História Vastaya. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail, League Of Legends (LOL)
Personagens Gray Fullbuster, Natsu Dragneel, Neeko, Personagens Originais
Tags Fairy Tail, Gray, League Of Legends, Lol, Neeko
Visualizações 19
Palavras 1.198
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem e perdão pelos erros! ~

Capítulo 3 - "Você roubou o pergaminho de Zed, não é?!"


Fanfic / Fanfiction Vastaya. - Capítulo 3 - "Você roubou o pergaminho de Zed, não é?!"

((♡ › Natsu

— Que saudade que eu estava! — Lisanna exclamou, enquanto eu estava com o rosto virado na direção em que Neeko saíra com Gray. Fiquei calado, tentando entender o por quê ela saiu, enquanto Lisanna me sacudia.

— Naaaatsu! — Me chamou ela, beliscando-me. 

— Ai, desgraça! — Me afastei imediatamente, passando a mão no local em que fui profundamente machucado.

— Ei, qual é o problema? — Perguntou ela, fazendo biquinho.

— Desculpa, desculpa, eu te explico melhor depois. — Cocei a nuca, suspirando.

— Tudo bem...Eu estou indo pra' Guilda agora, você quer me acompanhar até lá? — Lisanna abriu um sorriso, já estendendo-me o braço. Hesitei por um tempo e dei um suspiro.

— Desculpa, mas não, eu tenho que ir atrás de uma pessoa. — Ela pareceu desapontada, mas eu não pude fazer nada. Precisava encontrar a Neeko e saber o quê houve. 

— Entendo...Bem...Então tchau, Natsu... — Se despediu.

— A gente se vê. — Acenei com a mão, enquanto Lisanna caminhava, desaparecendo para fora da floresta. Assim que comecei a andar na direção em que Neeko e Gray saíram ouvi um grito.

— NEEKO! — Arregalei os olhos, já ficando preocupado e comecei a correr na direção do grito. Ouvi vozes baixas ali por perto e resolvi procurar lá também. 

Foi aí que dei de cara com Gray, abraçando Neeko, que parecia ferida. Do outro lado, havia um cara de cabelos longos trançados, com uma foice, que parecia furioso, mas não tanto quanto eu.

— O quê aconteceu com ela?! — Caminhei até Gray, com a feição já irritada.

— Estávamos brincando com os animais e...Ela foi acertada por ele... — Me abaixei, segurando o rosto da pequena entre as mãos. Ela estava fria. Encarei Gray por um segundo e ele arregalou os olhos.

— Nem fodendo que eu vou te deixar aqui sozinho com esse cara! — Ele exclamou ele, me encarando com uma careta.

— Eu não quero que ela fique mais machucada do que está, então, Gray... — Tentei convencê-lo, mas nada.

— Eu não vou sair. — Respirei fundo, passando a mão nos cabelos. 

(A partir disso, recomendo ler ouvindo Phoenix - Cailin Russo & Chrissy Costanza. Só não me lembro se a música estará sincronizada com a luta, espero que sim K. Qualquer coisa, leiam bem devagarinho -qq.)

— Me devolva o quê você pegou, sapo de cabelo azul! — O cara de cabelos trançados berrou, correndo em nossa direção. Protegi Neeko e Gray com um tipo de barreira feita de fogo, que fez o cara voar para trás, caindo em pé.

— Não ouse chamar ela disso! E quem é você, maldito?! — Me aproximei um pouco, com as mãos em chamas.

— Kayn... — Consegui ouvir Neeko murmurar, se separando de Gray. Ela me encarou.

— Natsu, não briga com ele...Neeko forte...Neeko capaz de lutar... — A pequenina se levantou, esfregando a bochecha.

— Você roubou o pergaminho de Zed, não é?! Devolva, sua ladra! — O tal Kayn rosnou, o olho esquerdo, avermelhado, brilhando. 

— Eu não peguei! — Gritou ela, lançando um tipo de emaranhado brilhante em amarelo, que enraizou o cara de tranças. Ela jogou um tipo de semente, que floresceu três vezes, parecendo causar um dano razoável a ele. Rangendo os dentes, gritei.

— NEEKO! — Arregalei os olhos, quando ela foi puxada pela foice e levou dois golpes de Kayn, caindo no chão.

