1. Spirit Fanfics >
  2. Uzumaki >
  3. O Demônio da Névoa

História Uzumaki - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - O Demônio da Névoa


- Dois já foram.


Narumi sentiu tudo ficar lento enquanto assistia um ninja estender a kunai para matar seu irmão.


Ele estava com medo, tentava desviar e tremia. Recebeu alguns cortes e caiu no chão.


Kakushi não estava lá, Sakura tinha que proteger Tazuna, ele era a missão, era importante. Mas Sasuke....


O Uchihas tinha se afastado da equipe de novo, ele tinha tentado lutar sozinho e deixou eles. Dois ninjas apareceram e seus colegas os enfrentaram. 


Narumi sentiu raiva ao pensar em seu irmão morrendo. Algo dentro dela rugiu e ela esticou a mão para Naruto.


Parecia que seu corpo estava pegando fogo, mas não doía. Ela sentiu algo crescer e crescer, e então alguém falou algo. Talvez tenha sido Sakura gritando.


Quando piscou, estava segurando Naruto nos braços e tinha um ninja preso na árvore. 


Antes que ela pudesse se recuperar do choque, Naruto pulou pra longe e ela o seguiu. Os dois fizeram clones e mandaram eles protegerem os outros.


Desviaram das kunais e foram por lados separados. Narumi chutou o inimigo no estômago enquanto Naruto o socava no rosto. Mais golpes combinados, ganharam alguns arranhões e então alguém derrubou o ninja por trás.


Naruto: Sensei!! Usou jutsu de substituição!!!


Kakashi estava segurando dois corpos nos ombros, os soltou e foi salvar Sakura. Narumi amarrou os três desacordados e Naruto assistiu a luta.


Sasuke usou uma Kunai para prender a corrente de seu adversário na árvore e o chutou pra bem longe, usou sua técnica Bola de Fogo e o derrotou. Foi tudo muito rápido e logo Todos estavam amarrados. 


Kakashi não parou um segundo, verificou todos os seus alunos, os agarrando pelo rosto, e Tazuna, foi a primeira vez que a equipe viu ele tão preocupado e nervoso. Ele suspirou aliviado quase caiu de cansaso, deixando Sakura ver seus ferimentos.


Kakashi: Estão todos bem?- eles acenaram- Ótimo, desculpe não ter protegido vocês, havia mais deles escondidos e eu fui ferido. Obrigado, Sakura. Você e Sasuke fizeram bem.


Eles sorriram mas a rosada ainda estava tremendo. Narumi olhou irritada para Sasuke.


Kakashi: Gêmeos, eu sei que essa era pra ser uma missão nível C,- ele olhou Tazuna rapidamente- mas vocês não podem relaxar demais. Quando o inimigo estava prestes a atacar, vocês congelaram.


Os dois abaixaram a cabeça e se desculparam. Narumi limpou Sangue do rosto do irmão.


Naruto: Nee-chan, desculpa ter ficado com medo!!- ele a abraçou e começou a chorar- E... E que técnica foi àquela? Você nunca me mostrou!!


Narumi ergueu uma sombrancelha e notou que todos estavam a olhando.


Narumi: Que técnica?


Sakura: Aquelas da correntes.- ela ficou confusa ao ver o olhar da parceira- Você ficou parada e então gritou algo e várias correntes saíram do chão e puxaram o Naruto. Foi tão rápido!! Eu nunca havia visto nada assim!!


Narumi ficou ainda mais confusa, olhou o irmão que acenou. Ela não se lembrava de nenhuma técnica, apenas ficou lá e de repente Naruto estava em seus braços.


Correntes? Nunca havia feito correntes aparecerem antes. E aquela voz que ouviu...


Naruto segurou sua mão. Os dois trocaram olhares, ambos haviam ouvido a voz mas não podiam dizer nada agora. 


Sakura: Naruto, você tem um corte na mão!- ela o puxou e pegou seus remédios- Sasuke-kun, Narumi, eu já vou cuidar de vocês, esperem. Naruto, é melhor você prestar atenção, essa lâmina está envenenada.


Naruto deu um grito e entrou em Pânico, Kakashi e Sakura tentaram acalma-lo.


Narumi se virou para Sasuke que estava olhando para os ninjas capturados. Ela cerrou os punhos e correu até ele, o encarando com raiva. Ele sorriu e ergueu uma sombracelha.


Narumi: "Foi a primeira batalha desse exibido, mas... Ele nem tremeu."


Sasuke: O que foi? Ficou com medo, gatinha assustada?


