1. Spirit Fanfics >
  2. Vermelho Carmesim e Cinza Tempestuoso. >
  3. Os mistérios de um novo começo

História Vermelho Carmesim e Cinza Tempestuoso. - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Yo minna, sou eu o Mars, demorei eu sei e sinto muito por isso, mas agora que voltei, é o momento para todas as atualizações necessárias.

Espero que aproveitem.

Capítulo 16 - Os mistérios de um novo começo


Fanfic / Fanfiction Vermelho Carmesim e Cinza Tempestuoso. - Capítulo 16 - Os mistérios de um novo começo

Já haviam se passado cerca de 3 dias desde que me encontrei com aquele garoto de cabelos brancos, e nesse meio tempo tenho ajudado Rias e o clube a exterminar demônios, mas meio que isso se tornou meio chato pra mim, eu queria um pouco mais de ação e lutas, queria encontrar alguém forte nesse mundo ... Ou então, terei de voltar a estaca zero de novo ... Que é encontrar uma solução para voltar pro meu mundo.

Estava fora de casa, no gramado meditando um pouco sentindo todas as energias desse mundo, e fiquei surpreso por encontrar alguns até mesmo fortes, mas ainda assim, não era o que eu buscava de entretenimento, Rias apenas me observava da varanda e Ângela chega, e se põe ao lado dela.

-A quanto tempo ele está ali ?- Perguntou a empregada.

-Já faz umas duas horas eu acho- Disse a ruiva enquanto me observava.

Eu estava tão inerte em meus pensamentos e na meditação, que alguns passarinhos pousaram em meus ombros e na minha cabeça, era até engraçado de se observar, mas ao mesmo tempo mostrava que eu estava muito concentrado.

-Está aqui o observando a duas horas ?- Perguntou Ângela.

-Sim, e me intrigo a cada dia que passa, fico querendo saber mais e mais sobre ele- Disse Rias com um leve sorriso sincero.

Era notável a curiosidade da garota, mas ao mesmo tempo ela se sentia confortável quando me observava, mostrando que não havia nada que pudesse a abalar ... Esse pensamento foi quebrado no futuro ...

Eu abri meus olhos sentindo as patinhas dos pássaros por meu corpo e me mexi fazendo eles voarem pra longe, me levantei me espreguiçando e olhei pra Rias e Ângela e dei um sorriso pras duas que ficaram meio vermelhas, caminhei até elas.

-Quanto tempo se passou ?- Perguntei

-Duas horas- Respondeu Ângela

-Só isso ? "Eu realmente estou fora de forma"- Falei e pensei- Bem, mas vamos comer alguma coisa, estou morrendo de fome- Falo pondo a mão na barriga e sentindo ela roncar.

As duas se entreolharam e acabaram por rir, me deixando sem entender nada, mas ao mesmo tempo com um sentimento de alegria, entramos na casa e antes de fechar a porta eu olho para trás sentindo que algo de ruim iria acontecer, mas deve ser só impressão minha, esse mundo é pacífico de mais ... Não é ... ?


4 dias depois . . .


Estava de manhã e tinha acabado de sair da sala de aula quando fui abordado por Sona, não era surpresa para mim que ela também fosse um demônio como Rias e os outros, o impressionante foi ela ter vindo falar comigo derrepente nesse dia ...

-Como é que é ?- Perguntei vendo o olhar sério dela me encarando

Era até mesmo engraçado de ser ver, pois como ela era baixinha, ela tinha que olhar pra cima, para me encarar nos olhos, fiz um certo esforço pra não demonstrar que eu estava com vontade de rir.

-Quero que me conte quem é você- Disse ela mais uma vez.

Ela estava acompanhada de mais algumas garotas que estavam ao longe nos observando, todos estávamos no terraço da escola então era meio difícil algum outro aluno vir ali naquela hora do dia.

-E-eu não sei do que está falando, a-agora se não se importa, eu tenho que ir até o clube, Rias disse que queria me ver, então eu ...- Fui interrompido por Sona.

