer e dormir. Porém, contudo, entretanto, todavia essas coisas não pagam o aluguel da casa, então eu preciso de um emprego logo.

Meu desespero era tão grande que eu checava o celular a cada cinco minutos para ver se não tinha alguma ligação perdida da empresa.

Tentei relaxar um pouco e continuei vendo minha sériezinha, até que meu celular tocou.

Era um número desconhecido.

Atendi na hora.

- Alô?

- Olá, Taehyung? – Reconheci a voz na hora.

- Ah, Oi Jeongguk.

- Então, meu pai ia fazer essa ligação mas o pedi que deixasse para mim – Meu coração acelerou – Bem, tenho ótimas notícias.

- Quais? – Eu tremia mais que vara verde.

- Você foi contratado! Começa amanhã mesmo.

- Sério!? Ah meu deus, muito obrigado! – Disse com tanta animação que até esqueci que conversava com Jeon.

- Que bom que gostou da notícia – Riu soprado.

- É claro que eu gostei! Eu precisava desse emprego mais do que tudo.

- Eu sei disso… enfim hyung, até amanhã.

- Até Jungkook, e… muito obrigado. – ‘Tá, eu não gosto de Jungkook, mas eu não ia ser ingrato ‘né, então agradeci.

- Quem agradece sou eu – Ele nem me deu tempo de questionar e desligou a ligação.

Caralho, eu fui contratado! EU TENHO UM EMPREGO!

Isso até me fez odiar Jungkook um pouquinho menos, até porque ele praticamente me deu esse emprego.

Abri o chat de Jimin no Whatsapp, mesmo sabendo que ele estava no trabalho e demoraria para responder, eu precisava falar para ele.

Eu

JIMIN DO CÉU

EU FUI CONTRATADO

ACABARAM DE ME LIGAR

EU COMEÇO AMANHÃ AAAAAAAAAAAA

TO BERRANDO

Larguei um pouco o celular e fui tomar um copo de água pra me acalmar, porque eu tava quase infartando ali.

Minutos depois escutei meu celular apitar.

Nanico <3

AAAAAA PARABÉNS

Falei que você seria contratado

Não acredito que vamos trabalhar juntos!

Eu

To muito feliz porra

Não vou mais ser despejado! Kkkkkkkk

Nanico <3

Eu falei que Jeon iria te contratar

Ele te ama

Nem me dei o trabalho de responder Jimin, estava feliz demais para aturar aquele anão falando que Jeon me ama – no dia anterior ele havia dito isso quinhentas vezes.

Voltei a assistir minha série, dessa vez bem mais aliviado que antes.





Notas Finais


é esse cap ta mais curto

me desejem sorte, amanhã começa minhas aulas 😒

comentem <3 até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...