História Vamos Casar! - Jikook - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXID, EXO, Girls' Generation, Got7, Mamamoo
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Hani, Jackson, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), LE, Lu Han, Mark, Min Yoongi (Suga), Moonbyul, Park Jimin (Jimin), Sehun, Solar, Sunny, Taeyeon, Xiumin
Tags Ahn Sisters, Bangtan Boys, Blackpink, Bts, Chanbaek, Crossover, Exid, Exo, Girls' Generation, Got7, Hale, Hentai, Hunhan, Jensoo, Jikook, Mamamoo, Markson, Moonsun, Sope, Sunyeon, Taegi, Taeyoonseok, Xiuchen, Yaoi, Yuri
Visualizações 90
Palavras 844
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha só, eu aqui no domingo hehe
Aproveitem e qualquer errinho, sorry!
:D

Capítulo 3 - Chapter II - Um Gato Persa


Fanfic / Fanfiction Vamos Casar! - Jikook - Capítulo 3 - Chapter II - Um Gato Persa

Chapter II - Um Gato Persa

Quarta-Feira, 11 de julho.

14h56min, Seul - Veterinária.

 

Jimin estava todo sorridente, os lábios queriam tanto espaço na face bonita que faltavam rasga-la. Finalmente ele havia adotado um gato - persa, de pelugem branca, fofinho, filhote e o melhor ele soltava muito pelo! -, estava no consultório apenas para que checassem se seu novo amiguinho era saudável o suficiente e para tomar as medicações, deixou o bichano com a doutora enquanto eles aplicavam as vacinas que ele necessitava e se direcionou a lojinha do local para comprar o necessário, Park não sabia muito sobre bichos de estimação, tivera um peixe em toda sua curta vida, do qual ele apenas alimentava.

O plano dele era apenas ter o gato em casa para que Jungkook mantivesse afastado de lá tudo por conta de seu probleminha . Comprou vasilhas para comida e água, uma caminha, alguns brinquedinhos, a ração obviamente, iria até comprar uma roupinha, mas achou melhor não, gatos não pareciam curti muito isso, a coleira foi o mais difícil, tinha noção de que o bichano era macho, mas não tinha escolhida nenhum nome até o momento, então ponderou na frente dos objetos qual seu o novo nome do gatuno. Lembrou que seu nariz tinha uma manchinha cinza enquanto o restante era meio rosado, pegou a placa e a colocou na máquina que gravava os nomes logo digitando: Yoni.

Por três motivos, um, seu melhor amigo era Min Yoongi, dois, seu apelido era Yoni, e por último, Yoongi era branco demais, dormia demais, tinha uma língua áspera que nem a de um gato entre muitas outras características.

Quando a máquina terminou seu barulhinho irritante, Park pegou novamente o enfeite e escolheu uma coleira preta que tinha buraquinhos e detalhes prateados. Pagou tudo e foi em busca de Yoni.

É parece que Jimin ia se apegar ao gato mais por amor do que por algum plano “maléfico”.

 

Sexta-feira, 13 de julho.

12h10min, Seul - Em algum restaurante.

 

Park batia o pé esquerdo que portava um sapato social extremamente limpo, havia pedido sua comido há exatos cinco minutos com tudo estava realmente ansioso, recebera uma ligação inesperada, não conseguia esconder seu ânimo, Park Chanyeol, vulgo Chany, vinha da Europa após muito tempo, decidido morar próximo ao primo, a única diferença é que Chanyeol se dava bem com Jungguk e muito mais com o irmão do citado, o Baek, mas isso era história para outro momento, para outras vidas, talvez ‘pra quando a ansiedade passasse.

 

Mensagens On

- Dumbo -

J - Chanyeol, cadê vc dumbo?

 

Dumbo - Oi, tudo bem primo? Eu ‘to bem sabe, chegando ao meu destino sem problemas, obrigado por perguntar :D

 

J - Larga de cu doce! Sério, eu vou morrer!!!!

 

Dumbo - De que?

 

J - De fome poste!!

 

Dumbo - Oxeeee! Essa gordura que tu carrega na bunda serve nem para estoque?

 

J - Babacão deixa minha bunda em paz! Vcs vivem falando dela! Nem é tão grande assim!

 

Dumbo - Olha Jiminnie, é grande sim, se eu não fosse seu primo vivia agarrando ela, bom estou chegando logo, até gatinho ;)

 

Mensagens Off

Se Jimin havia ficado envergonhado com aquilo? Muito! Hora, como o primo tinha ficado tão abusado, Park balançou a cabeça de um lado pro outro tentando esquecer tudo aquilo e pediu um copo de suco de laranja com gelo e sem açúcar. Apoiou o braço na mesa pondo logo sua bochecha em sua destra - pequena - esquerda, ficou olhando para fora e até certo ponto não sabia se era pra ficar feliz ou triste ou nervoso ou... Ou... Ou tudo, de um lado via seu primo e de outro Jungguk agarrado com provavelmente uma de suas funcionárias, naquele momento ele ficou meio chateado não sabia o que estava havendo com si, talvez ele tivesse uma quedinha pelo Jeon e ver aquela agarração tirou a magia toda pelo boy ou se fosse apenas pelo casamento, e se Jungkook ficasse lhe traindo enquanto estavam juntos? Balançou a cabeça de um lado pro outro, hora, Jeon era adulto e eles também não deviam satisfações a ninguém e nem ninguém a eles, outra que, se Jungguk fosse traí-lo ele também trairia, não carregaria chifres sozinho, não mesmo.

 

                - Minnie? - Chanyeol balançava a mão em frente ao seu rosto.

                - A-ah! Oi Chany - levantou e se abraçaram ali mesmo no meio do salão.

 

Só que nem Park Jimin e nem Park Chanyeol esperavam que Jungkook ficasse os vendo pela vitrine do local, o sangue ferveu dentro de si, Jungguk sabia que tinha ciúmes de Jimin desde pequeno e agora eles iriam se casar, aquilo o deixava p-u-t-o.

 

                - Oppa! Vamos logo! - a garota que se esfregava em si era Nayeon, uma de suas funcionárias nada competente, porém com um corpo esbelto.

                - Vamos sim querida, pode entrar no carro, vou fazer você gritar meu nome hoje.

 

A garota entrou no carro, se Jungkook não podia aliviar sua raiva matando alguém, iria extrapolar em outra coisa que mandava super bem em sua opinião, sexo.


Notas Finais


:3 bjos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...