1. Spirit Fanfics >
  2. Verão é a cor mais quente (KakaNaru) >
  3. 04- Palavras quentes, em águas quentes

História Verão é a cor mais quente (KakaNaru) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, amados leitores. Quem é vivo sempre aparece, não é?

Aqui está mais um capítulo da história, e realmente espero que gostem. Sobre o ritmo de postagens, juro que tentarei manter semanalmente, ou seja, próximo Domingo deve ter um novo capítulo. Não posso prometer algo mais frequente, espero que entendam.

Por fim, espero que tenham uma boa leitura. ❤️

Capítulo 4 - 04- Palavras quentes, em águas quentes


(Narração em terceira pessoa)

Kakashi achava Naruto lindo, e agora tinha certeza de que ele era maravilhoso. O loiro saiu da cabana, e agora trajava unicamente uma curta bermuda de tecido, expondo agora seu dorso definido, além de marcar a musculatura de suas coxas, o loiro era magro, mas seu corpo era definido, ele definitivamente era alguém atlético. Naruto deu um sorriso incrível para Kakashi e Yumeko, ele sabia que o mais velho estava o olhando, mas não se sentiu incomodado, ele também estava admirando o corpo do outro.

O Uzumaki achava Kakashi um homem tentador, diferente dele, o homem tinha um corpo mais robusto, e assim atraía ainda mais atenção, atenção que Naruto sabe que o homem imagina que não chama. Ele andou em direção a Kakashi, que estava parado próximo das piscinas naturais.

— Você.. bem… Você finalmente terminou de trocar de roupa, Naruto — O loiro se sentiu frustrado, ele realmente pensou que Kakashi iria o elogia, o outro por sua vez se sentia idiota, ele queria dizer o quão bonito Naruto estava, mas ele simplesmente não sabe como fazer isso. — Yumeko já estava morrendo de saudades de você, acho que ela gosta mais de você do quê de mim.

— Ao menos a Yumeko se importa com minha presença, Kakashi — Os dois homens se encaravam de forma descarada, as orbes negras do homem não intimidavam os olhos azuis do outro. — Vamos para a água, afinal. Não temos o porquê de ficarmos conversando, tendo a água convidativa em todos os nossos lados.

Yumeko soltou a mão do pai, ela estava apressada quando se tratava para ir para a água, o platinado olhou para Naruto, e sorriu ao ver que ele agora já estava indo em direção a piscina com a garota, os dois parecem que são íntimos há tanto tempo. Ele entrou primeiro que a Hatake, e simplesmente segurou ela nos braços, com medo da garota se machucar na borda rochosa, alguns instantes depois Yumeko já estava na água, rindo com Naruto, mostrando que definitivamente não tinha medo da água.


O Hatake suspirou ao pisar na água, era definitivamente convidado, a água era naturalmente morna, o que tornava a experiência totalmente diferente de simplesmente ir para piscinas comum. Quando o homem estava totalmente dentro da piscina, que naturalmente cobria até um pouco acima da cintura dele, Yumeko nadou em sua direção, e o pai a esperou pacientemente, sentindo orgulho por ela finalmente ter aprendido a nadar.

— Pai, a água é quente! — A garota comentou ao abraçar o homem, ela gosta muito de nadar, mas prefere simplesmente estar com o pai. Kakashi deu uma risada com o comentário animado da garota, e Naruto apenas observava toda a situação. — Deveria ter peixinhos aqui também.

— Acho que os peixinhos não iam gostar de ficarem na mesma água que a gente, Yume. Você lembra quando nós fomos ao aquário? Sempre falavam para fazermos o máximo de silêncio, os peixes gostam de paz — Ela assentiu, a garota lembra perfeitamente do aquário, foi uma das últimas vezes que seus pais saíram juntos. — Naruto, por que está tão distante? Medo de mim?

O loiro deu um sorriso em resposta, sorriso que Kakashi toda vez não podia deixar de admirar, e simplesmente começou a andar em direção aos Hatakes, o outro simplesmente o encarava, olhando sem disfarçar a beleza alheia. Naruto não sabia o que pensar dos olhares de Kakashi, parte dele queria que o homem realmente estivesse o admirando, mas a parte racional de Naruto prefere acreditar que o Hatake só está olhando, sem nenhum objetivo.