Narumi o empurrou pra trás e tentou soca-lo, mas o moreno desviou, pondo uma Kunai na garganta dela. Os dois pararam, Kakashi-sensei gritou algo e Tazuna tentou separa-los. A raiva da Uzumaki aumentou mas relaxou seu corpo, indicando ao garoto que se afastasse e assim ele fez.


Quando Sasuke se virou, ela aproveitou e o socou bem forte. Ele caiu pra fora da estrada, se espatifando no chão e olhando irritado para Uzumaki.


Ela realmente era muito forte.


Naruto: Nee-chan!!


Narumi: Seu metido!! Você não viu que a gente tava em desvantagem?! Podíamos ter morrido enquanto você estava se exibindo!! Da próxima vez que formos atacados é melhor você ficar perto da gente!! Se a gente morrer--


Kakashi: Narumi, chega!


Naruto: Sensei, o Sasuke deixou a gente! Ficou afastado e nos deixou protegendo o Tazuna-san sozinhos.


Kakashi encarou Sasuke por um tempo, depois olhou para Tazuna e Sakura que concordaram. Ele foi até o Uchiha, o ajudou a subir e depois segurou a cabeça dele.


Seu olhar ficou frio e o Uchihas congelou.


Kakashi: Sasuke, eu já disse isso mas vou repetir para que você não se esqueça: Ações egoístas destroem o trabalho em equipe e podem matar seus companheiros. Se algo acontecer comigo você deve ficar com os outros e proteger o cliente. Entendeu? Mesmo se a missão falhar, proteja seu time. Por que--


Sasuke: "Aquele que abandona seus amigos é pior do que o lixo." Eu sei!


Kakashi ficou parado, parecendo que estava decidindo o que fazer com o garoto rebelde. Relaxou e soltou o aluno, tentou não se irritar muito e voltou para o meio da estrada.


Kakashi: Apesar de tudo... Gêmeos!- ele se virou para eles que haviam levado um susto- Vocês também precisam ser firmes, não podem vacilar, se não todos morrem. Vocês tem os clones, então podem facilmente lutar e proteger o time. Narumi, eu sei que o que Sasuke fez foi errado mas não pode agredi-lo.


Os três desviaram o olhar.


Kakashi: A única que fez bem foi a Sakura. Ela ficou com Tazuna até o final, tentou manter todos juntos mesmo quando vocês não pregaram atenção e os protegeu com seus jutsus. Bom trabalho, Sakura.


Ela sorriu e Narumi deu um joinha para a colega, ainda irritada com o moreno. Sasuke apontou para um dos ninjas e chamou a atenção de Kakashi.


Sasuke: Kakashi-sensei, esses caras vieram da névoa. Estiveram nos seguindo, certo?


Kakashi acenou e se abaixou e os encarou. 


Kakashi: Sim. Eu notei no último instante e quase não consegui colocá-los em posição. 


Sasuke: Como?


Kakashi: É um dia ensolarado e sem nuvens, e não chove a dias mas havia alguma poças de água pelo caminho. Tinham ordens para matar alguém. 


Sakura: Estávamos despreparados, deveria ser uma missão nível C, recebemos instruções de apenas escoltar Tazuna-san. Não estaríamos esperando um ataque assim. Agora é numa missão no mínimo nível B.


Kakashi: Isso mesmo, Sakura. Tenho certeza que teve motivos para mentir sobre a missão, Tazuna-san, mas isso apenas nos causou problemas.


O velho concordou e coçou o pescoço, não sabendo como explicar.


Sakura: Não estamos prontos para essa missão, vamos desistir sensei. Precisamos de remédios para o ferimento do Naruto, vamos levar ele de volta pada a vila.


Narumi: O ferimento dele é grave demais? Não consegue cuidar dele, Sakura?


Sakura: Eu posso, mas é melhor ter certeza e levar ele para um médico profissional. Eu ainda sou aprendiz e quero ter certeza que ele fique bem.


Kakashi: Isso mesmo. Acho que isso é demais pra vocês quatro. Vamos voltar e tratar do Naruto.


Ele se virou para o loiro e viu ele com uma Kunai na mão, no mesmo instante ele pulou para segura-lo. Narumi desejou aquele novo jutsu.


Antes que Kakashi-sensei o tocasse, o garoto se afastou e cravou a lâmina na sua mão.


Ele sorriu, determinado. Sua irmã estava com uma cara cheia de irritação e preocupação. Ela queira soca-lo, com certeza.


Ela vivia cuidando dele, nunca o deixava fazer coisas perigosas, tratava ele como criança. Ele era o mais novo mas sabia se cuidar.


Iruka-sensei, Nee-chan, todo mundo o via como uma criança e ele já estava cansado.


Sasuke também estava preocupado.


