História Vampireverse: Marcas do passado - Capítulo 6


Escrita por: e linilontra16

Postado
Categorias Lendas Urbanas, Undertale
Personagens Sans
Tags Romance, Tragedia, Undertale Au, Universoalternativo, Yaoi
Visualizações 33
Palavras 493
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 6 - Minha dor


Eu preciso de você... 

 Margareth... 


 *Flashback* 

A muito tempo atrás, antes da grande guerra, um casal vivia em uma cabana singela no meio da floresta. Moravam ali por opção, já que possuíam também um castelo nas proximidades. Eram rei e rainha vampiro com uma vida simples, e faziam questão disso. A esposa está preparando um desjejum para o marido descansar do trabalho árduo que é cortar lenha. 

–Amor, como está indo? 

 –Eu... *Recuperando o fôlego* Eu estou indo bem! 


 {P.O.V. Fallacy} 

Ela sai de casa; está com um vestido azul claro, nunca vou esquecer o momento em que a presenteei com ele. Fica simplesmente perfeito. "Seu desjejum está pronto! Venha pra dentro de casa!" Eu não consigo dizer não para ela. Ela é meu raio de sol, minha esperança. 

 Momentos depois alguém bate a nossa porta. Sem fazer nenhum barulho, Margareth faz um sinal que vai abrir a porta, mas puxo sua mão preocupado com o que pode acontecer se ela fazê-lo. Tiro os sapatos para um caminhar mais silencioso na madeira do chão, e observo um grupo de pessoas com tochas e forcados. Eram os soldados do outro reino?

 Um deles fez sinal para atearem fogo na casa! 

 Segurei o pulso de Margareth: "venha, depressa! precisamos fugir!" 

 Saímos correndo freneticamente pela floresta em direção ao nosso castelo; ela olha a cena atrás de si com lágrimas nos olhos, nossa casa estava em chamas. Vozes carregadas de ódio nos perseguiram pela floresta incendiando todo o caminho por onde passavam. 

 "Ali! Eles fugiram!" 

 "Bruxos!" 

 "Não são de Deus!" 

 "Criaturas diabólicas!" 

 "Morram!" 

 "Nós não aguentamos mais!" 


 Eu estava chegando a fadiga por causa do trabalho, ela não aguentava mais correr porque sentia dores. "Estamos cercados... E agora?" Quem parecia ser o líder deles disse: 

"Margareth, você foi acusada de bruxaria e adultério da sacra vontade de Deus!" 

 –MAS O QUE ELA FEZ!?- levantei a voz, extremamente indignado.


 Antes que percebesse, um deles cobriu o rosto dela com um saco e a afastou de mim! 

 –Amor! 

–Tudo bem! Eu vou ficar bem! Converse... Com el e s. . ." 

 –O QUE VOCÊS FIZERAM!?? 


 Enfureci, e minhas memórias ficaram distorcidas a partir desse ponto.

Meses depois soube que ela estava presa em uma cela fria. 

 Malditos! Os demônios aqui são vocês... 


 Eu não pude fazer mais nada, me acovardei na segurança do castelo. Não tenho um exército eficiente para uma situação tão delicada... Um passo em falso e os dois reinos entram em guerra. 

Meu povo já sofre demais com essa opressão de sermos "sanguinários". É verdade, mas também sabemos amar. Será que é pedir demais que ninguém mais tenha que sair com medo de ser morto nas ruas? 


 Chamas arderam em praça pública; um rosto melancólico e magro que não pude reconhecer a primeira vista. Eu não era mais eu naquele momento. ...E antes que a consciência daquele corpo se desvanecesse, eu escutei:

 "Amor... Eu estou grávida... Nos s o fi lho e s tá. . ." 



Notas Finais


;-; Que pesado... ;-;

Eu continuo (1) ou volto pra história principal (2) ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...