História Utopia - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Anamim, Bts, Jimilu
Visualizações 48
Palavras 2.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente turu bom ???? Hahahaha esse cap demorou séculos pra ficar pronto ? Demorou sim , fiz e refiz mil vezes mas acho que no final compensou e muito!!!! Espero que vcs gostem....

Capítulo 29 - Ele é um príncipe ?


Fanfic / Fanfiction Utopia - Capítulo 29 - Ele é um príncipe ?

O avião pousa e a ansiedade aumenta, afinal estou aqui em Seul para conversar com o Jimin e não sei qual será o resultado final de tudo isso. Apesar da minha mãe ter me dito pra seguir o meu coração e não deixar o medo falar por  mim , não sei ao certo o que fazer ou o que dizer. 

Ao sair pelo corredor do desembarque meus olhos apenas procuram por cabelos rosas e um sorriso iluminado, mas não sei se devido ao cansaço ou a emoção do momento eu não o localizo instantaneamente. Pego o celular na bolsa pretendendo ligar pra ele:

_ Estou bem aqui. A voz familiar me faz ter borboletas no estômago. Me viro e ele está divinamente lindo como um príncipe desses que a gente vê em filmes e fica dias apaixonada, com óculos escuros, sobretudo azul e cabelo loiro. Loiro? Como ele mudou o cabelo em uma semana? É possível alguém ser tão bonito assim, a ponto de qualquer cor lhe cair bem ?

_ Oi... E antes que eu consiga pensar em mais alguma coisa pra dizer sinto meu corpo ser envolvido em um abraço, os batimentos cardíacos dele estão acelerado e minha pele se arrepia, realmente nós precisavamos disso. 

Nossos rostos estão tão próximos que sinto a respiração dele cada vez mais quente e ofegante, ficamos assim alguns segundos como se ele estivesse esperando alguma tipo de consentimento da minha parte. Faço um  rápido movimento para que nossos lábios finalmente se toquem, ele aperta a minha a cintura nos juntando ainda mais e tornando nosso beijo mais quente e profundo. 

E como nós filmes com príncipes  toda a incerteza e tristeza somem com  um beijo. Como  se ele  me acordasse de um sono profundo, estilo Cinderela. Como se o meu mundo girasse em torno dele. Chega a ser sufocante a idéia de gostar tanto de alguém assim e eu a cada minuto tenho mais certeza que nós nos amamos apesar de todas as diferenças.

Começo a escutar cliques como de uma câmera fotográfica e abro os olhos vendo várias delas direcionadas para nós. 

_ O que é tudo isso? Pergunto nervosa.

_ Maldita Mídia... Infelizmente faz parte do pacote. Ele diz pegando minha mala e nos levando ao estacionamento por  uma saída reservada.

Observo-o pelo retrovisor colocando a mala no porta malas, ele está diferente e não é somente pela cor do cabelo , ele parece mais magro, abatido. Será que ele sofreu por minha causa? Agora com mais clareza vejo o quão infantil foi a minha atitude de não atendê-lo ou ao menos se deixar explicar. Mais uma vez a minha insegurança falou mais alto que a razão. 

Temos muito o que conversar mesmo. Ele abre a porta do carro pra mim entrando em seguida no banco do motorista.

_ Pelo jeito eles gostam mesmo de vigiar a sua vida particular. Digo apontando os jornalistas que se esticam pelas grades em busca de mais alguns cliques.

_ Agora todo mundo vai saber de nós? Questiono ainda confusa.

_ Sim! Mas uma hora ou outra isso ia acontecer. Não é mesmo ? Se você tinha alguma dúvida quanto o meu compromisso ser somente com você, agora o mundo todo sabe quem é a mulher que eu amo. Ele diz pegando minha mão.

_ Não é bem assim, a gente tem que conversar. Digo e estou sendo muito sincera. 

_ Precisamos nos adaptar a tudo isso e esclarecer algumas coisas Jimin. Nossos mundos são muito diferentes e se não acharmos um meio termo isso não vai funcionar. Digo entrelaçando minhas mãos no meu colo .

_ Você tem razão! Nós vamos conversar, mais não aqui. Ele responde ligando o carro.

Por que não poderia ser mais simples ? Por que precisa ter fama, dinheiro, fotógrafo entre nós? Os questionamentos em minha mente me fazem ficar em silêncio durante o trajeto.

