1. Spirit Fanfics >
  2. Vida... anormal? >
  3. Fangirls e um preconceituoso, o que pode dar errado?

História Vida... anormal? - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Oi! Eu sei que possivelmente não tem ninguém vendo esse capítulo, porém mesmo assim eu fiz ele. Se alguém estiver vendo, espero que goste 😊

Capítulo 8 - Fangirls e um preconceituoso, o que pode dar errado?


Fanfic / Fanfiction Vida... anormal? - Capítulo 8 - Fangirls e um preconceituoso, o que pode dar errado?

*Michael pov*

 Eu acordei e escutei a casa mais barulhenta do que nunca, só que a diferença é que o barulho eram gritos parecidos com os de fangirls. 

 - Oh, car****, que merda tá acontecendo lá em baixo?! - falo um pouco irritado, logo vendo Ennard no teto, com uma cara meio assustada.

 - Eggs... nós temos um GRANDE problema... - ele me disse.

 - Isso pode me afetar de algum modo negativo? - pergunto.

 - Sim, e muito se você não nos ajudar - respondeu.

 - Bele, pelo seu tom de voz é algo realmente ruim, o que aconteceu de tão ruim lá em baixo? A Liz queimou algo de novo? Ou o pai matou mais criancinhas?

 - F-A-N-G-I-R-L-S - falou no tom mais horripilante que eu já ouvi ele fazer.

 - Oh não... por.. QUÊ??!! - sem querer grito, silenciando o povo de baixo - Oh, oh... eu to fud***...

•Quebra de tempo•

 Finalmente conseguimos lacrar as fangirls obcecadas pra fora de casa, finalmente todo mundo se sentou no sofá e começou a ver TV, até que um noticiário nos chama a atenção, o título em baixo está escrito: “Explicando o porquê de pessoas LGBTs e negros não serem gente”. Colocamos o volume bem alto e prestamos atenção no noticiário.

 - Senhor, por que você pensa que pessoas LGBTs não são “gente”? - perguntou o jornalista.

 - Bem, eu minha “humilde” opinião senhor, eu não acho que eles são gente pelo fato de não gostarem do sexo oposto e ficarem mentindo sobre seus gêneros!! - Respondeu um homem estranho.

 Bem, a discussão acabou continuando lá na TV, virou um caos lá no estúdio. Povo gritando pra lá, povo gritando pra cá, tudo estava saindo do controle então pensei que seria melhor abaixar um pouco o volume, até porque com o tempo a gente descobriu que a Gi odeia barulhos autos de mais(com exceção de fogos de artifício, que ela não liga muito por estarem longe).
 Eu fui pro meu quarto depois de ter escutado uma boa parte do debate, ainda bem que eles não estavam na mesma sala, se não eles iam pra uma briga física que ia resultar em bastante violência. Me deito na minha cama e fico abraçando Ennard, que está na cama junto comigo.

 - Você não vai me soltar, né? - Ennard perguntou.

 - Nop - respondo.

 Ele suspira bem baixinho e me da um selinho. A gente já está junto a uns 10 meses e 4 semanas se não estou enganado, sim eu conto quanto tempo estamos juntos. 

*Narradora pov*

 Um silêncio confortável se formou dentro do quarto de Michael, Elizabeth estava olhando pela brecha que tinha na porta o lindo casal. William decidiu já começar a fazer o almoço pra todo mundo, enquanto Chris está brincando com os Nightmares e Gi e Golden estão brincando de baralho. Tudo está consideravelmente quieto dentro da casa, até que a alguém bate na porta deles. Gi foi atender a porta e viu um moço, ela reconheceu ele na hora, era o homem homofóbico que estava na discussão da TV.

 - Olá, em que posso te ajudar senhor? - falou Gi, tentando ser educada.

 - Olá, tem algum responsável aqui na sua casa? - ele falou, ignorando completamente a pergunta.

 - Todos estão ocupados no momento - respondeu Gi.

 O homem ficou quieto por um momento, então voltou a falar - Bem, é verdade que essa é a casa onde existem casais LGBTs? - falou o cara, com um tom claramente interessado e, ter uma discussão.

 - Não, na verdade a casa que o senhor está procurando é a casa do nosso vizinho da esquerda - mentiu.

 - Certo, muito obrigada senhorita - Falou e se retirou da casa, indo pra casa da esquerda.

 Você deve estar confuso(a) do porquê que ela falou sobre a casa da esquerda, bem, a casa de esquerda é a casa das fangirls. Ela fez isso só pra ele saber pra nunca mais falar mau dos outros por conta da sexualidade ou gênero.
  O homem, então, chegou na porta da vizinha e tocou a campainha, interrompendo a conversa das meninas. A líder foi para o andar de baixo e destrancou a porta, abrindo-a.

 - Boa tarde, em que posso te ajudar moço? - falou Lila(nome da líder das fangirls).

 - Boa tarde, eu queria ter uma conversa com todos presentes nesta casa? - falou o cara, que vamos chamar de P.

 - Oh, ok. Pode entrar - disse Lila já deixando passagem pro mesmo passar.

 Lila chamou as meninas e começaram com uma conversinha normal, até que ele fez o maior arrependimento de sua vida: começou a falar mau de todos os LGBTs, pensando que isso as faria triste. As meninas ficaram tão irritadas que acabaram amarrando o P e o deixaram no porão, junto com outros 27 homens e mulheres preconceituosos.

 - Eai, bem vindo ao grupo - falou um homem, logo depois que a porta tinha sido fechada.

 - Mas que po*** é essa?! - P disse assustado.

•Quebra de tempo•
 +*Chris pov*

 Eu só vim aqui no final pra vocês saberem o que eu to fazendo com os Nightmares e, bom, eu estou dando uma festa de chá, porém o Nightmare Freddy ainda não chegou, então eu ligo pra ele.

 - Freddy, onde você está?! - falo.

 - Ahn, então, eu meio que não posso ir na sua festa de chá porque eu to ajudando o William a cozinhar... - ele me respondeu.

 - Pera, o quê? Você não está vindo pra minha festa de chá?! FREDDY, EU FIZ BISCOITOS!!! - grito pra ele.

 

Continua...

 
 

 

 


Notas Finais


No final tem uma referência a um meme, aqui tá o link dele: https://youtu.be/GR_8_BxhFKA
Espero que tenham gostado desse capítulo, eu tentei fazer ele melhorzinho mas não consegui, mas espero que tenha ficado bom mesmo assim, bjs e abraços 😘❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...