Naruto: Eu não sou criança, Nee-chan. Pare de me tratar como um bebê indefeso. Eu sou um ninja também!!


Ele puxou a kunai e mostrou para a equipe.


Naruto: Eu achei que depois de me formar, iria me transformar. Eu não quero mais se o café com leite, quero que me respeitem e confiem em mim!! Nunca mais vou ter medo ou me esconder. Não vou mais perder para o Sasuke. Irei me tornar Hokage, não irei fugir, vou ficar mais forte. Não vou mais ter que ser protegido pela Nee-chan toda hora.


Ele riu alto e largou a Kunai, apertando o ferimento e gritando para todos.


Naruto: Juro pela dor que sinto na mão esquerda. Com esta kunai, irei proteger o velho. Vamos continuar!!


Silêncio.


Até os ninjas capturados o olhavam pasmos. Sakura correu até ele com Narumi e ambas lhe deram tapas na cabeça.


Kakashi: Naruto é muito bom que esteja drenando o veneno mas se continuar assim você vai morrer pela perda de sangue.- ele deu um daqueles sorrisos brincalhões mas acertou Naruto na cabeça.


Naruto: AHHHHH! ISSO NÃO É BOM!!NÃO POSSO MORRER DEPOIS DE FAZER UM JURAMENTO ASSIM!! SENSEI!!


Sakura: POR ACASO É MASOQUISTA?! O QUE ESTAVA PENSANDO?!


Ela correu até o garoto e o acertou na cabeça. O ferimento parecia grave mas agora estava menor. Sakura apertou os olhos e então o sangue parou de escorrer e a pele se fechou lentamente.


Naruto notou isso e ficou preocupado, olhou sua irmã e então deu uma risadinha nervosa para a Haruno.


"O ferimento está de fechando, nem parece que ele abriu a própria mão. Como é possível?"


"Tenha cuidado com os Uzumaki"


Naruto: O que foi, Sakura-chan? 


Sakura: N-nada.- disse enrolando a mão dele e tentando não parecer suspeita.


Narumi fechou a cara e pegou o irmão pela jaqueta quando o curativo ficou pronto.


"Deve ser o poder das nove caudas."

 

Tazuna: Sensei, preciso falar contigo.-disse chamando a atenção de todos- É sobre a missão. Você tem razão este serviço está fora da área de vocês.


Sasuke: Deu pra perceber. Aqueles caras pareciam ser ninjas profissionais. Alguém muito poderoso quer você morto.


Tazuna: Correto. É um cara super perigoso e cruel, vocês já devem ter ouvido falar dele. Um rico maganata da marinha mercante chamado Gatou.


Kakashi: Gatou? Da companhia Gatou? 


Sakura: Mas esse cara é uma das pessoas mais ricas do mundo!!- gritou esganiçada, balançando as mãos e esquecendo de Naruto.


Sasuke: Como assim? Ele é tão perigoso como dizem? 


Tazuna: Sim. Ele secretamente vende drogas e outros itens ilegais, usando ninjas e membros de gangues para derrubar negócios. É um homem muito desonesto. Há um ano, ele botou as mãos no País das Ondas, através do dinheiro e da violência, ele tomou controle da industria da marinha mercante do país. A unica coisa que ele teme é a completação da ponte.


Sakura: Entendo. Como o senhor está construindo a ponte, está no caminho dele.


Narumi: Por isso não disse a verdade.


Naruto: Você não tem dinheiro para uma missão de nível alto, certo? Então você mentiu sobre a viagem pra gente.


Todos ficaram um pouco surpresos por ele ter notado isso na deixaram quietos. Tazuna segurou a respiração por um tempo e então soltou, olhando para eles um pouco cansado.


Tazuna: Se vocês quiserem podem desistir da missão. Eu certamente serei morto.-


Todos ficaram o olhando e foi aí que Tazuna se transformou. Fez uma cara sofrida e jogou a cabeça pra trás.


Tazuna: Podem ir! Não se preocupem!! Se eu morrer, meu lindo netinho de dez anos vai apenas chorar por alguns dias, e minha filha Tsunami viverá uma vida miseravel odiando a Vila da Folha pra sempre. Mas não será culpa de vocês. Não mesmo!


Ele forçou uma risada, todos se entrolharam e resmungam. Naruto riu alto e correu até Tazuna.


Naruto: Qual é, velho?! Eu não disse que o seu país iria melhorar?! Pois bem, vamos te levar lá pra que você possa terminar a ponte!!! Dattebayo!!


Sakura: Naruto!! Não decida as coisas pela equipe!!- deu um tapa nele e então sorriu docemente para o cliente- Mas nós vamos te levar lá sim, Tazuna-san.


Tazuna: "Venci."