— Medo de você? Que nada. Já vi homens com aparência mais assustadora — Ele falou ao chegar próximo aos dois. Kakashi deu uma risada animada, definitivamente, Naruto era uma presença divertida. — Na verdade, você até que é bonitinho, Kakashi.

— "Bonitinho"? — O outro respondeu com tom de irritação, enquanto Yumeko se divertia ao perceber que o pai estava constrangido. — Enquanto eu acho você um homem lindo… você me acha somente bonitinho?

— Eu? Você me acha um homem lindo? — Pela primeira vez desde muito tempo, Kakashi viu o Uzumaki sem graça. Havia até mesmo um delicado rubor nas maçãs de seu rosto.

— Envergonhado assim, nem parece que recebe flertes de homens todos os dias — O Hatake andou para mais próximo de Naruto, mantendo Yumeko consigo. Ele sabe que ainda não foi para mais perto por ter a filha, e por enquanto, é bom que tente se conter. — Mas, eu reitero. Você é um homem espetacular, confesso que é difícil desviar meu olhar de você.

— Os flertes são diferentes quando o interesse é mútuo — Os batimentos de Naruto estavam acelerados, ele sabe que acabou de confessar a Kakashi algo. O mais velho pareceu realmente surpreso, mas o Uzumaki não pode deixar de notar que ele se manteve inerte. — Talvez eu tenha mentido quando disse que achava você somente "bonitinho". Você é sedutor, Hatake.

Kakashi não respondeu nada, a mente dele está agitada demais para que ele possa pensar em outra coisa. Naruto está em sua frente, e praticamente acabou de dizer que há um interesse mútuo entre eles. Esse é o momento ideal para algo acontecer.

— Nós não íamos brincar, Naruto-kun? — Naruto suspirou de forma involuntária, parando de encarar Kakashi, coisa que ele nem sabia que estava fazendo. O outro franziu os lábios, de certa forma feliz pela intromissão de Yumeko, ele já estava perdido enquanto desejava os lábios alheios. — Vocês dois só estão conversando, isso é chato.

— Bom… sim, vamos brincar — Yumeko se desvinculou dos braços de Kakashi, e simplesmente veio em direção a Naruto. Que a recepcionou com um sorriso, mesmo frustrado pela intromissão dela, sabe que a garota é uma criança. — Você vai conosco, Kakashi? Acho que sua filha quer brincar de sereias, você pode ser o rei tritão.

— A diversão não é a que eu estava esperando, mas, estou sempre disposto a participar das coisas — A garota animou-se por saber que seu pai iria brincar, mas Naruto simplesmente corou mais uma vez, ele conseguia entender que a fala do mais velho tinha segundas intenções. — Yume, você é a princesa das sereias. Mas, o Naruto é o quê?

— Tem razão! — Ela olhou rapidamente para os dois homens, e era nítido que ela pensava em algo, provavelmente uma forma de encaixar Naruto. Após alguns segundos, Yumeko deu um grande sorriso, e anunciou em bom tom a sua sábia decisão na brincadeira. — Ele é o outro rei. Vocês dois são casados, e nós moramos no reino das sereias.

— Ah, então. Olá, marido — O loiro tocou suavemente no ombro de Kakashi, que tinha um sorriso tentador esboçado. — Vamos lá, governar o nosso maravilhoso reino, que funciona dentro de uma piscina natural.

— Você sabia as condições quando casou comigo. Tinham os reinos nos mares também — Ele entrou na brincadeira de Naruto, o que divertia tanto o loiro quanto Yumeko.

— Mas, o reino das piscina naturais tinha mais vantagens — Naruto parou por alguns segundos, mas logo retomou a fala animadamente —, o rei daqui era mais bonito que os outros. Enfim, vamos lá, Yume.

Naruto começou a contar uma história para Yumeko, história que era definitivamente uma versão da "Pequena Sereia", Kakashi simplesmente estava parado ao lado do loiro, achando no mínimo interessante a forma como o mais novo lidava bem com as crianças. A garota prestava atenção em todos os detalhes, e o Uzumaki sabe que em breve, ela já estará imaginando as situações com nitidez.

[...]

Os três estavam fora a água, mas também não estavam se preparando para ir. Eles só saíram por um momento porque Yumeko reclamou que estava com fome, e como um bom pai, Kakashi decidiu que definitivamente já era a hora deles "almoçarem".