-Quando fui ler seus dados, sua ficha simplesmente pegou fogo, com isso já posso concluir que você não é um humano normal, então quem é você ... Goku-sensei ?- Perguntou ela mais uma vez.

Eu engoli em seco vendo as garotas me olharem de forma amedrontadora, não que eu estivesse com medo, eu poderia simplesmente sumir dali com o teletransporte ou até mesmo fazer todo mundo dormir e não se lembrar mais de nada ... Mas qual seria a graça nisso ?

-Bem, infelizmente não poderei revelar nada por enquanto, mas quem sabe algum dia, vocês possa saber- Falei sorrindo- Creio que vocês não estão prontos pra saber sobre mim, além do mais ... É uma história bem longa e só de pensar em contar já me dá uma preguiça- Falei rindo e coçando a nuca.

Sona me encarou por alguns segundos antes de suspirar, ela sabia que eu não era normal, mas pelas conversas que teve com Rias, ficou sabendo de nosso casamento e que eu não sou uma má pessoa.

-Quando esse dia chegar ... Espero que conte tudo- Disse ela se virando e saindo do terraço junto com as outras garotas.

Respirei fundo olhando pro clube de ocultismo ali de cima da escola, percebi que não havia nenhum aluno no pátio, o que me dava a oportunidade perfeita, dei um salto por cima da cerca do terraço e começando a flutuar até o clube.

Desci até a janela do segundo andar do clube, e entrei ali dentro, estava ouvindo um barulho de água caindo, parecia ser de um chuveiro, olhei para a mesinha da frente que havia uma toalha dobrada, quando direcione meu olhar pra frente, vejo uma cortina florida e que alguém estava ali de trás, tomando banho.

Não deu nem 1 minuto quando a cortina foi aberta, e ali se revelou Akeno completamente nua em minha frente, ela tinha os seios maiores que os de Rias, além de é claro sua pele ser mais leitosa, seus cabelos estavam caídos como cascata sobre seus seios, e particurlamente achei ela bem mais bonita assim.

-Oi Akeno, desculpa te atrapalhar, vejo que já concertaram o clube, ficou bem bonito- Falei sorrindo olhando em volta e vendo a morena com um leve rubor nas bochechas, mas ainda sim com um sorriso estranho nos lábios.

-Ora ora Goku-sensei, eu esperava uma atitude dessas do Issei-kun, mas não do senhor- Ela falou dando uma risadinha e se aproximando de mim.

Dei um passo pra trás apenas pra cair sentado no sofá enquanto ela fica em minha frente, seu corpo escorria gotas de água deixando aquela situação até mesmo estranha pra mim.

-A relação entre alunos e professores não é permitida Goku-sensei- Disse ela pondo as pernas ao lado das minhas e ficando sentada em meu colo- Mas de certa forma tenho inveja de Rias por ter um marido forte e bonito como você- Ela falou aproximando os lábios dos meus.

-Está tudo bem com você Akeno ?- Perguntei.

Eu podia sentir que ela não estava falando aquilo com sinceridade na voz, soava mais como um pedido bem estranho por sinal, ela me olhou nos olhos e ainda sorrindo.

-Por que não estaria ?- Retrucou ela.

-Você está estranha, parece que tem algo te incomodando, será o fato de ser esse outro poder dentro de você ?- Perguntei vendo ela abrir levemente os olhos e sair de cima de mim.

Ela apenas pega a toalha e se enrola indo em seguida até a porta e abrindo ela.

-Saia- Disse ela simplesmente de cabeça baixa e com os cabelos cobrindo os olhos

-O que ? Mas você ...- Tentei falar, mas ela disse de novo.

-Saia !- Disse em um tom mais alto- ... Por favor.

Eu me levantei e fui até a porta saindo do local e quando me virei ela fechou a porta com tudo, me deixando ali sozinho, eu não entendia o porquê de ela agir daquela forma, era estranho, mas parecia ter abalado ela de alguma forma.

Akeno estava ainda de toalha com a mão na porta e a outra mão no peito, foi então que algumas lágrimas caíram no chão fazendo a morena lembrar de coisas que não queria.


