História Victor(ia) - Neagle - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Meghan Trainor, Neagle, One Direction, The Wanted, Zayn Malik
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Gabriel "Neox" Soares, Harry Styles, Jay Mcguiness, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Max George, Meghan Trainor, Michael Clifford, Nathan Sykes, Niall Horan, Personagens Originais, Siva Kaneswaran, Tom Parker, Victor "Eagle" Trindade, Zayn Malik
Visualizações 74
Palavras 1.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Filhinho da mamãe.


Eagle POV

Ah como o Neox é quentinho. Dá vontade de abraçar ele pra sempre. Eu nem acredito que ele me encontrou, isso foi tão mágico, como se alguém tivesse feito isso de propósito (n/a: É né? Foi uma coincidência incrível isso)

Senti ele me apertar mais contra seu peito, desde que nós dormimos ele não para de me apertar mais e mais contra seu peito, algumas vezes ele até me sufocava. Eu fazia o mesmo com ele, tenho medo de que ele me deixe sozinho. Parece que ele tem medo que eu vá embora, mas eu não vou... Eu não vou se ele não me deixar.

Ouvi a porta ser aberta e eu apertei mais o Neox contra mim. Ouvi o som de alguém engasgando.

- Aaaaaahhhhh!!!! – ouvi duas mulheres gritarem.

Eu e o Neox pulamos da cama na hora, na verdade ele levou um susto tão grande que caiu da cama. Olhei cansado para a tia Lottie e a Lara, elas tinham a expressão de pânico no rosto.

Claro, ver alguém que foi declarado morto não é muito comum nos dias de hoje... na verdade nunca foi comum.

- N-Neox.. o-o Eagle... E-ele não estava... Ai meu Deus – gaguejou a tia Lottie me olhando.

- Calma mãe – falou o Neox se levantando do chão.

- Neox o espirito do Eagle está deitado com você... Lara chama o padre temos que exorcizar a nossa casa – falou a tia Lottie empurrando a Lara pra fora do quarto.

- Mãe! É o Eagle mesmo! Lara volta aqui! – falou Neox se levantando e indo até ela.

- Não pode ser, os policiais disseram que...

- Neox a interrompeu. - Era mentira! LARA VOLTA AQUI! – ele gritou na última parte. Logo a Lara entrou no quarto, ela estava segurando alguma coisa que eu não conseguia ver.

Ela e a Lottie começaram a cochichar alguma coisa. Eu olhava para o Neox com a cara de interrogação e ele me respondia com o mesmo olhar.

As duas vieram em minha direção lentamente. Com uma calma incrível a Lottie se sentou ao meu lado e sorriu. Senti a sua mão fria tocar o meu braço, ela sorriu malignamente e eu apenas sorri de lado pra ela. Logo eu fui empurrado contra a cama.

- Lara o crucifixo – ela gritou e em seguida a Lara entregou a ela um crucifixo.

Ela o colocou no meu peito e me empurrou mais contra a cama. Eu estava sendo sufocado. Comecei a me debater, nisso a Lara segurou as minhas pernas.

- Demônio sai dessa casa – a Lottie falou e eu ouvia o Neox gritar no fundo.

- Mãe! Sai de cima dele! Parem! Parem! – ele gritava puxando a tia Lottie de cima de mim. Logo as duas estavam a uma distancia segura de mim.

Enquanto ele explicava que eu era eu e não um demônio vindo do inferno para amaldiçoar a casa, eu estava me trocando no quarto dele. Ele tinha me emprestado uma calça de moletom cinza e uma camisa preta do Ramones, ele tinha algum fetiche com essa camisa. Assim que eu terminei de me trocar as duas me pediram desculpas por terem me exorcizado.

- Me desculpe Eagle. É que... Bem você sabe – a tia Lottie falou enquanto me abraçava.

- Tudo bem tia... Só não faz isso de novo – ri enquanto retribuía o abraço.

- Sua mãe vai ficar tão feliz de te ver – ela falou apertando as minhas bochechas.

- Se ela não tiver um ataque cardíaco antes – falei e todos riram.

Assim que eu e o Neox terminamos de tomar o café nós ficamos assistindo TV enquanto ele me contava as novidades, já que eu fiquei dois meses e meio fora. Ele me contou que tinha um garoto novo na nossa sala, o nome dele era Ashton, de como o Zayn desmendigou ele, de como ele ficou horrível quando soube que eu "morri". Depois eu contei a ele os meus dias de cativeiro, de como o Luke parecia estar ao meu lado, do porquê que eu não sei até hoje de estar lá e sobre o Geoff.