****

E assim foi, os Shinobis seguiram Tazuna até seu país. Demorou mais uns dois dias e nenhum ataque ocorreu, Kakashi arrastou os inimigos capturados com eles e quando pararam em uma vila deixaram eles com alguns ninjas que os prenderam.


E a viajem continuou com uma tensão estranha. Sakura estava ficando preocupada com o ferimento de Naruto e com a regeneração rápida pois na mesma noite já havia sumido mas ela ouviu Narumi mandar o irmão manter o curativo e fingir sentir dor de vez em quando.


A Uzumaki continuava irritada com Sasuke e o evitava, até para dar seu jantar ela o ignorou, apenas deixando no chão. Bem longe dele.


Eles não estavam em seu melhor estado de "trabalho em equipe" mas Kakashi tentava manter os quatro quietos e alerta. Lembrava de Iruka e como ele agia e tentava fazer igual, ninguém o dava moral entoa voltou a agir de forma assustadora e severa.


No último dia de viagem, pegaram carona em um barco. Era muito pequeno e o dono vivia mandando eles ficarem quietos. Estavam espremidos e muito próximos e isso os irritava. Naruto não queria encostar em Sasuke e Sakura se sentia esmagada entre Narumi e Kakashi-sensei. 


O barqueiro, que conversava com Tazuna e o Jonnin, se abaixou e sussurrou pra eles enquanto olhava par ao lado. A névoa impedia eles de verem qualquer coisa além de sombras mas era melhor não arriscar, ele estava muito nervoso.


- Logo chegaremos ao nosso destino, Tazuna parece que evitamos sermos detectados até agora, mas... Vamos pela rota da vegetação, assim eles não podem nos encontrar.


Passaram por debaixo de uma pessoa ponte de concreto muito alta que parecia estar quase pronta, Naruto se inclinou para ver e quase derrubou todos.


Tazuna estava sorrindo orgulhoso de si mesmo e todos notaram que aquela era a tão importante ponte.


O cais era feito de madeira e parecia que iria cair a qualquer momento, estava vazio e silêncioso e com a névoa pareciam que haviam entrado em uma cidade fantasma.


Naruto ficou perto das meninas, ele tinha muito medo de fastasmas e qualquer sombra parecia espanta-lo.


Mesmo com a névoa, ainda era possível ver um pouco a vila um pouco longe. Era menor que Konoha e como esperavam tinha uma aparência pobre e abandonada.


O barqueiro os expulso as pressas, olhando para a água e a terra como se esperasse sair um demônio de lá.


Tazuna o pagou e o barqueiro foi se afastando.


- Não vou mais longe do que aqui. Boa sorte, Tazuna-san.


Tazuna: Super obrigado.- ele disse seguindo os ninjas da folha - Agora me levem em segurança pra casa.


Todos acenaram e ficaram em posição, com o sensei atrás com as meninas, Tazuna no meio e os garotos na frente.


A caminha foi muito silênciosa e parecia que cada ruído que faziam poderia ser ouvido a quilômetros.


Naruto, como esperado, andava rápido e tinha um sorriso no rosto. Sasuke murmurava para ele ficar alerta e isso já estava o irritando.


Uzumaki bufou e ignorou o parceiro, voltando a caminhar normalmente. 


Ouviram um ruído na mata e logo Naruto arremessou uma Kunai. Narumi imediatamente tapou a boca de Sakura e levantou a kunai, estando mais assustada com o irmão.do.wur com o ruído.


De modo desajeitado, todos ficaram em posição, até Tazuna que puxou sua faca e apontou para a mata. Um ratinho saiu de lá assustado, passando por eles e fugindo.


Naruto riu. - Ah, foi só um rato. Estamos seguros.


Meninas: Para de agir como o bonzão, cabeçudo!! Não tinha nada lá!!


Kakashi segurou Naruto pelos ombros, suando muito.


Kakashi: Aluninho, não fique jogando kunais por aí, é muito perigoso. Por favor....


Tazuna: Seu anãozinho!! Para de se comportar feito retardado!!


O garoto o ignorou e jogou outra kunai, as meninas o voaram com força e Sasuke Deu um chute em sua canela. Logo os quatro e Tazuna esqueceram do silêncio e começaram a brigar.


Kakashi foi até a árvore e trouxe um coelho branco que estava muito assustado. 


Naruto pegou o animal e pediu desculpas enquanto os outros brigavam com ele.


Kakashi: "Esse é um coelho da neve, mas nós estamos na primavera. O coelho da neve muda de cor de acordo com os raios solares. Durante o inverno é branco. Esse ai deve ter sido mantido numa jaula, com o proposito da mudanca de corpo. Ele foi usado apenas para um jutsu de substituição. Então ele já está aqui."


