História Usa-me - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Personagens Originais
Tags Billdip, Killdip, Lemon, Mabcifica, Reverse Falls, Willdip, Yaoi
Visualizações 602
Palavras 1.294
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá. Trouxe para vocês mais um capítulo.

Espero que gostem.

Sim. Tem lemon.

Yeeeyyy 💜

Capítulo 11 - Billdip


Fanfic / Fanfiction Usa-me - Capítulo 11 - Billdip

Dipper ON 

Bill estava muito deprimido. Eu havia saído com Mabel a alguns minutos, e o deixei sozinho com seus irmãos. Mas quando eu voltei só tinha ele em casa e estava muito triste. Ele me disse que seu irmão mais novo havia sido "sequestrado" e estava muito preocupado. 

Ele estava sentado no sofá olhando para o nada, fui até ele e sentei em seu colo, a sua frente, e abracei seu pescoço.

- Eu não gosto de te ver assim.

- Me desculpe. Mas eu me preocupo com o Will.

- Você não pode se conectar com ele? Ou mandar uma mensagem? - Ele pareceu pensar no que eu falei.

- Hum isso é uma boa ideia.

Bill usou sua magia e fez um tipo de espelho dimensional embaçado aparecer em nossa frente. Não conseguia ver nada, até Will aparecer no espelho num lugar escuro.

- Hey Bill!! Tudo bem? É raro você me ligar.

- Sério isso? Você é levado a força por um emo metido a besta e ainda me vê e age tão naturalmente? - Ele parecia irritado. Até que ouvimos uma voz atrás do Will, atraves do espelho.

- Will não tem como você falar com esse cara outra hora? A voz dele me irrita - Uma pessoa muito parecida comigo aparece no espelho junto de Will, sem camisa - E para sua informação eu não sou um emo. Seu loiro oxigenado.

- Do que foi que você me chamou seu arrombado? - Tenho certeza que se eu ou Will não interferir eles vão se matar.

- Ok já chega. Bill você não devia falar essas coisas para os outros - Digo chamando sua atenção. Ele parecia indignado e desviou o olhar fazendo um bico muito fofo nos lábios.

- Bill você é uma bela de uma cadela que não vive sem seu dono.

- DIPPER - Will chamou sua atenção e o olhou feio.

- Tá, tá, entendi. Eu não posso insultar seu irmão mais velho. 

- Hahaha olha só quem virou a cadela agora - Dou um tapa leve em sua cabeça - Aí porra isso dói.

- Bem... - Começo querendo acabar logo com essa conversa - Will que bom que você está bem. Nós estavamos muito preocupados com você.

- Oh me desculpe se deixei vocês preocupados. Eu queria ter ligado antes mas eu estava um pouco ocupado - Ele ficou muito corado. Gente o Will é muito fofo.

- Will o que você quer dizer com "ocupado" ? - Bill parecia sério.

Antes de Will responder, Dipper Gleeful abaixou um pouco a gola da blusa de Will. Pudemos ver várias marcas de cupões e mordidas em seu pescoço. Will logo corou e escondeu seu pescoço novamente.

Bill não gostou nem um pouco do que viu. Acho que para ele era difícil saber que seu irmão mais novo estava se entregando assim a Dipper Gleeful.

Ficamos em um silêncio mortal, onde Bill olhava para Dipper Gleeful como se fosse pular em seu pescoço a qualquer momento e Dipper Gleeful o olhava com deboche. Olhei para Will e percebi que ele estava com o mesmo desconforto que o meu.

- Bom... - Ele começou a falar - Foi realmente muito bom vocês terem me ligado. E não se preocupem eu estou bem. Então... tchau - Ele desliga rapidamente, antes que Bill possa falar algo. 

- Eu não gosto daquele garoto.

- Bem pelo o que eu vi, eles são namorados agora e como irmão mais velho você tem que os apoiar. E aprender a conviver com ele.

- Você não sabe o tanto que eu te amo Pinheirinho.

- Então por que você não me mostra? - Digo rebolando em cima de seu membro, coberto pelas calças. Ele suspirou e agarrou minha bunda.

- Ahh não me provoque Pinheirinho.

