História Viagens, Reencontros, Amizades e Amores (Segunda Temporada) - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Shawn Mendes
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais, Shawn Mendes
Visualizações 7
Palavras 1.668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura...

Capítulo 15 - Our Revenge, But... Oh No!


No último capítulo...

“- Droga! – resmungo.

- O que foi?

- Meu carregador, eu não sei onde ele tá... Ele tava na minha bolsa, mas desapareceu.

- Calma, eu te empresto o meu.

- Já disse que você é demais? – sorrio largo.

- Eu sei! – ele se gaba. – Já tô indo aí...

- A porta tá aberta.

~LIGAÇÃO OFF~

 

Logo Luke chega com o carregador, mas por estar cansado só me deixa agradecer e me dá tchau, indo pro seu apê. Lógico que eu logo coloco o celular pra carregar e, minutos depois, já o ligo. Tinham 8 chamadas não atendidas do Shawn, 3 do Harry e 4 mensagens de voz. Ouço uma por uma, nas quais Shawn diz que foi com um dos garotos do time de futebol para o hospital, perguntando onde eu estava, perguntando se eu estava bem, o porquê de eu não atender suas chamadas e cair direto na caixa postal e, o último, no qual ele dizia que ficou sabendo que eu estava muito bêbada.

 

*******************************

 

Eu fiquei tão mal por tudo que eu fiz... Eu tive que ser tão idiota? É óbvio que era armação... Shawn nunca faria isso, mas quer saber? Vou deixar Blake acreditar que estou gostando dele, e vou combinar isso com Shawn, se não dá merda pra mim.

 

[...]

Após mandar uma mensagem pra Shawn avisando que estava tudo bem, mas que eu precisava falar com ele, vou dormir, e acordo, no outro dia, com beijos dele.

- Bom dia meu amor... – digo ainda de olhos fechados.

- Como você tá amorzinho? – fala me olhando.

- Com uma ressaca daquelas. – me sento na cama. – Eu te devo desculpas... Blake e Melissa tentaram me enganar, e conseguiram. Desculpa mesmo! – dou vários beijos pelo seu rosto.

- Tudo bem, tudo bem... Luke já me contou. – sorri. – Não se culpe okay?

- Okay. – sorrio e abraço-o forte, sendo retribuída. – Mas, mesmo assim, pensei em algo, caso você tope. – sorrio.

- Como assim? No que você pensou?

Eu conto pra ele tudo que pensei, e era bem simples, mas pro burro do Blake, super eficaz. Nós (eu e Shawn) iriamos fingir ter se separado, então, euzinha aqui ia me aproximar do Blake, e ele como já era amigo do Blake (ou era antes disso tudo acontecer) ia contar que terminamos, porém só nós dois saberíamos disso. Eu levaria isso até que Blake confessasse tudo e estivesse gravado. Pra tudo isso, eu instalaria algumas câmeras, com o intuito de pegar as gravações assim que ele falar e seriam colocadas na sala e cozinha.

Shawn se levanta pra ir pegar uma água e uma aspirina pra mim, enquanto continuo no escuro do meu quarto, de olhos fechados. Lembro de pegar meu celular e vejo uma mensagem, de um número que não conheço.

~Mensagem ON~

DESCONHECIDO: Sentiu saudade de mim? HAHAHAH

EU: Quem é?

DESCONHECIDO: Um(a) velho(a) amigo(a) seu. Vamos lá, você sabe quem sou. – ND

EU: Você tá brincando comigo? Quem é?

DESCONHECIDO: Em breve, muito breve, saberá.

~Mensagem OFF~

 

 

Dois dias depois...

- Okay, então agora eu vou pra casa do Harry e vou falar que terminamos porque você disse que eu traí você, que você viu na festa, mas não fazia sentido nenhum, pois  eu nem fiquei na festa até aquela hora?

- Perfeito. Enquanto isso, eu falo pra Alina e Luciana o mesmo. Se qualquer pessoa perguntar, diremos isso...

- Mesmo pro Luke? – indaga.

- Mesmo pro Luke. – falo séria. – Agora eu vou subir, com uma cara arrasada, e chorando. – pego o colírio. – Pra dar um tchã!

Por último, selo Shawn e subo, pegando minhas coisas, sem falar com ninguém (exceto quando gritei que havíamos terminado), mesmo que Lu e Alina estivessem falando comigo.

Vou pra faculdade com a mesma cara, alguma maquiagem como se eu não dormisse há dias. Logo que me sento na classe, abaixo a cabeça sobre meus braços, e Blake aparece lá – sim, agora ele vai estudar aqui, pra me perturbar, provavelmente. Eu bufo levemente, pra ele não ouvir e fico pensando pra mim: “Vai lá, você consegue”.

- Fiquei sabendo que terminaram... – diz baixinho, no meu ouvido, encostado na classe de trás, sendo assim, quase se deitou sobre mim.

- Sim... Olha, não quero falar sobre isso.

- Okay. Quer um abraço? Desabafar? – se para, acocado do meu lado.

- Não precisa, já chorei bastante, – levanto o rosto. –, como pode ver...

- Não fica assim, sabe que tô sempre aqui... Pra tirar sua solidão sempre que precisar. – fala do modo que ele usa pra seduzir garotas e levá-las pra cama, além daquele sorriso cafajeste.

- Okay, obrigada...