_ O que houve com seu cabelo rosa? Pergunto pra disfarçar o nervosismo.

_ Na verdade o rosa era Spray, essa é a cor que vou usar por uns tempos. Não gostou ? Ele pergunta me olhando com um sorriso tímido 
_ Imagina Jimin. Você é lindo com qualquer cor.   

Eu já estive em Seul algumas vezes e percebo que seguimos pelo centro da cidade até um prédio Residencial muito moderno e elegante, imagino que eles como idols morem ali. Ele digita uma senha no portão, ganhando acesso ao estacionamento onde para o carro ao lado de duas vagas vazias.

_ É aqui que vocês moram ? Digo sem esconder o espanto.

_ Não aqui é somente meu, eu e os meninos moramos num condomínio não muito longe daqui. Ele responde enquanto caminhamos para o elevador.

_ As fotos que você viu na internet eram de lá. Ele completa mesmo sem que eu tenha perguntado.

_ Por que nunca me contou sobre a Stella? Pergunto já que ele me deu brecha para o assunto.

_ Porque não vi necessidade e nem mesmo tive a oportunidade não é mesmo! Ela é minha ex namorada. Ele me olha como se quisesse compreender como eu estou recebendo as informações.

O elevador chega e entramos , ele digita alguns números e logo começamos a subir.

_ Mas as fotos são de domingo passado. O mesmo dia que você me deixou em casa. Questiono 

_ Eu sei, mas eu posso explicar. A porta do elevador se abre nos dando acesso a um corredor e andamos até pararmos no apartamento número 2207.

O apartamento é lindo e grande, grande até demais pra uma só pessoa. Todo decorado com itens clássicos nos tons de cinza, bege e azul, alguns quadros fazem o charme da sala que tem ainda um sofá em forma de L , uma Tv enorme e uma lareira.

_ Eu cheguei ela estava na cobertura, alguém a deixou entrar, mas eu cheguei ela saiu. Foi só isso que aconteceu, Analu você precisa confiar em mim, por Deus! Se você quiser os meninos podem confirmar minha versão pra você. Ele diz me abraçando por trás enquanto olho pra Seul cinzenta e chuvosa pela janela.

_ Você imagina o que eu senti lendo a notícia na internet? Digo tentando conter as lagrimas que insistem em brotar nos meus olhos.

_ Imagino, mas eu te liguei, tentei te explicar que era um mal entendido.  Foi a pior semana da minha vida . Ele diz me virando de frente pra ele e acabo deixando as lágrimas rolarem.

_ Você sempre vai ser demais pra mim Jimin, eu não sei administrar esse abismo que separa nossos mundos. Falo ainda chorando.

_ Analu eu não sou demais pra você, nós somos o suficiente um para o outro. E se for preciso a gente constrói um novo mundo só pra nós dois, contanto que você esteja ao meu lado pra mim tudo bem. Ele diz enxugando minhas lágrimas.

  _ Podemos tentar isso juntos? Ele pergunta com um semblante sério. O beijo em forma de resposta e ele corresponde ao meu beijo com fervor e luxúria, já não me importo mais com a notícia, sinto que ele está sendo verdadeiro comigo. Vou seguir o conselho da minha mãe : vou seguir meu coração e nesse momento ele só me diz para amar cada vez mais Park Jimin.

Sua língua desce para meu pescoço me fazendo tombar a cabeça pra trás e apertar suas costas o fazendo sorrir. 

O loiro dos cabelos dele entram em contraste com os pequenos raios de sol que surgem em meio as nuvens de chuva, minhas mãos vão para a barra de sua camiseta fazendo-o parar o beijo e me olhar com a expressão confusa, mas eu o beijo com mais veracidade deixando claro o que quero.

_ Riley e o Namjoon estão nos esperando. Ele diz tentando me conter

_ Eles podem esperar um pouco mais. Minha voz sai ofegante. 

Sua mão em meu pescoço me faz arfar e sinto seu membro encostando em mim enquanto caminhamos as cegas para o sofá. Ele tira o meu vestido e em seguida sua camiseta me  fazendo corar de vergonha, sinto as minhas costas recaírem sobre o sofá e o Jimin se deita lentamente sobre meu corpo. Ele segue beijando meu pescoço indo parar no meu seio esquerdo mordendo e me arrancando pequenos gemidos. 

_ Adoro ver você pronta pra mim. Ele diz passando a mão em cima da minha intimidade.

