História Vermelho e Dourado, Verde e Prata - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Hermione Granger, Severo Snape
Tags Draco Malfor, Harry Potter, Hermione Granger, Severo Snape
Visualizações 25
Palavras 805
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Magia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo 1 RIXA


Fanfic / Fanfiction Vermelho e Dourado, Verde e Prata - Capítulo 1 - Capítulo 1 RIXA

Feixes de luz voavam de um lado para o outro pelo jardim oeste de Hogwarts. Uma fumaça esverdeada podia ser vista, Colin Creevey foi atingido por uma azaração feita por Tracy Davs e acabou com o rosto cheio de Furnunculus. A poucos centímetros dali, Pansy Parkinson foi arremessada em direção a uma árvore por Gina Wesley. A sonserina foi atingida por um feitiço estupefaça lançado pela ruiva.

 

Esse foi o decimo incidente que ocorreu desde que o ano letivo retornou. O clima entre as casas Grifinória e Sonserina estava o pior possível. Depois que Voldemort caiu e a escola foi reaberta, um sentimento de magoa e raiva por parte dos grifinórios foi direcionada aos alunos da Sonserina. Ninguém soube se alguém da Sonserina, tirando o diretor da própria, Severus Snape e Horace Slughorn, ajudou em algo para derrubar Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado

 

Os alunos da Sonserina que não aguentavam ficar calados e odiavam esse jeito dos grifinórios de salvarem a pele dos outros e não a de si mesmos, de não gostarem de que os fins justifiquem os meios para se conseguir algo. Estava fazendo o último ano do trio de ouro, impossível. Harry vivia sendo questionado por seus colegas de Casa, se não seria melhor dar um jeito de fazer Sonserina acabar, já que a maioria dos seguidores das Trevas vieram dessa casa. O menino que sobreviveu, tinha sempre que fazer um discurso tentando sempre convencer a todos que não era assim que as coisas fossem se resolver, para que nunca mais surja um bruxo das trevas.

 

Ron também vinha sendo assediado com perguntas do pessoal da Lufa-Lufa, que se mantinha afastado dos conflitos da casa do leão e da serpente. Mas o questionavam se poderiam confiar em alguém da Casa que pertenceu, AQUELE-QUE-NÃO-DEVE-SER-NOMEADO. O ruivo mesmo odiando cada um que estava na casa do temido mestre de poções, tentou apaziguar as coisas. Ele disse que todos mereciam uma chance e que a casa do texugo era um exemplo de que ninguém poderia ser deixado de lado. Mesmo que no fundo, não confiasse em nenhum sonserino.

 

Hermione que agora era a monitora chefe, sempre tentava parar qualquer conflito entre as casas que pudesse estar acontecendo. Assim como os alunos da Lufa-Lufa, os corvinos também tinham certo receio dos sonserinos. Mas não deixavam transparecer para ninguém, a não ser para seus colegas de Casa. Mas Hermione sabia da desconfiança, já que acabou construindo uma amizade com Luna Lovegood e ela relatou a castanha sobre isso.

 

A diretora Minerva McGonagall, que já não aguentava mais os relatos a cada reunião de professores, sobre a tensão que se explodiu entre Sonserina e Grifinória. Diga-se de passagem, a pior tensão já vista na escola. Sendo que a última vez que isto ocorreu, foi quando os dois fundadores de Hogwarts, Godric Gryffindor e Salazar Slytherin, tiveram um desentendimento forte entre si, ocasionando assim o fim da amizade entre os dois.

 

Determinada a por um fim nisso, ela decide chamar as duas casas conflitantes no salão principal, para dar um comunicado definitivo.

 

-Acaba por aqui, cada desentendimento que ambos tenham um com o outro. Disse Minerva extremamente seria, olhando os alunos à sua frente. Não vou admitir que essas azarações pelos corredores e jardins do castelo continuem. Portanto comunico a vocês, que quando tiverem aulas em conjunto. Um aluno da Grifinória e um aluno da Sonserina, formaram uma dupla em todas as aulas que ambas as casas tiverem um com o outro. E isso se estenderá ao passeio a Hogsmead. Só sairão desse castelo para o vilarejo, com seu par de aula conjunta. Que será decidido por mim, que repassarei aos professores.

 

-SILÊNCIOOO!!!-gritou Minerva, ao ouvir os ruídos de descontentamento dos alunos. E prosseguiu: se isso continuar, eu não teria outra alternativa a não ser cancelar o passeio e o Quadribol para os leões e as serpentes..

 

Não, diretora!. Isso não!-se pronunciou a frente do seu grupo, Dino Thomas.

 

-Eu já me decidi, Sr.Thomas. E tenho dito. A diretora se retira, mas parou em frente da porta que dava acesso a mesa dos professores. Girou os calcanhares e disse: Monitores, guiem suas respectivas casas aos seus salões comunais. Já está anoitecendo e todos vocês devem permanecer lá. O jantar será servido a vocês em suas devidas Casas. E terminou por falar, se retirando de vez do salão principal.

 

-Grifinória, me acompanhem, por favor -disse Hermione. E assim os grifinórios foram todos seguindo a sua monitora chefe para a longa escadaria que teriam que subir, para ter acesso a Torre da Grifinória.

 

Enquanto isso no salão principal, o monitor chefe da casa verde e prata dizia: vocês ouviram a diretora, vamos logo para o nosso salão comunal que é muito melhor que aqui mesmo. Disse Draco Malfoy, que com os braços pedia para que seus colegas de casa o acompanhassem em direção as masmorras.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...