História Vhope - Please, Don't Cry. - Capítulo 51


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Fanfic, V & J-hope, Vhope
Visualizações 75
Palavras 941
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaa
Como vocês estão? Por favor poderiam deixar alguns shipps (de outros grupos) nos comentários?? Por favorzinho:)

(fiquei mais velha ee:33)

Capítulo 51 - Cap 50


Fanfic / Fanfiction Vhope - Please, Don't Cry. - Capítulo 51 - Cap 50

Na volta do caminho de casa, que coincidentemente JungKook seguiu para casa de Jin junto do Park - Já que havia deixado suas coisas lá - ; estava um silêncio cortante apenas com o barulho dos chinelos de Jimin e do tênis de JungKook.

- Obrigado... - JungKook levemente cortou o silêncio ainda falando baixo, quase em um sussurro para o menor ao seu lado.

- Oque? - Olhou para o outro que andava olhando para seus pés. 

- Obrigado - Olhou para o outro - Mas eu ainda te mato, ok? - Olhou para frente fitando alguns casais trocando carícias.

- Vela até na rua - Riu olhando para a mesma direção de JungKook, que instantaneamente riu baixinho.

- Você riu, pensei que estava bravo. Dono da razão - Socou levemente o ombro do outro.

- Porque dono da razão?

- Hétero - Olhou para o outro rindo - Estou zoando com você.

- Sou mesmo - Ajeitou a mão no bolso olhando para frente com todo sua Hétero sexualidade.

- Hm - Seguiram o caminho inteiro quietos.

Chegaram a frente da porta e entraram, Jin cochilava no sofá mesmo, estava bem cansado. 

- Acordamos ele? - Perguntou JungKook olhando para o relógio e em seguida para Jin.

- Vai querer acorda-lo e receber uma bronca ou dormir na cama macia dele? - Olhou seriamente para o JungKook.

- Mas e o Namjoon? 

- Ele deve estar no outro quarto. Eles tem dois quartos de casais pra eles mesmo, a gente usa um.

- Eu e você? - Olhou para o outro.

- Vai dormir no chão?

- Tabom, tabom.

Subiram silenciosamente para o quarto de casal do Jin. JungKook ainda estava bravo com o menor e a idéia de dormirem na mesma cama? Ele odiou.

- Vou descer pra comer alguma coisa - Disse Jimin - Se quiser fazer um muro de travesseiros divodinho a cama, fica a vontade.

- Sem graça.

Jimin então, teve uma idéia louca. Muito louca. Iria fingir ter bebido, e digamos que daria em cima de JungKook. Eu só não sei se vai dar certo.

Tomou um gole de cerveja apenas para ficar um bafo, para ele realmente acreditar que ele bebeu.

- Vamos ver, JungKook - Sussurrou antes de subir a escada. Sorrindo com seu plano.

Abriu a porta do quarto, finjindo estar um pouco cambaleando, nota-se que Jimin demorou lá em baixo para não deixar na cara a mentira.

- Você demorou - JungKook estava no celular, estranhou um pouco o outro mancar.

- A lua está linda - Olhou para a Janela - Você viu como ela é linda JungKook? Parece até eu - Deitou-se na cama.

- Jimin, você bebeu? - Sentou-se na cama fitando o outro que sorria para o teto.

- Bebeu? Ninguém bebeu aqui, estamos todos sóbrios - Disse rindo, digamos que Jimin é um ótimo ator.

- Jimin eu não acredito que você desceu pra beber, a noite ainda. Pura que pariu, você tem o que na cabeça? E com quais cervejas fizeram você ficar doido assim do nada?

- Doido? Doido é você. Você quem transou comigo sem eu querer. 

- Não vou discutir com um alcoólatra - Deitou-se Fitando o teto branco do quarto apenas com a leve luz da lua que refletia no quarto.

Jimin, levantou-se e Sentou-se em cima de JungKook fitando os olhos desesperados do maior.

- Sai de cima de mim - Jogou o outro para o lado que não desistiu, subindo novamente. JungKook perdia sua paciência rápido com o menor. Trocou as posições  segurando os braços do menor acima de sua cabeça - eu disse para sair de cima de mim. Você é louco? Bebe a noite e ainda...aish.

- Não vai me beijar - Disse sorrindo.

- Oque? - Jimin aproximou o rosto do outro perto do seu. Olhos nos olhos, respiração uma na outra.

- Beijo, um beijo.

- Você... - Fitou os lábios do outro, loucamente pensativo. Estava pensando no tipo se ele acordar amanhã e descubrir isso é bla bla bla, coisas que esqueceu quando beijou os labos grossos e avermelhados do outro.

Soltou as mãos do outro, colocando suas próprias no rosto do menor. Jimin fez o mesmo colocando suas mãos no rosto quente do Jung.

- Hétero - Em uma pausa para respirar Sussurrou ao outro - Realmente não quis me beijar e mentiu pra mim? - Logo após Jimin sem ver a reação do outro ao sacar que ele não estava bêbado coisa nenhuma, juntou seus lábios ao do outro desesperadamen querendo contato.

JungKook se separou do outro olhando nos olhos do outro. Percebendo a coisa louca que fez e está fazendo.

- Você não está bêbado... - Sussurrou fitando o outro.

Enquanto isso...

- Eu te amo - Hoseok disse ao outro - Eu queria fazer você esquecer das coisas que aconteceram e te destrair. Como eu faço isso? - Olhou para o outro mexendo ekbsias mechas de cabelo caída em seus olhos.

- Seu beijo. Eu preciso do seu beijo - Sorriu para o outro, olhando em seus olhos juntou os lábios aos dele.

Deitou o menor na cama cuidadosamente enquanto acariciava levemente sua bunda. Ato que o Kim adora e esquece de qualquer coisa rapidinho.

Adorava os toques viciantes de Hoseok e não mentia em questão a isso, já que demonstrava ficar duro apenas com isso.

- Porque eu sempre fico assim? - Sussurrou no ouvido de Hobi que Sorriu para si mesmo ouvindo que o menor já estava duro.

- Porque me ama. E porque meus toques são apenas seus - Beijou a orelha do outro sussurro palavras que arrepiavam o corpo de Taehyung.

Hoseok tirou a camisa do menor, jogando-a para qualquer canto. Passou sua língua quente na barriga fofa e gostosa do menor. O Kim fechava seus olhos constantemente apertando as costas de Hoseok.

- Por favor... - Sussurrou Taehyung enlouquecendo.

                      Continua





Notas Finais


Espero que tenham gostado

View em SF9 bigadu
:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...