História Verde nunca é demais - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Lemon, Pantera Cor De Rosa, Yaoi
Visualizações 42
Palavras 323
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bem, queria deixar claro que essa é minha primeira fic, então se tiver algum erro me avisem e eu irei corrigir, bjs e boa leitura.

Capítulo 1 - Eu odeio a minha vida...


POV ART

             Vamos direto as apresentações, meu nome é Art, Art Light's por culpa que tive que pegar o nome do meu noivo na hora do casamento, tenho 25 anos (fisicamente), tenho um e quarenta e seis de altura, sim, eu sou um anão praticamente, e eu tenho cauda e orelha de gatinho, com pelos na cor verde-escuro ou verde claro (depois eu explico).

                  Como eu já disse a minha pessoa se casou e me arrependi muito disso, querem saber o por quê? Ok, eu conto, digamos que a uns três anos atrás eu conheci um cara, Gabriel é o nome da desgraça e bem, ele é loiro, tem olhos azuis e corpo definido, inclusive tenho inveja disso pois sou meio gordinho, mas ignorando isso e voltando ao casamento, digamos que a minha pessoa se casou depois de dois anos de namoro e se arrependeu amargamente disso.

Ele me levou pra casa, esta casa em que estou aqui e agora e o meu principe dos olhos azuis virou o dragão que prende a princesa na torre, sim, eu estou em carcere privado a seis meses, só saindo para o quintal uma vez ou outra na semana e só, ele não me deixa nem ver televisão e o celular que eu tinha foi pro fogo junto com muitas outras coisas minhas, alguns amigos que eu tenha eu nunca mais vi, e basicamente vivo a base de pão, água e sopa, além daquele negócio que ele enfia a força na minha boca é claro.

Bem essa é a minha vida, eu estou submetido a passar o resto dela em uma casa de dois andares, no meio de Londres, com roupas rasgadas, com um noivo que me bate por qualquer coisa que eu negue fazer ou que não fique do seu agrado e com essa maldita coleira que ele colocou em mim, eu odeio ela, eu odeio ele, eu me odeio, eu odeio a minha vida...


Notas Finais


Bem, foi isso, espero que tenha ficado bom, tchau, tchau.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...