História Vagalume Cego ( TaeGi) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga, V
Tags Cego, Romance, Suga, Taegi, Taehyung, Yoongi
Visualizações 169
Palavras 1.512
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pandinhas, como estão ? ฅ'ω'ฅ - desculpe-me pela demora -


Aaaahh eu estou tão... tão.... Aaaahhh sei lá, não sei explicar o que sinto sobre esta fic, não sei se fico feliz ou triste.   (・へ・) Para ser sincera estou tão desanimada quanto a isto, nem sei se devo continuar. Estou pensando seriamente em excluí-la. ಥ_ಥ


(Bom, perdoe-me por isso aí em cima, mas precisava desabafar kakkakakaka )


        (●Θ●) Boa leitura Abores !  ღ

Capítulo 3 - Chuva


Fanfic / Fanfiction Vagalume Cego ( TaeGi) - Capítulo 3 - Chuva

Capítulo dois: Chuva é a forma mais

     silenciosa dos anjos chorarem


               4 anos depois...


Tae já havia, de certo modo, se conformado com tudo o que lhe aconteceu.

 

Foi difícil nos primeiros meses para o moreno  lidar com certas coisas, mas no fim se acostumou; a escuridão já não era mais sua inimiga e sim sua companheira, que ficaria consigo para o resto de sua vida.


- Pelo menos eu tenho uma companhia para o resto da minha vida, caso não encontrar nenhum namorado.  - disse brincalhão.


- Deixe de ser bobo ! - deu um tapa no mais novo - Você vai achar sim um companheiro ! Você é um garoto extraordinário ! 


- Diga-me quem vai querer, como compalheiro, alguém cego ? - sentou-se a mesa ao lado de sua, amada, avó. 


- Kim Taehyung - o repreendeu, estava preste a prosseguir  mas foi interrompida por seu marido. 


- Bom dia, querida ! - seguiu até sua esposa e lhe deu um selinho. 


Era assim todos os dias, ambos pareciam adolescentes apaixonados, sempre trocando carinho. Era invejável o amor dos mais velhos, nada os abalava nem mesmo uma discussão, sempre que havia alguma ambos conversavam e chegavam, juntos, a  uma solução. Tae se senti feliz pelo amor de seus avos, mesmo não podendo ver. 


- Saí do meu lugar, garoto! - disse próximo ao moreno - Eu quero tomar café ! 


Tae apenas levantou e voltou para seu quarto, jogou-se em sua cama e começou a pensar. Queria saber por que seu avô agia de forma rude consigo, depois de quatro anos ainda sentia ódio pelo o que aconteceu ? Sim.

 

Seu avô não conseguia viver com a pessoa que causou, de certo modo, a morte de sua única filha. Para o mais velho era como se um pedaço seu tivesse sido arrancado e jogada para os lobos comerem de uma forma bruta.


Tae se sentia mau por isso, por ter causado tanta dor aos mais velho -mesmo que sua avó não mostrasse -, era tudo culpa sua e da sua, simples, verdade.


- Harmeoni ! - chamou.


Esperou por alguns minutos e logo a mais velha apareceu em seu quarto.


- O que aconteceu ? - perguntou andando até o seu "pequeno" neto. 


- Posso ir até o parque ? - perguntou sentando-se na cama. 


- Ah não sei. O tempo está meio nublado, não quero que você pegue chuva. - disse próximo ao garoto e acariciando suas madeixas.


- Ah, por favor. Eu prometo não demorar. - pegou a mão livre de sua avó - A senhora pode até controlar o tempo se quiser. - esticou o pulso que havia o seu relógio.


- Okay, mas se o senhor não voltar no horário que coloquei, irei te buscar e te trazer pelas orelhas ! - a mesma colocou o relógio despertar e beijou a testa do moreno.


Assim que a mais velha se retirou do quarto, Tae começou a se arrumar. Colocou uma calça qualquer e uma camiseta de manga curta e logo saiu do quarto, se dirigindo até a porta, sentou-se no degrau e calçou seu all star preto cano baixo e por fim se retirou da casa dos mais velhos.



Ficou alguns segundos parado na calçada, inalando o ar da rua. De alguma forma, Tae, sempre gostou daquele cheiro, das rosas -  que tinha na frente da casa de seus avos - misturado a poluição, fazia com que o moreno tivesse lembranças boas, mas não lembranças nítidas.     


Voltando a realidade, o moreno colocou-se a caminhar pelas ruas. Ele havia decorado o caminho até o parque, pois sempre que podia - todos os dias - caminhava para lá e ficava a tarde inteira sentado no mesmo banco; se sentia tão vivo quando estava lá; escutar os passarinhos cantando, as criança brincando, as pessoas conversando... Era tão bom.


Mas havia algo que estava lhe incomodando, sempre que sentava na quele mesmo banco havia alguém consigo, uma pessoa, que sentava-se ao seu lado. Tae não tinha coragem de puxar assunto, pois talvez não houvesse alguem ali.


Talvez fosse um psicopata, um assassino, um traficante de pessoa... Isso era o que mais rodeava sua mente quando escutava passos próximo de si e logo se cessavam dando espaço a uma respiração pesada. Se esta pessoa quisesse lhe fazer mau já teria feito a muito tempo, pois já fazia meses que sentava ao lado do moreno.


Após alguns minutos Tae chegou ao seu destino. Se sentou no seu - velho - banco, deixando-se por escutar os passarinhos e os risos da criança que ali estavam presentes. 


