História Vhope - Please, Don't Cry. - Capítulo 45


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Fanfic, V & J-hope, Vhope
Visualizações 83
Palavras 573
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OILAAA
como vão vocês??
Fiquem com o cap :3
(vai ser curto desculpa)

Capítulo 45 - Cap 45


Fanfic / Fanfiction Vhope - Please, Don't Cry. - Capítulo 45 - Cap 45

Donghae andava de um lado para o outro, preocupado e desconsolado com o que poderia acontecer com Chen que estava na sala de cirurgia nesse momento.

Pelo menos ele achava que ele estava.

- Senhor, Donghae? - O médico chamou pelo nome que deu entrada no hospital, no caso o maior deu entrada com seu nome.

- EU - quase gritou pelo pequeno susto - eu..

- Responsável por Chen, certo?

- Sim, doutor ele está bem não é?

- Antes de eu falar, ele disse uma pequena frase enquanto estava praticamente desmaiando em um possível coma, ele disse "tinha alguém lá".

- Alguém lá? - cruzou os braços pensando, mas ainda preocupado - então, ele está bem não é?

- Sinto muito - o doutor olhou com uma cara preocupante para o outro que queria mais palavras do profissional - Chen, após seu preparamento para a entrada na sala cirúrgica, teve uma parada cardíaca. Não conseguimos converter a situação e infelizmente...

- Não... está dizendo que... - engoliu a seco, enquanto uma lágrima escorreu pelo seu rosto.

- Chen não resistiu a parada cardíaca.

Neste momento, Taehyung desmoronou no ombro de Hoseok. Começou a chorar litros e litros desolado e triste. Não caira a ficha que seu amigo que lhe visitara depois de anos separados, morreu após uma comemoração de faculdade.

- Não, está mentindo. Chen está bem não é? ME DIZ QUE ELE ESTÁ BEM - Segurou o médico, olhando no fundo dos olhos dele - Me diz agora! - praticamente partiu pra cima do médico.

Alguns assistentes e enfermeiros que estavam observando o ocorrido, correu segurando Donghae que não se continha, não queria acreditar naquilo. O médico calmamente, se aproximou do outro enquanto Donghae era segurado por alguns enfermeiros e assistentes, e olhou no fundo dos seus olhos.

- Se me bater, trará seu amigo de volta, me bata com todo sua força, me bata com vontade, aí eu não me lamentarei por a morte de um paciente - disse puramente enquanto Donghae se soltava dos outros, enfraquecendo caindo de joelhos no chão. Começou a chorar como quem não tivesse mais razão para viver - eu realmente sinto muito - comprimentou os outros e saiu rumo a sua sala.

Enquanto isso...

- Aish, Jimin porque você me fez fazer isso? Depois quando você acordar, provavelmente me odiara pelo resto da sua vida. Ou sei lá o que você faria.. - cobriu o menor, que ao certo, iria se assustar quando acordar grudado a Jungkook sem roupa alguma, e o mesmo estando nú.

Uma loucura, grande loucura pensou Jungkook enquanto fechava seus olhos.

                     ..............

Algumas horas se passaram, já era madrugada e nada de Donghae dormir. Ficou "hospedado" na casa de Jin. 

Jin preferiu que Donghae dormisse em seu quarto, já que se dormir será difícil, imagina no chão ou naquele sofá que não é nada macio.

- Boa noite - Hoseok beijou a testa do Kim mais novo que conseguira dormir em seu peito.

Chen se foi, que destino cruel. Ele apenas veio para um reencontro de anos, para uma comemoração agitada de fim de faculdade. E se fosse diferente ele teria sobrevivido? E se alguém o salvasse ele teria vivido? Ou morreria ao lado da pessoa? Talvez junto.

Donghae se lamentava, se culpava por não ter ido junto de Chen ao banheiro. Talvez fosse diferente. Talvez não.

Mas Taehyung sabe que não pode se lamentar ou se culpar de algo pelo resto da vida.

Por isso, se lamente por um momento, se odeie por um momento, mas lembre-se disso para sempre.

                     Continua


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Foi pequeno e, caramba Chen morreu aqui :vv
é, deixem suas teorias please
Oq acham q pode ter ocasionado isso, se alguém estava lá
Fuii


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...