1. Spirit Fanfics >
  2. Vendida ao traficante >
  3. Primeiro beijo- Toda verdade(1-2)

História Vendida ao traficante - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Gente eu decidi que não irei continuar com a meta se eu precisa eu volto,Irei postar quando o capítulo estiver pronto aí eu posto.

Nesse capítulo contarei um pouco da história e no próximo irei contar toda a história

Boa leitura🌅

Capítulo 16 - Primeiro beijo- Toda verdade(1-2)


Acordo com alguém me cutucando sem parar,abro meus olhos bem divagar e vejo beca com sangue no corpo todo.

ㅡBeca?O que foi?- perguntei 

ㅡPrecisamos nos esconder,vem!- Falou me puxado e vejo que ela está com uma arma.

ㅡRebeca o que tá acontecendo,me responde- Falei entrando em um buraco que nem sabia que avia nessa casa.

ㅡEscuta só,tão invadindo o morro e meu irmão se preocupou com você e fez eu vim te vê,só que quando eu cheguei aqui tinha um verme no seu quarto e atirei nele e garota não sei o que você tomou mais você tem um sono pesado em,eu atirei e você simplesmente voltou a dormi- Falou rindo e se sentando em uma cama que avia ali 

ㅡAonde estamos?- Perguntei me sentando ao lado dela 

ㅡEm um quarto aonde meu irmão trás uma vadias ai- me levantei correndo 

ㅡPrefiro ficar em pé então- Só de pensar que cadu teve uma relação sensual ali naquela cama me dá nojo.

 ㅡEu tô preocupada- falou beca automaticamente me sento ao seu lado e a abraço

ㅡNão fique,ele sabe se cuidar- Falei entre o abraço

ㅡEu acho que me apaixonei por ele- Respondeu de cabeça baixa 

ㅡCOMO?SE APAIXONOU PELO SEU IRMÃO?- Gritei e me afastei para olhar seu rosto.

ㅡEca lucy,não claro que não estava falando de Caíque lucy- Respondeu

ㅡeu conheço muito bem meu irmão não devo muito me preocupar com ele,ele sempre faz as coisas sozinho se precisar de ajuda de ninguém,ele sempre faz as coisas nas caladas nunca me conta nada,a única coisa que eu devo me preocupar e quando...- Beca para de falar quando alguém entra na sala e vejo que é cadu e KK,vejo que Cadu está sangrando,corro até ele é o abraço fazendo o mesmo me retribuir o abraço. 

ㅡFiquei preocupado com você morena- falou entre o abraço 

ㅡPreocupado?Você?- Falei 

ㅡNão estraga o momento morena- falou 

ㅡTá doendo- Mostrei seu braço direito

ㅡNão,passou de raspão- Falou e pegou minha mão deixando KK e Beca sozinhos.


Subimos as escadas e entramos em seu quarto,se deitou e me deitou por cima dele.

ㅡÉ a invasão?- perguntei levantando minha cabeça 

ㅡGanhamos de novo- abriu um sorriso,eu o encaro e o mesmo me encara também,aproximou seu rosto e colou nossos lábios,foi um beijo calmo nada rápido e nada malicioso apenas calmo,apenas excitante,apenas carinhoso aquele ali era nosso momento,quinto beijo da minha vida mais o primeiro que eu quero repetir.

Por falta de ar separamos nossos lábios,abri um sorriso e me deitei em seu peitoral e ali adormeci.

Horas depois(00:14)

 Acordei com beijos em minha bochecha abri meu olhos e vejo Cadu me olhando.

ㅡQue horas são?- Perguntei passando mãos em meu olhos e olhando em volta e vejo que escureceu 

ㅡMeia noite e tanto- falou se levantando 

ㅡLevanta e vai se arruma,vamos pro pagode- Confirmei com a cabeça e me levantei abri a porta sair e fui puxada novamente para dentro do quarto e sou presa na parede.

ㅡBanha comigo hoje?- Falou me olhando,sinto meu rosto queimar 

ㅡÉ...De..ixa... pra... próxima- Respondi envergonhada 

ㅡTá bom,então me meu beijo antes de ir- Concordei com a cabeça e dei um beijo e sair correndo do quarto e entrei no meu quarto.

Tomei um banho,vesti um short branco com uma blusa preta grande calcei minhas rasterinha,passei uma base,corretivo,arrumei minha sombrancelha,passei um gloss e sair do quarto,desci as escadas vejo rebeca sentada no sofá,me sentei ao seu lado e não falei nada 

ㅡEu sou uma assassina- Falou baixo quase não escutei.

ㅡRebeca,você fez apenas para se proteger e me proteger- falei chegando perto dela.

ㅡVocê não sabe o que fala!NUNCA SABE, VOCÊ SEMPRE FALA O QUE VEM NA SUA CABEÇA MAIS NÃO SABE DE NADA,EU MATEI ALGUÉM,VOCÊ NÃO DEVE ENTENDER NADA,VOCÊ APENAS E UMA MIMADA QUE NUNCA PRECISOU CORRER ATRÁS DAS COISAS,SEMPRE TINHA AS COISAS NA SUA MÃO,APOSTO QUE NUNCA SOFREU- Gritou e se levantou

ㅡÉ você que não sabe o que fala- Respondi tentando fica calma e não soltar tudo que está guardado no fundo da minha memória.

ㅡEu sei muito bem o que eu falo,eu penso,eu sofro,eu corro atrás das coisas,eu sou assim é você faz o que?- não consegui controlar minha raiva e levantei também.

ㅡVocê gosta de falar dos outros sem saber da vida dos outros né?? Então vamos lá,você não queria saber sobre mim agora é sua chance de saber,respondendo sua pergunta,sim eu sofri,hoje não parece que um dia eu vou estuprada com minhas amigas,que um dia fui mantida com minhas amigas em uma casa com três Monstros que nos batia todo os dias,ficamos uma três dias sendo espancadas,sendo estupradas,que a pessoas que fizeram isso com a gente está solto aí no mundo fazendo isso com outras pessoas,Que uma de uma das minhas amigas enganaram eu,rafa e mah,você pensa que isso acabou não acabou meu pai traia minha mãe e eles sempre brigavam e meu pai descontava tudo em mim,eu quase não tinha atenção da minha família e você vem dizer eu não sofri- Falei segurando meu chora olho em volta e vejo que não está só eu e rebeca:KK,Cadu e uns três meninos estavam na sala 


Continua?



Notas Finais


Até manhã 👅✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...