1. Spirit Fanfics >
  2. Verdade ou Consequência >
  3. Nagato

História Verdade ou Consequência - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Pra se alcançar um objetivo, caminhos precisam ser traçados...
O problema é quando se acaba apaixonando por alguém que não existe mais

Capítulo 1 - Nagato


Fanfic / Fanfiction Verdade ou Consequência - Capítulo 1 - Nagato

Era mais um final de sexta a noite no apartamento de Ino Yamanaka, todos os colegas resolveram se juntar pra fazer uma comemoração por mais um ano em que a tímida do grupo completava mais uma primavera...

Era por volta das 23:00 da noite e todos estavam sentados no chão da sala em círculo, jogando o tradicional Verdade ou Consequência... O objetivo do jogo era fazer Hinata ser um pouco mais corajosa menos tímida e com mais iniciativa, estavam em 11 pessoas alguns com seus lares outros solteiros e despreocupados, Hinata estava nessa categoria estava fazendo 18 anos, virgem, nunca havia beijado na vida, sem nenhum namorado ou algum garoto pra falar que tinha um amor platônico.. Naruto era sem dúvida o seu melhor amigo e confidente, andavam quase que inseparávelmente, só não formavam um casal porque Naruto tinha o mesmo gosto que sua amiga homens, apenas ela sabia e ninguém mais percebia.

Então chegou a hora da morena girar a garrafa e pra sua surpresa caiu nela mesma.

- Verdade ou Consequência? _ Perguntou Sakura tomando um gole de cerveja do copo de seu namorado

- C - Consequência... _ Gaguejou Hinata respondendo a rosada que ia abrir a boca pra lançar o desafio.. Mas a loirinha foi mais rápida

- Consequência né Hinata _ Sorriu maliciosamente pois tinha passado algo pervertido na mente da loira mas deixaria pra depois. _ O seu desafio é o seguinte, vai até o bosque mal assombrado atrás do hospital, em alta voz conjure Bludmarie três vezes, e depois pode voltar. _ Despejou em cima da morena que estava catatônica ouvindo aquilo...

- QUEEEEEE!!! Ino-chan você quer me matar eu não posso ir lá sozinha, ninguém entra naquele lugar _ retrucou imediatamente ao desafio da loira que loco devolveu.

- Relaxa, o Naruto e o Sai vão com você pra sertificar de que não vai mudar de caminho.. _ Disparou a Yamanaka em seguida sem deixar a aniversáriante falar.

- Porque eu? _ Foi a vez de Naruto reclamar

- Larga mão de ser frocho Naruto, você não é homem não, tá com medo de um simples fantasma? _ Devolveu Ino quase rosnando...

Apesar de nenhum dos demais se impor ao desafio, os três se levantaram e se foram, Hinata foi praticamente arrastada por Naruto até o local... Antes de chegarem no bosque os três pararam e podia se notar a névoa branca densa algumas árvores secas sem folhas outras velhas retorcidas e quebradas, fora os rosnados que escutavam do lado de fora, Hinata estava mais pálida do que já era, medo era o que definia a garota, Naruto estava do seu lado porém tão assustado quanto ela, não demonstrava pra que ela se sentisse confiante a ir e voltar o mais rápido possível, Sai por outro lado estava com o celular ligado na câmera só esperando ela dar o primeiro passo pra começar a gravar ao vivo pra que os que estivessem no apartamento vissem 

- Bora _ disse sai com sua vó calma, feia e séria

a morena tomou coragem a pouca que tinha e o resquício da que havia sobrado, mudou o primeiro passo e não caiu pois já estava com as pernas trêmulas, engoliu em seco e continuou passo por passo, ele não reagia bem a pressão os três já haviam adentardo o lugar não se conseguia ver absolutamente nada ali, o clima foi esfriando cada vez mais, e por uma fração de segundo Hinata viu um vulto passar a frente dele, rápido e ao mudar o passo pisou em uma pedra ingrime o que a fez cair no chão ou que seria o chão pois esse logo cedeu e ela despencou de onde eatava, estava frio, escuro, e sentia algo quente escorrer da sua cabeça e do seu nariz, pode ouvir apenas a voz de Naruto a berrando em desespero procurando-a mais a força que ela tinha se esvaiu de seu corpo e tudo ficou escuro...