Naruto e a garota estão sentados em uma área um pouco distante da piscina, enquanto o Hatake pega duas marmitas de sua mochila, ele tinha preparado refeições para ele e Yumeko. Por fim, Kakashi andou despreocupadamente em direção aos outros dois, entregando uma marmita já destampada junto com talheres para Yumeko, e sentou-se ao lado do Uzumaki, sem grande cerimônia.

— Você esqueceu de trazer algo para comer, não foi? — O homem falou olhando para o loiro, que simplesmente assentiu, ele sabe que Kakashi agora vai saber que na verdade, Naruto é um grande desastrado. — Nós podemos dividir a minha porção, há o suficiente para nós dois.

— Tem certeza? — Normalmente Naruto negaria, mas seu estômago iria protestar, definitivamente o risoto que Kakashi trazia parece ser apetitoso. — Não precisa me mimar como uma criança, Kakashi. Não sou seu filho.

— Felizmente, não é. Prefiro que nós tenhamos outro tipo de relação — O sorriso envergonhado do Uzumaki, fez o outro saber que estava acertando nas palavras. — Tenho outro pacote de talheres, ser um pai me deixa precavido com essas coisas. Se você soubesse a quantidade de vezes que Yumeko derruba as coisas no chão.

— Estou cada vez mais curioso para saber o que você deseja ter comigo, Hatake — A voz de Naruto soava sedutora, as palavras saiam de forma melosa, e definitivamente causavam as reações desejadas. O loiro terminou pegando os talheres da mão de Kakashi, e simplesmente encostou-se no ombro dele. — Vamos ver se cozinhar está entre as suas habilidades.

— Deveria mostrar para você minhas outras habilidades, Uzumaki. Mas, ao menos posso te assegurar que sei cozinhar — Kakashi sabia que eles estavam entrando em outro tipo de diálogo, e o homem nunca havia sentido tanta vergonha. Faz anos que ele não tenta ser galanteador com outra pessoa, definitivamente, Naruto deve estar achando tudo patético.

— Outras habilidades? — O loiro falou sem se afastar do ombro de Kakashi. — Quem sabe você possa me mostrar elas em outrora, não é? Sou um homem curioso, realmente gosto de conhecer coisas novas.

— Quem sabe, não é? — O Hatake respondeu após alguns segundos, tentando cortar o assunto, ele fica nervoso quando as coisas parecem adquirir outro tom. Ele sente como se estivesse fazendo algo de errado. — Bom, vamos almoçar — Ele colocou a porção em sua perna, de forma que ficaria acessível para Naruto.


— Yumeko, você vai para a água? — Kakashi perguntou após todos terem tido a devida refeição, e descansado tempo o suficiente. O homem sabe que em breve começará a entardecer e eles terão que ir embora.

— Eu quero brincar com aqui fora — Ela protestou de forma manhosa, cruzando os braços. O pai ia reclamar, dizendo que ela não poderia ficar sozinha, mas foi cortado por Naruto.

— Deixa ela ficar, Kakashi — O loiro falou apressadamente, e Yumeko simplesmente deu um sorriso encantador. — Fico aqui fora. Sentado nas rochas próximas da água, assim consigo ver Yume, e converso com você.

— Você é o melhor, Naru-chan — Yumeko falou animadamente.

— Estou sentindo que há um complô contra mim acontecendo aqui — O platinado falou enquanto caminhava até as águas aquecidas. — Lembre-se de não correr por aí, estarei deixando você brincar fora por confiar em Naruto.

A garota de fios castanhos abraçou Naruto com força, mostrando estar realmente feliz, enquanto o loiro só achava graça, ele sabe que Kakashi deixaria de toda forma, ou iria desistir de ir para a água só para ficar com ele. Ele pode não conhecer todos os detalhes do mais velho, mas sabe que Yumeko é um dos pontos mais fracos dele.

O loiro simplesmente passou a mão nos fios castanhos dela, bagunçando-os com delicadeza, e tocou em seu ombro com delicadeza, mostrando que agora ela já podia ir brincar. Yumeko não fez mais cerimônias, andando rapidamente até a bolsa de Kakashi, lugar onde ela pegou algum tipo de maleta, que Naruto imagina que tenha brinquedos.

— Você não precisa ficar sem ir para a água por conta de Yumeko, eu posso ficar. Afinal, sou o pai dela — Naruto não se surpreendeu com o comentário de Kakashi.

