1. Spirit Fanfics >
  2. Vermelho Obsessivo >
  3. Lembranças

História Vermelho Obsessivo - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Lembranças


Os dias tem sido calmos e tediosos, e hoje acordei melancólica, lembranças amargas tomam conta da minha cabeça.
Lysandre e eu éramos amigos de infância, mas quando estávamos no ensino médio, descobrimos que nossa amizade tinha virado algo a mais, EU costuma chamar de amor, ele e eu éramos inseparáveis, enfrentamos muitas coisas juntas, mas também nos divertiamos muito, principalmente quando ele perdia seu bloco de notas na escola. Todavia, o que achei que seria pra sempre teve um final inesperado, um acidente na saída da escola acabou com nosso namoro. Ele ficou em coma por semanas, e eu sempre ali com ele durante dia e noite, só que quando ele acordou tinha perdido sua memória, mais especificamente tudo que se referia a mim, ele lembrava de todos menos de mim , meu coração quebrou no instante que seus olhos se abriram, tentei fazer de tudo para que ele se lembrasse de mim, tudo em vão, ele canalisou o "amor" que sentia por pra para minha irmã, e isso me machucou ainda mais, em vez da minha irmã ficar ao meu lado, ela fingiu gostar dele, e meus pais a apoiaram pois ele era um dos herdeiros do grupo Campbell, e logo um compromisso foi estabelecido, e uns anos depois um noivado. Por mais que tudo já tinha se arranjado, EU ainda insistia em tentar acordar suas lembranças, só que isso só fez piorar minha situação, Lysandre começou a odiar meu comportamento, pois bem ou mal ele era o noivo da minha irmã. O garoto que falava que iria me amar para sempre e que se casaria comigo desapareceu depois daquele horrível acidente.

E como se tudo o que eu e Lysandre tivéssemos vivido , estivesse fardado ao fracasso. Agora estou casada com um diabo, desejando a liberdade de tudo e de todos.
Mas hoje graças a deus hoje acaba minha "lua de mel" e amanhã cedo estarei no meu emprego. Adoro estar entre os esboços, maquetes e desenhos. Sou arquiteta.

Acordei cedo, tomei banho vesti uma calça cintura alta dobrada na barra, uma blusa branca, um blazer e um scarpin, peguei minha bolsa e fui trabalhar.
Chegando no escritório ouço uma buzina e alguém me chamar, me virei era o Lysandre
PENSEI QUE NAO ESTAVA MAIS NA CIDADE , JA QUE SE CASOU COM O COLLINS- o sobrenome em.seus lábios pareceu um xingamento -DEVIA TER SE MUDADO ASSIM QUEM SABE ME DEIXA EM PAZ.
ME ODEIA TANTO ASSIM ? - perguntei tentando não demonstrar tristeza.
O QUE QUERIA QUE EU SENTISSE , JA QUE SEMPRE ME PERTUBA ? - sorriu
NAO FAREI MAIS ISSO, DEPOIS DO QUE ACONTECEU E VOCE E A NINA VAO SE CASAR , POSSO RENUNCIAR TUDO QUE SINTO POR VOCÊ. E PARAR DE TENTAR VOCE SE LEMBRAR DE MIM- falei sem demonstrar muita tristeza.  
AINDA QUE EU RECUPERE A MEMÓRIA, NINA SEMPRE SERA A MULHER QUE EU AMAREI - falou sem expressão 

SERIO? SE ALGUM DIA RECOBRAR A MEMÓRIA , LEMBRE- SE DE NAO ME CULPAR POR ESTE FIM. ADEUS! - disse segurando minhas lágrimas

Entrei no escritório, cumprimentando todos meus colegas , e fui para minha sala, liguei o notebook e enquanto ele iniciava , remoia a minha pequena conversa dessa manhã.
Todos esses anos , tenho sido humilhada pelo Lysandre na tentativa de recobrar sua memória, hoje decidimante decidi enterrar os meus sentimentos por ele.
O dia passa rápido quando se faz o que gosta, me deparo olhando para o horário que marca no celular, acho que vou adiantar esse projeto E depois ir pra casa.

Cheguei depois da 20h e vou direto para meu quarto tomar banho e ficar conforvel em meu pijama, sai enrolada na toalha e quase a deixo cair quando vejo o Castiel sentado na cama me olhando furiosamente.
AONDE ESTAVA?- perguntou furioso
TRABALHANDO - falei enquanto ia para o closet pegar meu pijama , senti seu corpo contra o meu e logo me puxou para a cama, caindo por cima de mim e me beijando.
NAO! - falei
PARA DE FINGIR QUE NAO FICA EXCITADA QUANDO ME VE - disse enquanto passava a língua no meu ouvido
NAO ESTOU FINGINDO, VOCÊ APENAS NAO ME AGRADA - disse sem expressão
REPETE- gritou fechei os olhos , por um momento pensei que ele iria me bater , mas em vez disso enterrou seu rosto em meus seios , respirou fundo e se levantou, saiu do quarto sem dizer mais nada.
O QUE SERA QUE ACONTECEU? - deixei pra lá e fui dormi.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...