História Vamos Ter um Bebê - Kim Namjoon - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Namjoon
Visualizações 58
Palavras 779
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CHEGUEI

Odeio ficar doente :(

Boa leitura amores 💕😔🍭

Capítulo 15 - XV - Amor da minha vida


O dia passou rápido e logo estávamos em casa de novo. No quarto eu pensava no que poderia fazer para juntar o meu mais novo casal favorito e nada vinha a minha mente.

Fui até Haru que cantarolava enquanto conversava com alguém em seu celular.

— Haru-san preciso de ajuda. - Ditei e me sentei na cama ao seu lado.

— Diga Clara-chan. - Ela riu.

— Jin e Hoseok eram um casal, mas agora eles precisam fazer as pazes.

— Eles eram um casal?

— E precisam fazer as pazes.

— Que tal um jantar para os dois?

— Ah você me deu uma ótima ideia. Só um instante.

Corri de volta para o meu quarto acordando Namjoon que xingava todos os palavrões possíveis enquanto era arrastado por mim até o quarto de Haru.

— Oi diretor. - Haru riu do estado do moreno que me encarou emburrado.

— Bom dia. - Ele se sentou na poltrona que estava ali no canto.

— Namjoon, ainda nem anoiteceu. - Adverti e o rapaz desnorteado abriu as cortinas se assustando ao ver que ainda tinha sol.

— Por que me acordou, Clara?

— Porque eu preciso de sua ajuda numa coisa. - Me sentei novamente. — Preciso do endereço de um bom restaurante, eu não conheço Busan e você é a única pessoa que pode nos ajudar.

— Eu conheço um restaurante no centro que é muito bom, podemos ir lá.

— Não, não é para nós, é para Hoseok e Seokjin.

— Um encontro?

— Isso aí diretor. - Haru sorriu.

— Como isso vai funcionar? - Perguntou ajeitando os cabelos.

— Você faz a reserva, Haru leva o Hoseok e eu levo o Jin para o restaurante.

— Por que você tem que levar o Seokjin? - O moreno cruzou os braços me fazendo rir.

— Porque quero fazer umas perguntas a ele, então por favor colabore.

— Tudo bem. - Revirou os olhos. — Vou fazer a reserva.

— Eu vou falar com o Jin.

— E eu com Hoseok.

Saímos do quarto e fui ao quarto de Jin em passos lentos, abri a porta e sentei ao seu lado na cama. Ele me olhou e logo sorriu.

— Podemos sair mais tarde?

— Claro, mas por que não irá com Namjoon?

— Ele vai estar ocupado e você é um dos meus melhores amigos.

— Eu vou. Onde vamos?

— A um restaurante, vai ser divertido. Esteja pronto às oito.

— Tudo bem. - Sorri uma última vez e saí do quarto.

Meu corpo estava tão quente, me sentia tão necessitada. Gravidez trazia isso? Eu realmente não faço ideia.

Mas eu precisava me aliviar e não aguentava mais me controlar.

— Namjoonie. - Chamei e me sentei no colo do mais velho que só me encarou confuso. — Preciso de você agora.

— Como assim?

— Preciso do seu corpo, amor.

— Você quer? Com todo mundo acordado?

— Não podemos?

— Acho melhor não agora. Que tal quando Jin e Hoseok estiverem no encontro, uh?

— Tudo bem. - Fiz a melhor cara de tédio que podia e saí de seu colo me deitando na cama.

— Como vai o meu pequeno?

— Quietinho como sempre. - Sorri fraco e vi o moreno sorrir também.

— Quando ele nascer, eu prometo que vou ser um ótimo pai presente.

— Eu acredito. E eu prometo que serei uma ótima esposa.

— Vai ser a melhor.

As horas voaram e logo chegava a hora de pôr o plano em ação. Me arrumei de forma básica já que não faria nada e saí antes de Haru e Hoseok, e quando Jin entrou no quarto ele riu.

— É um encontro com o Hoseok não é?

— Como caralhos você descobriu?

— A Haru não fala muito baixo.

— Merda. - Colei a testa no volante. — Vai desistir?

— Não. Vamos logo, vamos.

Sorri e dirigi até o restaurante que logo chegamos. Jin deixou um beijo em meu rosto e saiu do carro logo entrando no restaurante.

SEOKJIN POV ON

Entrei e me sentei olhando o cardápio.

— Jinnie? - Hoseok me olhava e sorriu logo se sentando a minha frente.

— Foi ideia da Haru e da Clara. - Falei sorrindo.

— Eu adorei a ideia na verdade. - Segurou minha mão com um sorriso largo em seus lábios. — Eu quero muito me resolver com você.

— Eu amo você Hoseok, também quero me resolver.

— Eu... Também te amo. - Ele sorriu surpreso me fazendo soltar uma risada.

Eu definitivamente o amava.

— Quando eu vi você, meu coração bateu diferente. Eu acho que você é o amor da minha vida Jinnie.

— Você é o amor de minha vida Hoseok. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...