1. Spirit Fanfics >
  2. Vida dupla - Sendo reescrita >
  3. Plano em ação - II

História Vida dupla - Sendo reescrita - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpme a demora mas postei
Mas um cap att

capa feita por @MumeiIzumi

Capítulo 5 - Plano em ação - II


 Pov Naruto 

 

Estava sentado na beira da piscina com meus pés dentro dela. Kurama estava conversando com o pessoal junto a Moegi. Konohamaru estava fazendo o que ele sabe fazer de melhor colocando as escutas e algumas câmeras nos cômodos da casa da rosada 


 

- Ei, Naruto! - Sakura veio nadando em minha direção - Você não vai entrar na piscina? Está gostosa 


 

- Hm, quem sabe… - olhei para ela e sorri - Se você me der um abraço posso pensar em entrar 


 

- Para de ser mocinha! - ela jogou um pouco de água em mim - Viu? Você não é de açúcar


 

- Ok, você me venceu com seu argumento - tirei a minha camiseta para poder entrar na piscina. Assim que eu entrei meu corpo reagiu com um choque térmico já que meu corpo está quente e a água está gelada - Mentirosa! Está um gelo essa água 


 

- Para de frescura - ela chegou perto - Não sabia que você tem tatuagens 

 

Um erro foi eu ter retirado a camiseta, pois, como eu faço parte da associação dos Anbus todos nós para poder se identificar como legítimos da mesma, fazemos uma tatuagem no braço onde fica visíveis com as nossas roupas apropriadas. Então Konohamaru, Moegi e eu temos a mesma tatuagem já que eles trabalham para mim fora as minhas outras duas. Uma que representa meu clã que está feita no peito e um selo na barriga 


 

- Hm, digamos que eu gosto de ser fora da lei... - dei de ombros  - Mas agora o que eu quero saber do meu abraço - fiz um bico para ela - Estou com frio! 

 

Tudo isso que eu estava fazendo era apenas o meu papel, eu precisava fingir ser o namorado dela. Então eu tenho que começar o meu plano de conquistar a Haruno e tenho que começar isso pra ontem

 

Quando eu pedi o braço para a Sakura ela ficou um pouco relutante, mas acabou me abraçando suas mãos foram direto para o meu pescoço e meus braços envolveram a cintura da Sakura. Eu deixei de costas para entrar assim eu poderia ver quando o Konohamaru estivesse vindo 


 

- Seu primo está demorando - ela falou baixinho já que sua cabeça estava deitada sobre o meu ombro  - Será que ele está bem?


 

- Talvez, se ele demora um pouco mais eu vou atrás dele 


 

- Certeza? Por que eu poss--


 

- Sim, tenho certeza! Ele é um rapaz de aço às vezes só é uma dor de barriga… - Konohamaru era milimetricamente atento em tudo então com certeza ele deve estar com alguma dificuldade em alguma coisa ou está estudando o local 

 

 Olhei para minha irmã que estava conversando com Tenten, Hinata e Moegi fiquei encarando até que ela percebesse assim que nossos olhares se encontram eu fiz um sinal suave com as minhas sobrancelhas e graças a Deus minha irmã entendeu. Ela acenou levemente com a cabeça e minutos depois pediu licença e foi para dentro da casa da rosada 


 

- Pombinhos, porque vocês não vem até aqui? - Ino que estava do outro lado da piscina 


 

- Estamos indo - eu gritei de volta para ela - Vamos Sakura? Sua amiga nos chama - a mesma sorriu timidamente para mim nós soltando do nosso abraço 


 

- Estavam no maior love, hein! - Ino me cutucou nas costelas - Quando você vai chamar a minha amiga para sair? 


 

- Ino! - Sakura ficou vermelha e eu comecei a rir - Para de força ele…


 

- Quando ela me der moral… - olhei de canto para ela - Mas podemos sair como amigos, já que a Sakura me considera um amigo, né? 


 

- E o que que tem ser amigos? - Shikamaru chegou por trás de Ino abraçando a mesma pela cintura - Ino e eu éramos amigos, antes de tudo e isso não nos impediu de nada 


 

- Verdade Naruto - Kiba se intrometeu - Esses dois eram como gato e sapato, mas no final a amizade deles viram esse romance estranho - deu uma risadinha debochada - Mas às vezes você é frouxo para algumas coisas 


 

- Quem é frouxo? - Konohamaru entrou na piscina junto com a minha irmã - Desculpem a demora, comi alguma coisa não me fez muito bem 


 

- Verdade, encontrei ele no banheiro quase desmaiado - kurama deu de ombros - Mas e aí quem é frouxo?


