1. Spirit Fanfics >
  2. Vermelho , a cor mais intensa que existe >
  3. No escuro (lemon)

História Vermelho , a cor mais intensa que existe - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - No escuro (lemon)


Fanfic / Fanfiction Vermelho , a cor mais intensa que existe - Capítulo 2 - No escuro (lemon)

Kakyoin narrando

Então eu e Polnareff ficamos jogando guitar hero até umas 9 horas da noite , e então decidimos comer uns lanches , pois estávamos com muita fome .

- onde eu vou dormir desta vez Polnareff? - perguntei , pois da última vez tive que dormir no sofá , e iggy quis dormir comigo então eu dormi de mau jeito .

- dorme na cama , que eu durmo no sofá kakyoin - disse ele de boca cheia .

- mas você vai dormir de mau jeito , assim como eu Polnareff - disse eu pois aquele sofá é muito pequeno , e iggy sente frio a noite , então vai deitar naquele sofá , não importa se tiver ou não alguém deitado ali .

- não se preocupa , o iggy não gosta de dormir comigo , ele só dorme com você , só quando você vem aqui kakyoin - dizia ele chupando os dedos que estavam sujos com maionese , do hambúrguer que nós estávamos comendo mais cedo .

- se você diz - peguei meu prato e o dele e fui em direção da pia lava-los , então iggy veio junto comigo , já sei o que ele quer .

- toma iggy - disse estendendo um pedaço de carne pra ele , ele sempre tinha que comer este pequeno pedacinho de carne , se não ele não dormia , eu achava isso fofo demais .

Então do nada ouve um apagão .

- cadê você Polnareff ? - perguntei eu com medo , odiava apagões , sentia como se alguém no escuro fosse me pegar .

- .. Polnareff ? - perguntei eu já com medo , digo , CAGADO  de medo  .

- há !! - gritou ele pulando em mim , fazendo eu tomar um baita susto .

-haahahahahaaha - em vez de pegar uma lanterna , uma lâmpada , não , ficava ali rindo .

- calma hahhaha eu vou lá pegar uma vela hahaha - disse ele indo na no armário do meu lado pegar a vela , ainda rindo do que havia acontecido agora .

- pronto menininha indefesa - disse ele já com uma vela acesa , e já com uma lanterna na outra mão .

- hey , eu não sou menininha indefesa ! E me dá aqui uma lanterna Polnareff ! - pedi autoritário , então ele me deu uma lanterna .

- boa noite , eu já vou indo para meu quarto Polnareff , até amanhã - nisso fiz o clássico comprimento de mão , aquele do soquinho .

- boa noite kakyoin , e cuidado com os fantasmas , se tapa bem se não eles podem puxar seu pé ! - disse ele indo pro seu quarto antes de eu poder socar seu braço .

- vamos iggy ? - e então iggy veio atrás de mim , como de costume .

Então fechei a porta do quarto , e pus a lanterna no suporte que tinha em cima da lâmpada , causo falte luz , é só colocar a lanterna ali , que fica igual uma lâmpada.

Então arrumei minha cama para dormir , e me deitei , achei que iggy iria deitar-se comigo mas não , preferiu ficar deitado na sua caminha.

Então do nada comecei a entrar no mundo dos sonhos , só que parecia um sonho erótico .

Onde eu estava vendado , e alguém tocava meu corpo , o toque dessa pessoa fazia eu me arrepiar inteiro .

Então a pessoa começou a chupar meu pescoço , e eu não consegui segurar os gemidos , e acabei gemendo .

- ah !? .. hum !? Ahh .. m-mais ..- pedia eu , querendo que o ser estranho me tocasse mais , e foi aí que o ser falou pela primeira vez.

- ah kakyoin . . . Você ainda vai me matar de tesão . . - falou rouco e baixo em meu ouvido , e começou a chupar novamente meu pescoço .

Eu achei que iria chegar ao meu orgasmo só com aquilo , então o estranho parou de chupar o meu pescoço , e então decidiu passar para meus mamilos .

Ele tinha uma habilidade com a sua língua , ele passava sua língua lentamente por cima do bico de um dos meus mamilos , e então colocava inteiro na boca , assim chupando , e com a mão , beliscava o outro.

- hah !? Ah !? Huuum ... Ah!? - então ele começou a descer sua língua até meu membro , chegando nessa parte , ele chupava ele por cima do tecido da cueca .

- me .. huum!? Chupa ..logo .. ah !? - pedi quase implorando então o mesmo abaixou minha cueca lentamente , aquilo com certeza era pra me provocar .

Então ele Finalmente pegou em meu Membro , o mesmo já estava duro demais , então o estranho começou a passar o polegar em cima da cabeça do meu pênis , eu não sei se iria aguentar aquilo .

- harg !? Hah!? Isso .. haaa !?!? - eu não estava suportando mais , então ele pôs na boca , fazendo eu gemer mais alto ainda .

- huum !? Ah !? Isso , mais.. ah !? - então o estranho começou a fazer movimentos de baixo pra cima , chupando deis da cabeça até os testículos .

- hummm !? - gemi mordendo meus lábios , eu iria chegar ao meu orgasmo logo .

Mas parece que ele percebeu isso , e então começou ir mais rápido , até que eu comecei a sentir muitos arrepios nas minhas pernas , então acabei gozando .

- HAA !? .. ah .. - gemi agudo devido meu orgasmo , então senti como se o ser que eu não posso ver , estivesse em cima de mim .

Então ele chegou perto , e me beijou , seu beijo era intenso , era uma batalha de línguas entre eu e ele . 

Então ele deu um último beijo em mim , e disse bem baixinho em meu ouvido .

- até logo kakyoin. . .- então tudo ficou um silêncio , ele deve ter ido embora .

- hey acorda kakyoin! - logo abri meus olhos e vi que tudo não passava de apenas sonho , então vi que já era de manhã .

- vem , vamos tomar café antes de ir pra aula - então ele saiu do meu quarto , me deixando sozinho .

_Será que foi só um sonho ? ...- fiquei pensando nisso enquanto colocava uma roupa que Polnareff me alcançou para eu vestir .

- nossa mas você dorme feito pedra hein - comentou ele passando manteiga no seu pão .

- haha , por que acha isso ? - perguntei pegando uma tigela com cerejas .

- fazia uns 5 minutos que eu estava tentando te acordar e você só ficava " ah , isso , mais " - então corei rapidamente.

- que foi ? Ah entendi , estava tendo um sonho erótico - disse ele rindo mas tentando me confortar ao mesmo tempo .

- depois que eu me arrumar e tomarmos café , no caminho pra escola você me conta como era esse sonho - disse ele indo ao banheiro se arrumar , deixando eu sentado na mesa , comendo minhas cerejas e pensando se realmente era um sonho .

Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...