História Vida - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Borboleta, Poesia, Vida
Visualizações 3
Palavras 355
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Poesias

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 1 - Borboleta aprisionada


Fanfic / Fanfiction Vida - Capítulo 1 - Borboleta aprisionada

 

Vida o que é vida?

 

Sempre estive sozinha em uma cela escura.

Dia após dia lutando pela vida, mas o que é vida?

Por que eu luto por uma coisa que parece não ser para mim.

Eu não preciso de vida.

 

Uma voz disse para mim que não devo desistir de viver.

O que é viver será um termo para dizer que eu existo ou que vivo?

 

Em um dia como qualquer outro dentro da cela fria e escura. Vejo uma porta abrir mostrando luz. Ouço uma voz feminina me chamar.

Pela primeira vez sinto que sou necessária.

 

Assim que fui tirada da cela senti um frio na espinha, meu estômago tava embrulhado e sentia um olhar me fulminando.

 

Fui levada para uma sala cheia de armas e armaduras. Fiquei em cima de um pedestal enquanto uma mulher de olhos escuros, cabelos claros e roupas bem justas que demarcavam suas curvas ficava de pé olhando para a porta. Logo depois dela entrar três homens chegam um atrás do outro. Então a mulher fala para mim:

 

Mulher: Finalmente você será útil para alguma coisa.

 

Logo após ela dizer isso um dos homens pegou uma das armaduras, o outro pegou uma espada e o último um capacete e colocaram em mim. Assim que terminaram de me arrumar a mulher me levou para um cômodo escuro e disse “Boa sorte”, mas não entendi direito. Eu fiquei esperando ali por um tempo até que atrás de mim abriu-se uma porta e acabei por sair do cômodo.

Assim que sai me deparei com um monte de pessoas gritando e uma fera na minha frente com desejo de fugir, mas nesse lugar só tem um jeito de sair que é morrendo.

 

Ao ver o desespero nos olhos da fera pensei no que a mulher me disse e decidi que libertaria a pobre criatura e assim fiz. Eu vi com meus próprios olhos uma criatura me dizer “obrigado” pela primeira vez na vida. Feito isso eu evolui e descobri que na verdade eu era uma lagarta prestes a sair da crisalida e renasci como uma borboleta enjaulada que nunca aprendeu a voar. 


Notas Finais


Obrigado por ler.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...