O moreno estava perdido em tantos pensamentos que nem se deu conta de que havia começado a chover. Uma gota atingiu seu rosto logo sendo seguida por outras e mais outras.


A primeira gota que caiu em sua face veio acompanhada de lembranças boas; de quando brincava com sua mãe na chuva. A segunda veio acompanhada da primeira briga de seus pais que presenciou. E assim todas as outras gotas se misturaram  com as lágrimas e lembranças do moreno. Estava sendo tão bom para si poder chorar, depois de tanto tempo as guardando. 


Os pensamentos de Tae foram interrompidos por um click sendo seguido por outros, mas logo o silêncio se fez novamente.


- Você vai pegar um resfriado se ficar muito tempo na chuva. - uma voz rouca se fez próxima e um guarda-chuva foi colocado em cima do moreno cessando a chuva.


- Q-quem é você ? - Tae havia se assustado. 


- Não se preocupe, não irei lhe fazer mau.  - o garoto que segurava o guarda-chuva não sabia explicar se eram gotas ou lágrimas que escorriam pelo rosto delicado de Taehyung, mas optou por não perguntar. 


- Então diga o seu nome. - insistiu e começou a secar seu rosto com as palmas das mãos. 


- Yoongi, Min Yoongi. Satisfeito agora ? - sentou-se ao lado do moreno. - E você, como se chama?


- Sim, Yoongi. Taehyung, Kim Taehyung. - esticou a sua mão e esperou o outro apertá-la. 


Por um momento Tae achou que ficaria no " vaco" mas logo sua mão foi apertada fortemente. 


- Você vem sempre aqui. - pensou alto - Gosta muito daqui, não é? - perguntou olhando para o moreno que olhava para um ponto qualquer a sua frente. 


- Sim...- disse em um sussurro.- Como sabe ?


- Eu sempre sento ao seu lado. - proferiu um tanto envergonhado. 


- Então é  você. -  sussurou mais o cinzento  ao seu lado escutou perfeitamente. 


- Desculpe-me nunca ter puxado assunto, mas eu tinha vergonha. - riu soprado passando a mão atrás da nuca.


- Tudo bem. - Tae sorri.


O silêncio entre ambos se fez dando o lugar ao som das gotas da chuva chocando-se contra o guarda-chuva ou qualquer outra coisa.


- O quê  você está fazendo ? - indagou assim que escutou, novamente, clicks. 


- Tirando fotos. - respondeu. - Um garoto na chuva não é sempre que se acha por aí. - deu uma risadinha. 


- V-você está tirando fotos minha ? - assustou-se. - Oh meu Deus, apague-as agora! 


- Por quê? Você é muito bonito para se deixar passar. Não irei apagar nenhuma. -  disse tirando mais fotos do moreno a sua frente.


Tae sentiu suas bochechas queiramerem e rapidamente virou seu rosto. Fazia anos que alguém não o elogiava - além de sua avó.


- Você ficou mais lindo ainda todo corado ! - naquele momente Tae  queria ser um avestruz e enfiar sua cabeça em qualquer lugar.


Yoongi por sua vez ria da situação, achava fofo o garoto ao seu lado. 


- Kim TaeHyung ! - a voz, um tanto  irritada, de sua avó se fez no local fazendo  Yoongi parar de rir e Tae  se assustar. -  Ahh  você está todo molhado. Venha vamos para casa! 


- Harmeoni... -  tentou se explicar. 


-  Você  deveria  ter voltado assim que começou a chover ! -  disse puxando o moreno e ignorando completamente a presença do cinzento. 


-  Tchau - disse assim que sua avó  começou a andar.


-  Tchau  TaeHyung ! Até mais ! - gritou por conta da distância. 


Com um sorriso bobo, Yoongi, voltou para casa. Estava  feliz. Havia, finalmente,  conseguido falar com seu "crush". Não se importava se ele era cego ou sei lá, apenas sentia vontade de conhecê-lo melhor e de tê-lo por perto.


        ✄--------------- ❦ ---------------✄


Tae havia acabado de sair do banho, estava com roupas qualquer de moletom e sentado no sofá com sua avó. 


- Quem era aquele garoto bonito que estava com você, em ?- perguntou cutucando-o com o seu cotovelo.


-  E-era o Y-yoongi. - sentiu suas bochechas queiramerem.


- Uhum... É por causa ele que você vai sempre lá, no parque ?


- N-não ! Eu o conheci  hoje! - disse rapidamente -  Por favor, pare com isso, está me deixando envergonhado.


A mais velha apenas gargalhou, ver seu neto  todo tímido e coradinho fez com que se lembrasse de sua filha. Não havia nada em TaeHyung que não parecesse sua mãe, aos olhos da mais velha.


-  Traga-o  um dia aqui em casa ! Quero  conhecê-lo ! - disse sorrindo abertamente e voltando sua atenção  para a TV.

 



 


 






 


Notas Finais


Desculpe-me qualquer erro ortográfico.


E aí como ficou ? O que acharam ? Devo melhorar em algo ? 


( me perdoem também pelo capítulo ruim, estava sem idéias kksks)



Leiam as fics da minha Mozona👇 :


True Dream :

https://spiritfanfics.com/historia/true-dream-9658792





( tem mais três kkk entrem no perfil  dela - @Chuwi - e leiam também )


       ღ Kiss Kiss Abores ♡゙ᶫᵒᵛᵉ (●Θ●)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...