No dia seguinte . . .


Eu estava na cidade caminhando pela calçada indo em direção ao colégio, estava endardecendo então eu não teria pressa para chegar lá usando o teletrasporte, estava apenas apreciando a vista e ao mesmo tempo percebendo os olhares sobre mim vindo de duas pessoas que estavam de mantos brancos me seguindo.

-"Isso está me deixando nervoso"- Pensei ao entrar em um beco.

As duas pessoas apressaram o passo e entraram no beco também uns 5 segundos depois de mim e viram que eu havia sumido.

-Pra onde ele foi ?- Perguntou uma das pessoas.

-Eu sabia que era um demônio- Disse a outra pessoa.

-Na verdade eu estou aqui- Disse tocando no ombro de um deles que rapidamente se virou me aplicando um soco no rosto com força.

Eu não me mexi um milímetro enquanto as duas pessoas se afastaram, a que tinha me atacado estava segurando a mão e tremendo ela levemente.

-Xenovia-chan, tudo bem ?- Disse a pessoa que estava na esquerda.

-Sim, eu estou, mas é como se eu tivesse acabado de dar um soco em uma parede- Disse a tal Xenovia que chaqualhou a mão.

-O que vocês querem comigo afinal ?- Perguntei.

-Não queremos nada com você demônio, estávamos apenas o seguindo para ir em direção a base dos demônios que controlam essa região da cidade- Disse a tal Xenovia.

-Se puder nos dizer o caminho poderemos assim poupar sua vida- Disse a outra pessoa e eu podia garantir que ela estava sorrindo por baixo do manto.

-"Será que ..."- Pensei antes de falar- O que vocês querem com esses demônios ?- Perguntei.

-Apenas conversar sobre algo muito importante envolvendo a igreja- Disse a outra pessoa.

-Vocês são membros da igreja como a Asia ?- Perguntei vendo as duas acenarem pra mim e retirarem seus capuzes.

Eram duas garotas que pareciam ter a mesma idade do pessoal do clube de Rias. A primeira tinha cabelos curtos e azuis com uma mecha sendo da cor verde e olhos amarelados, enquanto a outra parecia ter um cabelo longo e meio loiro, mais para o laranja que amarelo, estavam amarrados em duas tranças que pareciam ser longas que estavam por dentro do manto e tinha olhos roxos.

-Sou Xenovia Quarta e essa é Irina Shidou- Disse a azulada enquanto a outra deu apenas um sorriso- Estamos procurando o demônio chamado Rias Gremory.

Eu fiquei surpreso e ao mesmo tempo desconfiado com aquilo.


Duas horas depois . . .


Rias estava na sala do clube junto de seus membros, ela estava sentada em sua mesa enquanto Akeno, Asia, Koneko, Issei e Kiba estavam sentados no sofá, apenas a observando.

-Buchou, por que essa reunião tão repentina ?- Perguntou Issei.

-Iremos receber algumas visitas hoje e é necessário que todos estejamos presentes- Respondeu Rias.

No mesmo instante ouve-se batidas na porta, e foi Koneko que se levantou para atender, quando a porta se abriu, revelou-se eu.

-Goku-sensei ? O que faz aqui ?- Perguntou Rias.

-Encontrei duas pessoas na vinda pra cá, disseram que queriam te ver- Falei entrando acompanhado das duas garotas.

-Você é Rias Gremory ?- Perguntou Xenovia.

-Sim, sou eu e vocês devem ser os membros da igreja que estão andando pelo meu território- Disse a ruiva com um sorriso.

As duas tiraram mais uma vez seus capuzes mostrando seus rostos enquanto eu apenas observava escorado na porta, pensando apenas em uma coisa ... Aquela dia iria ser bem longo.


Continua . . .


Notas Finais


Bom gente é isso, eu demorei, mas consegui trazer o capítulo para vocês.

Qualquer erro me avisem, críticas são sempre bem vindas.

Fiquem com Amateratsu e Tsukuyomi
E
Até ... A ... Próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...