1. Spirit Fanfics >
  2. Verdade ou Mito >
  3. Programa 6 - Atena tem medo de aranhas?

História Verdade ou Mito - Capítulo 6



Capítulo 6 - Programa 6 - Atena tem medo de aranhas?


Fanfic / Fanfiction Verdade ou Mito - Capítulo 6 - Programa 6 - Atena tem medo de aranhas?

- No ar em três, dois, um...

- Oiiii! - Clarisse aparece acenando.

- Olá! - Bridget abre um sorriso.

- Voltamos galera! - Leo gritou. - E o negócio hoje tá prometendo.

- É esta mesmo viu galera, até eu fiquei curiosa. - Clarisse solta uma risada.

- Com certeza essa é pra atiçar a curiosidade. - A ruiva concorda com a filha de Ares. - Saca só isso galera. - Apontou para a tela ao seu lado.

- Oi! - um garota morena apareceu na tela, ela usava a camiseta laranja do acampamento meio sangue que destacava seus olhos verdes. - Sou a Marian. - A garota acena. - Bom a gente escuta muitas histórias sobre a coragem de Atena ou sobre a arrogância dela, mas não sobre os medos. Mas eu ouvi por aí que ela tem medo de aranhas. É verdade que Atena tem medo de aranhas?

- Vishi maninha! Essa foi boa! - Clarisse disse.

- Com certeza foi uma das dúvidas mais surpreendente que eu vi por aqui. - Leo sorriu.

- É aí será que é verdade? - Bri se apóia no ombro do irmão. - A gente descobre para vocês.

Algumas horas depois...

- Olá! - Leo acena.

- Nos estamos de novo aqui no Olimpo. - Bridget disse. - Mas dessa vez na biblioteca de Atena. Ela não está aqui agora, mas ela pode aparecer a qualquer momento.

- E nós temos um plano para quando ela voltar. - Clarisse fala com um sorriso travesso no rosto enquanto levanta uma caixa de vidro com uma aranha caranguejeira preta de uns vinte centímetros.

- Nos vamos ficar aqui esperando e quando a Atena entrar - leo disse sorrindo - nos vamos jogar essas belezinha aracnida de vinte centímetros na cabeça dela. - o filho de Hefesto esfrega as mãos.

- Não nos não vamos! - Bridget disse. - E me devolve a Clarisse, Clarisse! - A ruiva toma a caixa da outra.

- Colocou meu nome na sua caranguejeira, faísca?! - A filha de Ares gritou indignada. Leo de afastou das duas bem devagar.

- Você devia se sentir honrada por isso! - respondeu a búlgara no mesmo tom.

- EU VOU ME SENTIR HONRADA É QUANDO FIZER VOCÊ COMER ESSA MONSTRA SUA RUIVA RETARDADA!

- Clarisse não grita. - Leo disse. - Vão descobrir a gente.

- Então vem aqui e faz valentona! - Bridget desafiou sem se intimidar.

- Clarisse. Bridget. - A voz calma de Chris foi um aviso para não abusarem da sorte.

- Você ainda vai me pagar por isso faísca. - A filha de Ares ameaçou. - A noite é longa e até você precisa dormir. - Bridget lançou um olha fulminante a outra.

- De volta ao plano gente. - Leo limpou a garganta. - vamos jogar a clarisse em cima dela...

- O que? - Falam os outros ao mesmo tempo.

- A aranha gente. - Leo fala estapeando o próprio rosto.

- Mas...

- Bri fica quieta! Eu sou seu irmão mais velho e a Clarisse assinou um contrato. - disse o filho de Hefesto com expressão de quem sabe mais.

- Que? - os outros três.

- Eu não lembro de assinar nada! - A filha de Ares.

- A aran... Atena está vindo. - Leo sorriu. - Me dá aqui a Clar... crun a aranha. - Bridget entregou a caixa a contra gosto para o irmão.

- Se Atena matar minha aranha, eu mato vocês. - A ruiva respondeu.

- Vai ter que se acertar com Eris, a idéia foi dela. - Clarisse sorriu debochada. Bridget cruzou os braços emburrada enquanto Leo se afastava com Clar... a aranha.

