História Unravel Me (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Colegial, Colleger's, Golden Maknae, Hentai, Hetero, Hoodi©, Imagine Jungkook, Jeongguk Imagine, Maknae, Noonaromance, Strawtears
Visualizações 2.159
Palavras 1.570
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey meus bolinho!
Hoje titia Izoo trouxe mais um um imagine. E, desta vez é com nosso maknae maravilhoso: Jungkook.
Bom, ela é estilo colegial e texting. Coisa bem nova pra titia aqui, mas darei meu melhor.
E agora os avisinhos:
❌Para não ficarem perdidos, esse primeiro capítulo estará contando como tudo começou: vulgo prólogo.
❌Os capítulos não serão inteiramente por mensagens, algumas vezes irei dar uns pov's dos personagens. Mas, grande parte delas serão as mensagens trocada dos protagonistas.
❌A S/N é mais velha que o Jungkook (Noona!romance stan falando alto aqui. Hshahah).
❌E, boa leitura meus bolinhos.

Capítulo 1 - Verdade ou Desafio?


Fanfic / Fanfiction Unravel Me (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 1 - Verdade ou Desafio?

Sexta-Feira, 19h45

— Jungkook, anda logo estamos atrasados – Jimin gritava do andar de baixo da casa do moreno. — Jungkook!

Porra, estou indo – esbravejou descendo as escadas ajeitando a jaqueta preta.

Caralho, você é muito lerdo – o loiro dizia enquanto, pegava as chaves no bolso indo em direção à porta.

Jimin e Jungkook eram melhores amigos desde o fundamental e até hoje são inseparáveis. E como era o último ano deles no colegial — antes de enfrentar a tão famigerada faculdade —, prometeram que este ano iria ser o ano inesquecível deles.

Isso incluía festas, viajens e muitas pegações.

— Milagre sua mãe deixou você ir à festa a essa hora da noite? – indagou Jimin descendo os degraus da portaria indo em direção ao carro preto muito moderno.

— Ah, eu tenho meus truques e ainda mais, ela saiu com o pai para a noite romântica – revirou os olhos e foi até a porta do carona. — O papai deixou pegar o carro emprestado desta vez foi? – debochou Jungkook e seu amigo mostrou-lhe o dedo do meio, arrancando uma risada do mesmo.

Ambos adentraram o carro, e Jimin deu partida.

Estavam indo para a uma das festas mais esperadas desse ano: a festa do Hoseok.

Jung Hoseok era conhecido pelas melhores festas que todos os alunos de Seoul poderiam imaginar. O mesmo sempre surpreendia seus convidados desde a pool party até festas de Halloween.

Houve até um ano em que o mesmo pediu para reservar o parque aquático só para uma festa exclusiva para seus amigos. Mas, como sabemos, isso não passa de especulações, mas muitos não duvidavam de tal feito pelo Jung.

Estavam chegando no local e já era perceptível a música alta de longe. Jimin havia estacionado o carro no final da rua, logo saindo do mesmo e após a saída do mais novo, travou o automóvel.

— Pronto? – perguntou Jungkook ao ruivo ajeitando a jaqueta e mesmo debochou.

— E que lhe faço essa pergunta – revidou. Afinal, era a primeira vez que Jungkook ia a esse tipo de festa e ainda mais, organizadas pelo Hoseok. O moreno sorrio ladino e ajeitou a jaqueta enquanto caminhavam até a entrada da festa.

Estava tocando B.E.D do Jacquees. Ora muitos dançavam conforme a música pedia, ora haviam casais praticamente transando no sofá da sala, ora outros vomitando o que haviam ingerido; afinal, era tudo que uma festa tinha direito.

Sem perceber, uma garota havia puxado Jungkook pelo braço e a mesma avançou nos lábios do moreno dando-lhe um beijo voraz.

Ao fundo podia ouvir os gritos de Jimin e companhia com a cena repentina. Nem o rosto da garota o mesmo havia visto, pois já era tarde e o mesmo havia se entregado ao beijo, mas o ar lhes fez falta  separando-os.

Entretanto, Jungkook não havia gostado nem um pouco de quem tinha o beijado e este incômodo tinha nome e sobrenome: Park SunHee ou como ela gostava que a chamassem, Sunny.

Ela era o desafio de Jungkook todas as manhãs no colégio, pois a mesma insistia que havia química entre ambos porquê o mesmo a havia beijado — sendo que não passava de um mal entendido na festa de Halloween com o esquema que Jimin havia feito com ele e uma garota do 2° ano. Quem iria saber que ambas estaria de fantasias iguais?

— Oi Gukkie – disse a menor de cabelos ondulados. — Está tão sexy hoje – mordeu os lábios. O cheiro de álcool invadiu as narinas do jovem, perguntando-se: "Ela estava bêbada?"

— Jungkook, quanto tempo – Namjoon interviu. Nesse momento, Jungkook dizia graças à Deus pelo seu amigo ter chegado. — Bebe um pouco, cara – entregou ao moreno um copo avermelhado contendo ao que aparentava ser cerveja, e o mesmo deu um gole confirmando sua hipótese.

O mais alto puxou Jungkook dali, levendo-o para longe de Sunny indo até o grupo onde estava Jimin, Hoseok, e algumas garotas que estavam se jogando para eles.

Até uma delas sugerir um jogo para se distraírem. Todos estavam indo para o andar superior da casa guiados por Hoseok. O alaranjado estava com algumas garrafas de vodca e uísque na mão, enquanto, a garota ao seu lado levava vinho vazia.

Jungkook pressentia que aquilo não acabaria bem, mas era seu último ano e queria história para contar aos seus netos.

