História True Love - Varchie - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Alice Cooper, Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Chuck Clayton, Clifford "Cliff" Blossom, Dilton Doiley, Elizabeth "Betty" Cooper, Ethel Muggs, Forsythe Pendleton "FP" Jones II, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Frederick "Fred" Andrews, Ginger Lopez, Hal Cooper, Hermione Lodge, Hiram Lodge, Jason Blossom, Joaquin, Josephine "Josie" McCoy, Kevin Keller, Marmaduke "Moose" Mason, Mary Andrews, Melody Valentine, Oscar Castillo, Penelope Blossom, Personagens Originais, Polly Cooper, Pop Tate, Reginald "Reggie" Mantle, Sierra McCoy, Smithers, Tina Patel, Treinador Clayton, Trev Brown, Valerie Brown, Veronica "Ronnie" Lodge, Waldo Weatherbee, Xerife Keller
Visualizações 115
Palavras 829
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Preparem os hearts [email protected] Lá vem capítulo monstro.

Capítulo 32 - Como assim?! - 1.31


          P.O.V Cheryl Blossom

Estava em casa depois de saber da notícia babadeira que a Verônica tá noiva do Andrews. Eu e Toni estávamos vendo The Orange Os The New Black, até que ouço um barulho na porta.

C: Vou lá.

T: Ok.

Vou até a porta e meu corpo paralisa e só consigo dizer.

C: J-Jason?!- digo entre lágrimas.

JS: Cheryl, me ajuda, já já te explico tudo.

C: Ok, ok. Toni! Ajuda aqui!

T: Tô indo.

Eu e Toni ajudamos o Jason entrar em casa, ele estava completamente sujo e machucado. Assim que termino de fazer seus curativos, pergunto.

C: M-me explica.

JS: Ok. Assim que terminarmos o "teatro" no dia 4 de julho, fui pra uma casa em que Polly e eu fugiria-mos, no dia 10 de julho decidi não querer mais ver a Penelope e o Clifford pra sempre e fingi uma morte, peguei um corpo de um cara ruivo e parecido comigo e fiz uma marca de bala na cabeça dele é joguei no rio Sweetwater. Eu me alimentava de sobras de comida do lixo, até que ontem foi o meu último prazo para uma compra de drogas em que havia feito e os caras me bateram muito, assim que soube que o Clifford morreu e você enfrentou a Penelope, decidi vir atrás de você. Foi isso.

C: Isso..... É..... Muita coisa pra mim processar, mas, o importante é que você está aqui e está a salvo, você não tem idéia do quanto eu sofri com sua "morte". Foi horrível.- assim que terminei de falar, Toni entra na sala.

T: Eu não me apresentei, sou Toni Topaz a.....

C: Minha namorada.

T: E.... Eu trouxe comida.- ela mostra uma bandeja de comida.

Jason come a comida como se nunca tivesse visto comida antes.

C: Jason, você vai dormir no quarto de hóspedes.

JS: Eu não quero atrapalhar vocês.

C: Você nunca atrapalha.

Ele foi tomar um banho e foi dormir.

C: Jason, se precisar de algo, pode me chamar tá?

JS: Tá Cheryl, e muito obrigado por cuidar de mim, eu te amo Cheryl.

C: Eu também te amo Jason.- dou um beijo em sua testa e vou pro meu quarto.

C: Você tá incomodada com ele aqui?

T: Não, ele é muito legal e simpático.

C: Que bom!- me deito na cama.

T: Boa noite Amor.

C: Boa noite topázio.- ela me dá um selinho e cai no sono.

Pela manhã...........

Me levantei antes de todos e fui fazer minhas higienes matinais, assim, fui fazer o café da manhã, quando terminei, Toni e Jason entram na cozinha.

JS: Bom dia!- Jason sempre acordava de bom humor, no começo isso me irritava, mas senti muita falta disso.

T: Bom dia.- já a Toni, acorda neutra. Nem de bom humor e nem de mal humor.

Nos sentamos na mesa e ficamos conversando.

C: Gente, o que vocês acham de fazer uma reunião pra saberem que Jason tá vivo?

T: Eu acho ótimo.

JS: Eu também.

De noite quando todos estavam ali........

Eu havia chamado: Verônica, Archie, Jughead, Reggie, Polly e Betty.

Todos estavam sentados nessa ordem.

V: Cheryl, pra que nos chamou aqui?

A: É mesmo.

P: Verdade, a última vez que eu vim aqui, não foi legal.

C: Gente, eu vim falar pra vocês que , Jason tá vivo!

J: Como ele tá vivo sendo que foi enterrado?!

C: Jay-Jay, vem cá.- o Jason entra na sala e todos paralisam.

P: J-JASON!- Polly corre para abraça-lo.

JS: Eu senti tanta saudade.- eles dão um beijo calmo.

J: Jason, eu fiz até um livro sobre sua morte pra te mostrar como foi impactante sua "morte". E por falar nisso, como você tá vivo?

Jason explica tudo.

V: Uau.

JS: Eu não te conheço.- diz para a Verônica.

V: Verônica Lodge.- eles apertam suas mãos, e Archie não consegue disfarçar a cara de cu.

C: Fica tranquilo Andrews, ele sabe que ela tá noiva de você.

R: Noiva?!- Reggie grita.

V: Sim- ela diz mostrando o anel em seu dedo.

C: Casos de família: O caso de hoje é de Reggie Mantle, um rapaz talarico.

Ficamos conversando muito e percebi o olhar de felicidade do meu irmão ao ver a Polly, ele realmente a ama. Depois de um tempo, todos foram embora.

          P.O.V Jughead Jones

Não fiz questão nem de olhar na cara da Betty. Saio da casa da Cheryl e sinto alguém me puxar pelo braço.

B: Jughead, precisamos conversar.

J: Não Betty, não precisamos, já entendi que você prefere o Pea.

B: Não! Me deixa explicar.

J: Rápido.

B: No dia que você viu aquilo, eu ia te chamar pra jantar em casa, daí o Pea veio em casa sem me chamar, me prensou na parede e me beijou a força. Eu tentei empurrar ele mas não consegui. Por favor Jughead, eu te amo.

J: Betty, eu confio em você, e o Pea já tava dando sinais que queria você, ele desabafou com a Toni que queria você, ele não parava de te encarar no dia em que você virou uma serpente. Eu te amo Betty Cooper.

B: E eu te amo Jughead Jones.- damos um beijo calmo, cheio de paixão e de saudade.

C: Opa, opa, bora vazando que eu não quero ninguém transando na frente da minha casa.- Cheryl disse batendo palmas.

Rimos e fomos cada um pra sua casa.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...