História Vampcendants - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes, Saga Crepúsculo
Personagens Alice Cullen, Bella Swan, Carlisle Cullen, Carlos de Vil, Chad, Doug, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Evie, Jacob Black, Jane, Jasper Hale, Jay, Mal, Personagens Originais, Príncipe Ben, Renesmee Cullen, Rosalie Hale
Tags Ação, Terror
Visualizações 213
Palavras 701
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Agora já não podes fugir mais de mim.



POV BEN

Não sei bem quanto tempo é que o Carlisle e a Mal ficaram abraçados, mas sei que foi muito tempo. Ainda bem que a Mal o aceitou como pai. Ela normalmente não aceita as pessoas com facilidade.

~F. Madrinha~ Isto é tudo muito bonito mas podemos voltar ao casamento?

Toda a gente se começou a rir. A mesma ventania voltou e outras pessoas entraram lá dentro.

~Carlisle~ Mal. Estes são os teus irmãos: a Alice, o Edward e a Rosalie. Os teus cunhados: o Jasper, a Bella e o Emmet. A tua madrasta Esme e a tua sobrinha Renesme.

~Mal~ Prazer. 

~Todos os Cullen~ O prazer é todo nosso. 

~Evie~ Mas que grande família. -sussurrou ela para mim. 

~Carlisle~ Rei Adam. Não se importa que eu a leve até ao altar? -perguntou ele para o meu pai. 

~rei Adam~ Claro que não me importo. 

~Edward~ Podemos seguir com o casamento? 

~Mal~ Acho que podemos. 

POV MAL

Rei Adam foi para o lado da rainha Bella, o meu pai entrelaçou o seu braço no meu, toda a gente voltou para os seus lugares e a música voltou a tocar. 

Cheguei ao altar e rezei para que nada de mal acontecesse para não estragar este momento. 

~F. Madrinha~ Mal Bertha Cullen! Aceita casar com Benjamin Florian, e amar e respeitá-lo, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte vos separe? 

~Mal~ Aceito. 

~F. Madrinha~ Benjamin Florian! Aceita casar com Mal Bertha Cullen, e amar e respeitá-la, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte vos separe? 

~Ben~ Eu aceito. 

~F. Madrinha~ Pelo poder que me foi investido! Considero-vos marido e mulher! Pode beijar a noiva. 

Beijámonos e toda a gente se a levantou e aplaudiu. 

~Ben~ Agora já não podes fugir mais de mim. -sussurrou ele ao meu ouvido. 

~Mal~ Isso dizes tu. -disse eu e dei-lhe um selinho nos lábios. 

Saímos daquela espécie de igreja (~Inês~ Espécie de igreja? Isso é a sério? ~Mal~ Sou eu que estou a falar Inês! POR ISSO CALAME ESSA BOCA! ~Inês~ Ok! Estás muito violenta para o meu gosto!) e fomos para o local em que íamos fazer a festa. 

Chegámos lá e estava tudo maravilhoso. Tivemos de pedir para trazerem mais umas quantas cadeiras para a minha mesa para a minha nova família se puder sentar. Mas ainda bem que não foi preciso fazer mais comida, já que eles só bebem sangue. Sentámo-nos todos a almoçar. Só sei que nós passámos o almoço todo a contar histórias e acontecimentos ao longo da nossa vida. Eu não tinha muito para contar mas o meu pai e os meus irmãos tinham. Eles que são em volta 200 anos mais velhos que eu, menos a Bella e a Renesme que são vampiras há muito pouco tempo. 

~Emmet~ Mal. Nós vivemos te avisar e proteger de uma coisa que muito em breve irá acontecer. 

~Mal~ O que vai acontecer? 

~Bella~ Nós todos temos um poder especial. Eu por exemplo, consigo proteger as pessoas dos poderes dos vampiros. 

~Alice~ Eu consigo ver o futuro. 

~Esme~ E a Alice viu que tu estás em perigo. 

~Ben~ Como assim, a Mal está em perigo? 

~Jasper~ Existe um clã de vampiros italianos... 

~Rosalie~ Chamado Volturi...

~Edward~ Que querem que te juntes a eles. 

~Evie~ Como?! 

~Mal~ Porquê que é a mim que eles querem? 

~Carlisle~ Tu és não és uma humana qualquer. Tu és a mais poderosa. 

~Bella~ Sendo muito poderosa como humana... Então se eles te tornarem vampira... 

~Edward~ Ficarás com o triplo do teu poder. 

~Jay~ Então esse clã só procura humanos poderosos para os tornar vampiros? 

~Emmet~ Isso mesmo. O teu nome é Jay, não é? 

~Jay~ Sim. 

~Emmet~ Gosto do teu nome. 

~Jay~ Obrigado. 

~Alice~ Eles estão a caminho daqui. 

~Edward~ Ainda estão longe. Não sinto o pensamento de nenhum deles. 

~Carlos~ Sentir o pensamento? 

~Rosalie~ O Edward tem a capacidade de sentir e ler o pensamento de todos os humanos e vampiros. 

~Bella~ Menos os meus. 

~Edward~ Eu esquecime de dizer que também não consigo ler os pensamentos da Mal... 

~Esme~ Aí está a prova de que ela é muito poderosa. 

~Ben~ Então... E agora o que é que fazemos? 


CONTINUA... 





Notas Finais


Espero que tenham gostado. 💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...