1. Spirit Fanfics >
  2. Vida de animes >
  3. Classe 13 e conselho estudantil

História Vida de animes - Capítulo 27


Escrita por:


Notas do Autor


Não estava com expiração pra esse capítulo.

Capítulo 27 - Classe 13 e conselho estudantil


Fanfic / Fanfiction Vida de animes - Capítulo 27 - Classe 13 e conselho estudantil

           Visão do protagonista on

Já faz duas semanas que eu entrei pra essa acadêmia e consegui convencer a Medaka a me dar o cargo de vice presidente do conselho estudantil, o Akune e a Mogana entraram no conselho estudantil. Hoje deveria ser só mais um dia normal, mas eu fui arrastado para o segundo andar do laboratório do plano frasco e que nome ridículo.

Oudo- você pretende fazer parte do plano frasco?-

Bleze- não tô afim!-

Oudo- vou te dar mais uma chance pra se curvar diante de mim e começar a ajudar com o plano-

Bleze- que gentileza então eu vou dar uma chance a vocês- vejo ele sorrir convencido- se vocês saírem do meu caminho agora eu vou deixar vocês viverem- todos se irritaram.

Takachiho- deixa eu cuidar dele, tenho certeza que ele já vai começar a implorar para ajudar- o único negro do grupo veio na minha direção- essa é sua última chance se não vamos ter que lutar-

Bleze- isso é ruim- ele sorriu- eu vou ser tachado de racista se der uma surra em você- ele me olhou tentando ver se eu estava falando sério- espera,mas se eu bater nos seus amigos aí não vai ser racismo. Tudo bem vamos lutar-ele ignorou o que eu disse e ficou em guarda de boxe. Ele veio pra cima de mim tentando me dar um soco,mas segurei o braço dele e dei um soco na cara dele,mas ele jogou a cabeça pra trás no último instante e conseguiu desviar e enquanto eu prestava atenção nisso ele me deu uma joelhada que me jogou um pouco pra trás- parece que eu subestimo sua capacidade de reação, você é forte como esperado de alguém que tem o instinto superior- ele ficou confuso com o que eu disse.

Takachiho- instinto superior?-

Bleze- deixa pra lá, mas agora você vai beijar o chão, vai até deixar o Seiya com ciúmes- ele olhou confuso pra mim. Corri na direção dele numa velocidade mais rápida do que os reflexos Humanos e meti um soco no estômago dele, enfiando ele no chão- esse aqui não levanta mais, quem é o próximo?-

Gunki- agora é a minha vez-  um monte de espadas e foices saíram das mangas dele, ele veio pra cima de mim, mas eu apenas cobri meu corpo de Haki e e todas as lâminas perderam o fio- mas como- Dei um soco nele que o fez vôar e bater numa parede.

Bleze- dois já foram-

Koga- então é a minha vez- a garoto falou toda animada.

Bleze- muito bem- corri na direção dela e desferi mais um soco fazendo ela bater numa parede- será que só preciso acertar um soco pra acabar com cada um de vocês?-

Naze- não estaria tão confiante se fosse você, ela é minha melhor amiga e é meu maior experimento- a garota saiu da parede sorrindo como se estivesse bem.

Koga- desculpa decepcionar, mas não perdi ainda- falou dando um sorriso desafiador.

Bleze- ainda é a palavra chave- apareço na frente dela e como a desferir vários socos consecutivos- É INÚTIL MUDA MUDA MUDA MUDA MUDA MUDA MUDA MUDA MUDA MUDA MUDA- parei quando deixei ela e a parede em pedaços.

Naze- KOGA- ela correu até a amiga e viu o estado horrível dela- PRA QUE IR TÃO LONGE?- Ela me perguntou furiosa.

Bleze- eu vi que ela tinha uma boa capacidade regenerativa, então pensei que se machucasse ela em vários locais diferentes ao mesmo tempo ela ficaria esgotada e não conseguiria,mas se regenerar- vejo o corpo dela voltando ao normal,mas ela não respondia a nada que a Naze perguntava, a dor que ela deve ter sentido deve ter deixado ela em estado catatônico. A Naze pegou ela e saiu correndo pra tratar dela, dava pra ver o desespero na cara dela.

Bleze pensamento- agora sim ela conheceu o inferno-

Bleze- era só isso?, já posso ir?-

Oudo- muito bem, você me deixou curioso, vou te forçar a submissão. De joelhos- eu não acreditei que ele tinha tido a coragem de me dar uma ordem depois de ter visto tudo o que fiz,mas mais inacreditável que isso foi que eu obedeço ele ficando de joelhos e enfiando minha cara no chão- muito bem!-

Bleze- não acredito que isso está mesmo acontecendo-

Oudo- pode acreditar, eu nasci capaz de governar todos os seres humanos, posso impor minha vontade sobre qualquer pessoa controlando seu corpo- quando ele disse isso eu percebi algo.

Bleze- obrigado-

Oudo- está agradecendo a minha explicação ou o fato de eu permitir que fique diante da minha presença?-

Bleze- o fato de você ter me lembrado que posso impor minha vontade sobre os outros- ativei o Haki do conquistador e fiz todos ficarem inconscientes- pronto não foi nada difícil, só espero não ter perdido nada importante hahahahah, até parece não aconteceu nada de importante desde que entrei pro conselho estudantil- saio de lá e olhei para o céu tudo estava como eu deixei, não aconteceu nada. Derepente a sala do conselho estudantil explodiu- eu tinha que ter falado né?- fui até o local onde ela colocou o zenkichi e os outros em segurança e usei o haki neles pra não me interrompam, assisti a luta por um tempo até que quando ele estava prestes a pegar nos peitos dela eu apareço e segurei o pulso dele- Quem você acha que é pra tentar apalpar a Medaka, ninguém além de mim pode fazer isso- ele ficou assustado.