_ Eu te amo. Ele diz sorrindo e logo começa a beijar minha barriga fazendo minhas costas se arrepiarem e meus gemidos aumentarem. Aquele sofá parece pequeno pra nós dois e eu só quero que o mundo pare. O suor já começa se formar em minha testa e por um segundo meu corpo estremesse e uma lágrima desce do meu olho.

_ Tudo bem? Jimin me olha com o semblante preocupado

_ Quando eu li aquela notícia eu fiquei com tanto medo. Digo baixando a cabeça. 

_ Eu não queria te perder, não queria ter que lidar com a dor de você simplesmente me usado e eu ter que ficar sozinha juntando os meu cacos. Digo

_ Analu. Ele diz me fazendo olhar pra ele.

 _ Eu te amo. Ele diz com sorriso tão doce no rosto que meus olhos lacrimejam no mesmo segundo. 

_ Eu jamais faria isso. Eu quero ficar pra sempre com você.

_ Eu também quero ficar com você. Não sei como mas eu quero. Eu preciso Digo pegando no seu rosto. 

_ Eu te amo Jimin! 

Eu nunca havia dito essas palavras a ele e noto seu semblante mudar em segundos. Ele está surpreso mas com um sorriso lindo no rosto e há brilho em seus olhos.

_ Repete? Ele pergunta

_ Desculpa não ter te dito antes, eu amei você assim que te vi naquele corredor mas não tinha coragem o suficiente de me entregar completamente.

Seu sorriso doce e carinhoso me fazem fechar os olhos para aproveitar cada segundo do seu toque no meu rosto me fazendo beija-lo novamente.

_ A gente sempre quer fazer isso no sofá. Ele diz parando o beijo

_ Acontece. Falo sentando no mesmo enquanto Jimin me ajuda a levantar

_ Mas aqui não é lugar pra isso. Jimin me conduz para seu quarto e quando ele acende a luz do mesmo me deparo com o quarto todo decorado com algumas pétalas de flores e velas.

- Jimin... Tento falar mas minhas palavras não saem

- Soube que você passou na sua monografia e então pensei de comemorarmos. Ele aparece com duas taças de champanhe na mão.

- Obrigada. Digo pegando a taça de sua mão.

Jimin larga a taça e volta a me beijar enquanto eu passo minha mão pelas costas dele arrancando um gemido.

_ Só um minuto. Digo me soltando

_ Que foi? Ele diz confuso

Não respondo e apenas levo a taça a minha boca para poder terminar logo o champanhe e criar coragem, mas antes que eu termine a bebida Jimin finge esbarrar em minha taça derrubando o líquido todo em mim

_ Jimin! Exclamo.

_ Deixa que eu limpo. Ele diz passando língua por onde tinha gotas de champanhe me deitando na cama logo em seguida. Ele ainda de calça faz movimentos de vai e vem por cima da minha calcinha.

- Jimin! Gemo seu nome quando sinto sua língua na minha intimidade.

Ele volta a atenção para meus lábios após tirar sua calça fazendo movimentos imitando penetrações por cima da minha calcinha.

- Jimin... Eu não aguento mais. Digo abafado e ele sorri como se entendesse o que eu estava dizendo.

Ele para por um minuto e escuto o  barulho de plástico rasgando , imagino ser a camisinha, e vagarosamente sinto seu membro dentro de mim fazendo eu me contorcer na cama tentando aliviar de alguma forma o prazer que existia ali. 

O nosso vai e vem formou gotas de suor em nossas testas e seu cabelo agora loiro estava cobrindo levemente seus olhos me fazendo fixar meu olhar diretamente neles. Ele era lindo demais, tão menino doce e gentil mas tão selvagem e sexy que me faziam se apaixonar ainda mais por ele. Ele era um príncipe ? Era sim! Meu príncipe !

_ Eu te amo. Falo segundos antes de me desmanchar por completo sentindo cada vibração dos nossos corpos .

_ Eu também te amo Analu . Ele geme se entregando ao prazer e chegamos ao ápice juntos.





Notas Finais


Genteeee...... O negócio pegou fogo hein???? Eu queria um príncipe desse , pq não me dais Senhor meu pai ???? Enfim... Hahahaha

Créditos sejam dados a rainha do Hot, Rafaella que hoje tava inspiradissima.

Até qualquer dia
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...