Eles entraram em um dos cômodos do andar e era um dos — vários e enormes — quartos da casa. Todos se sentaram no chão, Hoseok e a garota colocaram as bebidas no meio deles.

— Então, do que vamos brincar? – Jungkook perguntou curioso enquanto retirava sua jaqueta jogando em qualquer canto.

A garota que estava com Hoseok mais cedo sorriu maliciosa e tombou a cabeça para o lado, mordendo os lábios o encarando.

Verdade ou desafio – disse simplista e um arrepio percorreu a espinha do moreno. Jimin encarou o garoto e ele parecia gostar da ideia retribuindo o sorriso para a garota de cabelos curtos.

Então, todos posicionados em seus lugares Hoseok pôs uma garrafa vazia no centro e disse:

— Primeira e única regra – pausou e olhou os rostos de todos com um sorriso tentador e completou — Vale tudo.

Ele girou a garrafa fazendo-a passar por todos e por desventura parar em frente a Jungkook.

"Fodeu" — pensou ele. Mas, teria que encarar já que havia chegado aqui.

Hoseok limpou a garganta e fez tão famigerada pergunta:

— Verdade ou desafio?

Ele engoliu a seco. Ele estava nervoso, mas não deixou transparecer e sorriu cínico.

Desafio.

Todos ficaram surpreendido pela escolha do garoto, pois esperavam a "verdade" do mesmo.

— Agora assuma as consequências – disse Hoseok rindo nasalado. Ele parou para pensar em um bom desafio...

 Bingo!

Um sorriso cínico surgiu nos lábios do alaranjado e tombou a cabeça para o lado, observando-o e se manisfestou:

— Bom, como eu sou uma pessoa boa e o jogo só está começando – piscou para Jimin. Algo estava acontecendo e o moreno não sabia — você vai fazer algo bem simples.

— O que é? – Jungkook perguntou curioso.

— Soube que você tem um crush na estrangeira desde o 1° ano – pronunciou tais palavras e já podíamos imaginar um Jimin morto no salão. — A do 3° A. S/N, não é?

Jungkook nada pronunciou, só fuzilou o melhor amigo com os olhos e fechou os punhos com raiva do mesmo.

— Então, que tal enviar uma mensagem para ela e fazer esta noite de sexta dela mais feliz, hm? – disse Hoseok comprimindo os lábios e assentindo num estímulo de persuadir o mais novo.

Porém, não havia como sair daquela. O desafio foi lançado e ele terá que cumprir; e também, ela nem irá respondê-lo e então, não daria em nada.

Aceito.

Jungkook pelo o celular desbloqueando o ecrã e foi até o aplicativo de mensagem, indo até o grupo dos formandos do colégio procurando o contato da garota. Após encontrá-lo, abriu uma nova conversa e posicionou seus dedos prontos para digitar.

Era agora ou nunca.

Digitou rapidamente e depois mostrou o aparelho a todos.

— Pronto – pôde ver Jimim sussurrar um "De nada" ao olhá-lo, mas Jungkook só respirou fundo. — Podemos voltar ao jogo?

(...)

Não muito longe dali, S/N estava a rabiscar a folha do caderno tendo a tentativa falha de estudar Física. A mesma estava tão entretida que não havia percebido o celular vibrar sobre o criado mudo, e levantou-se indo até a sacada de seu quarto sendo atingida por uma brisa gélida em seus braços e pernas desnudos pela camisola.

Filha, vem jantar! – gritou a mãe de S/N da cozinha. A mesma suspirou fundo e saiu de seus devaneios.

S/N havia se mudado para Coréia do Sul pela promoção no trabalho da mãe como empresária. Já fazia 2 anos que S/N e sua mãe chegaram a Gangnam. No começo, foi um pouco difícil para estrangeira se adaptar, pois só sabia inglês e muitos deles não utilizam o idoma e a mesma se embolava um pouco para falar em coreano nem que fosse simples frases como "Onde fica tal lugar?" ou "Quanto custa?". Mas, depois de duas semanas sua mãe contratou uma professora de coreano para a mesma e hoje, não tem esse problema.

Já no colégio, é um pouco estranho. Pois, todos a olham estranho por ser diferente no início, mas logo todos se acostumaram; ainda mais sendo amiga de Hwasa — uma das garotas populares da escola — não teria como não se adaptar facilmente. 

Após o jantar, S/N fez suas higienes e voltou para o quarto. Jogou-se na cama e soltando um longo suspiro cansado.

— Que tédio – bufou e esperniou na cama. Ela odiava ficar entediada. Virou para o criado mudo observando o celular. — Vamos ver a "vida" dos outros – enfatizou o vida pegando o aparelho e desbloqueou o ecrã.

"2 novas mensagens"

S/N franziu o cenho ao ser a notificação. Talvez fosse a amiga. Não, não poderia ser ela, pois está na casa da avó e ela se desliga da tecnologia quando cuida da avó.

Abriu a notificação.

Ela não sabia a quem pertencia o número.

Abriu a conversa.

[8:17 PM] Número desconhecido:

Oi!

Bom, eu sei que isso é estranho, mas eu gosto de você, S/N.

S/N arregalou os olhos ao ler tal mensagem, mas ficou mais chocada ainda quando clicou na foto dando o desconhecido uma identidade.

As mensagens foram enviadas pelo Jeon Jungkook. 


Notas Finais


Grupinho: https://chat.whatsapp.com/6drE3ok57IG6XDtsdtVNWD
Isso é tudo por hoje pessoal!
Espero que tenham gostado e comentem o que acharam. Críticas constritivas são bem-vindas!
Obrigada por lerem até aqui.
Perfil: @taespantado
Até a próxima! 🍒


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...