Eu penso por um segundo o que eu poderia falar, o que iria fazê-lo ir até minha casa. Vem algo em minha mente e sorrio para mim, virando pra ele com a mesma cara de antes.

- Blake, você pode ir lá em casa pela tarde? Você tem sido tão legal comigo e preciso desabafar com alguém que não se dê bem com o Shawn... Ou melhor, tão bem quanto os outros.

- Okay, passo lá pelas 16 horas.

- Okay. Combinado então...

Nesse exato momento, o professor chega na sala, ainda esperando os outros alunos e todos que estavam de pé, no instante que percebem ele, se sentam em alguma carteira.

- Bom dia alunos. Hoje teremos um pequeno e simples exame...

- Simples... Pff, nada com ele é simples. – falo pra mim mesma.

- Copiem em uma folha e me entreguem. Vocês terão 30 minutos, e nada além disso, após EU terminar de passar as coisas.

 

MAIS TARDE, NO MESMO DIA...

- Aquele exame tava um terror... – comento com Alina. – E o senhor Reynolds ainda falou que era simples. Se era tão simples, errei tudo nesse exame. – ela ri.

- Para de ser boba... – ela olha pra alguém e logo fala. – Ele tá ali, na mesa dos garotos do time... Já falou com ele?

- Sim, e terminei. Não quero nem olhar pra cara desse verme. – eu acabei de mentir pra minha melhor amiga. Eu sou um monstro. – Eles todos são uns idiotas. Nenhum deles vale a pena, Ali. Nenhum!

- Eu não acho que ele tenha feito isso... Sabe, Shawn é diferente e você sabe.

- É, é...

Olho o meu celular ao ver várias pessoas saindo para os prédios e suas respectivas salas, solto um longo suspiro.

- Vamos...

Ali e eu nos levantamos e saímos dali o mais rápido possível, eu ainda estava fingindo que terminei com Shawn, nada podia dar errado. Nós nos separamos e eu vou para meu prédio, subindo escadas e mais escadas, até que sou puxada para dentro de uma sala, completamente vazia, só com uma pessoinha que eu conheço e muito bem.

- Oi meu amor... – digo abraçando ele. – Você me assustou. – dou um leve selinho nele.

- Pensei que podíamos faltar essas últimas aulas, o que acha?

- Por mim... Mas e se pegarem a gente aqui?

- Eu pensei em irmos na cafeteria perto da sua casa. O que acha?

- Então vamos.

Nos direcionamos até o estacionamento, correndo para que ninguém nos visse, entramos dentro do carro e ele sai acelerando. Logo chegamos ao café e nos sentamos do lado de dentro, fazendo nossos pedidos em seguida.

- Luna, eu te trouxe aqui, porque... Precisamos conversar. – fala sério.

 

P.O.V. Shawn

- Luna, eu te trouxe aqui, porque... Precisamos conversar. – falo sério.

- Se é por causa do plano, tá tudo dando certo. Ele acreditou em cada palavra que você disse e veio me consolar...

- Não, não é sobre isso...

- É sobre o quê, então?

Nosso pedido chega, junto com a conta.

- Hoje a gravadora me mando uma mensagem...

- Que ótimo, quando começam a gravar?

- Em 3 dias.

- Você não tá parecendo feliz, o que houve? Achei que fosse ficar feliz com essa notícia, meu bem...

- É que... – tomo um gole do meu café, não sei como falar isso. – Eu... Eu...

- Você o quê, Shawn? Tá me deixando nervosa...

- É que o plano tem que ser perfeito e terminado hoje. Eu preciso que se encontre com ele hoje Luna.

- Eu vou encontrar ele hoje, mas por que a pressa?

- Eu vou ter que me mudar. Pro Canadá, vou morar junto com meus pais.

- O quê? Por quê? Como assim, Shawn? Você tá brincando comigo? Me diz que isso tudo é mentira, que é uma pegadinha...

- Não é, Luna... A gravadora é de lá, meu pai é meu empresário e eu tenho que ir amanhã, bem cedo.

 

 P.O.V. Luna

“COMO ASSIM ELE VAI TER QUE IR MORAR NO CANADÁ?”, penso para mim mesma ao ouvir o que Shawn acabara de dizer.

- O que você disse? Eu ouvi bem?  – ele não fala nada. – Não... isso não é possível. Então, estamos fazendo isso em vão?

- Ouviu... Olha, meu amor, eu ainda posso vir te ver sempre que sentir saudade. Claro que  podemos namorar à distância... A gente pode se falar sempre e contar o que fizemos no nosso dia. Podemos nos falar por Skype, whatsapp...

- Shawn, não, nunca, never, niet!*

- Por que não, Luna?

- Você não sabe o que é namorar alguém que está a milhas e milhas de você... É como namorar um fantasma, só que sem a pessoa estar morta, entendeu? É horrível. Essa vida na mídia, Shawn... Eu não sei lidar com isso. Nunca soube! Você terá que ir pra festas, onde haverão garotas bonitas. Aí quando eu voltar aos desfiles, também terei que ir em algumas festas, meu empresário vai postar algumas fotos e pronto, vamos ter brigas o tempo todo.

- Qual é, Luna! – ele pega minha mão. – Nós somos adultos, sabemos conversar como adultos.

- Shawn, eu já disse: se for assim, é melhor terminarmos.

- Então vai ser isso?

- Vai Shawn.

Droga, odeio términos... Eles são sempre do tipo melancólicos.

- Então, você tá terminando... E dessa vez é de verdade.

- É...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...