— Também precisas fazer o que gosta. Percebi que águas termais são sua vibe, você sempre dá um sorriso quando está simplesmente relaxando lá dentro.

Kakashi deu um sorriso contido, e Naruto não perdeu a chance de retribuir, era evidente o quanto os dois estavam desejosos por algo, algo que ambos nem sabem dizer exatamente o que é. Agora, eles andavam em direção a piscina natural, trocando cordialidades sem objetivo.


— Seria melhor se você estivesse comigo — Kakashi protestou assim que entrou na água, o outro, que está sentado nas pedras da beirada, simplesmente suspirou, confuso com o drama do mais velho.

— Até parece, Kakashi — Os pés de Naruto estavam na água, e ele balançava-os de forma boba, era somente uma forma de aliviar a tensão. — Você tem coisas bem melhores para fazer que fingir que querias ficar comigo. Pensei que você era um homem honesto.

— Não me julgue, loiro — Ele falou enquanto deixava as águas aquecidas relaxarem seu corpo. Naruto apenas observava tudo, ansioso por mais alguma palavra de Kakashi. — Quando eu digo que queria estar com você dentro dessa água, não estou mentindo. Sou um homem de palavra, não brinco com as coisas que estou dizendo.

— Na verdade, é de você que eu deveria estar reclamando — Kakashi rapidamente aproximou-se de Naruto, ficando próximo das pernas do outro. Os dois olhares se encontraram, e desde desse momento, ninguém desviou, era um jogo de poder. — Você me diz palavras, mas depois faz parecer que disse nada.

— Quando eu menti para você? — O coração do Uzumaki estava acelerado, Kakashi estava tão próximo.

— Venha para a água que eu digo — Ele soou provocador, e Naruto mordiscou os lábios sem nem perceber. Kakashi estava realmente seduzindo o outro, e ele está disposto a se entregar aos charmes do platinado.

Naruto lentamente entrava na água, fazendo com que uma boa quantidade de vapor emergisse e dessa forma a sua entrada era ainda mais triunfal. Kakashi tinha um sorriso estampado, e manteve-se dessa forma enquanto o Uzumaki andava em sua direção. Os dois homens agora estão frente a frente, e é possível ver ambos os diafragmas movendo em um ritmo alucinante, os dois estão tensos.

— Me diga agora — O Uzumaki tocou com firmeza no ombro alheio, fazendo isso sem afastar seu olhar das orbes negras de Kakashi, que pareciam atrai-o cada vez mais. — Eu menti em quê?

— Quando estávamos nesse mesmo lugar — Kakashi deu um passo para frente, diminuindo ainda mais sua distância de Naruto —, você me disse que os flertes eram diferentes quando o interesse era mútuo. E não pude deixar de pensar nisso, as suas palavras ecoam em minha mente.

— Queria saber se elas significam as coisas que eu pensei — A mão dele foi em direção ao queixo de Naruto, que sentiu todos os pelos de seu corpo se arrepiarem. — Pois eu estou sentindo algo por você, algo que não sinto por alguém desde muito tempo. E não estou disposto a alimentar ilusões.

— Não brinquei quando falei isso, Kakashi — Naruto subiu sua mão que estava no ombro de Kakashi, e simplesmente tocava no homem da mesma forma que ele o tocava.

O Hatake andou para mais perto de Naruto com certo receio, e agora, havia definitivamente uma distância ínfima entre os dois. O loiro tinha os lábios semiabertos, e era possível ver que ele estava agitado com a situação, enquanto Kakashi simplesmente acariciava o queixo do outro, nenhum dos dois estão pensando em mais nada, somente a presença um do outro importa no momento.

Kakashi aproximou seu rosto do de Naruto, enquanto seu braço agarrava a cintura alheia, fazendo os dois corpos se chocarem. O Uzumaki agarrou-se ao pescoço de Kakashi com uma das mãos, enquanto a outra tocava com delicadeza a maçã do rosto dele, enquanto os olhares se mantinham firmes, olhares lotados de desejo, os dois estão desejosos pelo ato que está nitidamente prestes a acontecer.

— Você é sedutor, Uzumaki — O homem segurou com firmeza a nunca do outro, e simplesmente aproximou seus lábios dos de Naruto, quer por sua vez aceitou o gesto, permitindo que os lábios se chocassem com intensidade.

