História Vai ver, isso quer dizer AMOR - Capítulo 41


Escrita por:

Postado
Categorias Fátima Bernardes
Personagens Fátima Bernardes, Personagens Originais
Tags Fátima Bernardes, Fatu, Romance
Visualizações 58
Palavras 1.022
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii, povoooo!
Capítulo fresquinho pra ocês. Boa leituraaaaaaa

Capítulo 41 - Bobão...


POV FÁTIMA

A segunda-feira chegou e a realidade me chama outra vez. Confesso que só me recordo da minha fobia de avião, quando tenho que voltar pra casa. A vontade que eu tenho é de ficar aqui nessa cama esperando Túlio me trazer o café da manhã com alguma daquelas coisas bonitas que só ele sabe falar logo cedo. Mas a verdade é que tenho que voltar pra casa e começar a semana. A semana do meu aniversário inclusive, por mim eu faria algo lá em casa, pra uns poucos amigos, mas a Eduarda tá com uma ideia fixa de fazer algo maior, tenho que pensar nisso depois, mas depois mesmo, porque agora chegou a pior hora do fim de semana, a hora da despedida.

- Amor, tá pronta? – escutei o meu pernambucano perguntar com sua vozinha rouca matinal

- Tô sim, meu amor – terminei de colocar o tênis e me levantei para beijá-lo

- Então vamos, né?- perguntou ele enquanto acariciava o meu rosto

- Vamos.

POV NARRADOR

Túlio pegou a mala da namorada e os dois saíram com destino ao aeroporto.

No caminho, permaneciam em silêncio, um silêncio confortável para eles. Fátima acariciava os cabelos do rapaz enquanto ele dirigia, a troca de olhares sinceros dizia muito mais que qualquer palavra.

Estacionou no aeroporto e caminharam até um lugar mais reservado perto da área de embarque.

- Faltam cinco dias – disse Túlio olhando a mulher e passando a mão carinhosamente pelo seu rosto

- Pra quê? – questionou ela intrigada

- Pra mim ver o meu sorriso preferido outra vez – respondeu ele arrancando um sorriso lindo dela

- Dessa vez é você que vai, né?

- Ainda não sei, você ainda nem foi... – respondeu ele rindo

- Mas já to com saudade – disse ela fazendo um carinho nos cabelos bagunçados dele

- Eu também – respondeu ele com um selinho.

- Você vai ter que ir. No sábado é meu aniversário, não vou poder vir.

- Ah é? – indagou ele fingindo surpresa

- Vai rolar algum coisa, ainda não sei o quê, Duda tá com umas ideias aí.

- E você tá me comunicando ou me convidando? – ele resolveu provocar

- Túlio, eu não preciso te convidar. Você já é parte da minha, então pressupõe-se que você deve está comigo em todos esses momentos. – respondeu ela arrancando um sorrisão do advogado.

- Tá. Eu vou olhar na minha agenda – brincou ele

- Para de ser palhaço, Túlio... – falou ela dando um “tapa” no ombro do rapaz

- Não me bate, posso me apaixonar

- E você já não está apaixonado, Túlio?

- Completamente. COMPLETAMENTE APAIXONADO. – falou ele, fazendo com que todos que estavam perto olhassem para o casal.

- Pelo amor de Deus – repreendeu Fátima escondendo-se no abraço dele – Maluco!

- Você sabia que eu era assim desde o começo – argumentou ele

- Foi por isso que me apaixonei, Seu bobão – respondeu ela puxando ele pra um beijo.

Fizeram a última chamada, eles se despediram e a carioca embarcou, voltando pra casa e pra sua rotina, mas contando os minutos para o momento em que veria seu bobão preferido outra vez.

Horas depois, pousou na Cidade Maravilhosa e passou correndo em casa, deixou as malas, tomou um banho e pegou o carro saindo em direção aos estúdios Globo.

A semana já tinha começado pros filhos, não tinha ninguém em casa, cada um já tinha pegado o seu rumo na segunda-feira de manhã. No caminho, ela mandou mensagem para cada um deles. Sabia que só os veria no fim do dia.

Chegou na emissora e foi correndo pra reunião pré-programa. Depois, foi pro camarim esperar as meninas do cabelo e maquiagem.

- Olá, Deusaaaaa – disse Duda entrando

- Olá – respondeu a jornalista alegremente

- O quê que um fim de semana ao lado de um certo alguém não faz, né? A alegria da pessoa essa hora...- brincou a Amiga

- Hahahaha, você só pensa nessas coisas, né?

- Eu não to pensando em nada...

- Tá bom, que eu não te conheço, né Eduarda?

- Mas mudando de assunto, o que foi aquela ida ao cinema ontem, hein?

- Menina, cê viu? Eu avisei pro Túlio que ia causar um burburinho, mas eu não pensei que ia ser tudo aquilo.

- Não se falou em outra coisa.

- Agora já foi. E não foi um problema pra mim, não tenho motivo pra esconder minha felicidade.

- own que linda – instigou Eduarda

- Fico receosa por Túlio, as pessoas vão fuçar a vida dele...

- Vocês vão tirar de letra – falou Duda, piscando o olho pra amiga – Mas mudando de assunto outra vez, e o seu aniversário em Senhora Gadêlha?

- Bom diaaaa – disse a cabeleireira entrando no local.

- Uffaaa, salva pelo gongo – falou Fátima, aliviada.

- Não pense que você vai fugir desse assunto não, visse? Depois do programa você não me escapa - disse Duda saindo do camarim

- Tá bom, tá bom.

Fátima foi se preparar para o primeiro da semana.

Pelos corredores ela não pôde deixar de ouvir as pessoas comentando sobre o seu relacionamento.

No programa não foi muito diferente. Quando viu uma das pautas, ela quase não acreditou, parecia uma pegadinha muito bem elaborada. Falariam sobre amor a primeira vista. Até parece que alguém tinha escolhido de propósito.

Tentou-se manter neutra durante quase todo o bloco, mas antes que encerrassem o assunto, Lair entrou em cena:

- E você, Fátima Bernardes?

- Eu? O que tem eu?

- Acredita em amor a primeira vista?

- Olha... Eu... Eu acredito sim! Acredito muito que o amor pode surgir em um simples troca de olhares – Nessa hora pôde-se ouvir um “ HMMMMMMMMM” da plateia e dos convidados. Fátima corou na hora.

- Hmmmmmm, fale mais sobre.

- Fala mais nada, Lair. Tem nada pra falar!

- Tá bom. – disse ele encerrando o assunto e Fátima aproveitou pra chamar o intervalo comercial.

Depois do programa, Fátima teve reunião e logo depois foi direto pro almoço, agradecendo por Duda ter que ir gravar uma externa, assim ela teria mais um tempo pra pensar sobre o que realmente fariam no sábado.


Notas Finais


Me falem do capítulo por favor, sabem que sou insegura. xeroooo, té mais ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...