História Usurper (Yoonmin) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Rosé
Tags Alfa!yoongi, Omega!jimin, Usurpação, Yoonmin
Visualizações 62
Palavras 970
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie amores meus. Postei uma fanfic nova hehe 😄
Como vcs estão?? Espero que bem.
Tomara que gostem
BOA LEITURA 💕💕💕

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Usurper (Yoonmin) - Capítulo 1 - Prólogo

Essa história fala sobre Park Jimin, um ômega fofo, com várias qualidades e defeitos como qualquer outro ômega. Tinha também um irmão gemeo idêntico, também ômega, a quem chamava de melhor amigo desde a infância, ambos os ômegas tinham um bom relacionamento tanto como irmãos, quanto como amigos. Contavam tudo um para o outro, defendiam e protegiam um ao outro, principalmente Jimin, que odiava quando seu irmãozinho mais novo era destratado por ser o mais sensível dentre eles. 

Porém nem tudo que é bom dura muito. Foi na adolescência que o laço forte que unia ambos foi afetado, a causa do rompimento da união dos ômegas tinha nome, sobrenome, endereço e uma cara pálida de dar inveja. Min Yoongi. O primeiro amor de Jimin e Jihyun, pena somente o mais novo ter tido a sorte de conquistar o amor do alfa dois anos mais velho. 

Foi realmente doloroso para Jimin ver o alfa dos seus sonhos nos braços de seu irmão e, ainda mais doloroso, ser padrinho do casamento de ambos. 

Agora, com 22 anos, Jimin trabalhava em um cafeteria situada no centro de Busan para pagar a faculdade de dança que tanto almejava. Se tinha uma coisa que Jimin amava tanto quanto seu gemeo e Min Yoongi, era a dança. 

Jihyun fora para Seul junto de Yoongi assim que casaram, seus pais também foram para a capital quando souberam da primeira gestação de Jihyun, mas o filhote acabou morrendo antes mesmo de vir ao mundo. Desde então Jimin se desdobrava em cinco para cuidar de si mesmo e ainda juntar dinheiro para a faculdade. 

Atualmente, o ômega de cabelos castanhos estava correndo para sua casa, recebera uma ligação muito estranha de seu irmão no trabalho e abandonou tudo como estava, seu instinto protetor o guiando até a figura pequena encolhida na frente de sua porta. 

- Jihyun! - chamou, atraindo a atenção do mais novo que correu para abraçá-lo. 

- H-hyung, você veio. - encolheu-se ainda mais nos braços de Jimin, os olhos marejados por um motivo desconhecido pelo de cabelos castanhos. 

- É claro que eu vim, não poderia deixar meu irmãozinho sozinho e, além do mais, você tá na frente da minha casa - comentou risonho afagando os cabelos alheios. 

- Des-desculpa hyung, mas eu realmente precisava te ver - o de cabelos cinza-arroxeados encarou o irmão, as lágrimas finalmente cedendo e derramando no rosto sem manchas do ômega. 

- Calma, calma - enxugou as bochechas cheinhas do irmão - Vem, entra e me explica tudo. 

Jimin puxou o irmão para dentro de sua casa, fez um chá para acalmar o mais novo e sentou-se junto a ele no sofá, esperando que o mais novo lhe contasse tudo. 

- O Yoongi mudou muito desde o nosso casamento hyung. Ele ficou mais agressivo, mais possessivo. Não me deixava nem sair de casa, minha única companhia eram as empregadas e elas sempre eram desrespeitosas comigo - um biquinho se formou nos lábios grossos - Até aí tudo bem, mas o Yoon... O Yoongi começou a me bater, primeiro eram só puxões de cabelos e empurros, mas evoluíram para socos, chutes, - as lágrimas corríam livremente pelo rosto do mais novo, Jimin escutava tudo perplexo, nunca nem sequer passara pela sua cabeça que Yoongi poderia ser violento, ainda mais com o próprio marido - Encontrei uma forma de acalmar ele, eu engravidei. - Jihyun sorriu amargurado, passando as mãos na barriga - No começo ele aceitou bem, chegava do trabalho e me mimava, conversava com o bebê, me levava pra passear mas daí... Aí...

Jihyun não conseguiu terminar de falar, as lágrimas desciam grossas pelo seu rosto, o ômega mais novo soluçava e Jimin o abraçou. Aconchegou a cabeça dele em seu ombro e o apertou, ficaram assim até o mais novo se acalmar e terminar de contar a história. 

- E-ele chegou do trabalho com muita, muita raiva. Eu não o reconheci, ele brigou comigo e disse que o filhote que eu esperava não era dele, que eu o havia traído. Então começou a me bater - a voz embargada, o rosto inchado, os soluços, as lágrimas, a história. Tudo. Tudo fazia um enorme ódio pelo alfa brotar no peito do ômega mais velho - Eu perdi meu filhote naquele dia hyung, o Yoongi matou meu filhote. Mas eu não o culpo, foram os amigos dele que botaram isso na cabeça dele, eu tenho certeza, eu ainda o amo, e esse amor está me matando hyung. Eu n-não sei mais o que devo fazer. Eu esperei Yoongi ir viajar para vir até aqui, queria muito ver você. Estava com muita saudade. 

- Eu não vou permitir que você volte pra aquela casa Jihyun - Jimin falou firme, deixando todo o ódio reverberar em sua voz. 

- Se, se eu não voltar hyung, tenho medo do que ele possa fazer. Mas ao mesmo tempo não quero voltar pra aquela casa, não quero me sentir pior do que já me sinto - o mais novo se aconchegou no irmão, enfiando a cabeça na curvatura do pescoço dele e mordeu os lábios fartos. 

- Lembra de quando a gente era mais novo e trocava de lugar pra enganar nossos pais? - dizendo isso, o de cabelos cinza-arroxeados levantou a cabeça, negando várias vezes. 

- Não hyung, não pode. Vai que ele descobre, Yoongi está muito mudado, não é mais o mesmo e pode te machucar como me machucou, ou até mais. 

- Eu quero Jihyun,  não se preocupe. E além do mais, vou ensinar pra esse alfa desgraçado como tratar um ômega. 

Foi isso o que motivou Jimin, que agora tinha seus cabelos cinza-arroxeados, a estar em Seul nesse exato momento, encarando a porta da casa que seria sua pelos próximos meses refletindo se essa tinha sido uma boa escolha ou não. 

 


Notas Finais


Então foi isso, hehe. Desculpem pelos erros meus amores.
Vcs gostaram?? Me deixem saber sua opinião.
Amo vcs, de coração
❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...