—  火竜の鉄拳! (Karyū no Tekken!) (Punho de Ferro do Dragão de Fogo!) — Envolvi meus punhos em fogos, partindo para cima do moreno, acertando em cheio um soco em seu rosto, o fazendo cair com tudo para trás. Kayn gritou, de repente tomando uma aparência grotesca, a pele avermelhada, se assemelhando mais à um demônio. (Rhaast)

— Você vai pagar! — Ele veio para cima de mim, tentando me atingir com a foice. Eu rapidamente segurei a arma, encarando Kayn com fúria.

— 火竜の鉤爪! (Karyū no Kagizume!) (Garra do Dragão de Fogo!) — Inflamando meus pés em chamas, girei para o lado, acertando um chute na bochecha do maior, que atingido, caiu mais uma vez, para um pouco longe.

Subi encima dele, o segurando e desferi socos e socos em seu rosto, o ódio crescendo em mim. O rosto se enchia de sangue, mas eu não me importava. Ele tinha machucado uma companheira.

Até que com uma força tremenda, ele me jogou para longe. No ar, recuperei o equilíbrio e caí no chão, em pé. 

— 火竜の咆哮! (Karyū no Hōkō!) (Rugido do Dragão de Fogo!) — Reuni e rapidamente liberei uma grande quantidade de fogo na direção de Kayn, que teve um pouco de dificuldade, em sair de perto das chamas.

Ele veio para cima de mim mais uma vez, tentando me acertar com a foice diversas vezes, até estar irritado o suficiente para vir mais perto. Se aproximou e girou a foice, e eu tive que pular. Aproveitei a chance para chutar seu pescoço, mas ele segurou o meu pé e me jogou no chão. Essa foi a vez dele de me encher de socos. A cada soco era mais sangue que saía de meu nariz, e minha visão já estava ficando mais embaçada, eu apenas podia ver os olhos vermelhos brilhando.

— NÃO MACHUCA ELE! — Ouvi um grito feminino, que só podia ser de Neeko, e a vi correr, pulando encima de Kayn, o jogando para longe de mim, encima dele. Ela o prendeu com o emaranhado e saltou, formas e cores dentro de um círculo que envolvia eles dois, uma flor embaixo deles. A pequena aterrissou, causando danos à Kayn e ao próprio chão, o que fez um estrondo forte, mas não foi o suficiente para acabar com o demônio. Ela caiu, totalmente fraca no chão, e ouvi outro grito.

— ICE MAKER: アイスキャノン! (Ice Canon!) — Mais um estrondo. Gray, com sua bazuca feita de gelo, atingiu Kayn, que vôou para longe, caindo no chão, quase morto. Ele correu e pegou Neeko no colo, depois se aproximando de mim.

— Vamos, Natsu, temos que sair daqui! Agora! Venha! — Neguei com a cabeça, ainda tonto, me levantando e me recuperando do dano causado por Kayn, que já corria em nossa direção, furioso.

— 火竜の煌炎! (Karyū no Kōen!) (Chamas Brilhante do Dragão de Fogo!) — Inflamei minhas duas mãos em chamas, juntando as duas e criando uma grande bola de fogo, lançando na direção dele, que saltou, como se aquilo não fosse nada, tentando me dar um soco. Virei o rosto bem na hora.

— 火竜の剣角! (Karyū no Kenkaku!) (Espada de Chifre do Dragão de Fogo!) — Acendendo toda a minha chama em meu corpo, cabeceei Kayn em alta velocidade, pulando nele, o jogando para o chão. 

Ele me chutou e eu me levantei rapidamente. Nisso, travamos uma batalha de socos e chutes, cada um tentando acertar o outro. Sem paciência para aquilo, me virei, de costas, criando um fluxo de fogo no cotovelo.

— 火竜の炎肘! (Karyū no Enchū!) (Cotovelo da Chama do Dragão de Fogo!) — Acertei o rosto de Kayn, que cambaleou para trás.

— 火竜の砕牙! (Karyū no Saiga!) (Dente de Presa do Dragão de Fogo!) — Sem esperar por retorno, com minha mão iluminada em chamas, furtei-o em forma de Garra, o fazendo berrar de dor.

— Você irá pagar, Salamander... — Ele me dirigiu um olhar mortal, o que não me deixou assustado, e fugiu, por entre as árvores.

Depois disso, só me lembro de ter caído ao chão e não ter visto nada além de preto.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...