1. Spirit Fanfics >
  2. Viajem Inesquecível >
  3. Novos amigos, baguncinha e talvez inimigas...

História Viajem Inesquecível - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Postando o quinto capítulo, é quinto, aquele aviso não é pra ser considerado capítulo! nwn

Capítulo 6 - Novos amigos, baguncinha e talvez inimigas...


Fanfic / Fanfiction Viajem Inesquecível - Capítulo 6 - Novos amigos, baguncinha e talvez inimigas...

 Lydia ON

Conhecemos nossos colegas e acabamos nos tornando melhores amigos, Aika era muito bonita, tinha cabelos curtos e negros, e lindos olhos azuis escuros como a noite, e Harry não podia nem escutar o nome Aika e sua pupila dilatava, eu achava muito fofo essa queda dele por ela, mas enfim saímos, e fomos para a Avenida Harajuku Station ou Omotesando Station (ela tem esses dois nomes). Nós não gastamos muito, a Aika e os meninos nos mostraram um monte de comidas legais.

Aika: Anime ga sukinahito wa imasu ka (algum de vocês gosta de animes?)

Lydia, Theodora e Harry: Watashitachi wa hijō ni aishiteimasu (A gente ama muito)

Adam: Hai, watashi wa tokidoki karera to ikutsu ka no episōdo o mite imasu (é, só eles mesmo, eu até assisto alguns episódios com eles as vezes)

Ela pegou a mão do Harry e começou a andar em uma direção e seguimos eles dois, Harry olhou pra trás e sorriu bem bobo e rimos, e ela não entendeu nada. Ficamo um pequeno tempo andando e entramos em um metrô, já era 17:15.

Lydia: Doko ni tsureteiku no ka (Aonde você tá levando a gente?)

Aika: J - Wolrd Tōkyō no koto o kiita koto ga arimasu ka (já ouviram falar no J-Wolrd Tokyo?)

Lydia: Iie, iie jōdan, watashitachi wa soko ni iku nodesu ka (não, não, brincadeira, a gente tá indo lá?) {ah, e “ka” substitui o ponto de interrogação}

Aika: Odoroki! (surpresa!)

Lydia: Arigatou! (obrigada!)- dei um abraço nela.

Chegamos e demos de cara com uma atração muito interessante, e que voltaríamos lá depois, era um restaurante, tinha vários personagens mostrando as comidas dos animes, e no cardápio tinha as comidas preferidas dos protagonistas... Tinha uma lojinha de fantasias, era muito grande, mas eles estavam quase fechando, saímos 18:30, na hora que eles iam fechar e voltamos pra escola. Os meninos foram para os quartos, Alice e Adam se despediram com um selinho e eles seguiram para o quarto.

Os dormitórios ficavam em volta de uma grande área verde, a área era redonda, os quartos eram bem grandinhos, tinham, dois beliches e uma cama de solteiro no meio, tinha também um armário com cinco portas e em baixo de cada porta duas gavetas, e na parede da porta, tinha uma enorme janela e abaixo dela uma mesa com duas cadeiras, em cada quarto tinha um banheiro normal, 0chuveiro, privada e a pia, e um enorme espelho.

Nós quatro ficamos até as três da manhã arrumando nosso quarto, e no dia seguinte, iríamos perguntar a diretora se poderíamos enfeitar o guarda-roupas, e se ela permitisse, nós mudaríamos nossos planos e compraríamos tintas pra madeira e faríamos um desenho coletivo nas portas.

Dia seguinte...

Alguém bateu na porta, eu tinha ficado com a cama de solteiro entre as quatro meninas, me levantei morrendo de sono porque ainda eram 7:30. Passei rapidamente no banheiro e fiz um coque no cabelo e escovei os dentes, a pessoa bateu de novo na porta.

Lydia: Mukatte imasu! (estou indo!)- abri a porta e lá estava a diretora- Ohayo Gozaimasu!(Bom dia!)

Diretora: *sorri* Ohayo Ridia! Kochira wa Retishia Kattsu~ā desu. (Bom dia Lydia! Essa é a Letícia Katzer.)

Lydia: Konnichiwa Retishia, watashi wa Ridia Arubesu desu. (Olá Letícia, eu sou Lydia Alves.)

A diretora a mandou entrar, e saiu.

Lydia: Do you speak inglesh, portuguese, german...(você fala inglês, português alemão...)? Zueira, a diretora ontem disse que você é brasileira então né *ri*.

Letícia: É*riu*- ela se abaixou pra organizar as coisas na sua parte do armário- Mas, por que alemão?

Lydia: Porque seu sobrenome é alemão.

Letícia: Eu falo mais ou menos, poucas palavras, mas quero aprender futuramente.

Lydia: Hum legal, não querendo te chamar de velha, mas você parece mais velha, quantos anos você tem?

Letícia: Não, de boa, eu realmente sou mais velha, eu tenho 22 anos, eu sou psicóloga, mas eu amo desenhar e alguns amigos me incentivaram a me inscrever, e me inscrevi, e aqui estou eu.