 

- Seu irmã, gatinha - Kiba chegou perto de Kurama - Talvez eu tenha que ensinar a ele como ser homem de verdade 


 

- Isso não vai sair bem… - Moegi murmurou 


 

- Kiba… - eu disse calmamente - Se eu fosse você eu saia de perto da minha irmã 


 

- Ou o que? - ele estava mesmo de desafiando? - Relaxa Naruto se a sua irmã não estivesse gostando ela avisaria, não é? - ele começou a levantar o braço para abraçá-la pelos ombros 


 

- Kiba, se eu fosse você não vazia isso… - Konohamaru o alertou 


 

- Isso o qu.. - antes que ele pudesse terminar Kurama pegou o braço do moreno e torceu virando o braço dele para as costas - AI, AI, AI 


 

- Não preciso do meu irmão para me defender - ela soltou o braço dele bruscamente - E falando nele, frouxo só se for a calça dele porque meu irmão não é frouxo nem aqui nem na china! - ela me olhou seriamente e eu dei de ombros - Se você encostar um dedo em mim sem a minha permissão novamente eu quebro seu braço 


 

- Eu disse - dei de ombros para ele - Você não quis me escutar 


 

- Nossa… - kiba está um pouco curvado, mas mesmo assim ele olhava para a minha irmã - Acho que me apaixonei - revirei os olhos 

 

Um tempo depois o pessoal que estava na piscina decidiram ir para a sala de jogos para que todos pudessem interagir. Nesse momento ficou eu o Neji sozinhos já que não era nossa vez de jogar então por isso decidimos jogar uma sinuca 


 

- Então, Uzumaki - ele me chamou quando acertou a bola de número três - Como anda as coisa?


 

- Bem, eu acho - mirei na bolinha de número dois errando o buraco - Tsc, e você? Como anda a proteção da senhorita Hyuga?


 

-  Está indo bem - ele acerta a bola de número sete e vai direto para a caçapa do meio - Fiquei sabendo que um dos seus alvos é a Akatsuki - ele errou a última tacada - Verdade?


 

- Sim, eles são um dos meus alvos - mirei na bolinha de número dois novamente e dessa vez eu consegui acertar a mesma na caçapa - Consegui!


 

- Então é verdade que você está protegendo… - ele apontou discretamente com a cabeça - A Haruno?


 

- Sim, as coisas não andam muito bem pro lado dos Harunos… - acertei mais uma das bolas pares na caçapa de baixo - E isso foi considerado rank s - errei uma das minhas bolas - Droga…


 

- Você não ficou sabendo? - ele se preparava para atacar a bola de número quinze - Na empresa, seu caso ficou considerado como rank ss - ele me olhou e fez o movimento com o taco acertando sua bola na mesma caçapa que eu tinha acertado a minha - Sua missão foi considerada a mais difícil e perigosa nos últimos vinte anos - ele me olhou severamente - Seu pai não te disse nada? 


 

- Como sempre, não! - fiquei olhando para mesa - Você sabe como ele é - quando fui dar atacada eu usei uma força desnecessária fazendo assim um barulho um pouco alta - Super protetor como sempre - dei de ombros -  Ele me disse que iríamos conversar sobre isso essa semana 


 

- Verdade essa semana é a reunião dos Uzumakis, não é? - filha da puta ele está vencendo por uma tacada! 


 

- Uhum, é o aniversário da minha mãe  -  agora só falta a número oito - Konohamaru e Moegi irão ir - quando fui acertar a bola número oito eu escutei algumas risadinhas e olhei para trás fazendo assim que eu errasse - Merda! Qual é? é a última bola do jogo  - Neji riu da minha cara - Mas enfim, se você quiser ir as portas sempre estarão abertas - dei um sorriso para ele


 

- As reuniões da sua família são as melhores - ele mirou na sua última bola acertando o meio fazendo assim sobrar a número oito pra nós dois - Agora a minhas reuniões são um saco! - ele mirou na última bola e acertou na caçapa de cima - Acho que eu ganhei, você me deve oito mil ienes 


 

- Eu não postei nada com você - ele deu de ombros e esticou a mão para que eu pagasse - Miserável, você é podre de rico! 


 

- Não se esqueça que você também é - ele disse pegando meu dinheiro 


 

- Bom, mas é sério se você quiser ir é só me avisar - estendi minha mão para ele e o mesmo apertou 


 

- Claro, e se você precisar de alguma ajuda é só me chamar 

 

Depois da minha derrota fomos em direção a galera que estava no videogame todos estavam se divertindo até minha irmã e eu. Mas como já se passava das seis da noite do lado de fora já estava escuro e para completar aconteceu um apagão 


 

- Todos estão bem? - eu perguntei e todos afirmaram que sim - Kurama? Está tudo bem? 


 

- Sim, estou bem!


 

- Naruto! - konohamaru me chamou - Aqui, estou do seu lado - ele me puxou para um canto e sussurrou no meu ouvido  - Esse apagão foi proposital...


 

- O que? Mas eles irião agir agora? - perguntei 


 

- Hm, nada impede deles agirem Naruto! - ele mostra o seu relógio - Olha aqui, eu já tinha configurado uma das câmeras que eu consegui esconder e ela detectou um movimento e por pura coincidência foi no sentido do gerador da casa dela …


 

- Ok, eu tenho uma ideia e você seguir ela comigo - ele assentiu -  Gente, eu e Konohamaru iremos ver o que aconteceu… - acendi meu celular para que todos pudessem me enxergar melhor - Os meninos ficaram aqui - Neji, Kurama e Moegi já entenderam que alguma coisa aconteceu - Já voltamos 


 

- Naruto, espere - minha irmã me chamou - Leve sua mochila, seu caso está ai dentro - ela me olhou sugestiva me entregando a mochila - Você também Konohamaru


 

- Naruto! - Sakura me chamou - Tome cuidado, mesmo que não seja nada grave só toma cuidado 


 

- Podem deixar - olhei para meu discípulo e disse - Vamos, moleque...

