História Verdade ou consequência no santuário - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Aldebaran de Touro, Camus de Aquário, Dohko de Libra, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Jabu de Unicórnio, June de Camaleão, Kanon de Dragão Marinho, Kanon de Gêmeos, Kiki de Appendix, Marim de Águia, Marin de Águia, Mascára da Morte de Câncer, Miro de Escorpião, Misty de Lagarto, Mu de Áries, Saga de Gêmeos, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaina de Ofiúco, Shaka de Virgem, Shion de Áries, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Shura de Capricórnio
Tags Afrodite, Aiolia, Aiolos, Amazonas, Camus, Cavaleiros De Ouro, Dohko, Festa, Hentai, Hoyga, Ikki, Jabu, June, Lemon, Marin, Máscara Da Morte, Milo, Misty, Romance, Saint Seiya, Saori, Seiya, Shakas Shura, Shina, Shion, Shiryu, Shonen-ai, Shoujo, Shun
Visualizações 74
Palavras 1.232
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, amores!

Passando pra deixar a primeira atualização do dia. O jogo se aproxima cada vez mais.

Demorei um pouco pra postar pq os capítulos estavam um pouco confusos e tive de refazer algumas partes.

Esse saiu curtinho.

Obrigada pela atenção.

Beijão e até as notas.

Capítulo 10 - A festa - Parte 7


Fanfic / Fanfiction Verdade ou consequência no santuário - Capítulo 10 - A festa - Parte 7

Kiki sentiu seu pulso doer e puxou seu braço, fazendo com que o cavaleiro que o segurava parasse. Se virou para o ruivo, que massageava o pulso e lhe fitou seriamente.


— Onde ele está?


— Ele quem? — retribuiu o olhar sério.


— Você sabe muito bem de quem estou falando. Ele estava atrás do seu mestre.


— Se está falando do senhor Shaka, ele desceu as escadarias ainda há pouco. Acho que…

   

O cavaleiro não deixou que Kiki completasse a frase e saiu imediatamente de Peixes, rumo à Virgem. O ruivo observou o cavaleiro se afastando e balançou a cabeça para os lados.


— Esse vai levar um fora daqueles. — murmurou e se virou ao sentir um toque em seu ombro.


— Shiryu? 



Mu colocou a mão sobre o peito do canceriano suavemente e se afastou dele. Mask voltou a olhar para a casa de Aquário mais abaixo e puxou outro cigarro. Mu abaixou sua cabeça e colocou uma mecha lilás para trás de sua orelha timidamente. Olhou de soslaio para o italiano e retirou o cigarro de sua boca para apagar.


— Você não deveria fumar. — comentou sem encara-lo.

   

— Eu preciso… E não faça isso de novo. — disse seriamente, pegando outro cigarro e acendendo.


Mu não sabia como reagir diante daquilo, pois seus pensamentos ainda permaneciam no cavaleiro da sexta casa. Não queria magoar ninguém, mas tinha que ser sincero com DM e lhe dizer a verdade. Respirou fundo e quando se virou para falar com o cavaleiro, viu Ikki descendo as escadarias rapidamente.


Um sentimento esmagador tomou conta de seu ser, não sabendo distinguir o que sentia no momento. Coisas que jamais pensou em sentir, agora ficavam em evidência em sua mente. Sentia desprezo, raiva… ciúmes.


Se recordou do momento em que havia flagrado o louro aos beijos e apertou seus punhos de raiva. Costumava sempre ser calmo e centrado, mas aquilo estava lhe atormentando. Ele precisava tirar a prova e seria naquela hora. Se levantou e deu alguns passos, mas foi impedido por DM que pegou sua mão.


— Não vá. — olhou seriamente.


— Eu preciso, Mask. Eu preciso saber da verdade. Não quero colocar mais dúvidas em minha cabeça e viver de incertezas.


DM suspirou e soltou sua mão.


— Vá. Não vou mais lhe impedir. No seu lugar, faria o mesmo ou até pior. — disse e deu uma tragada.


Mu assentiu com a cabeça e desceu as escadas, seguindo os passos de Fênix. Mask observou seu amado descer e soltou um sorriso acompanhado de uma lágrima que deslizava devagar até sua boca. Sentiu o gosto amargo de não ser correspondido, mas já estava conformado com isso. Se levantou e olhou o céu estrelado e limpou seu rosto, subindo os degraus até Peixes.



Após trocarem alguns amassos, Camus e Milo  passaram pelos cavaleiros, chamando a atenção de Saga. O geminiano os seguiu com o olhar um tanto frustrado e voltou seu olhar para os amigos, na tentativa de esquecê-lo.


Antes que pudesse descer as escadarias com Milo, Camus encontrou viu Hyoga sozinho na entrada do templo e pediu para Milo pegar uma bebida para eles. Assim que o escorpiano se afastou, se aproximou do pupilo e olhou para ele.


