1. Spirit Fanfics >
  2. Vida Dupla (Reescrita) >
  3. Mizpá

História Vida Dupla (Reescrita) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Volteii
Desculpem pela demora tentarei trazer as atualizações mais vezes.

Boa leitura :3

Capítulo 7 - Mizpá


Fanfic / Fanfiction Vida Dupla (Reescrita) - Capítulo 7 - Mizpá

A noite eu voltei para casa, morta de cansaço por todo o treinamento físico que tivemos durante a tarde, céus, até mesmo músculos que eu não conhecia estavam doloridos.

No momento presente o que eu mais queria era cair na cama e dormir por dois dias, assim eu só acordaria no dia exato da missão, iria cumpri-la e depois dormir novamente por mais uma semana.

Mas meus planos foram totalmente mudados quando meu notebook recebeu uma vídeo chamada dele, Byun BaekHyun.

Confusa eu fui atendê-lo, me sentei em frente a escrivaninha e atendi a ligação, a imagem de BaekHyun apareceu na tela em minha frente, ele estava usando um roupão e seus cabelos estavam bagunçados.

— Baek? Já chegou no hotel?

— Oi meu amor, chegamos agora há pouco, eu tomei um banho e pensei em deitar para descansar um pouco mas... não poderia dormir sem falar com você antes.

Só aquilo já me fez sorrir feito boba e melhorou meu dia em 100%.

— Que fofo Baek, eu também acabei de chegar do trabalho e estava indo tomar um banho para deitar, mas sinceramente, estou preferindo fazer tudo isso depois de conversar com meu namorado.

Agora foi ele quem sorriu todo bobo, por alguns ele ficou assim, me olhando com aquele sorriso, até que de repente ele pareceu lembrar-se de algo.

— Hoje enquanto estava vindo para cá Chen achou uma loja que vendia dicionários, ele por algum motivo comprou e depois de ler duas páginas me deu ele, "Quem lê um dicionário completo?" Acho que ele se arrepende de ter gastado dinheiro com isso.

Ambos rimos com aquela história, pelo visto não eram só minhas amigas que tinham um parafuso a menos.

— Continuando, ele me deu o dicionário e durante o caminho eu comecei a ler e achei uma palavra interessante, Mizpá.

— Mizpá? – Perguntei confusa. – O que quer dizer?

— Vínculo emocional entre duas pessoas que estão separadas fisicamente ou pela morte.

Um arrepio percorreu por meu corpo, foi uma sensação estranha.

— Estranhamente acho que isso se encaixa com a gente, não é? – Perguntei ainda pensando no arrepio que senti há poucos segundos.

— Como assim? Você não está morta.

— Não seu besta, mas estamos há quilômetros de distância lembra? Estou em Seul e você em Busan.

Ele fez uma expressão de surpresa e depois de compreensão, só agora que ele percebeu que estávamos distantes.

— Queria que você estivesse aqui comigo, iria te mostrar os bastidores do show, os ensaios finais, dar um passeio pela cidade... – Ele parou de falar e suspirou. – É uma pena que você não pode vir.

— Sim, juro que tentei conseguir uma folga para ir com você mas sabe como é, trabalho é complicado.

Em especial o meu, querido Baek...

— Está tudo bem amor, não se sinta mal por não ter conseguido ir, outras oportunidades vão surgir alguma hora.

Balancei a cabeça concordando, ele tinha razão, ele faria alguma outra viagem, eu só não sabia se conseguiria acompanhá-lo, era difícil conseguir ficar dias longe da agência, as coisas por lá aconteciam repentinamente e eu não queria ter que inventar uma desculpa esfarrapada e ir embora de uma hora para outra.

Por alguns minutos eu e Baek ficamos encarando um ao outro sem dizer nada, até que tomei uma iniciativa a toquei na tela do notebook.

— Baek?

— S/n?

— Gosto quando fala meu nome... – Sorri para ele e continuei com a mão sobre a tela até ele perceber e fazer o mesmo gesto, como se nossas mãos estivessem se tocando através daquela tela, como se a distância não fosse o suficiente para nos separar. – Eu só queria dizer que eu amo você, amo muito mesmo, pode parecer que eu não demonstro as vezes mas... você é a pessoa mais importante na minha vida.

— Pensei que essa pessoa fosse eu! – Gritou Roxanne de algum lugar da casa quebrando o clima romântico por alguns minutos.

— Enfim, retomando... eu... não sei porquê disse isso agora mas, eu sentia que precisava.

— Tudo bem porque eu também queria te dizer isso, eu te amo demais S/n, você tornou minha vida mais alegre desde aquele dia no parque.

Disse ele com aquele mesmo sorriso bobo que eu tanto amava, me perguntava se existia algo naquele homem que eu não amasse mais do que tudo nesse mundo.

— Eu preciso ir agora S/n, Suho vai passar aqui daqui a pouco para me chamar para o ensaio, se não estiver pronto ele vai me degolar! – Ambos rimos imaginando aquela cena.

— Tudo bem Baek, vá lá e arrase, eu te mando mensagem amanhã de manhã, tchau amor.

Acenei para ele e lhe mandei um beijo, ele fingiu pegá-lo e suspirou apaixonado, eu adorava as gracinhas que esse homem fazia.

— Tchau S/n, tenha bons sonhos comigo.

Depois de nos despedirmos mais algumas vezes (nenhum de nós queria desligar) finalmente ele foi se arrumar, eu desliguei o notebook e depois de tomar um bom banho e cair na cama relaxei pronta para dormir e recarregar as energias.

— Admito, vocês são fofos juntos – Disse Roxanne após entrar no quarto que dividiamos para dormir também. – Vocês formam um belo casal.

— Você acha?

— Claro, vocês são fofos juntos.

Ri baixinho e fechei os olhos bocejando, o cansaço estava me dominando, Roxanne ia falando mas sua voz foi se afastando cada vez mais até desaparecer e eu adormecer num sono profundo.


Notas Finais


Foi isso, até a próxima!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...