 

Assim que saímos da sala de jogos fomos para um canto mais escuro para podermos nos tocar nas nossas mochilas havia um fundo falso e nesse fundo falso tem as nossa roupas da anbu 


 

- Naruto a gente não tem as máscaras!


 

- Dessa vez teremos que usar nossa camisetas para esconder o rosto - peguei uma escuta e entreguei para ele - Aqui coloca no seu ouvido mesmo que fiquemos juntos teremos que falar o mais baixo possível

 

Quando nos vestimos adequadamente e cobrimos nossos rostos com as camisetas sociais que usávamos mais cedo fomos em direção a casa da Sakura. Como estávamos descalços o som dos nossos passos eram abafados, mas não totalmente 

 

Chegando na parede da mansão da rosada eu e Konohamaru tivemos que fazer escadinha para que pudéssemos subir no muro que ali tinha


 

- Bom, Konohamaru como eu sou mais alto eu vou te ajudar a escalar a parede que dá em um dos cômodos da casa da Sakura - ele afirmou com a cabeça - Chegando lá você vai me dar a sua mão para que eu possa subir também, mas você não vai entrar lá dentro vamos ir pelo parapeito então todo cuidado é bom 


 

- Certo, senhor 

 

E como eu disse, ajudei o konohamaru a ter um impulso para frente para que assim ele pudesse se segurar no parapeito e como eu era o mais alto eu encostei na parede como se fosse um ponte. Assim o Konohamaru conseguia colocar os pés no meu ombro dando estabilidade para ele    

 

Assim que ele conseguiu subir no parapeito ele se ajeitou para que ele pudesse me ajudar. Konohamaru se segurou na borda da janela e esticou sua mão para mim assim que eu a segurei dei um impulso já que o muro não fica distante da parede então com um impulso eu segurei no parapeito e meu subordinado me puxou pela pela malha da minha roupa 


 

- E agora qual é a rota? 


 

- Vamos fazer assim, damos a volta no parapeito e vemos até onde ela vai e caso de pra a gente entrar pela janela do quarto da Sakura vamos de lá 


 

- Vamos juntos ou damos a volta?


 

- Damos a volta e depois nos encontramos aqui - ele assentiu - Fique atento na escuta 

 

Eu fui para direita enquanto Konohamaru foi para esquerda o ruim de tudo isso é que estamos descalços e como parapeitos geralmente são limpos e que a alguns dias atrás calhou de chover estava um pouco escorregadio o nosso caminho 


 

- “ Konohamaru, cuidado ao andar está escorregadio”

- “ Você também, cuidado!”

 

Minha única segurança era segurar nas paredes já que os cômodos eram bem distribuídos entre si e cado passo que dava eu sentia que eu ria escorregar, mas por sorte eu avistei uma janela a alguns passos de distancia de mim e por sorte era o quarto da Haruno 


 

- “Konohamaru, vem até aqui encontrei o quarto dela!”

- “ Uffa, não estava aguentando andar - ele deu uma risada - Me de dois minutos” 

 

 E exatamente em dois minutos Konohamaru apareceu como já tínhamos combinado iríamos entrar pelo quarto da rosada. Por sorte ou azar o meu eu escutei que a mesma tinha trancado a porta por fora  e deixado a janela aberta então o único cômodo da casa que estaria “limpo” era o quarto dela

 

Abri a janela do quarto e não esperei para pular dentro do quarto da Haruno assim que entrei meu subordinado veio atrás e como não tínhamos a chave seria difícil de abrir, mas eu tinha um brinquedinho que me deram no meu aniversário uma chave mestra



 

- Hm, brinquedinho legal - Konohamaru brincou 


 

- Cuidado, eu posso abrir seu quarto quando você estiver com a sua namorada - dei uma risada 

 

Abri a porta devagar para não fazer nenhum barulho assim que saímos no mesmo momento eu escutei um barulho vindo do quarto dos pais dela  


 

- “ Onde está a menina !?”


 

- “Kakuzo, a menina está com os amigos não tem como entramos e capturar ela desprevenida”


 

- “ Matamos todos eles, ué! Simples Hidan”


 

- “Kakuzo, tem pessoas importantes dentro daquela sala. Tem dois Uzumakis, dois Hyugas! DOIS - ele suspirou - Se acontecer alguma coisa com os filhos de Minato ou de Hiashi nosso plano vai por água abaixo. Fora que o Pain vai ficar mais puto ainda”


Notas Finais


OI guys desculpem o atraso, mas eu não esqueci de postar
deixem os comentarios e vão no meu perfil ou no perfil da @MumeiIzumi para ler o 1 cap de Naruto: Universo Alternativo


bjos da tia Bu >W<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...