Unzen- como você está aqui? Os outros deveriam estar testando você!-

Bleze-eu simplesmente derrotei todos eles-

Unzen-é mentira, não tem como você ter vencido todos eles são monstro-

Bleze- talvez,mas eu sou um monstro maior do que eles- os olhos dele se arregalaram- bem- me viro pra medaka- você parece estar precisando de uma ajuda Medaka-cham- usei a Souunga pra cortar todos os fios que prendiam ela- pronto bem melhor-

Unzen- COMO VOCÊ?- ele não estava acreditando no que está acontecendo.

Medaka- Unzen do segundo ano isso acaba agora- ela estava indo na direção dele com a intenção de matar. Ele parece ter se recuperado do choque.

Unzen- você tem razão, não tenho mais nenhum plano ou truque,mas você não me venceu, porque eu continuo sendo a mesma pessoa que eu sou e na sua cabeça isso conta como uma derrota-

Medaka- tem razão eu perdi- ela cerrou o punho e se prepara pra dar um soco- e eu aceito isso- quando ela tá prestes a mata-lo eu segurei ela- o que está fazendo?-

Bleze- olha o que ele fez foi errado,mas você não é o tipo de pessoa que saí matando por isso- ela me olhou- eu estou mentindo- ela ficou pasma- eu estou do seu lado e se você perder eu perco então não posso deixar você mata-lo, simples assim não sou um bom perdedor- ela estava surpresa.

Unzen-você- olhei pra ele.

Bleze- Unzen senpai você está tentando fazer a Medaka amadurecer não é?-

Unzen- isso era uma possibilidade- a Medaka ficou surpresa e desativou o modo Kratos.

Bleze- Medaka você não deveria se deixar levar pelo Unzen senpai, pois devemos ser melhores do que eles foram-

Medaka- você tem razão- ela levantou uma uma parte da parede que estava prendendo ele- desculpa por ir tão longe assim- ela soltou ele e começou a andar até um hospital.

Bleze- a onde está indo?-

Medaka-até um hospital-

Bleze- é você está completamente certa de cuidar do seu corpo- agarrei os peitos dela e fiquei a apalpando ela- eles são um tesouro- ela ativou o modo Kratos e me jogou no chão fazendo uma pequena cratera.

Medaka- sinceramente- ela voltou ao normal e saiu andando-

Bleze- ei medaka- ela olhou pra mim e eu joguei a minha faixa do conselho estudantil- estou saindo do conselho- ela ficou surpresa- o diretor me pediu ajuda num projeto e eu não acho que tenho maturidade obstante pra ficar no conselho estudantil e nesse projeto por isso- ela começou a lacrimejar- por que está chorando eu ainda vou te ver pelo campus-

Medaka- eu sei, mas isso ainda me deixa triste por algum motivo- ajudei ela a secar as lágrimas e vejo seu rosto corado e pensei tão linda.

Bleze- agente se vê- me virei e sai andando,mas lembrei de uma coisa- ah medaka- ela levantou um pouco a cabeça pra olhar pra mim,mas eu aproveitei a chance e a beijei, logo em seguida pedi passagem de língua e ela cedeu, ela até tentou acompanhar o meu ritmo,mas ela não tinha muita experiência, nós separamos e ela estava sem fôlego- que engraçado achar algo que a Medaka ainda não saiba fazer direito-

Medaka- esse não foi meu primo beijo só pra você saber-

Bleze- foi a primeira de língua?-

Medaka- sim,mas-

Bleze- um beijo só conta quando tem lingua- ela corou um pouco.

Medaka- então pra que foi esse beijo-

Bleze- foi um até breve- desapareci de lá e usei os meus poderes pra concertar a sala explodida e curar parcialmente a Medaka pra que melhorasse em dois dias assim o roteiro do anime vai andar mais rápido. Reapareço na sala do diretor- Oi o convite pra entrar no plano frasco ainda está aberto?-

Diretor- está sim-

Bleze- ótimo,mas tenho duas exigências a primeira é que quero um diploma de ensino médio-

Diretor- tudo bem- isso me chocou ele nem  repensou- você o receberá em dois dias-

Bleze- c-certo, o que mais você me oferece?-

Diretor- posso pagar pra construírem uma instalação inteira pra você-

Bleze- isso posso fazer sozinha sem nenhum dinheiro-

Diretor- bem então que tal os 200 mil dólares que eu ia usar pra isso ir pra sua conta?-

Bleze- aceitável- pensamento- vou ficar rico- bem minha segunda exigência é que convidem a medaka pra esse plano-

Diretor- já íamos fazer isso,mas você acha mesmo que ela vai colaborar?-

Bleze- não,mas vai ser divertido- saí da sala, volto para o segundo andar e aumento o tamanho dos espaços entre eles pra criar uma outra sala entre elas, ao invés de escadas ou portas eu coloquei um tobogã pra chegar na sala e lá usei o poder da criação pra forma um coliseu que seria o novo andar número 3- agora é só esperar-

                     CONTINUA


Notas Finais


Tá tão chato esse final


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...