Naruto estava mais próximo de Kakashi, de forma que as duas partes íntimas se tocavam, causando uma sensação energética, e sua mão desceu para o peitoral dele, região que ele explorava com toques firmes. O Hatake apenas invadiu a boca alheia com sua língua, e agora uma dança sensual acontecia na boca de Naruto, definitivamente, Kakashi sentia falta disso.

— Acho que posso me apaixonar por você — Naruto falou mordiscando o lábio inferior de Kakashi, marcando o término do beijo voraz. O loiro agora tinha um rubor em suas bochechas, mas não parecia estar temeroso com os toques, definitivamente o Uzumaki é um homem experiente. — Tenho chances com você, Kakashi? — O Uzumaki contornava o mamilo do mais velho, que mordeu os lábios em resposta.

— As chances são grandes comigo, Uzumaki — Kakashi sussurrou no ouvido do loiro, que arrepiou-se com a intensidade da voz do Hatake. Ele afastou-se, mas não sem mordiscar o lóbulo do outro. — Você é um homem especial.

Naruto iria responder algo, estava nítido, mas foi interrompido com maestria.

— VOCÊS DOIS SE BEIJARAM? — Yumeko, que estava em pé na beirada rochosa da piscina, falou em um tom alto, enquanto suas bochechas tinham um intenso tom escarlate.

— Sim, eu beijei o Naruto — Kakashi falou com um sorriso divertido, e rapidamente beijou novamente o loiro, um breve selar de lábios. — E fiz isso novamente.

— Naruto, eu… — O Hatake afastou-se de Naruto, e definitivamente parecia envergonhado de dizer o que iria falar.

— Você precisa falar com Yumeko agora, não é? — Kakashi não pôde esconder a sua surpresa, o Uzumaki realmente parecia ler seus pensamentos. — Não se preocupe, eu me interessei por você sabendo que era um pai, e talvez isso até seja um charme. Sinceramente, acho melhor nós irmos de volta para os chalés, e lá você poderá conversar com ela.

— Você entende que eu gostaria de mais, não é? — O outro assentiu, ele é maduro o suficiente para entender tudo o que está acontecendo. — Você é a primeira pessoa que penso em me envolver desde a mãe de Yumeko, e sei que a mente dela agora está totalmente agitada. Eu não conseguiria simplesmente ser seu, sabendo que minha filha está confusa.

— Eu entendo — Naruto deu um sorriso, mostrando que realmente estava tudo bem. — Vamos voltar, converse com Yumeko, e eu estarei esperando por você. Esperando você ser totalmente meu por um momento.

O mais novo não deu tempo de resposta para Kakashi, ele não quer que o homem fique ainda mais confuso sobre suas atitudes, e por isso começou a sair da água, olhando de forma divertida para Yumeko que ainda estava surpresa com tudo. Kakashi suspirou, mas seguiu os passos do loiro, acima de tudo, ele é um pai.

— Nós vamos voltar para casa, Yume — O pai falou abaixando-se na mesma altura da filha —, nós já nos divertimos demais, não foi?

[...]

A volta para casa foi definitivamente confusa. Kakashi e Yumeko andavam lado a lado, enquanto o loiro mantinha-se mais atrás, ele não queria atrapalhar o momento de pai e filho, e por isso, eles sequer trocaram uma palavra. Os homens que haviam trocado carícias, e definitivamente tinham um sentimento mútuo, fingiram ser completos estranhos, e isso era doloroso. Agora, eles estão parados em frente ao chalé de Naruto, e todos sabiam que era o momento de despedida.

— Espero que dê tudo certo com Yumeko — O mais novo falou em um tom baixo, querendo que apenas Kakashi ouvisse —, definitivamente, eu espero. Pois sei que se ela não parecer feliz com isso, você não terá coragem de me procurar novamente.

— Eu não vou desistir de você, Naruto — Kakashi respondeu rapidamente. — Mereço ser feliz, Rin já deu o próximo passo, enquanto eu estou na mesma. E realmente creio que minha felicidade no momento seja um certo homem de fios loiros, e sedutores olhos azuis.

— Espero que suas palavras sejam verdadeiras — Naruto deu um sorriso de aquecer o coração, e começou a andar. — Yumeko, hoje foi divertido! Espero sair com você mais vezes.

