História Unlikely Love - Miraculous Ladybug - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrien Agreste, Adrinette, Alya Césaire, Chloe Bourgeois, Drama Miraculous, Hentai, Ladrien, Ladynoir, Lila Rossi, Luka Counffaine, Marichat, Marinette Dupain-cheng, Miraculous, Miraculous Ladybug, Mlb, Nino Lahiffe, Unlikely Love
Visualizações 854
Palavras 1.209
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Genteeee obrigada aos 81 favoritos e aos 51 comentários ❤❤Voces são os melhores

NOTAS :
[📍Os personagens da fic não me pertencem. Têm todo total direito e autoria do criador da série Thomas Astruc📍]
[📍Se você é sensível no assunto que diz respeito a cortes, suicídio e violência acho melhor não ler minha fic📍]

Vamos ao capítulo ❤🐞

Capítulo 8 - "Minha primeira melhor amiga"


Fanfic / Fanfiction Unlikely Love - Miraculous Ladybug - Capítulo 8 - "Minha primeira melhor amiga"


Adrien começou a fazer cafuné nos meus cabelos enquanto murmurava a letra de uma canção. 

- Adrien... - falei um pouco cansada. 

- Pode falar Mari. - falou beijando minha testa com delicadeza. 

- Eu te amo - falei e peguei a sua mão. Estava quente e a sua pele era macia. Tinha também um anel prata no dedo anelar,  e seus dedos,  comparados aos meus eram grossos. E repensando na nossa conversa de á minutos atrás,  será que os dedos dele trabalhavam bem? Eu ainda queria descobrir isso. 

- Eu... - ele exitou - Eu também te amo - por fim falou e me beijou rápido. - Sabe eu nunca pensei que um dia estivéssemos assim... Juntos,  nos beijando... Eu queria muito me desculpar com o que fiz pra você... 

- Eu te desculpo - disse e lhe olhei fixamente nos olhos. Me perdi naquela imensidão de verde esmeralda. Ele era tão giro... Tão... Tão perfeito! 

- Eu prometo que vou sempre te proteger Marinette. Não importa o que eu tenha de fazer. Sempre estarei com você. - ele falou rouco no meu ouvido. Nunca tinha ouvido ele falar aquele tipo de coisas pra ninguém. 

Lhe beijei e passei meu dedo no lábio dele. 

- Você já namorou com quantas raparigas? - perguntei e ele olhou espantado. Acho que não esperava que fizesse essa pergunta - Pode ser sincero. 

- Na verdade você é minha primeira. As outras raparigas, eu só ficava com elas. Nunca gostei realmente delas. Era só uma noite... Nada mais... - enquanto ele falava eu me imaginei com ele numa noite dessas com ele. Meu corpo esquentou. Meus pensamentos nas últimas 15 horas não andavam lá muito puros. 

Eu também não era 100% santa. Nunca me havia tocado é verdade. Mas já havia visto um daqueles sites que a maioria da escola vê. Mas também só tinha ido lá uma única vez. As imagens não me saiam da cabeça. E agora me estava imaginando com Adrien. Preciso de uma lavagem cerebral urgente. 

- E eu? Sou mais uma dessas? - perguntei - Que passa mais uma noite e larga? 

Sua mão foi até minha barriga onde fazia leves carícias com a unha. 

- O que? Não. Se eu te pedi em namoro... É porque realmente gosto de você. - sorri.

- E o seu grupinho? Vai continuar nele ou vai sair...? 

- Obvio que sair. Ainda mais depois do que a Lila fez... Eu vou andar sempre do seu lado. - me virei de costas para ele fazendo conchinha. Me encaixei perfeitamente nele. 

- Obrigada Adri... 

- Adri? - ele perguntou e eu ri. 

- Sim,  um apelido pra você. - me mexi um pouco para ficar mais confortável. 

Ficamos em silêncio por minutos. Estava ficando com sono, mas não consegui fechar os olhos, pois senti algo tocando em mim. Mais precisamente na minha bunda. Mas mãos de Adrien não eram,  pois ambas estavam nos meus ombros. 

Só podia ser... Oh não... Era o mais provável mas não.. Ele... 

- A-Adrien? - perguntei meia nervosa

- O-oh Mari... Desculpa eu... - me afastei dele e sua calça estava com bastante volume. Corei ao ver aquilo. - Você estava sempre se mexendo... Hehe - ele coçou a nuca rindo fraco. 

Okay,  acabei de deixar o Agreste Júnior excitado. Tenho de anotar isso também num caderninho. 