Rebolei de novo e fiz pressão contra seu membro. Eu o beijei. Nós estávamos em uma batalha para saber quem comandaria aquele ósculo. Óbvio que o Bill ganhou. Ele me deitou no sofá ficando por cima de mim, prendendo minhas mãos acima de minha cabeça.

- Você não vai conseguir andar amanhã - Ele disse sussurrando em meu ouvido me fazendo ter arrepios e arfar baixo de prazer.

- Quero ver você conseguir fazer isso - O desafiei. Eu pude ver sua expressão de prazer ao me ouvir dizer isso.

- Você tá fudido - Literalmente.

Bill ON

Ele me provocou então agora vai ter que aguentar. Vou foder ele até ele pedir para parar. Quem conseguir tirar meu pau dele vai ser nomeado o novo Rei Arthur.

Levantei do sofá com ele ainda em meu colo e segui até o quarto. O coloquei na cama e o beijei de forma intensa. Subi em cima dele prensando ele contra a cama.

Retirei sua camisa e comecei a lamber e dar mordidas leves na pele exposta. Ele arfava baixo. Subi até seu mamilo e dei beijos leves e apertava entre os dentes, enquanto acariciava o outro.

Retirei sua calça, junto de sua cueca e comecei uma masturbação lenta em seu pênis. Ele estava se contorcendo na cama de prazer e chamava por meu nome.

- Por... Favor... Bill Ahh 

- O que você quer Pinheirinho?

- Ahh... Bill.. M-me chupa.

Desci meu rosto até seu membro e comecei a lamber da base até sua glande. Queria brincar com ele. Mas ele queria mais e segurou meu cabelo, me forçando a o engolir inteiro. Mas isso não me incomodou, pois sou profissional no que faço. Ele estava tendo espasmos de prazer e tremia de leve. Percebi que ele estava chegando ao ápice. Antes que ele gozasse, retirei seu membro de minha boca e ouvi ele reclamar.

- Não não Pinheirinho. Você só vai gozar quando eu estiver dentro de você.

- B-Bill... Por favor.

- Vamos me diga o que você quer.

- Ahh... Me fode.

Eu estou me controlando ao máximo. Mas escutar ele chamar meu nome desse forma só está me dando mais prazer. Coloquei três de meus dedos a sua frente. Ele logo entendeu o que eu queria e começou a chupar meus dedos de forma erótica.

Sentei ele em meu colo e eu o penetrei com meu dedo, fazendo movimentos leves. Eu não queria que ele sentisse dor, por isso iria o esperar estar preparado, mesmo que isso leve uma vida toda.

Ele estava gemendo e arranhando minhas costas. Não vi nenhuma expressão de dor vinda dele, então logo adicionei mais um dedo. Comecei a movimentar meus dedos com movimentos de tesoura.

- Ahh... B-Bill eu... preciso de você.

Eu não aguento mais e aposto que Dipper também não. O deitei na cama e fiquei entre suas pernas. Fui colocando meu membro aos poucos e ficando totalmente atento a qualquer expressão de dor vinda dele. Quando entrei totalmente não consegui evitar de gemer. Seu interior me esmagava de forma deliciosa.

Fiquei alguns segundos parado esperando ele se acostumar. Ele rebolou de leve como um sinal de que eu poderia me mover. Comecei a estocar devagar, mas ainda assim forte e firme. Mas quanto mais o prazer aumentava mais eu o estocava com força sem dó alguma.

Nossos corpos suados e os gemidos de Dipper estavam me deixando louco. Senti meu baixo ventre formigar e percebi que estava chegando ao ápice. Peguei no membro de Dipper o masturbando, enquanto acariciava seus mamilos. Ele gritou meu nome ao chegar ao ápice. Sua voz me chamando era maravilhosa. Sinto seu interior se contrair em volta do meu membro. Gozei chamando seu nome.

Eu estava exausto e deitei ao seu lado na cama. O abracei de conchinha e ficamos em silêncio. Até que esse silêncio começou a me incomodar.

- Bora ter um 2° round no banheiro?

- Claro.


Notas Finais


Espero que tenham gostado e desculpe qualquer erro. Estou com sono 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...