Lydia: Ham, Letícia, eu vou falar com a diretora, sobre uma baguncinha que eu e as meninas queremos aprontar no quarto*ri*

Um tempo depois...

Entro no quarto fingindo tristeza, e vejo as meninas conversando, Letícia estava arrumando seu cabelo.

Aika: On'nanoko wa nani ga okotta nodesu ka? Naze anata wa kanashī nodesu ka? (o que aconteceu menina? Porque tu tá triste?)

Theodora: U ̄ n, soreha kanashimide wanai, kanojo wa sore o gizō shite iru! Akaunto wa sugu ni nokoru ka, matawa sara nakatta no darou ka (Hum, isso não é tristeza, ela tá fingindo! Vai conta logo deixou ou não deixou?)

Lydia: Ā, anata wa kanojo ga sagi o tetsudau koto ga dekiru yō ni kanojo to hanasu mae ni, mō furi o suru koto wa dekimasen, kanojo wa sarimashitaga, watashitachi wa futatabi kare o shiroku suru hōhō o mitsukeru hitsuyō ga arimasu (Ah, nem dá mais pra fingir, antes dava pra falar com ela pra ela ajudar na farsa, tá ela deixou, mas depois a gente vai ter que dar um jeito pra deixar ele branquinho de novo)

Nos vestimos adequadamente, porque estava um dia até friozinho.

Lydia: Letícia você não vem?- Aika ficou brava.

Aika: Watashi wa manabu tame ni Porutogaru-go o manabu tsumorida to omou, sonogo, watashi wa kurushimi o tomeru (Acho que vou aprender português, que aí eu paro de sofrer)

Lydia: Gomen'nasai, soshite retishiadesu ne. (desculpa, e então Letícia, não vem?)

Leticia: Anata wa tonikaku nani o suru tsumoridesu ka? (vocês vão fazer o que mesmo?)

Lydia: Watashitachi no wādorōbu de shūdan kaiga o tsukuru tame ni ki no penki o kau (comprar tintas de madeira para fazer uma pintura coletiva no nosso guarda-roupas)

Letícia: Tashika ni, nazedesu ka? Ikimashou (Claro, por que não? Vamos)

Saímos da escola e seguimos para uma loja de pintura, compramos duas lixas, alguns pincéis, e tintas, já aproveitamos e compramos o material exigido, e compramos para os meninos também, chegamos na escola, tiramos nossas coisas de dentro do guarda-roupas, pra não sujar nada de tinta e começamos a lixar a tinta branca/creme, logo depois pintamos tu do de azul e fizemos uma enorme cerejeira(igual a imagem da capa) deixamos secar, assinamos na parte de baixo e Aika fez um brush com pincel escrevendo bem enorme Sakura.

Lydia: Sore wa utsukushikattadesu! (ficou lindo!)

Aika: Demo taizai shi, watashi wa sore o aishita! (ficou mesmo, eu amei!)

Letícia: Ima, ā, nan taida, futatabi sore o seiri suru kotodesu! (agora é arrumar tudo denovo, ah que preguiça!)

Arrumamos as coisas novamente dentro do guarda-roupas. E a gente combinoude mostrar a pintura pra diretora depoisde pronta, eu ach que as meninas têm medo dela, porque ela só mandam eu pra falar com ela.

Lydia: Iiwake Kyō miraisensu, hamu, watashi to watashi to watashitachi ga okonatta on'nanoko wa, anata ga shitai ka dō ka o mite soko ni iku koto ga dekiru jikan o motte iru toki (com licença Kyomi, ham, eu e as menina terminamos, quando você tiver um tempo pode ir lá ver se quiser)

Eu estava saindo da sala dela e vi umas meninas, bem metidas, elas vieram conversando em espanhol, até as japonesas que estavam com elas. Uma das japonesas vestia um moletom vinho e uma mini saia branca e um all star da akatsuki, belez, dane-se a roupa, mas mano, eu quero me casar com aquele tênis, beleza, a outra japonesa tava de tye dye, dos pés a cabeça, já a menina do meio era alta pra caramba, veistia um vestido vermelho e joias de ouro, ou folheadas, dane-se também, as outras duas, eram loiras e usavam uma um vestido azul bem decotado e a outra usava um vestido rosa choque, vestimentas bem vulgares para uma escola, e bem bregas (só das que falavam em espanhol), mas foda-se as riquinhas.

Cinco minutos depois a diretora entra no quarto, tínhamos deixado a porta e a janela abertas pra poder correr um vento e não morrermos sufocadas com a tinta.

CONTINUA...

 


Notas Finais


Depois continuo e mostro a reação da diretora.
Olha, as falas em japones, algumas eu escrevo lembrando de umas aulas queeu tô fazendo, e outras eu coloco num tradutorde português pra hiragana(alfabeto japones de desenhos), e depois, eu transcrevo para o romaji(alfabeto da fonética latina) pelo google, e algumas ficam erradas, e quando eu percebo o erro eu arrumo, mas se tiver utros erros desculpa.
relevem os erros de português o word bulgou e não tá corrigindo, e nem avisando que tá errado, puro ódio dessa bagaça

Shitsurei shimasu!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...