1. Spirit Fanfics >
  2. Unsaid Things. (Changlix) >
  3. Three.

História Unsaid Things. (Changlix) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 3 - Three.


Depois de uma semana pensando no que Chan tinha falado, Felix finalmente tomou uma decisão.

Ele iria conversar com Changbin.

E pensando nisso, entrou determinado na faculdade, porém travou ao ver Changbin. Ele estava lindo como sempre.
Felix só percebeu que estava encarando demais quando Changbin o encarou de volta.
Ficaram trocando olhares até Jisung abraçar o mais velho o puxando pra dentro da faculdade.

- Fale com ele no intervalo, hyung.

- Por que você acha que eu vou falar com ele?

- Não é questão de achar, é a questão de que vocês precisam conversar.

- Jeongin….

- É só o seu melhor amigo, ele não vai te bater nem ficar bravo com você. Só vai, hyung. - o outro abaixou a cabeça - agora vamos pra aula se não aquela mulher mata a gente.

[…]

Felix estava tão nervoso na hora do intervalo que achou que ia ter uma bela dor de barriga. O bom é que eu estou no banheiro, pensou.
Estava jogando um pouco de água no rosto quando alguém entrou, porém nem olhou quem era por estar com o rosto molhado.

- Jeongin disse que queria falar comigo. - o coração de Felix tinha parado naquele momento. Puta merda, pirralho.

- É, eu queria.

- É sobre você ter parado de falar comigo sem motivo? Sobre ter me ignorado como se eu tivesse feito alguma coisa?

- Eu tenho motivo - sussurrou.

- Sério? Então, por que você não diz?

Felix, finalmente, se virou para encarar o mais velho.

- O que eu fiz, Felix?

- Você não fez nada, Binnie.

- Então, fala logo porque você se afastou de mim. - o loiro não conseguia dizer uma palavra, a pouca coragem que tinha pareceu ir embora quando o mais velho o olhou. - Diga alguma coisa, por favor.

- Eu… eu precisava de um tempo pra mim pra resolver coisas.

- Que coisas?

- Changbin…

- Fala de uma vez, Felix. Isso tá me machucando e eu não quero ficar assim.

- E você acha que não me machuca também?

- Foi você que resolveu parar de falar comigo.

- Eu sei, mas ainda assim me machuca.

- O que te machuca?

- Você.

- Eu? - concordou - que porra eu fiz? Você tá ficando louco?

- Você…. Você é você. Você chama atenção onde vai e eu nem posso reclamar de nada porque não temos nada mas sinto ciúmes mesmo assim, só que eu não posso, você é só meu amigo e isso me mata. Não pude nem ficar com raiva quando você namorou com a Yeri ou quando ficou com outras garotas e garotos. Isso me mata, Changbin. Isso tá me matando.

- Felix...

- E você ainda fica me chamando de meu amor, não é sua intenção mas a porra da minha mente me mata porque eu me iludo mas ao mesmo tempo me machuco sabendo que você nunca vai querer nada.

- Me escuta.

- Pensei que me afastando de você, eu ia conseguir superar mas parece que fica pior. Eu preciso ter você por perto mas não posso porque

- FELIX, ME ESCUTA! - engoliu seco e apenas acenou com a cabeça para q Changbin continuasse - do que você tá falando?

- Eu… Eu te amo,Changbin. Mais do que um amigo. Não como um irmão. Me desculpa, eu sei que acabei de estragar tudo e que você não vai querer nada mas…

- Você não estragou nada, meu amor. Você é incapaz de fazer isso. - o moreno pegou o rosto do outro com as duas mãos - olha pra mim - Felix olhou. - Eu te amo, Lee Felix. Você não tem noção de quantas vezes eu pensei em falar isso pra você e agora saber que você se sente do mesmo jeito, me deixa mais feliz do que qualquer coisa.

- Mas eu pensei que..

- Que eu iria ficar com raiva? - o outro concordou - Nunca. Me desculpa pelo o que eu vou fazer mas não posso esperar mais.

Felix não teve tempo para raciocinar quando foi preso entre o corpo de Changbin e a pia, e teve os lábios selados pelo mais velho.
Nunca tinha se sentido tão feliz com um beijo quanto se sentiu com aquele.
Se arrependeu por não ter falado antes mas sabia que aquela hora era a perfeita. E no meio daquele beijo, soube que Changbin era aquele que realmente amava.
Changbin pensava a mesma coisa e se sentia sortudo por ter o loirinho apaixonado por si, assim como era por ele.

Se separaram por falta de ar e se olharam, sorriram antes de se abraçarem e falar uma sequência de eu te amo's.

Naquele momento, os dois sabiam que só estariam felizes se estivessem um com o outro. E por isso, estavam dispostos a enfrentar qualquer coisa juntos. Porque agora sabiam que se amavam e nada iria destruir isso.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.

All the love, Ste.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...