1. Spirit Fanfics >
  2. Vai se apaixonar por mim (Winwin, NCT) >
  3. Convite irrecusável

História Vai se apaixonar por mim (Winwin, NCT) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Tenham uma boa leitura

Capítulo 5 - Convite irrecusável


Fanfic / Fanfiction Vai se apaixonar por mim (Winwin, NCT) - Capítulo 5 - Convite irrecusável

- Chanmi noona - um homem chamou a estilista, a qual se levantou e os abraçou, indicando para eles se sentarem na mesa conosco - E quem seria a moça? - ele pergunta de forma engraçada, algo que era para ser sedutor, mas não deu certo por conta de seu censo de humor

- Está é S/n, a modelo da WoUld - ao terminar a frase, eles pareceram assimilar de onde me conheciam

- Você está fazendo muito sucesso S/n - a moça que chegou acompanhada do rapaz me falou - sou Kang Seulgi - ela estendeu a mão e eu a apertei sorrindo. Eu já ouvi esse nome, quando recebi a proposta da concorrência, ela é a modelo da marca, conhece várias pessoas, e muitos deles são famosos

- Me chamo Wong Yukhei - o rapaz se apresentou, antes que o garçom chegasse para anotar os pedidos - sou o modelo teste da Chanmi unnie - comentou assim que o garçom saiu com as anotações sobre o que queríamos

- Sim, o modelo teste mais convencido que ela tem - Seulgi afirmou, rindo de Yukhei, e ele fingia que estava magoado. A conversa naquela mesa, não acabou, mesmo depois de nós irmos embora, por que trocamos nossos números e assim conversamos por conversa


{• • •}


- Ah, que preguiça - reclamo ao ouvir o som do despertador. O clima estava frio, por ter chuvido durante toda a madrugada, mas em contrapartida, fez sol, durante poucas horas da manhã, e secou todo solo, permitindo que nós não tivéssemos que adiar o último dia de sessão de fotos

Andei até o cenário, desejando que aquilo terminasse logo, para que eu pudesse voltar à minha cama, e aproveitar o resto do dia nela

- Estamos adiantados, então terminaremos rápido, está bem? - O diretor nos avisou e assentimos em concordância. Mas não passou tão depressa quanto eu esperava, mas a empolgação dos demais, me fez perceber que haviam se passado apenas dez minutos, e como meu tédio era enorme, o diretor percebeu - Aconteceu alguma coisa, S/n? 

- Não, nada aconteceu - sorri para o mais velho, que pediu para prosseguir as fotos

- Está com tédio, não é ?! - Sicheng me perguntou, olhando para mim, fixamente, me assustei um pouco, mas não levei muito a sério 

- Um pouco… é que eu queria ficar em casa, dormindo - ri para ele, que fez o mesmo para mim

- Bom, esse é o último dia de sessão para essa linha, então pode dormir o quanto quiser - disse amigável


{• • •}


- E então, ele te chamou para sair…- Digo para Joohyun na chamada de telefone. O assunto era sobre sua agenda para o dia de amanhã, se ela estaria livre para nós sairmos juntas. Mas por causa do barulho no lugar onde ela estava, Bae resolveu me contar sobre como ela chegou até lá

E estávamos falando disso há aproximados quinze minutos. Seu acompanhado com convicção acharia estranho o tempo em que ela ficou no banheiro, fazendo algo que ele não sabe

- Sim, por isso eu estou na balada de hip hop mais chata do país, com certeza - em seu tom, havia decepção - teria sido muito melhor ficar com você e Nakamoto, conversando sobre nada e tudo ao mesmo tempo - ouvi a sua risada do outro lado da linha, e ri também

Meu celular começa a tocar, indicando que eu estava recebendo outra chamada. De um número salvo, e que eu não poderia recusar, nem se quisesse

- Unnie, vou ter que desligar… O Youngjae está me ligando - explico para a mais velha, e tudo que disse, foi um "está bem" carregado de tristeza - Olá? - falei à Hyun Youngjae, assim que aceitei a chamada 

- Oi S/n, eu te liguei para confirmar sua presença na festa de comemoração que a WoUld está preparando, para o sucesso da linha Valentine's day… Amanhã - sua espontaneidade ao falar aquilo, não me deixou recusar.. Aliás, não tinha mais o que fazer no dia seguinte, já que Joohyun também não estaria livre para ficar em casa - Acontecerá na WoUld mesmo

- Pode confirmar sim, Youngjae. Estarei lá - nos despedimos, e encerrei a ligação - Que bom que a linha fez sucesso - digo alto, alegremente enquanto espero algo aparecer na televisão, uma coisa que me entretesse o suficiente e não me fazer dormir debaixo das cobertas de minha cama, aproveitando o clima frio do quarto, proporcionado pelo ar condicionado


{• • •}


{●} Ponto de vista 》 Dong Sicheng


- Hey Cheng, você não vai usar aquela roupa que me disse não é?! - Chittaphon me questionou, torcendo para que minha resposta fosse não

E é claro que não seria, já que o evento de hoje pede uma roupa formal, como um terno. Por que reuniriam compradores ricos, e famosos, como o Chittaphon. Ele não ficou encarregado da música, irá apenas para me acompanhar, caso eu não ficasse flertando com alguém a noite inteira, e no final não ficar com a menina, pelos menos é assim que meu amigo intitula. Entretanto ele não seria tão diferente de mim