Adrien estava fazendo umas caretas nada boas. Ele cruzava os pés e mordia os lábios. Um deles até rebentou um pouco e eu ri.

Passei o polegar no lábio dele o provocando. 

- Não se morda mais - lambi o dedo de modo lento. Tal e qual quando ele fez isso pra mim. - Pode usar o banheiro... Acho que está precisando... 

Ele se levantou com a cara emburrada e estava entrando no banheiro quando o parei. 

- Adrien? - chamei

- S-sim? - ele se virou para mim

- Se... Você se... Aliviar... Be-bem digo... Ahn... No final limpa,  não  quero chegar no banheiro e ver coisas "impróprias". - fiz aspas com os dedos e ele assentiu. 

Entrou no banheiro e fechou a porta. Ahhh ele iria mesmo fazer aquilo no MEU banheiro. Tudo por minha causa rsrsrs mereço um prêmio. 

Passaram-se 5 minutos e nem sinal de Adrien Agreste. Decidi esperar mais um pouco. Talvez não esteja fácil para ele fazer aquilo na minha cara neh rsrsr. 

Mais 5 minutos e Adrien ainda não tinha saído. Andei devagar até á porta e dei três batidas na mesma. 

- Adrien? - chamei - Está tudo bem aí dentro... 

Não obvetive resposta. Será que era um truque ou ele estava mal? 

Girei a maçaneta e empurrei a porta. Entrei e vi Adrien. Okay ele estava mesmo fazendo aquilo! 

- Adrien!! - tampei os olhos gritando com ele. - Podia me ter avisado que estava... Ugrrh!! Assim! 

Ouvi a risada dele seguida de vários gemidos. Prontos,  ele já acabou. 

- Acho que muita gente quereria estar no seu lugar não acha? - ele perguntou me abraçando por trás. Assenti. E eu ainda estava de calcinha e sutiã não sei porquê!! 

Ele começou a beijar meu pescoço,  e de vez em quando mordia minha orelha. Ele falava algumas coisas no meu ouvido e a sua voz suava pervertida. Ele ainda estava sob o efeito da excitação. Melhor lhe dar um desconto. 

Me afastei dele saindo para o quarto. Vesti uma outro pijama,  já que o antigo não estava propriamente limpo. Minutos depois Adrien saiu do banheiro sorrindo ladino. 

Me agarrou por trás e me beijou. 

- Você chegou perfume? - me perguntou e eu neguei. 

- Minha roupa que tem esse cheiro. - disse calma. 

- Amanhã vai para a escola? 

- Claro. Não posso perder a porcaria dos estudos,  só por causa de uns cortezinhos de nada. 

- Uns cortezinhos que iam acabando com sua vida neh? 

- Pois... - baixei a cabeça e me deitei de novo. 

[. . .] 

Acordei com meu despertador tocando. Desliguei ele e me levantei. Tomara que hoje não me encontre com a Lila e nem nenhum dos outros. Quero somente estar com Adrien hoje. 

Vesti umas leggins pretas,  por serem mais confortáveis e não me apertarem os cortes. Uma camisola manga longa branca simples. Calcei meu tênis habitual e saí de casa depois de pentear meu cabelo que neste momento não estava muito longo. Na verdade estava bem curto. 

Todo o caminho para a escola ia falando com Adrien,  que a toda a hora me mandava corações e emojis fofinhos. Eu ria com aquilo. Ele estava sendo um amor de pessoa. 

Cheguei na escola e ele já estava lá no portão com o seu melhor sorriso. Me beijou e seguimos em frente. Lila ainda tentou vir a mim,  mas assim que me viu com Adrien deu meia volta e saiu. 

O sinal tocou e fomos para as aulas. Adrien continuou do lado de Luka. Afinal eles não iriam deixar de ser amigos só por minha culpa. A professora entrou junto de uma menina ruiva. 

- Alunos, hoje temos uma aluna nova. Ela se mudou recentemente para Paris. Dêem as boas-vindas para Alya Césaire. A vossa nova colega de turma. 

Olhei para ela. Me pareceu legal. 

E a partir desse pensamento, eu arranjei uma melhor amiga. Minha primeira melhor amiga. 



Notas Finais


Uhuuuu ^_^ Alya chegou e vai arrasar com aquilo tudoooo.
Espero que tenham gostado meus anjinhos diabólicos rsrs ke?? 😂😂

🐞Dicas e sugestões são sempre Bem-vindas🐞
🐱Nao se esqueça de deixar nos comentários o que achou do capítulo🐱


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...