História Ventania sopra, lastimo não me levar junto. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Mamamoo
Personagens Moonbyul, Solar
Tags Angst, Drabble, Drawgn, Mais Yuri Por Favor, Moonbyul!centric, Moonsun, Natsuko, Solar!centric, Yoonginfiresg, Yuri
Visualizações 99
Palavras 409
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, FemmeSlash, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


mano eu tô muito triste mesmo, sério. eu estou precisando tanto de um abraço mais forte e que as pessoas parem de me deixar.

Capítulo 1 - Único ;; Eclipse, me faz falta.


  

  Tempestade. O céu já não é assim tão luminoso sem você e a ventania já não é assim tão poesia sem te ter. Sopra, lastimável não me arrastar junto.

   

    É que eu sinto tua ausência toda vez que minha mente desiludida projeta no teto monocromático seu sorriso acompanhado daquela frase retórica.

   

    “É você. Sempre vai ser você.”


    Mas depois de todo esse tempo eu te pergunto: Ainda sou eu?


O cabelo voa, saudade pesa, lágrimas correm. Sinto o sufoco em meu peito aglomerar lembranças tuas. Como eu faço para te superar tão fácil quanto você fez comigo?


    Porque existem resquícios teus por toda parte agora.

   

    Nas entrelinhas das músicas que costumávamos ouvir dividindo o fone, enroladas nos lençóis em uma tarde de quarta-feira em pleno inverno.


    Nas poesias baratas criadas a partir de algumas mensagens idiotas que trocavamos.


    No cheiro das flores que se assemelham de maneira tão amena do cheiro do teu cabelo logo após sair do banho.


    É que, sabe? A sua escova de dentes continua ali no banheiro e aquele teu livro que você nunca terminou de ler ainda tá na minha estante, logo ao lado daquela camiseta da tua banda favorita que eu nunca gostei, mas sabia cada letra porque amava te ver cantarolando por aí.


    E sentar-me na areia nunca mais será a mesma coisa sem ti para rir comigo, observando o pôr-do-sol.


    E assistir aquela nossa série também não é a mesma coisa sem você para maratonar comigo até o sol nascer, trocando carícias e juras de amor.

Até esperar o ônibus no teu abraço me faz falta.


Dar-te meu colo para chorar aos prantos por tantas vezes repetidas.


    Doar-me pra ti por inteira, não só de corpo mas de alma também. Ter aquela intimidade de verdade.


    Porque intimidade não é só quem você deixa tocar lá embaixo. É quem você corre quando tudo está dando errado, é quem você conta coisas idiotas sobre seu dia por saber que, por mais que ela não se interesse, ela vai ouvir e estar bem por você. É quem você fica esperando para poder conversar, ou quem você aguarda ansiosamente mandar um bom dia. Aquela pessoa que deixa de dormir umas horinhas para poder ficar contigo na durante tempos de insônia.


    E sabe? Gente assim não dá pra só fingir que nunca conheceu.


    Dói.


    Mas não há nada que eu possa fazer na atual circunstância.


    A lua sem sol já não brilha mais tão bonita.


    Eclipse.


    Me faz falta.


    

Notas Finais


por favor me dá atenção @


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...