- Vou com esse terno - Pego-o pelo cabide, e mostro ao mais velho 

- Preto? Muito formal, vai mais casual, você é modelo deles - comentou escrevendo algo no celular, e sorrindo ao mesmo tempo - tem outra opção? - olhou em minha direção

- Está planejando alguma coisa durente a comemoração?! - interrogo no momento em que vou ao closet pegar um terno diferente

- Sim, e você também devia - me deu o sinal para fazer o que eu estava querendo há quase três meses, mas não tive coragem o suficiente - ela vai estar lá - sorriu sacana para mim

- Acho que ela não vai aceitar. A impressão que passa é que ela é muito retraída - deixo o cabide segurando a roupa, em cima da cama, na frente de Chittaphon para ele ver

- Eu vou te ajudar, então… - falou depois de um suspiro longo - e nem adianta dizer que não precisa, por que você só fala dela, do jeito, do sorriso e do corpo dela há dias - pontuou apontando para mim

- Tá bom, mas como você pretende fazer isso?! - acho que eu não deveria ter perguntado isso ao meu amigo. Até por que sua feição era de indicar que teve uma idéia mirabolante


{• • •}


- Olá Sicheng - uma moça passou ao meu lado, sorrindo maliciosamente para mim. Eu a conheço de outras noites, e também de conversas antigas, sobre alguns flertes nossos

Em exceção dela, outras moças que passavam por mim, e me cumprimentavam eu não conheço, e muito menos cheguei a passar uma noite. Aliás não sou mulherengo o suficiente para ficar uma noite com uma e a seguinte com outra, por que de tudo o que meus país me ensinaram, as coisas que mais fixaram no meu caráter é que isso é errado, e que do jeito que eu não quero ter uma mulher que seja assim, não vou ser esse homem para ela

- Mas cadê ela? - Chittaphon questionou baixo, olhando o ligar todo - espera um pouco - falou começando a andar, mas parou - na verdade, seja você mesmo, que eu trago ela - divergimos de caminho, e segui para o bar do lugar

- Champanhe - peço ao barman e espero, olhando os demais do local, a visão não alcançava a direção em que Chittaphon seguiu, podia ver apenas as mesas e o palco montado em frente à elas 

- Soju, por favor - olho para a pessoa que havia pedido a bebida, e logo recebeu o copo com o líquido - Hum... oi Sicheng - me cumprimenta, aproveitando do seu líquido

- Sooyoung..

- Está esperando alguém? - pergunta ficando de frente para mim

- Sim, mas meu amigo foi procurar para, sem a minha vontade - digo rindo e ela me acompanha

- Oi Sooyoung - S/n chegou por trás da referida e assustou a mais velha. O momento mais engraçado até agora, em que rimos de doer a bariga - Oi Sicheng - me disse secando suas lágrimas - Como estão?

- Aproveitando dessa bebida para esquecer o meu dia ruim... - Park confessou, e iniciou uma conversa paralela com S/n. Já eu, observei o traje da moça, que estava linda usando um vestido preto detalhado, e colado em seu corpo, realçando suas curvas, mas sem aberturas nas laterais, deixando apenas o vestido cair até o chão

Sua maquiagem não está tão extravagante, diferente das outras moças que passavam por mim, ou presentes nessa festa. E seus cabelos arrumados em um penteado que deixava boa parte solta

- E você Sicheng? - Sooyoung me perguntou e as duas passaram a olhar na minha direção

- Hoje eu não tive um dia ruim mas, quero muito aproveitar essa festa também - seus semblantes era de dúvida, e não entendi o por que

- Mas não era sobre isso que a gente estava falando - à medida que S/n dizia a frase, o sorriso no rosto delas crescia - agorao assunto é o rumor sobre um novo modelo que a Would vai ter  - elas começaram a rir de mim, mas para eu não ficar constrangido, ri também

- Eu não soube desse rumor, mas espero que seja um bom colega de trabalho - beberico um pouco do meu champanhe

- O que vocês pediram? - a mais nova interrogou, vendo Sooyoung beber todo o soju do copo dela em segundos

- Pedi champanhe e ela pediu soju - falo para S/n, que chegou perto do balcão e pediu uma bebida sem álcool

- Hheo... assim você não aproveita a festa do jeito certo - Sooyoung comentou nos fazendo rir

- Eu prefiro ficar sóbria até o final da noite - falou sorrindo - Ué, o Chittaphon tá na comemoração também? - estranhou vendo ele se aproximar de nós

- Olá senhoritas - curvou-se para cumprimentá-las, ouvindo o olá delas logo em seguida - Vou querer um soju, por favor - pediu ao barman, que entregou-o segundos depois - quero começar bem a noite

- Você sim sabe aproveitar - Sooyoung disse à Chittaphon

- É, acho que sim - ele piscou para Park, que fez o mesmo



Notas Finais


Novos personagens, pessoas diferentes e um flerte entre Sooyoung e Chittaphon daria certo?!
Emfim, me perdoem quanto aos erros, o capítulo não foi revisado.. Mas continua semana que vem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...