Naruto só tinha escutado o som de algo caindo mas nada conseguia enxergar naquela neblina densa, o desespero de ambos havia tomado conta deles que procuravam a amiga e ao mesmo tempo uma saída, Sai havia perdido completamente o sinal de internet e seu celular descarregou instantâneamente, o que nem a lanterna ajudaria, eles passaram. Gritar o nome da colega pra ver se conseguiam uma resposta mas nada e isso foi passando o tempo.

Ino e os demais se preocuparam assim que a transmissão caiu pois também haviam escutado o grito da colega antes dlque ficassem sem boticias. Ino estava preocupada pois era ela que havia colocado a garota nisso, os meninos se mobilizaram pra ir em busca da morena e dos dois perdidos,e as meninas ficaram no apartamento, estavam contando com a ajuda deles pra que pudessem encontra-los.

.....

Em algum lugar, em algum canto daquele bosque havia alguém que tinha a encontrado. Lentamente Hinata foi abrindo os olhos e vendo que estava em um lugar diferente, não era um hospital, parecia mais um casebre feito de bambu e feno no teto, tentou se sentar pra sair ou ver se tinha alguém ali e percebeu que estava com a mesma roupa, as calças jeans largas a blusa de frio tamanho GG que a fazia parecer mais gorda os óculos de grau estavam quebrados e estava descalça, o nariz doía bastante mas ao passar a mão percebeu que não tinha sangue levou a mão até a cabeça e sentiu que estava enfaixada. Se levantou estava se sentindo quebrada em todos os sentidos da palavra, observou mais um pouco o cômodo e só tinha a cama na qual estava sentada a pouco tempo, madeira e feno.

- T-Tem alguém ai? Perguntou ela tentando se orientar ou lembrar do que havia acontecido, não demorou pra ouvir passos vindo em sua direção.

- Olha então você despertou _ disse uma voz grossa e um tanto quanto fria de um homem que havia acabado de parar na soleira da porta do quarto.

Hinata o observou atentamente e discretamente de baixo pra cima, tentando entender o que era aquela figura masculina a sua frente, alto aparentava ser mais velho que ela, cabelos vermelhos quase vinho olhos lilás e completamente diferente do que já havia visto, um tanto sério.

- Qual o seu nome garota? _ Perguntou sem esboçar nenhuma expressão

- H-Hi-inata _ Gaguejou a morena estava se sentindo desconfortável 

- Porque veio aqui? _ Perguntou o homem curioso mas sem expressão alguma no rosto 

- Fui desafiada _ respondeu em um tom baixo enquanto seus olhos fitavam os próprios pés

- Tsc! Esses humanos e essas brincadeiras idiotas, nem morto me dão sussego _ Resmungou ele em seguida ao ouvir a resposta.

- Humanos? _ Indagou ela em seguida para si mesma.."Perai" pensou ela levantando os olhos e o encarando com cara de espanto _ morto? - a voz estava quase sumindo.. quando a vontade de gritar misturado com o medo tomou conta e ela saiu correndo gritando.

O ruivo colocou os dedos indicadores nas temporas e massageou havia se desacostumado com recém-mortos eles eram muitos idiotas...

- Eih! Cuidado com a pare..._ ele ia avisar mais a garota já estava indo beijar a parede pelo menos aquilo a faria parar se ela estivesse viva, e ela acabou atravessando e caindo pro lado de fora da casinha.

- Nossa que eu fui arrumar pra minha cabeça_ reamundou ele levitando até a saída da casa e se sentando no deck esperando ver o que mais aconteceria....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...