História Verdade, consequência ou paixão... - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Visualizações 415
Palavras 2.058
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Antes de tudo quero agradecer a minha princesa por ter feito a capa da fic.. Nath... muito obrigada amore ♥

Bom gente... eu estou sumida eu sei mas... eu estou com uns probleminhas com meu celular...
Eu também estou escrevendo uma longfic mas ainda não vou conseguir posta-la...

Bom... hoje eu trouxe mais uma OS, dessa vez com Oh Sehun...
E pasmem... eu tive a ideia de fazer essa OS ouvindo Marília Mendonça kkkk...

Espero que gostem.
Boa leitura♥

Capítulo 1 - Verdade ou desafio? ...


Fanfic / Fanfiction Verdade, consequência ou paixão... - Capítulo 1 - Verdade ou desafio? ...

Eu e Sehun somos o que muitos chamam de "amigos coloridos". Nós nos conhecemos a mais ou menos tres anos e cerca de um ano e meio mantinhamos essa amizade colorida... Poucas pessoas sabiam disso, para ser mais exata apenas Baekhyun e Chen sabiam do nosso envolvimento... 

No começo nós realmente ficavamos sem nenhum peso na consciência, mas agora... Eu percebo a loucura que nós fizemos... 

De uns tempos para cá Oh Sehun vem me evitando, e isso doía, por que a porra do meu coração falhou miserávelmente no quesito "não se apaixone por Oh Sehun".

Quando nós começamos com essa história a única regra que havia era "Não se apaixone", não deveria ter afeto... Era somente sexo. 

Ou pelo menos era pra ser assim...

Hoje os meninos haviam combinado de se reunirem todos na casa de Sehun e eles me convidaram para ir junto. Eu realmente não queria ir... Não queria estar perto dele, mas os garotos insistiram tanto que acabei aceitando.

Basicamente os garotos iriam comemorar o aniversário de Xiumin que havia sido no começo da semana e o próprio foi o que mais insistiu para que eu fosse.

Me levantei da cama e fui ao meu guarda-roupa procurar algo descente para a ocasião, acabei escolhendo um vestido azul escuro de manga 3/4 que ia até um pouco acima do joelho, uma jaqueta de couro e uma sapatilha na mesma cor do vestido.

Depois de escolher a roupa fui tomar um banho, depois do banho me troquei, fiz uma maquiagem leve, soltei o cabelo peguei minhas coisas e fui.

Chegando lá quem me recebeu, para a minha infelicidade foi Sehun. Ele olhou para mim com a mesma expressão de sempre.

Sh- Oi.. O que faz aqui? (ele perguntou curioso)

- Os meninos me chamaram (disse e entrei).

Assim que entrei os garotos estavam na sala jogando, quando me viram todos se levantaram e vieram me abraçar... Depois da sessão de abraços nós ficamos conversando um pouco até que chegou a hora de cortar o bolo.

O bolo estava ótimo, afinal quem havia feito era o D.O, todo mundo comeu e repetiu... 

Eu e Sehun não nos falamos depois do evento na porta.

Os garotos resolveram brincar da brincadeirinha do cão, mais conhecida como verdade ou desafio... Eu sinceramente detesto essa brincadeira, a pessoa que joga sempre acaba se fodendo de um jeito ou de outro... Eu não queria brincar, mas novamente os garotos insistiram tanto que acabei aceitando e me juntei a eles...

Nós já haviámos jogado tres rodadas quando Chen rodou a garrafa e ela caiu justamente em Sehun e Baek..

BH- Então Sehun... Verdade ou desafio?

SH- Verdade...

BH- É verdade que você e a s/n já tiveram um caso? (ele disse sorrindo e eu quis abrir um buraco e me enfiar dentro... Ainda mais depois de ouvir a resposta dele)

SH- Sim... É verdade.. (ele disse e me olhou por alguns segundos)- mas foram poucas vezes... Ela não é tudo isso...

Depois do que ele disse eu parei de prestar atenção no que eles faziam... Como assim aquele idiota fala uma coisa dessas na maior cara de pau? Ah mais isso ia ter volta... Se ele acha que eu não sou tão boa problema dele. Eu é que não iria me importar com o que ele acha de mim..

Continuamos jogando até que a garrafinha caiu em mim e no Chen.

C- Então s/n... Verdade ou desafio?. (ele disse me olhando com um sorrisinho nos lábios, eu olhei de relance para Sehun e este também me olhava)

- Desafio.

Assim que eu disse o sorriso de Chen dobrou de tamanho, assim como o do Baek.

C- Te desafio a beijar o Suho.