- Eu acho que a policia está envolvida nesse jogo. Eles devem ter plantado aquelas fotos – Neox falou.

- Eu também acho. Não é possível, se até você, que é um cosplay do Internet Explore me encontrou, como eles não conseguiram? – perguntei e ele fez uma carranca e pulou em cima de mim.

- Como assim cosplay de Internet Explore? – ele perguntou fazendo cosquinhas na minha barriga.

- N-Neox hahahaha Para! Hahahaha – eu gritava enquanto ele continuava a fazer cosquinha em mim. Eu me debatia para tentar me livrar de seu toque.

- Quem é o lerdo agora? – ele perguntava enquanto eu me contorcia embaixo dele.

- Vo-Você hahahahaha – eu me contorci tanto que nós dois caímos do sofá. Agora eu estava em cima dele rindo como uma hiena contra seu pescoço, tentando acalmar a minha respiração acelerada, as mãos dele estavam pousadas em minha cintura e ele ria que nem uma foca.

- Eagle seu idiota – ele falou rindo junto comigo.

- Você que começou Soares – eu falei levantando meu rosto o deixando na mesma altura do dele.

Eu podia ver as covinhas nas bochechas de Neox enquanto ele ria. Awn que fofo. Mas algo me chamou mais atenção que as suas covinhas... Os seus lábios. Eles estavam vermelhos e muito convidativos no meu ponto de vista.

Aos poucos eu e ele paramos de rir, e o meu olhar ainda estava fixo em seus lábios vermelhos. Ele percebeu o meu olhar e começou a olhar para os meus lábios também. Aos poucos eu comecei a me aproximar de seu rosto.

A minha respiração ficou pesada e a dele também. Faltava menos de um centímetro para os nossos lábios se tocarem, nós estávamos de olhos fechados e eu podia sentir o seu hálito quente contra o meu rosto. Eu vou beijar o Neox... Não pera!.. O Neox é o meu melhor amigo e meu primo! Eu não posso beijar ele!

Abri meus olhos e pulei de cima dele. Ele abriu os olhos e se sentou no chão, enquanto eu estava em pé. Suas bochechas estavam coradas, ele começou a esfregar a nuca com a mão e seu olhar estava fixo no tapete embaixo dele. Abaixei a cabeça e suspirei pesado.

- Vamos ver a sua mãe? – ele perguntou envergonhado.

- Vamos – falei envergonhado enquanto ele se levantava.

Droga Eagle!


Neox POV

Quase. Quase! Um centímetro e nós nos beijávamos. Por que senhor? Por que você faz isso? Maaas se ele teve a coragem de ficar a menos de um centímetro de mim ele teria coragem de ficar sem nenhum espaço entre nós dois?

Nós já estávamos parados em frente a sua casa. Ele olhava nervosamente para a porta de madeira escura, mas calmamente ele tocou a campainha. Ele me olhou e eu sorri passando confiança para ele. Logo a tia Key abriu a porta, assim que ela viu o Eagle seus olhos se arregalaram e ele foi para trás.

- Mãe? – Eagle a chamou com os olhos marejados.

- Não pode ser... – ela falou com as mãos na boca e deixando algumas lágrimas escaparem.

- Mãe, sou eu! – ele exclamou indo em direção a senhora chocada a nossa frente.

- Você estava... – ela ia argumentar algo, mas foi aí que ela me viu sorrindo. Ela pareceu perceber o que eu queria dizer com aquele sorriso – Eagle? – ela chamou e ele assentiu.

Ela correu para os braços do filho. Os dois choravam de emoção enquanto se abraçavam. Ela segurou o rosto de Eagle com as mãos e sorriu. Em seguida vários beijos foram depositados em suas bochechas.

- Você o trouxe para mim! Obrigada! Obrigada! – ela falou largando o Eagle por 30 segundos e veio me abraçar. Sorri e dei um beijo na bochecha da doce senhora.

- Está entregue tia Key – falei e sai.

Eu não quero atrapalhar o momento mãe e filho ali. Afinal, ele em primeiro lugar será o filhinho da mamãe.


Notas Finais


KKKKKKKKKKK “demônio sai dessa casa” foi tão engraçado isso sério!
E quase que teve beijo, poisé, trollei vcs HAHAHAH \o/
Beijão, nos vemos no próximo capítulo ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...