Ele olhou ao redor e colocou a mão em sua bolsa de Kunais. Ouve outro estalo vindo de uma árvore e alguma coisa grande e pesada veio voando na direção deles. Todos se jogaram no chão e a arma, uma espada, se prendeu em outra árvore.


A lâmina da espada era enorme, um dos garotos poderia facilmente sentar nela e seu cabo era azul e longo. Um ninja caiu em pé no cabo e riu deles.


Em sua bandana havia um símbolo diferente e seu rosto estava coberto por faixas mas dava pra ver que ele sorria.


Kakashi puxou sua kunai e ficou em posição. Seus alunos ficaram na frente de Tazuna.


Kakashi: Zabuza Momochi, o demônio da Névoa Oculta. - se virou para os garotos - Vocês quatro fiquem aí, esse cara está em outro nível.


Zabuza se abaixou e avaliou todos os ninjas em silêncio, seu olhar era frio e muito assustador. Dava pra ver que ele estava com sede de sangue e não se importaria em matar todos.


Ele riu, e o som de sua voz fez os Gennins e o Construtor estremecerem.


Zabuza: Você é o Kakashi do Sharingan. Sinto me honrado por finalmente conhecê-lo. Eu adoraria bater papo mas eu preciso matar o velhote agora.


Naruto: Até parece que a gente vai deixar!!


Sakura: Naruto, calado!!


Kakashi: "Ele é muito forte e não vai hesitar. Parece que vou ter que usar o Sharingan."- ele puxou a bandana e ficou em posição.


Sasuke paralisou quando o sensei se virou e deu ordens para a equipe. Os outros também tiveram a mesma reação mas apenas Sasuke entendia de verdade o que era aquele olho vermelho.

"Como ele.... Como? Não sobrou ninguém... Todos morreram! Como ele tem ..."


Várias lembranças voltaram de repente. Todas terríveis. Não havia um dia em que ele não pensasse naquele dia, lembrava de cada detalhe e aquilo fazia sua cabeça girar. 


Todo aquele sangue e os gritos distantes e então o silêncio. 


E os olhos gentis que um dia eram cheios de amor, haviam ficado frios e vermelhos como o sangue nas mãos de Sasuke.


Algumas lágrimas rolaram por seu rosto e ele começou a tremer. Sakura falou algo mas parecia que o Uchiha havia se isolado em outro mundo.


Sakura segurou o braço dele e tentou acorda-lo. O garoto virou o rosto mas não afastou ela. Os gêmeos também o olharam com pena mas não disseram nada.


O ninja da névoa deu uma risadinha e observou Sasuke com um pouco de curiosidade.


Zabuza: Esse pirralho aí é o Uchiha Sasuke, certo? Eu já ouvi falar muito dele. O último dos Uchihas, foi o único que sobreviveu ao massacre ao seu clã. Eu me pergunto como um pirralho sem talento conseguiu sair vivo de lá.


Os gennins o olharam com ódio. Haviam o conhecido há apenas alguns minutos e já sabiam que ele era um homem cruel e não deveria falar de Sasuke desse jeito. Como se fosse uma piada.


Naruto: Você fica quieto!! Não se atreva a falar bosta sobre a família do Sasuke!!


Kakashi: Agora já chega!! Saiam daqui! Zabuza, você vai ligar comigo!!!


Ele jogou kunais com papéis o bombas na direção da árvore. O ninja da névoa desviou e atravessou a nuvem com um salto, girando sua espada para acertar Kakashi.


A equipe desvirou rapidamente. Sasuke ainda estava um pouco perdido e abalado, Tazuna e Sakura o balançavam para que ele acordasse.


Narumi segurou Naruto com força, como se ele fosse desaparecer na névoa. Não iria deixar isso acontecer.


Zabuza: Tenho oito opções. Fígado, pulmão, espinha, veia da clavícula, veia do pescoço, rim, cérebro, coração. Qual eu devo escolher?


O sensei parou perto deles, segurando uma Kunai e olhando ao redor. A névoa os deixava totalmente cegos, podiam apenas ouvir um ruído de metal e as vezes a risada do demônio da névoa.


Sakura: Kakashi-sensei! O Sasuke-kun não está nada bem!! O que vamos fazer?


O Hatake olhou ao redor, estava suando muito e não podia para repara checar os alunos pois a qualquer momento eles poderiam se atacados. Respirou fundo e manteve a calma. 


Não podia se desesperar. Não poderia cometer o mesmo erro duas vezes.


Kakashi: Ele vai vir me pegar primeiro, entendido? Precisam ficar alerta e não se desesperem, se entrarem em Pânico iram sair da formação e todos irão morrer. Respirem fundo.