Ele disse e eu olhei para o mesmo... Suho e eu havíamos ficado umas três vezes mas só.

Ele estava do meu lado então não foi tão dificil assim beija-lo.

Suho se aproximou tocando meus lábios com os seus de forma lenta e gostosa, ele beijava muito bem... Nós continuamos até o ar se fazer nescessário e quando este se fez presente nós nos afastamos devagar, mas antes eu senti uma leve mordida em meu lábio.

Depois do beijo e de finalmente a brincadeira acabar nós fomos assistir um filme o qual eu fiquei o tempo todo ao lado do Suho, as vezes eu sentia o olhar de Senhun sobre mim, mas era exatamente isso que eu queria... Queria que ele visse que eu não iria correr atrás dele...

Depois de o filme acabar os garotos resolveram ir embora e eu também... Afinal já estava tarde e minha casa não era tão perto...

Todos se despediram de Sehun e começaram a sair, eu me encontrava ao lado da porta e quando estava quase saindo senti meu braço ser puxado e logo em seguida minhas costas foram de encontro a porta e minha boca foi tomada a força em um beijo afoito e de tirar o fôlego.

Sehun havia me puxado e me prensado na porta usando seu corpo como barreira. Ele me beijava de forma bruta, mordia meu lábio forte e eu gemia baixo por causa do desconforto.

Quando o ar se fez nescessário ele se separou de mim e me olhou, nossas respirações estavam alteradas e as mãos dele se encontravam em minha cintura de forma pocessiva.

Eu o olhava, ele estava com os olhos vidrados em mim...

- O que pensa que esta fazendo? (tentei me afastar porém ele não deixou)

SH- Eu que pergunto... O que estava pensando quando beijou o Suho na frente de todo mundo?

- Por que está se importando? Não foi vc mesmo que disse que eu não era tudo isso? Por que está se importando?

SH- Então aquilo tudo foi só por causa do que eu disse? Rs... Foi uma provocação?

- E se tiver sido? Qual o problema? Você nunca se importou mesmo... Agora será que pode me soltar? ( disse o olhando e ele continuou na mesma posição)- Me solta ou eu grito.

SH- Você vai gritar... Mas vai ser de outro jeito.

Dito isso ele apenas me beijou de novo da mesma forma, eu infelismente não conseguia resistir... Sentia falta dele... Precisava dele, nem que fosse só por uma noite.

Sehun passou suas mãos pelas minhas coxas e logo minhas pernas se encontravam envolta de sua cintura.

Ele me levou para o quarto e me colocou sentada na cama, se afastou e fechou a porta e voltou a se aproximar.

SH- Quero que me responda uma coisa... Você já foi pra cama com ele? (ele parou na minha frente)

- Por que se importa?

SH- Responde!

- Já... uma vez... Por que?

SH- E ele é bom na cama? (ele se agachou na minha frente me olhando nos olhos)

- Ele é ótimo rs... Tive uma noite maravilhosa com ele. 

SH- Mesmo?... Ele é melhor que eu? (ele beijou meu pescoço)- Ele te faz gemer igual eu faço? (ele passou a mão pela parte interna da minha coxa)- hein?...

- F-faz?... Ele é muito melhor do que você. (disse de forma sussurrada no ouvido dele o provocando)

SH- Vai se arrepender do que acabou de dizer... (ele me olhou sério)

- E por que? (o olhei mordendo o lábio)

SH- Por que nós estamos sozinhos aqui... E eu vou te fazer gritar o meu nome pros vizinhos ouvirem, quero que se lembre o quanto eu te fodo bem e que você pertence a mim, e só eu posso te fazer gozar.

Ele avançou em mim me beijando e logo senti seus dedos longos em minha intimidade. Ele se molvia de forma lenta, bem diferente da forma como me beijava.

Logo eu senti o tecido da calcinha ser rasgado e seus dedos serem introduzidos fazendo movimentos circulares. A essa altura eu já gemia arrastado entre os beijos. 

Sehun me puxou, me virou de costas e colou meu corpo contra a parede e alguns segundos depois senti meu vestido ser arrancado do meu corpo junto com meu sutiã.

Feito isso ele começou a distribuir beijos e e chupões pelo meu corpo e fazendo questão de me deixar totalmente marcada.

Logo ele se livrou das suas roupas e me deitou na cama ficando entre minhas pernas. Sehun começou a me estimular de maneira torturante, eu odiava quando ele fazia isso e ele sabia muito bem.

Ele continuou nesse ritmo por um tempo e logo senti seu menbro me invadir de maneira forte e rápida me fazendo gemer alto e consequentemente arrancar um sorriso dos lábios dele.