Hyoga havia bebido um pouco mais do que podia suportar. A festa já havia perdido a graça para ele, desde que seu amigo o abandonou para ficar com a amazona de Camaleão. Não sabia exatamente porque aquilo o incomodava, mas seus ciúmes aumentavam assim que qualquer um se aproximasse do virginiano.


Hyoga percebeu a presença de seu mestre e olhou para ele.


— Mestre, eu não estou me sentindo bem… — disse e colocou toda a bebida ingerida para fora, fazendo algumas pessoas se afastarem com nojo.

   

Camus olhou para seu pupilo e balançou a cabeça para os lados.

   

— Você não deveria ter bebido, Hyoga. Você ainda é muito jovem e…

   

—Camus, meu mestre. — o abraçou, interrompendo o que iria lhe dizer e fechou os olhos.


— Hyoga… Eu vou levar você para a sua casa. — o afastou. — Vamos…


Hyoga novamente se aproximou a ponto de deixar seu mestre constrangido e levou a boca até sua orelha para sussurrar.


— Não. Me leve para a sua casa… mestre.

   

Camus corou e novamente o afastou, evitando seu olhar. Colocou o braço do jovem por trás de sua nuca e o segurou pela cintura, conduzindo-o devagar até aquário.


Milo voltou com as bebidas e olhou de um lado para outro, sem saber onde seu amado havia se metido.


Mas pra onde ele foi?



DM terminou de subir os degraus e viu Afrodite se aproximando.


— Gio, você viu o Camus por aí?


— Pra que quer saber? — ergueu a sobrancelha.


— Vai me dizer ou não?


— Depende… O que eu ganho com isso?


— Tchau.


DM deu de ombros e entrou em Peixes. Viu os cavaleiros reunidos e se aproximou para cumprimenta-los.


— Olha só… Quem é vivo, sempre aparece. — disse Aldebaran ao vê-lo.


— Pois é…


— Onde você estava? – perguntou Kanon.


— Interessa?


— Nem um pouco… mas pela sua cara de bunda, vejo que tomou um fora de alguém.  — sorriu malicioso.


— Eu não fui o único… Não estou vendo a barbie francesa do seu lado.


— Começaram com isso de novo… — Shura revirou os olhos.


— Novidade. — comentou o leonino.


Kiki viu DM e se aproximou.


— Onde está o meu mestre?


— Por que eu deveria saber?


Shion se aproximou deles e fitou o pupilo de Mu.

   

— O que houve, Kiki?


— Pensei que o senhor Mu estivesse com o DM, mas agora fiquei preocupado.


— Com o DM?  — fitou o italiano seriamente.


— É. A última vez que o vi, ele estava aos bei…


DM colocou a mão sobre a boca do ruivo e o arrastou para longe dali. Shion os fitou desconfiado e sentiu uma mão em seu ombro.


— O que foi?

   

— Parece preocupado. — colocou a mão sobre a de seu amado e a acariciou.


— Não é nada, Dohko.


Vou ficar de olho.


DM soltou o braço de Kiki e olhou para ele furioso.


— Está louco? Você estava a um passo de contar tudo!


— E o que tem isso?

   

— Daí que o Shion, além de grande mestre do santuário, é mestre do seu mestre. Não quero confusões para o meu lado, capisce?


— Tanto faz… Olha, onde ele foi? Eu sei que você sabe… Posso ver isso nos seus olhos.


— Pois vá a um oculista, pois está vendo coisas demais. – disse e alcançou duas taças, tomando o conteúdo das duas de uma vez só.


O ruivo ergueu a sobrancelha e fez um muxoxo.

   

— Não me surpreendo de o mestre Mu ter lhe dado um fora… Você é chato pra…


— Bem se nota, que você não aprendeu educação com ele. — interrompeu. — Vou informar a ele, que seu pupilo é um moleque insolente.


— Eu não sou. Eu já sou um homem.


DM olhou debochadamente e soltou uma gargalhada. O ruivo olhou para ele furioso e se aproximou perigosamente, ficando a centímetros de seu rosto.


— O que está olhando? — perguntou ainda com um sorriso debochado no rosto.


Kiki colocou os dois braços sobre os ombros de  DM e selou os lábios nos dele. O italiano olhou sem reação e viu o garoto lhe olhar corado. Antes que pudesse dizer algo, viu o ruivo sair em disparada e coçou a cabeça confuso.


Shiryu que estava ali perto, viu a cena e suspirou. Se afastou dali em silêncio, pensando que agora sabia o motivo do garoto lhe evitar tanto.



Notas Finais


Ih, rapaz... Será que vai dar pau isso aí? Mu e Ikki indo até Virgem para falar com o louro. 😐😐😐

E o Milo? Vai ficar chateado com esse sumiço do Camus?

Que isso, Kiki? Beijou o bofe assim sem mais nem menos. Shiryu tem razão. Aí tem.

Obrigada a todos que estão acompanhando e comentando!

Beijão seus lindos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...