Sasuke: "Esse cara é assustador. O chakra dele é tão forte que faz eu me sentir esmagado. Que droga, se controle Uchiha!! Não é hora para esses ataques estúpidos!!"


Kakashi: Sasuke, se acalme.- o garoto saiu do transe, mas ainda respirava com dificuldade- Está tudo bem. Eu vou proteger vocês, não deixarei que ele os machuque. Narumi, eu preciso que você e o Naruto usem os clones para proteger os outros. Sakura, você protege Tazuna com suas lâminas e cuida dos seus ferimentos. Conseguem fazer isso?


Equipe 7: S-sim... sim, sensei!!


Kakashi: Ótimo.- ele sorriu pra eles- Eu prometo proteger-los mesmo que eu morra pois... Não vou perder meus companheiros.


Zabuza: ISSO É O QUE NÓS VAMOS VER!!- ele gritou, parecendo um demônio, enquanto atacava o Hatake.


Os gêmeos seguraram Tazuna e correram pra longe, Sakura aos seguiu, segurando Sasuke que estava voltando a si.


Houve mais duas explosões e os dois Jonnins se afastaram, estavam indo para o lago. Algumas árvore caíram e os animais quase atropelaram a equipe sete que se escondia.


Naruto: Temos que ajudar o sensei!!- Ele de levantou mas foi puxado de volta por sua irmã- Nee-chan, o sensei tá em perigo!! Eles pode morrer!!


Narumi: Nós também! Nós somos Gennins, não temos chance contra aquele cara, vamos levar o Tazuna-san para a vila e depois vamos decidir. Aposto que o Kakashi dá conta.


Naruto quis protestar mas Sakura o calou.


Sakura: Narumi, tá certa. O Sensei é muito habilidoso e tem o Sharigan. Vamos logo pra vila, o Sasuke-kun precisa...


Sasuke: Eu tô bem!!- ele gritou na cara da garota que se encolheu. Quando notou isso, ele baixou a cabeça e colocou a mão no ombro dela. - Desculpa, é que.... Eu lembrei de algo horrível e isso mexeu comigo.


Naruto: Cara, se for por causa do que ele disse...


Sasuke: Isso não importa, eu tô bem, Bala.


Tazuna: Garoto Uchiha, você não parece bem. Aquele cara mexeu contigo e você teve um ataqu--


Sasuke: Não vai acontecer de novo, eu juro.- ele se levantou - Eu acho melhor irmos ajuda do sensei. 


Narumi: Será que eu e a Sakura somos as únicas sensatas nessa equipe?! O cara vai acabar com a gente!!


Sasuke: Ele disse que ia proteger a gente!! Vamos deixar ele morrer sozinho?


A loira quase o acertou na testa mas sentiu uma culpa tão forte que se calou. Realmente, não podiam deixar ele lá sozinho.


Sasuke: O Kakashi é forte mas eu sinto que esse cara pode supera-lo mesmo com o Sharingan. 


Naruto: Ei! Ei! Tá todo mundo falando desse Sharigan mas ninguém explica o que é?! Eu tô perdido!


Os dois gênios da equipe suspiraram e Sasuke voltou a se abaixar.


Sasuke: Sharigan é um poder ocular muito poderoso que aparece em membros do meu Clã. Esses olhos especiais dão ao usuário a habilidade de ler e derrotar qualquer tipo de Genjutsu, Taijutsu e Ninjutsu. 


Narumi: E você tem?


Sasuke: Não, aparece em apenas alguns dos membros. Eu ainda não despertei e nem sei se irei.


Sakura: O Kakashi-sensei recebeu esse poder ocular, mas ninguém sabe como. De acordo com alguns... Textos que eu li, ele já derrotou vários ninjas poderosos usando esse poder. Nada escapa de sua visão, não importa a velocidade do oponente.


Tazuna: Mas se ele precisa ver... Talvez seja difícil, pois a névoa vai atrapalhar. É impossível ver um palmo a nossa frente.


Todos estremecerem e se olharam, discutindo a situação em silêncio. Narumi balançava a cabeça irritada, enquanto Naruto parecia extremamente ansioso. 


Sakura olhava entre os colegas, ela queria ajudar o sensor mas não podia deixar Tazuna sozinho, e se ela entrasse na luta Talvez ela morresse.


Sakura: S-Se nós entrarmos na luta, t-talvez a gente não s-sobreviva. Mas... O sensei....


Narumi suspirou, ver o rosto de sofrida da rodada a fazia ficar irritada mas também muito culpada. Ela puxou todos pelo braço.