Sehun se molvia em mim de forma agressiva. Ele metia fundo enquanto seu braço estava envolta da minha cintura e por impulso passei minhas pernas em torno de seu corpo o fazendo ir fundo.

Nossos corpos se encaixavam de maneira perfeita e deliciosa. Era possível ouvir nossos gemidos por toda a casa.

Eu arranhava suas costas enquanto gemia seu nome e ele por sua vez me penetrava cada vez mais rápido.

- Sehun ... Eu... (disse ofegante em seu ouvido)

SH- Você não vai gozar. (ele disse entre as investidas e eu o olhei suplicante)- Seu castigo hoje é não gozar até eu permitir.

Dito isso ele continuou metendo fundo enquanto eu fazia um enorme esforço para não gozar antes dele... Quando o ápice dele chegou eu pude sentir seu líquido quente em meu interior... 

Sehun enterrou seu rosto na curvatura do meu pescoço enquanto tentava normalizar a respiração... 

O que foi bem rápido já que minutos depois eu fui colocada de bruços e penetrada novamente e na mesma intensidade.

Ele metia fundo enquanto eu puxava os lenções da cama e gemia arrastado toda vez que o sentia sair quase que por completo de mim para me penetrar de uma vez logo em seguida.

Ele puxou meu cabelo em um rabo de cavalo mal feito e me puxou para trás fazendo assim minhas costas irem de encontro com o peitoral dele. Continuamos nessa posição até novamente Sehun gozar ainda sem me permitir fazer o mesmo.

Ele me virou de frente para ele e me fez sentar em seu colo, assim que o fiz ele começou a estocar de forma lenta, bem diferente das outras vezes.

Ele se levantou e andou comigo até a parede do quarto encostando minhas costas na mesma. Sehun começou a ir um pouco mais rápido enquanto beijava meu pescoço e eu por minha vez gemia seu nome e arranhava toda a pele de suas costas.

Aos poucos seus movimentos ganharam um ritmo mais intenso e logo nós dois já estávamos gemendo juntos e em sincronia e eu sabia que não aguentaria mais uma sem me libertar por completo. 

- Hunnie... e-eu não vou aguentar... (disse chorosa enquanto arqueava minhas costas já sentindo indicios de que meu ápice estava perto)- p-por favor oppa... 

SH- Vem pra mim baby... 

Ele continuou metendo fundo enquanto suas mãos seguravam minhas coxas com força. 

Quando nosso climáx chegou foi algo realmente incrível, meu corpo tremia por completo e eu tenho certeza que se ele não estivesse me segurando eu teria ido ao chão.

Ficamos ainda alguns minutos abraçados sem dizer nada enquanto tentávamos normalizar nossas respirações.

SH- Então... Ainda acha ele melhor que eu? (ele disse ainda ofegante e depositou um beijo em meu pescoço me fazendo arrepiar)

- Ninguém é tão bom de cama quanto você Hunnie... (disse com minhas mãos repousadas em suas costas)

SH- Eu te amo. 

- Não diga besteiras... Não podemos nos apaixonar lembra? Essa era a regra.

SH- Que se foda a regra... Eu te amo. Eu quero te fazer minha pro resto da vida, ou então... Até quando você me permitir fazer parte da sua. Sei que não sou bom em demonstrar meus sentimentos, e que não sou uma pessoa fácil de lidar... Mas eu quero você. Te quero por completo. Somente pra mim... Aceita ser minha? (ele me olhou apreensivo esperando uma resposta).

- Eu já sou sua. (dito isso ele me olhou e sorriu lindamente me fazendo sorrir também e me beijou).

Nosso beijo foi calmo e depois de findado ele me levou para o banheiro.

Nós tomamos um banho demorado cheio de caricias e depois nos vestimos. Ele vestiu apenas uma boxer preta e uma calça de moleton cinza, enquanto eu vesti uma de suas camisetas e já que ele havia feito o favor de rasgar minha calcinha, eu vesti uma de suas boxers que ficou como um short em mim.

Ele se deitou primeiro e eu logo em seguida, me deitei de frente para o mesmo e ele me puxou para mais perto.

SH- Eu te amo pequena (ele disse fazendo carinho em minha cintura).

- Eu te amo Hunnie... (disse sorrindo).

Ele me beijou novamente e eu me aconcheguei em seus braços, logo o sono chegou e nós adormecemos um nos braços do outro



Notas Finais


Bom gente ... é isso rs...
Espero que tenham gostado

Bjos ♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...