— Naruto, eu prometo que nós não acabamos hoje — O mais velho soou desesperado, ele tinha medo do Uzumaki simplesmente escapar por entre seus dedos —, não desista de mim.

— Sou um homem paciente, Hatake e você vale a pena — O loiro falou parando em frente a porta, eles estavam falando em bom tom, mas nenhum dos dois se importavam. — Definitivamente, vou agora. Se não, vou acabar desistindo de ir.


— Agora somos só você e eu — O homem falou enquanto olhava para a filha, seria constrangedor se ele olhasse Naruto ir embora, pois não era isso que ele desejava. Ele queria simplesmente segurar em sua mão, e aproveitar mais de sua companhia, mas não pode . — Os dois Hatakes precisam conversar um pouco sobre as coisas.

Os dois começaram a andar de volta para o chalé, e a sensação de que muita coisa havia mudado desde que ele entrou aqui pela última vez era crescente em Kakashi, definitivamente, novos sentimentos haviam florescido no homem de fios prateados. Ele e Yumeko entraram sem grandes cerimónias, normalmente ele mandaria Yumeko correr para o chuveiro, mas os dois precisam conversar.

— Vamos nos sentar, preciso conversar umas coisas com você — O Hatake falou ao colocar a mochila no chão, Yumeko assentiu percebendo a seriedade na voz do pai, e ela caminhou despreocupadamente até o sofá. Kakashi sentou ao lado dela, e suspirou

— Vou ser franco com você, como sempre fui. Sei que és uma garota esperta, então, não vai ter problemas em entender o que vou dizer — A garota deu um sorriso contido, de certa forma, o pai a estava elogiando.

— É sobre o Naruto? — Ela perguntou sem rodeios, e Kakashi simplesmente assentiu.

— Estou sentindo algo por ele, como você mesma havia dito — Ele deu um sorriso sem nem perceber, mas era por um bom motivo. — É algo bom, faz meu coração bater mais forte. Mas, eu gostaria de saber o que você pensa sobre isso, Naruto é a primeira pessoa que eu tenho interesse desde sua mãe, e talvez você pense que eu esteja a substituindo.

— Mas, não. Sua mãe é uma mulher muito especial para mim, e ela é muito importante — O homem adiantou-se em explicar —, mas, nós já não estamos apaixonados. E eu tenho que dar uma chance ao meu coração.

— É como a mamãe e o Obito? — Yumeko não estava tão confusa quanto Kakashi imaginava, e logo a garota voltou a falar —, as pessoas são melhores quando tem um parceiro. Foi o senhor que me disse isso.

— Realmente está tudo bem? Eu estou lhe dizendo que vou tentar algo com Naruto, e quem sabe, ele poderá conviver conosco por mais tempo além das férias — O Hatake se repreendeu por estar pensando em um futuro com um homem que ele só havia beijado, mas era inevitável, ele sentia algo intenso por Naruto.

— Naru-chan é legal. Ele brinca comigo, e conversa coisas engraçadas — Yumeko falou com toda a doçura do mundo, mostrando a criança inocente que ela é. — E eu gosto ainda mais dele porque ele faz o senhor sorrir. Pessoas que fazem a gente sorrir são boas, não são?

— Sim, Naruto é um homem muito bom — Ele respondeu, satisfeito com o rumo que a conversa estava tomando. — Eu realmente gosto dele.

— O papai está apaixonado! — Ela falou em um bom tom, e Kakashi simplesmente corou envergonhado. Yumeko parecia entender bem desses sentimentos.

— Talvez eu esteja… — O homem admitiu —, mas isso é um segredo. Nada de dizer a Naruto que eu amo ele, eu que devo dizer isso, no momento certo.

Kakashi tinha uma animação nítida, ele estava genuinamente feliz. Seu desejo era de agora ir atrás de Naruto, mas, ele só irá fazer isso quando encontrar uma forma de sair com ele, ele sabe que um momento a sós será o ideal para os dois homens flertar em um pouco mais. O mais velho queria beijar, se declarar, tocá-lo, senti-lo, amar ele. Ele se sentia um adolescente apaixonado, e isso era genuinamente bom.


Notas Finais


Obrigado por terem lido até aqui. Para os que lêem "Professor, eu acho que te amo", gostaria de avisar que nós nos vemos hoje a noite.

Até breve! ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...