Narumi: Vamos ajudar.- eles sorriram- Ficaremos juntos, não podemos vacilar. Temos que confiar uns nos outros. Tazuna-san, é melhor você ficar longe. 


Ele concordou envergonhado, pegando sua faca e dando alguns passos pra longe.


Sasuke: Vamos usar todas as nossas habilidades.


Todos gritaram um "Certo" e foram procurar o sensei. Todos preparam seus jutsus e equipamentos ninjas, com Sakura segurando firmemente sua bolsa de remédios caso o sensei precisasse.


Ela rezava em silêncio para que não fosse necessário.


Demorou apenas uns minutos até que encontrasse Kakashi. A luta continuava e os dois Jonnins se moviam muito rápido, tudo o que eles podiam ver eram sombras e o barulho de lâminas se chocando.


A voz de Kakashi veio de algum lugar.


Kakashi: O que fazem aqui?! Eu mandei irem embora.


Naruto: Não vamos deixa você aqui sozinho!! 


Zabuza: Heh, esses são seus alunos, Kakashi? Patéticos... Não se preocupe.... SERÁ UMA MORTE RÁPIDA!!


No mesmo instante ele surgiu entre os gennins e a única coisa que eles puderam pensar era que havia quebrado a formação.


Zauba girou sua espada com uma velocidade incrível pois era uma arma tão grande e pesada. A lâmina passou de raspão pelas roupas deles, arrancando um pouco de sangue.


Kakashi empurrou os garotos pra longe e uma veio voando, morando a cabeça de Zabuza. Ele desviou enquanto tentava se livrar de Kakahsi mas o golpe foi tão inesperado que ele foi pego.


Todos procuraram o atacante e lá estava Tazuna, segurando outras armas simples. Os garotos sorriram aliviados enquanto Kakashi lançava a todos um olhar irritado e desaprovador.


Kakashi: O que deu em todo mundo hoje?! Vocês querem morrer? Eu dei ordens claras!!


Zabuza se moveu, virando uma poça de água e logo aparecendo atrás de Kakashi, o cortando ao meio. Todos gritaram de surpresa.


Quando Zabuza achou que havia vendido, o corpo partido do Ninja que cópia virou um tronco e o verdadeiro apareceu atrás dele, colocando uma Kunai em seu pescoço.


Kakashi: Isso já está acabado. Se entregue.


Zabuza: Você é esperto, Kakashi. Mas não pode me vencer USANDO TRUQUES!!- ele desapareu e riu alto, era outro clone.


O verdadeiro chegou pro trás e Kakashi já estava se cansando do mesmo golpe toda hora. Desviou do ataque da espada que ficou presa no chão, ele se aproveitar disso mas Zabuza o chutou para o lago, arrancando sua arma do chão e a arrastando enquanto corria até o sensei da folha.


Sakura começou a curar seus colegas, temendo que a lâmina estivesse envenenada. Ela esperou ver Kakashi emergir na água na só albino mal conseguia ficar na superfície.


Sakura: Tem algo de errado. A água.... Está coberta de chakra. Fiquem longe. Ele vai levar todos pra uma armadilha.


Narumi usou clones para puxar todos para bem longe, e Zabuza quase os acertou com a espada. Quando viu eles irem mais pra longe decidiu voltar sua atenção a Kakashi que estava tentando escapar.


Ele juntou as mãos e uma bolha de água prendeu o Hatake, então ele fez um clone que se virou para os gennins.


Ele deu uma risada sombria e arrastou sua espada no chão enquanto andava lentamente até os garotos.


Zabuza: Só porque vocês carregam o símbolo da folha na testa vocês acham que são ninjas? São uma piada, isso sim. Nunca enfrentaram uma batalha de verdade, nunca aforma em uma missão de nível alto. Vocês são crianças mimadas e ingênuas que não conhecem a verdade sobre só mundo. Com certeza pensavam que ser ninja era uma maravilhas vocês completam missões e salvam pessoas, certo?


Ele riu ao ver a cara de todos. Naruto segurou o braço da irmã, lembrando do que havia dito a Iruka. Ele desejou ter ficado na vila, estava com tanto medo agora.


Zabuza: Vocês todos são patéticos. Na vida real, nada disso é verdade. Ser ninja é uma dureza, pois na vida real as pessoas morrem. E agora vocês também irão.


Sasuke sentiu um arrepiou estranho. Algo se aproximou e ele instintivamente pulou para empurrar Sakura.


Zabuza o acertou bem no rosto com um chute. O garoto Uchiha cuspiu sangue e sua visão ficou embaçada, ele ouviu Sakura gritar e sabia que Zabuza também havia a acertado.


Ele tentou usar o bola de fogo mas recebeu outro soco, e então outro, e mais um.


