1. Spirit Fanfics >
  2. V.A (Crossover) >
  3. Capítulo 19

História V.A (Crossover) - Capítulo 20


Escrita por:


Capítulo 20 - Capítulo 19


V.A (Violados Anônimos)


Kuroko observou os casais saírem da casa, alguns dos homens choravam abraçados com seus namorados, outros – Izuku e Ciel – se agarravam aos seus parceiros como se suas vidas dependessem disso.

O azulado ignorou propositalmente os muitos “me come” que saiam das bocas dos Ukes que não estavam chorando. Tetsuya só desejava que tudo melhorasse para os casais, que eles não tentassem mais se matar ou fazerem greves de sexo.

Pensaram que esse era o fim de um período tempestuoso, no entanto não podiam estarem mais enganados...


... ...


Dois meses depois do fim do programa, as coisas não poderiam estarem melhores para os Ukes, estavam recebendo tudo o que sempre quiseram e na medida certa, nenhuma reclamação sobre falta ou excesso de sexo.

Até que o Esquadrão Uke foi ativado novamente.

Os garotos que antes dormiam foram acordados por um telefonema, uma vídeo chamada, o primeiro que apareceu na tela foi Hinata, o garoto chorando.

- O que aconteceu, Hina? – Kuroko perguntou com preguiça – O Tobio finalmente destruiu todas as suas pregas?

- Precisamos nos reunir, agora! – Shouyou fungou, tentava limpar as lágrimas – Agora, por favor, venham até a minha casa, têm algo que eu preciso contar a vocês.

- Eu também preciso falar com vocês... – Izuku estava se segurando para não chorar – Nos encontramos em vinte minutos.


...


Kageyama foi expulso de casa para que a reunião dos Ukes pudesse acontecer, Hinata foi deixado em prantos com os outros meninos, o ruivo tentava pronunciar o que tinha acontecido, porém falhava.

- O que foi, Hina? – Sasuke era o mais calmo do grupo, então o moreno abraçou o baixinho e tentou fazê-lo se acalmar.

- Ele... Ele quis transar comigo! – o menino gritou depois se um tempo.

- Ele te machucou? – Ciel franziu o cenho, ele e Tetsuya abraçando Izuku que também chorava.

- Não! O Tobio não fez nada. – rapidamente Shouyou negou – Mas ele... – olhos castanhos voltaram a se encher de lágrimas – Ele quis que eu fosse o ativo!

Seus amigos exclamaram um coro de “Oh!” em choque, todos se assustando quando Midoriya voltou a chorar, desta vez com mais força e soluçando.

- O QUE PORRA VOCÊ TÊM, DEKU?! – Katsuki gritou com raiva, estava com medo de que as lágrimas do esverdeado acabassem alagando a casa e consequentemente deixando suas roupas molhadas.

- O Shouto... – gaguejou – Pediu a mesma coisa, ele... Ele... Como ele ousa tentar estragar o nosso casamento deste jeito?! Eu sou passivo masoquista até a minha alma!

- Eu... – Ciel começou a falar – O mesmo aconteceu comigo, porém eu pensei que o Daddy... Sebastian! – se corrigiu ao perceber o que tinha falado – Pensei que ele estava brincando.

Kuroko e Eren também relataram que tinham passado pelo mesmo, ambos afirmando que também pensaram que era brincadeira, no entanto se provou o contrário. Sasuke e Bakugou permaneceram calados, Hinata e Izuku se abraçando para tentarem parar de chorar.

- Olha, eu tenho uma coisa a confessar. – o Uchiha parecia nervoso – Não considerem isso como traição, por favor, mas... O Naru me pediu para comer ele e eu fiquei todo animado pensando que ele desistiria, mas ele não desistiu e eu... Eu gostei! Pronto, falei.

Olharam chocados para o moreno, Eren estava boquiaberto, levou uma mão trêmula ao queixo para fechar a boca e tentar não surtar, o primeiro a gritar foi o tão calmo Kuroko:

- VOCÊ COMEU UM CU?!

- FOI SEM QUERER! – Sasuke gritou também.

- NINGUÉM COME UM CU POR ACIDENTE, ISSO NÃO EXISTE! – o azulado voltou a gritar – ISSO SIGNIFICA QUE EU TAMBÉM BATI PUNHETA PRO AKASHI POR ACIDENTE?!

- NÃO TENHO NADA A VER COM A SUA PUNHETA. – o moreno gritou – Eu não queria... No começo, mas depois eu gostei! Sinto muito, sou um Seke.

Midoriya fungou.

- Não vamos julgar o Sasuke-kun, ele ainda está do nosso lado, não é? – o esverdeado olhou para o amigo.

- Sempre, fui um de vocês por muito tempo, minha lealdade é do time Uke.

O resto assentiu, Phantomohive ainda desconfiado de Sasuke, no entanto decidiu voltar sua atenção para Katsuki, o loiro estava muito calado.

- E você? – perguntou curioso.

- Comigo não têm essas frescuras, o Kiri ainda é o mesmo de sempre, talvez os namorados de vocês estejam ficando loucos... – o loiro deu de ombros – De qualquer forma, eu não me importo com vocês.

- Até parece... – Eren revirou os olhos.

Bakugou estava prestes a debochar do amigo quando seu celular vibrou no bolso, a mensagem que recebeu fez seus olhos se arregalarem em choque, sua boca ficou seca e ele acabou deixando o aparelho cair.

- Não pode ser... – o loiro sussurrou, Yeager pegou o celular para ver o que tinha abalado tanto o homem irritado:


...


[Meu Kiri, MEU!]


Kiri: Amor, o que acha de hoje a noite tentarmos uma coisa nova, por exemplo... Você pode me comer?


...


- O Kiri também foi afetado pela doença Q.S.P! – Eren alertou seus amigos.

- Q.S.P? – perguntou Kuroko.

- “Quero ser passivo”. – explicou Yeager.

- Isso não pode estar acontecendo. – Katsuki tinha o olhar vidrado enquanto tentava se convencer de que aquilo não era real. Seu amado Seme não poderia estar lhe traindo deste jeito.

- Só pode ser obra do demônio. – Hina gaguejou, o ruivo ainda chorando.

- Meu namorado não têm nada a ver com isso. – disse Ciel.

- O que?! – os outros perguntaram em uníssono.

- Nada, mas isso deve ter alguma explicação. – Phantomohive suspirou – Têm que ter.

- Vamos investigar isso. – Sasuke decidiu – Temos que descobrir o que está acontecendo.

O resto assentiu em concordância.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...