1. Spirit Fanfics >
  2. Unmei No (Predestinados) >
  3. CAPITULO 17: O noivado é oficial.

História Unmei No (Predestinados) - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - CAPITULO 17: O noivado é oficial.


# Haru * Atsuo

Do lado de dentro do restaurante Sato e Masao falavam fervorosamente a respeito do noivado, e como isso iria beneficiar os dois lados, no entanto, Já fazia um tempo que os garotos tinham desaparecido da mesa de jantar. Nisso o velho que não era bobo nem nada começou a sentir falta do neto, então ele pediu para um dos seus seguranças ir atrás dele.

Em contrapartida do lado de fora a comunicação foi das piores,  pois após tomar um tremendo tapa na cara Atsuo revidou com uma forte onda de feromônios. Lembrando que os feromônios são diretamente ligados com o sentimento e a emoção de cada pessoa.

# - Eu... Não... Consigo respirar! - Era como se todo o oxigênio do Ômega tivesse sido reduzido a nada, mesmo assim ele levantou a cabeça com uma expressão do tipo "Os seus métodos afetam o meu corpo mas não a minha alma".

* "No passado você até podia me ignorar, mas no presente não pode mais, nem mesmo fugir!", Então em um piscar de olhos a fragrância sumiu, afinal a intenção do Alfa foi apenas demostrar que ele amadureceu fisicamente e fisiologicamente. Neste instante ele também tirou as mãos do bolso e na mesma hora se agachou na altura do outro, enquanto as pessoas observavam tudo de longe.

* - Sasaki... não brinque comigo! ou eu posso quebrar você... - Disse ele, com seus olhos dourados encarando a íris rosada do Ômega, enquanto o mesmo ainda respirava com um pouco de dificuldade.

# - Arf... Arf... - O garoto de cabelo preto queria poder pular no pescoço de um certo alguém, mas o seu corpo inteiro tinha ficado dormente depois do contato agressivo com os hormônios.

Nisso Atsuo que ainda estava agachado, levou os dedos sobre a pele branca do Sasaki deslizando os mesmos em cima da bochecha dele próximo a pinta e logo em seguida mais embaixo nos lábios.

* "Naquela época eu não tive a oportunidade de dizer, que o seu olhar vazio, é triste mais extremamente bonito." Mentalizou o Alfa, já passando o braço sobre a sua futura noiva, ajudando a mesma a se levantar do chão sujo e frio. Essa ação deixou o Haru perdidinho, e como um peixe dourado ele voltou a se debater com as mão do outro sobre ele.

# - Você... desenvolveu a porra de um transtorno de bipolaridade? - Questionou, após ser posto de pé.

* - Não sei se os ratos podem ter doença mental! - Ele estava se referindo a ofensa que Haru tinha usado para de referir a sua pessoa.

Então o garoto de cabelo azul, limpou a pequena quantidade de sangue no queixo com a manga do blazer, assim como ele usava a manga do uniforme escolar pra secar o suor, dizendo.

* - Vamos voltar! - Nisso Haru limpou o sobretudo, e de imediato respondeu.

# - Sim vamos voltar! e acabar o mais rápido possível com essa palhaçada, por que eu não aguento mais um minuto perto de você! - O garoto de fato não estava disposto a ceder.

Então Takeda deu um leve suspiro, e na mesma hora um dos homens de preto do seu avô apareceu na porta do restaurante já avistando os dois parados do lado de fora, então ele foi até eles e explicou que Sato mandou buscar os dois. Por fim naquela noite Haru e Atsuo voltaram pra sala VIP, onde o Alfa encaixou um enorme anel de brilhantes sobre o dedo do Ômega oficializando o compromisso de noivado, tudo com a aprovação de Sato e Masao os mais interessados nessa união repentina...

_______

Quando Sasaki finalmente chegou em casa deu de cara com a sua mãe, que invés de ir dormir ficou esperando por ele e pelo marido com o coração na mão, pois o seu filho agora era parte de um contrato por casamento.

- Você ainda não foi se deitar? - Pronunciou Masao já tirando o paletó azul marinho.

- Não eu... decidi esperar por vocês... como foi lá? - A mesma estava se referindo ao jantar, entretanto, Haru que entrou em casa primeiro foi direto pro quarto, e ela não conseguiu falar com ele, ainda sim restava o marido que no mesmo instante respondeu a pergunta dela.

- Foi tudo bem, ele conheceu o rapaz e já ganhou um bom anel de brilhantes, oficializando tudo! - A voz do homem é fria, mesmo quando ele se refere ao próprio filho.

"Ele até parece uma mercadoria quando você fala dessa forma Masao...", A mulher que é Ômega assim como o Haru estava lutando para segurar o choro, afinal o casamento dela também foi dessa forma.

-  E... o garoto parece ser gentil? - Perguntou a mesma com o coração aflito.

Então Masao se aproximou da sua esposa e com um uma expressão seca apoiou as mãos sobre os ombros dela dizendo.

- Isso não importa, o que me importa é que essa família tem muito dinheiro, e ao contrário de você que falhou em me dar um herdeiro Alfa, o Haru não pode falhar! - O homem só tinha um único filho que era o Sasaki, entretanto a maior decepção na vida dele foi saber que o menino era um ômega, pois para ele, Ômegas só servem pra procriar e satisfazer.

Então o casamento com um Alfa dominante não só ia ser bom para os negócios, como também seria a saída pra continuação da linhagem... 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...