1. Spirit Fanfics >
  2. Unthinkable. >
  3. Unthinkable.

História Unthinkable. - Capítulo 1


Escrita por: yu1_

Capítulo 1 - Unthinkable.


  


Aquilo era torturante. Ah, o corpo de Renjun estava tão quente,e o lubrificante natural escorria de sua entrada rosada e maltratada pelos seus pequenos dedos. 


A presença de Jeno ali, o olhando e mandando se tocar, fazia o coração do pequeno se acelerar e seu corpo apenas esquentar mais. Seu caralho pulsava e seu buraquinho se contraia a cada vez que surrava sua próstata com seus dígitos. A voz grossa e rouca de seu alfa o dava uma imensa vontade de ser fodido como toda a força, até seus olhos se revirarem e gritos de prazer sairem por seus lábios.


Tal ação não era tão difícil, já que o chinês era bem sensível. E quando se tratava das mãos grandes e fortes, junto as estocadas brutas e violentas dentro de si, não tinha o mínimo controle, e nem noção do mundo ao seu redor. Se esquecia de tudo, e se focava apenas a apertar qualquer coisa que havia a sua frente; e as vezes, arranhar a pele branquinha do Lee. 


Sua entradinha sempre ficava tão alargadinha quando Jeno metia fundo e forte, fazendo com que apenas ficasse mais molhado e o pau grande do Lee, deslizava dentro de si; deixando as sensações mais gostosas ainda. E Renjun amava aquilo, amava tanto sentir o cheiro forte e ver o tesão que Jeno deixava explícito em suas ações e expressões. Já Jeno... Ah, Jeno amava ver o corpinho miúdo se contorcer abaixo de si, e também, sentir o gostinho doce que escorria dentre as pernas de seu namorado.


Nunca contaria a ninguém, mas tinha uma enorme tara por chupar e se deliciar com a entrada apertada do ômega; ainda mais quando este estava em seu nível máximo de prazer, o pré-gozo escorria em abundância, e também, o líquido transparente e adocicado escorria pelas coxas fartas. E Jeno amava aquilo, amava quando apertava as coxas e sentia as mesmas pegarem fogo pela temperatura do corpo do pequeno, e também pelos fortes tapas que sempre deixavam por ali.


Ninguém imaginava que o casal sempre calmo, e com rostinhos inocentes eram daquela forma. As sainhas curtas e rodadas que Renjun sempre utilizava, Junto a aquela meia arrastão que deixava o alfa babando pelo corpo gostoso; o passava uma sensação de inocência e calmaria. Os lábios cheios e macios sempre continham uma fina camada de gloss, utilizava cada sabor em cada dia, então, tinha diversos batons e mesmo que gostasse de usá-los, usava mais por saber que seu alfa amava passar a língua pela carne macia e sentir o gostinho de frutas que continha ali. 


Jeno sempre foi aquele tipo de alfa calmo, e que nunca percebia as coisas em sua frente. Até porque, para perceber que estava apaixonado pelo melhor amigo de seu irmão demorou mais ou menos um ano, e para descobrir que o mesmo gostava de si, demorou a mesma quantidade de tempo. Então, os garotos tinham uma grande história a ser contada - mas sempre deixariam em segredo seus momentos íntimos. 


Ah, e para deixar vocês por dentro do que acontecia. Renjun estava próximo de seu cio, então apenas sentia mais tesão que o normal. E Jeno, não resistia aos encantos do rapaz, apenas se deixando levar, e descontando a raiva de si mesmo por ser tão fraco; no ômega.


Renjun amava a voz de Jeno o chamando de puta, e diversos outros xingamentos. E também amava quando a mão grande estapeava sua bunda redondinha. Na realidade, amava tudo que envolvia o Lee, desde as perguntas idiotas que o mesmo fazia, a seu caralho duro o fodendo até gozar várias vezes.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...