Sakura foi puxada pelos cabelos e jogada contra uma árvore. Quando Zabuza foi até os gêmeos, ela tentou se curar mas seus dedos estavam tremendo demais.


Naruto só notou o Nukenin quando sentiu a espada descendo na sua direção, ela quase ficou preta ente ele e a irmã e então Zabuza a puxou e chutou os dois em direções opostas.


Ele olhou para os dois, como se escolhesse, um sorriso sinistro nós lábios.


Narumi.


A garota tremeu de medo e tentou fugir mas o pé de Zabuza o pressionou e o manteve no lugar.


Sakura se encolheu e fechou os olhos. Chorou baixinho enquanto ouvia Kakashi e Tazuna-san protestarem. Naruto estava gritando de fúria e parecia que sua boca estava machucada pois sua palavras pareciam mais grunidos.


"Nós vamos morrer aqui? Vamos? Não quero morrer... Mamãe ficará sozinha cuidando do papai, o Iruka-sensei vai chorar por causa do gêmeos. E a família do Tazuna-san? Nós prometemos levá-lo pra casa. E o Sasuke-kun? Ele não te mais ninguém, ele está sozinho e mesmo assim ele continua em pé."


"Ah, é. O Sasuke-kun é corajoso, ele salvou a minha vida e me protegeu na estrada. Não importa o que a Narumi diz ele é uma pessoa gentil. Eu gosto tanto dele. Os gêmeos...."


Ela abriu os olhos e viu Zabuza levantar a espada. Naruto estava tentando de levantar.


"Os dois também são gentis, apesar do que diziam deles na academia. Eu queria ter sido mais legal com eles..."


Ela baixou os olhos e notou uma bandana no chão, um pouco longe de Zabuza. Ela apertou os olhos e procurou. Era a bandana de Naruto, deveria ter caído durante o ataque.


Ela estendeu a mão pra pegar mas hesitou e juntou os braços perto do peito.


"Ele podia ter matado a gente, mas... Ele só tá se divertindo. Ele quer ver a gente sofrer. Isso é um ninja?"


"Não!! Ele é um monstro. Kakashi-sensei é um ninja muito melhor que ele pois ele disse... Ele disse... Ele disse..."


De repente ela abriu os olhos e sentiu algo. Olhou Kakashi e depois os gêmeos. Precisava se rápida.


Ela nem pensou direto e correu na direção de Zabuza, pegando uma Kunai com papel bomba e a bandana no chão.


Zabuza nem notou a garota lá, mas ele viu a Kunai vindo e pulou pra longe.


O papel caiu perto dos gêmeos e não explodiu. Ele ficou incrédulo e olhou com raiva pra ela mas logo veio uma segunda kunai e ele levantou a espada pra se defender e dessa vez explodiu.


O Nukenin caiu pra trás e Sakura continuou jogando kunais e Explosivos. Ela puxou Narumi pra perto da árvore e Naruto a seguiu.


Naruto: Sakura-chan?


Sakura estava com um olha diferente. Ela juntou as mãos na frente dos vendo e começou a curar eles.


Sakura: Aqueles papéis bombas não vão ser suficiente, eu acho. Ele vai voltar.


O clone voltou no mesmo momento e eles pularam pra longe.


Sasuke estava se levantando. A Haruno pegou sua bolsa de equipamentos. 


Sakura: Sasuke-kun! Gêmeos!! Não é hora de ter medo! Precisamos cumprir essa missão, por que nós prometemos. O Kakashi-sensei disse que ia nos proteger e nós dissemos que íamos salvar a vila do Tazuna-san!! Então.... VAMOS LÁ!!!


Narumi quase riu do entusiasmo repentino da garota mas seus machudos doeram e ela de encolheu. A médica voltou a curar e nem de importou se Zabuza tentou ataca-los pois Naruto criou clones e Sasuke apareceu e os dois destruíram o clone.


Naruto: Hey, seu esquisitão sem sombrancelhas. Escreva isso no seu caderninho. Aqueles que iram se tornar os maiores ninjas de todos. Somos nós, os ninjas da vila da folha: Naruto, Narumi, Sasuke e Sakura! A equipe sete.


Eles sorriram.


Tazuna: "Então aqueles super pirralhos não são tão super inúteis assim. Eles são duros na queda."


Naruto: Eu bolei um plano pra derrotar o sem sombrancelha. Mas vou precisar de ajuda, Uchiha.


Sasuke: Quer que eu trabalhe em equipe com vocês? - abriu um sorriso de lado e deu um soquinho no braço dele.


Naruto ficou em posição.


-VAMOS BOTAR PRA QUEBRAR!!




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...