Atena entrou na biblioteca, altiva mesmo distraída com um livro em mãos. A deusa andou até uma das prateleiras devolvendo o grosso alfarrábios ao seu lugar. Pegou dois pergaminhos e foi se sentar na mesa de estudos e se conectar no que quer que houvesse nos pergaminho.

- É agora! - Clarisse faz um jóia para a câmera antes de anda até a mesa onde a deusa estava e se largar numa cadeira de frente para ela. Atena levantou os olhos do pergaminho.

- Quem é você? - A deusa perguntou confusa.

- Eu? Ah eu sou só uma garota lá do interior, do interior, do interior, do interior, do interior do Arizona, cuja mãe trabalha com armas. Meu professor de história se demitiu e me mandaram pra cá pra estudar história com você. - Enquanto Clarisse tagarela sem parar aquela história louca Leo colocou a caranguejeira no ombro da deusa com a delicadeza de uma pluma. - Porque se tem alguém capaz de ensinar história, esse alguém é Atena!

- Como é? - A deusa disse confusa.

- É uma aranha isso no seu ombro? - Soltou a filha de Ares como quem não quer nada. Atena virou o rosto lentamente na direção apontada pela garota, mas ao invés de permanecer calma como era o esperado a deusa se levantou aos gritos, gritos estridentes e apavorados seguidos de:

- Tira isso de mim! TIRA ISSO DE MIM! TIRA ELA DE MIM! - A deusa gritava e girava em círculos em torno de si mesma com medo de tirar a criatura do próprio ombro. - TIRA! SAÍÍÍÍ! SAÍ DE MIM SUA MALDITA! - para a sorte da deusa o aracnídeo deu alguns passos por seu ombro e caiu no chão. Atena correu e subiu na mesa em que antes estudava não dando a mínima para os pergaminhos lá. - Tira ela daqui! Ela tá vindo me pegar! ELA TA VINDO ME PEGAR! Ela veio se vingar de mim! TIRA ELA! TIRA ELAAAA DAQUIIIIII! - os semideuses não sabiam se se assustavam ou ficavam com pena da cena, a segunda deusa mais corajosa do Olimpo encolhida em cima de uma mesa com medo de uma aranhazinha que ela poderia fulminar com um estalar de dedos, mas o medo não permitia. - Tira ela daqui, por favor! - A deusa falou baixo como se fosse uma criança, para Bridget foi o suficiente, ela saiu de trás das prateleiras e pegou Clarisse (a aranha) do chão a afastando da deusa da sabedoria. Atena levantou a cabeça e seus olhos azuis se encontraram com os da ruiva.

- Eu conheço você. - A deusa disse descendo da mesa mas ficando a uma distância considerável do aracnídeo que andava pela mão da ruiva. - Você é a filha encrequeira de Hefesto. - olhou para Clarisse (a garota) - Agora lembro de você também, você é filha de Ares.

- Aaaaaaah. - A jovem não soube o que dizer apenas voltou para perto dos amigos.

- Vocês estavam gravando isso?! - A deusa exclamou.

- Então... - Leo soltou uma risada e coçou a nuca.

- O que a gente faz agora? - Clarisse sussurrou.

- Corre! - Bridget disse alto os suficiente para os outros três ouvirem.

- Ótima ideia faísca.

Tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

De volta ao estúdio...

- Então... - Leo foi o primeiro a dizer.

- Isso não foi muito legal. - Clarisse fala.

- Foi legal pra mim. - Eris solta uma gargalhada. Os três semideuses olham para um local atrás da câmera.

- Você é má. - Dizem os três ao mesmo tempo.

- Tudo bem, tudo bem! Parei. - A deusa fala

- Bom Marian, como você pode ver é verdade. - Bridget fala. - Atena tem sim medo de Aranhas.

- Bom é isso aí. - Leo fala um pouco mais animado. - por hoje é só pessoal. Não esqueçam de escovar os dentes!

- Que? - Bridget e Clarisse olham para o outro sem entender.

- O que? Escovar os dentes é importante. - As duas negam com a cabeça e olham para a câmera.

- Até a próxima pessoal! - Clarisse fala.

- Tchau! - Bridget acena. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...