História Viber Duo - Camren - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Brigas, Cabello Gip, Revelaçoes, Romance
Visualizações 242
Palavras 685
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gatinhas (o), prontas para mais um ep? Foto de Capa casa da família Cabello.

Boa leitura anjinhos

Capítulo 5 - Episódio 5


Fanfic / Fanfiction Viber Duo - Camren - Capítulo 5 - Episódio 5

          (Camila C.)

Levaram Michelle para a sala de raio X.

Como ela está diferente, seus cabelos está cumprindos, seus olhos sem lentes, os verdes que tanto amo ver, agora só falta ela deixa os fios escuros novamente é pronto vou ter meu amor de volta.

Mas eu notei outra coisa. O jeito dela, está delicado de mais e meigo também, assim como o olhar, é o tom de voz está brando, Michi aparentemente está mais calma, a aureá dela, está mais leve.

Eu não sei o que aconteceu nessa viagem, mas fez bem a ela.

As portas da sala abrem é Michi sai por ela sentada na cadeira de rodas.

O enfermeiro à empurrou até a mim. - Eu levo daqui! - avisei. Me inclinei e Beijei o topo da sua cabeça. - Como você está amor! - quero saber.

Empurro a cadeira.

-  bem, a injeção para dor está fazendo efeito. - Sua voz está um pouco animada.

- Eu sinto muito por isso! - parei em frente á sala do médico. Virei a  sua cadeira para mim e me sento no sofá de dois lugares. Pego sua mão direita é sorriu para ela.

- tudo bem, fui um pouco distraída! - deu de ombros.

Sorrir de lado. - Eu te amo. ..- me declarei. Seu rosto tomou uma coloração avermelhada.

Ela está com vergonha?  Como assim?  

Fiquei confusa.

- Senhora Michelle Cabello - Jauregui? !- Somos chamadas.

Depois de alguns minutos saímos da sala. Michelle vai ficar uma semana com o pé pra cima por causa da luxação.

Fomos para casa, o caminho todo eu fiquei calada, só à observando,  Michelle está tranquila, ela não é de  ficar assim, sempre fala e fala.

Estou gostando disso.

Parei em frente ao portão de ferro. É apertei o botão,  o mesmo foi se abrindo e revelando nosso lar.
Ouço um suspiro. Olho pelo canto dos olhos é Michelle está admirada com algo. Entro com o carro e parei embaixo da enorme área  aberta.

Não vejo mais carros ali, a não ser meu Range Rover preto. O que é estranho, papa ou meus irmãos sempre estão por aqui.

- espere Mi, vou te levar pra dentro! - Abro a porta e saiu. Dou a volta por trás e abrir a sua porta. - Vem! - estendo a mão pra ela. Quando sinto calos nele, à encaro. - o que é isso? - minha voz a pegou de surpresa.

- isso o que? !- pago a sua outra mão é viro diante de nós. Aperto o maxilar. - Suas mãos estão machucadas Michelle! -

Ela puxou as mãos para si. -  Não é nada! -  Saiu sozinha do carro e ficou em pé.

Seguro em sua cintura fina até de mais. Ergo uma sobrancelha.
Michelle emagreceu? Cadê o corpo definido?

O que aconteceu? O rosto e o de Michelle, mas ela parece debilitada.
Não é mais o corpo dela.

Ela me empurrou de leve. - Eu consigo fazer isso! -

Segurei em seu queixo.
- Shiiiii! - Olhei nos verdes que amo. - vamos entrar, você vai jantar e depois vai dormir! - Usei um pouco de força e a peguei no colo, não foi fácil, mas não impossível. Ela está mais leve, muito mais sem comparação.

Entro em casa é vou direto para a sala de jantar, a deixei na cadeira.

- Eu vou pedir que sirva o nosso jantar! - Avisei com dificuldade.

- Cadê as crianças? !- ela quer saber.

- Luiz ou papá devem ter ido para algum lugar com eles, dias de sexta é assim, se esqueceu? ! - pergunto é não aguardo a resposta.

Vou até a cozinha e aviso ao chef que nós sirva. volto para a sala de jantar, e Michelle está olhando para a paisagem, já que não à parede de concreto  e sim vidros, dando uma visão do mar, apesar de ser noite à lua cheia ilumina tudo.

Me acomodo ao seu lado esquerdo na mesa. - por que essa carinha? sente dor? - vou pra pegar sua mão, mas ela entrelaça os dedos me impedindo o toque.

Suspiro.

O que há com ela?


Notas Finais


Camz é um amor né ♡♡♡
E a Loren? Dando bandeira de mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...